RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 30 de abril de 2012

REAÇÕES A UMA ARBITRAGEM "APAIXONANTE"


MADEIRA 29 ABRIL DE 2012

A Polícia teve de agir para separar adeptos
Cerca de 40 adeptos do Leixões marcaram presença nos Barreiros e não reagiram bem às incidências do jogo. As três expulsões ajudaram a exaltar os ânimos e a polícia teve de agir para separar apoiantes das duas equipas.

Horácio Gonçalves, treinador do Leixões "Primeira parte de sol e segunda de chuva. Apetece-me emigrar"

Hernâni, jogador do Leixões “Em tantos anos de futebol não me lembro de nada assim das 3 equipas em campo houve uma que ultrapassou os limites do ridículo foi quase um atentado ao caracter e honestidade dos jogadores e ainda nos pedem cooperação e compreensão para lhes facilitar a vida dentro de campo andamos uma época inteira com todas as adversidades que são publicas mas continuamos a lutar por uma situação melhor e mesmo assim tentam nos destabilizar e atrasar... Hoje sentimo-nos muito tristes foi uma sensação de impotência contra tamanha injustiça mas pra semana há mais vão levar connosco até à ultima jornada!”

COM BIS DE BRUNINHO, PADROENSE GARANTE A PERMANENCIA


II DIVISÃO ZONA CENTRO 30ª JORNADA
Estádio Cidade Desportiva de Paredes
Árbitro – Pedro Maia
PAREDES 1 PADROENSE 2
Ao intervalo, 1-2 marcadores, Bruninho (1 e 18) e Hélder (44)

PAREDES: Luís Silva, Ulisses, Emanuel (José Valente), Carlão, Pedro Duarte, Rui Coelho, Piquet (Tó Jorge), Jorginho (Vítor Hugo), Manuel Luís, Vasco e Hélder. Treinador Fernando Valente.

PADROENSE: Marco, Paulinho, Armando, Vítor Lobo e Miguel; Daniel, Nuno Paulo (Emanuel), Mariano, Bruninho (Marcão), Penantes e Benvindo. Treinador Augusto Mata



Há precisamente um ano atrás no Padrão da Légua festejava-se também mas por motivos diferentes. Padroense que nesta jornada consegue conquistar a manutenção conseguindo arrancar uma vitória ao Paredes, por duas bolas a uma, evitando assim uma época de altos e baixos, que nada refletiu o campeonato anterior.

A equipa de Matosinhos permanece com toda justiça na companhia dos clubes que disputam a principal Divisão da Federação Portuguesa de Futebol, consolidando a sua presença nesta prova, pois vai para o quarto ano consecutivo.
Os Bravos de Matosinhos, entram com tudo neste encontro, chegando ao golo inicial logo no primeiro minuto pelo inevitável, Bruninho (melhor marcador da Zona). Passados 17`minutos já o Padroense vencia o seu adversário por duas bolas a zero, golo marcado, outra vez por Bruninho. A té ao fim do primeiro tempo, e depois de algumas oportunidades desperdiçadas pelos atacantes matosinhenses, foi a equipa da casa que reduziu, em cima do intervalo.


Com o início do segundo, a equipa da casa sofre duro revés nas suas pretensões, pois Manuel Luís é expulso, ficando o Paredes reduzido a dez elementos. A equipa do Padroense controlou o jogo e o adversário, que deu uma réplica bastante interessante, mas a hora era de garantir os três pontos e a os Bravos de Matosinhos levaram a bom porto as suas pretensões.


GERMANO PINHO
Padroense, clube do meu coração e principalmente dos meus afetos assegurou a manutenção que é tão importante como um título. Estou muito orgulhoso. Obrigado a todos os que contribuíram para este sucesso. Vamos parar para pensar e refletir, mas posso garantir que lutaremos por um Padroense cada vez maior e cada vez melhor.

TÓNEL Jogador do Padroense
Mais uma época cumprida, não foi uma época brilhante mas o objectivo foi alcançado hoje na última jornada com uma vitória de 1-2 em Paredes e o grupo está de parabéns por isso. Um obrigado a todos os meus colegas e amigos que me apoiaram nesta chegada ao Padroense F.C.

fotos Domingos Lobo

domingo, 29 de abril de 2012

UMA ARBITRAGEM COM PAIXÃO

Jogo no Estádio dos Barreiros
Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal).
União da Madeira - Leixões, 3-1
Ao intervalo: 0-1, Marcadores: 0-1, Florent, aos 45 minutos; 1-1, Tiago, 55 (grande penalidade); 2-1, Tiago, 81 (grande penalidade); 3-1, Nuno Silva, 90+2.

União da Madeira: Matt Jones, Tomé, Ávalos, Roberto, Alex, Tiago, Toni, Ruben Andrade (Nuno Silva, 90), Silva, Tozé Marreco (Diop, 68) e Marco Freitas (Gleibson, 68).

Leixões: Fonseca, Paulinho, Nuno Silva, Joel (Luís Silva, 83), Florent, Marcelo, Paulo Tavares (Hernâni, 68), Jumisse, Pedro Santos (Beirão, 77), Wesllem e Fausto.
Ação disciplinar: cartão amarelo para Nuno Silva (54 e 80). Cartão vermelho direto para Jumisse (58) e Luís Silva (85). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Nuno Silva (80).

Num jogo marcado por 3 expulsões (Jumisse, Luís Silva e Nuno Silva), a equipa de Horácio Gonçalves perdeu esta tarde o encontro na Madeira diante do União.
Assim é difícil. E algo de lamentar com veemência. O Leixões Sport Club foi hoje derrotado pelo União da Madeira, num jogo em que a arbitragem esteve a um nível muito distante do desejado, prejudicando claramente a equipa de Matosinhos.

A equipa de Matosinhos até foi para intervalo a vencer por 0-1 com um golo apontado aos 44' por Florent e que golo! Mas na segunda metade tudo mudou, o segundo tempo foi um acumular de más decisões, que deixaram a equipa do Leixões, reduzida a oito jogadores e proporcionaram ao adversário a reviravolta no marcador. O capitão Nuno Silva foi expulso por acumulação de cartões amarelos, na sequência de dois penáltis muito duvidosos (deram o 1-1, no início da segunda parte, e o 2-1, aos 80’), e Jumisse e Luís Silva viram vermelhos directos após faltas normais que, quando muito valeriam uma admoestação.

Próxima jornada o Leixões recebe no Estádio do Mar o Estoril naquele que será o último encontro da época a realizar em Matosinhos.

CUSTÓIAS PERDE E VÊ FUGIR A DIVISÃO DE HONRA


A equipa do Custóias despediu-se praticamente da divisão de honra, ao perder esta tarde no reduto do Campeão AC Felgueiras por 4-2.
Deslocação que se previa bastante difícil, facto que veio a confirmar-se.

A história do jogo resume-se aos 6 golos na partida, que ficou sentencia logo aos 30´minutos com a equipa da casa a chegar aos três a zero. A equipa custóiense tentou reagir e ainda antes do intervalo reduziu através de um grande golo marcado por Tiago Carvalho (aniversariante)
Na etapa complementar, assistiu-se a mais um golo para cada lado, pelo meio várias oportunidades desperdiçadas pelos locais. No minuto 60 o árbitro deixou passar em claro uma grande penalidade contra os locais (Tiago foi derrubado na área por Zamorano) e o jogo animou. Aos 74’ o juiz não perdoou quando Rui Sampaio atropelou Caramalho. Magalhães fez o 3-2 de penálti. O Felgueiras tremeu, mas recompôs--se e, aos 86’, Quinzinho, à boca da baliza, acabou com as dúvidas e fez o 4-2 final.

Com o comandante da nau fora por motivos profissionais, mister Paulo Silva, está fora do país , o comando técnico coube a Borges treinador adjunto, que não apresentou o melhor onze, dando oportunidade a jogadores menos utilizados no decorrer da época. Com ou sem sentido o futuro o dirá, mas é certo que numa altura em que a equipa custóiense enfrentava cada jogo como de finais se tratasse, experiencias neste momento não se aconselharia!
A equipa do Custóias, vê assim fugir ainda mais o Baião equipa que se encontra acima da linha de água, em três jogos por disputar (9 pontos) e com a diferença pontual que se cifra em 7 pontos, e com uma deslocação a casa do Baião, a equipa custóiense quase diz adeus à divisão de honra, embora matematicamente ainda é possível.

A equipa do Custóias alinhou: Meneses. Renato, Luizão, Nuno Ribeiro e Magalhães; Carvalhosa (Caramalho), Dias, Latas (Paulinho) e Eduardo e David (Paulo Lopes) e na frente sozinho Tiago Carvalho. Treinador adjunto, Borges. Golos do Custóias marcados por Tiago Carvalho e Magalhães de penalti

INFESTA PERDE MAS PODE FESTEJAR SUBIDA NA PRÓXIMA JORNADA


Ao fim de quatro jogos esta temporada, o Infesta perdeu pela primeira vez com o Sousense.

O Infesta saiu derrotado do confronto desta tarde com o Sousense por 2-1. A equipa de José Manuel Ribeiro, até entrou bem no encontro sendo a equipa com mais discernimento no decorrer da primeira parte para chegar ao golo. No entanto, o Sousense inaugurou o marcador aos 35 minutos por Daniel que após alivio da defensiva da equipa da casa, a bola sobrou para o jogador do Sousense que estava claramente em fora-de-jogo e perante o guardião Duarte, fez o 1-0. Cinco minutos depois, o Sousense faz o segundo golo por Zé Augusto na sequencia de um pontapé de canto. Ao intervalo, o treinador do Infesta faz entrar Vitinha II e Penantes e o Infesta foi claramente superior tanto que aos 50 minutos, Vitinha II reduz mesmo a diferença numa jogada individual. Até ao final, o jogo teve apenas um sentido, o da baliza do Sousense mas a equipa da casa, soube suster bem a pressão do Infesta.

Apesar da derrota, o Infesta mantém a distancia de oito pontos para o Vila Real que foi derrotado esta tarde em casa pelo Rebordosa por 0-2. No outro jogo da tarde, o Cesarense garantiu a subida ao derrotar o Grijó por 1-2. O Infesta pode fazer a festa da subida na próxima jornada, caso vença o Vila Real e o Sousense não vença no Cesarense.

FC INFESTA

RESULTADOS DE 29 DE ABRIL


Equipa de Matosinhos.

UNIÃO DA MADEIRA 3 LEIXÕES SC 1
PAREDES 1 PADROENSE 2
SOUSENSE 2 INFESTA 1
ALPENDORADA 1 LEÇA FC 1
AC FELGUEIRAS 4 CUSTÓIAS 2
CITANIA SANFINS 0 PERAFITA 0
BOUGADENSE 3 LAVRENSE 3
FC FOZ 1 DL BALIO 1
CRESTUMA 1 SC HORA 1
LUSITANOS 1 AMARANTE B 2
VILA BOA QUIRES 3 ALDEIA NOVA 1

Destaque para a equipa do Perafita que com este empate sagrou-se campeão da serie 1 - 1ª divisão AF Porto

Destaque também para a equipa do Padroense que garantiu a permanência na II Divisão nacional.

NOMEAÇÕES PARA O ONZE DE MATOSINHOS


NOMEADOS PARA O MELHOR ONZE DE MATOSINHOS 2011/12

GUARDA-REDES
Humberto PEDRAS RUBRAS, Marco Branco PADROENSE, Artur Micha PERAFITA, Meneses CUSTÓIAS, Fonseca LEIXÕES.

DEFESAS LATERAIS
Zé de Angola LEÇA, Nuno Ribeiro CUSTÓIAS, Paulinho LEIXÕES, Filipe Sousa LAVRENSE, João Pedro MACEDO CAVALEIROS, Bruno Magalhães VILA MEÃ, Diogo Batista SCSHORA

DEFESAS CENTRAIS
Hélder Maia PERAFITA Trajano PERAFITA, Renato Correia LAVRENSE, Leandro Isac SCSHORA, Armando PADROENSE, Madalena LEÇA, Nuno silva LEIXÕES, João silva ALDEIA NOVA, Rui Jorge INFESTA, Diogo Vila CHIPRE

MÉDIOS DEFENSIVOS
Rui Ramos LEÇA, Renato Teixeira CUSTÓIAS, Paulo Tavares LEIXÕES, André Moreira LEÇA, Jumisse LEIXÕES, Eduardo CUSTÓIAS, Filipe Mesquita ALDEIA NOVA, Hélder Sousa APOEL CHIPRE

MÉDIOS
Luís Silva LEIXÕES, Vitinha I INFESTA, Tinaia PERAFITA, Paulinho INFESTA, Pedro Santos LEIXÕES, Seabra PADROENSE, Mariano PADROENSE, Nuno Paulo PADROENSE, Meneses LUSITANOS,Tiago Moura LEÇA.

AVANÇADOS
Tiago Penantes PADROENSE, Paulinho PERAFITA, Diego Mourão LEIXÕES, Gandarela CUSTÓIAS, Bruninho PADROENSE, Lutchindo Gomes PERAFITA, Nuno Sequeira FAFE

Estas nomeações tiveram a responsabilidade dos colaboradores do blog mitchfoot Futebol de Matosinhos; Manuel Marques, Joaquim Filipe Dias, Carlos Ferreira, Pedro Silva e Mário Barbosa mitch.

200.000 VISUALIZAÇÕES NO BLOG DO MITCH


Atingimos as 200.000 visualizações no blog Mitchfoot Futebol de Matosinhos

Quando faltam 11 dias para celebrar o 2º. Ano, em emissões oneline, o blog nasceu a 10-5- 2010.

Definitivamente o blog do mitch veio para ficar.

É já presença assídua nos computadores lá de casa.

Matosinhos e não só, aderiu a este meio de informação desportiva com bastante agrado.

OBRIGADO! A todos viva o FUTEBOL DE MATOSINHOS

sábado, 28 de abril de 2012

EX CAMPEÃO DO MUNDO TOZÉ ESCLARECE PARA QUE VERDADE SEJA IMPOSTA


Caros adeptos e simpatizantes do Lsc.

NÃO O DEVERIA FAZER, MAS VOU ABRIR UMA EXCEÇÃO PARA TENTAR ESCLARECER TAMANHAS FALSIDADES QUE SE VEM DIZENDO, DENEGRINDO O MEU BOM NOME E A MINHA DIGNIDADE. QUERO ESCLARECER TAMBÉM QUE ESTE É APENAS E TÃO SÓ UM ESCLARECIMENTO DOS FACTOS OCORRIDOS, PARA QUE A VERDADE SEJA IMPOSTA, VISTO QUE, A IMPRENSA VEM EXPOSTO, NOMEADAMENTE O JORNAL RECORD, COBERTA DE FALSIDADES, VISTO QUE, O MINIMO QUE SE EXIGIA E QUE A ÉTICA IMPÕE SEJA OUVIR AS DUAS PARTES ENVOLVIDAS NESTE PROCESSO.

Posto esta introdução gostaria de esclarecer o seguinte:

Esta situação Não foi nem Será de forma alguma uma situação k esteja a prejudicar o LSC, existe apenas um aproveitamento desta minha atitude para outros fins!!!! Como referi no comunicado o Departamento Médico do LSC ficou com Máquinas e Material suficiente para a recuperação dos seus atletas, apenas ficou limitado no uso das mesmas. Para além disso existe uma máquina de lavar a roupa e secretárias da Sala do SR Presidente da SAD que ainda se encontram no local e que também foram penhoradas. Aquilo k pretendia fazer não posso, era penalizar quem está a gerir o clube e não o clube, este está acima de tudo, no entanto, para todos os efeitos é a minha entidade empregadora, é nele k terá de recair as penhoras. Cresci e vivi no estádio do Mar, esta é a minha 2ª casa. é e será independentemente do meu futuro... Não há ninguém k use discutir a paixão e o fervor com que vivo cada dia k entro no estádio do Mar.. O leixões faz parte da minha vida... Lamento a forma como expuseram a noticia, o enfase que quiseram transmitir para o exterior, quando a maior parte dos bens que estão lá dentro já estão penhorados por um Ex treinador adjunto!!! Alguém comentou!!! Não... Porque não o fizeram!!! Como é possível divulgar relatos para a opinião pública, quando não se está presente na situação que ocorreu!!!! No mínimo é estranho!!!! Irei analisar com o meu advogado tais factos e se entendermos haver matéria de facto para agir criminalmente contra o jornal e o jornalista responsável por tal divulgação de como decorreu a execução, e que não corresponde minimamente à verdade, não hesitarei em o fazer junto dos locais competentes para o efeito, para defesa do meu bom nome e da minha dignidade. Para concluir 2 notas: A 1ª é que eu fui contratado como qualquer cidadão comum para trabalhar numa empresa, que é nem mais nem menos que a celebração de um contratado de trabalho normal, em que o empregado está sujeito aos mesmos direitos e deveres encontrados no contrato coletivo de trabalho existente no nosso País. Em 2º lugar a viatura que atualmente conduzo é um Mercedes do ano 2000, que vale cerca de 3500€, k já se encontra vendida para pagar, vestuário, alimentação e gastos escolares dos meus filhos, sendo esta a última fonte de receita para fazer face a tais necessidades. Para concluir digo que, entendo algumas reações dos adeptos, não entendo é a forma como se manifestam, pois como disse aquilo que estou a fazer é apenas e tão só uma forma de tentar lutar pelos meus direitos enquanto cidadão que presta serviço a uma empresa. Se não fiz mais foi porque fui e continuo a ser impedido de trabalhar. Infelizmente observamos pessoas diariamente a lutar por salários em divida de 2 e 3 meses, dado as suas empresas faltar aos seus compromissos.

EU LUTO POR 25 MESES DE SALÁRIOS EM ATRASO!!!!! O MOMENTO E A EXECUÇÂO DOS BENS NÃO É DA MINHA RESPONSABILIDADE, É APENAS E TÃO SÓ DA INTEIRA RESPONSABILIDADE DA SRA AGENTE DE EXECUÇÃO E POR ORDEM JUDICIAL. COMO DISSE FOI-ME ATRIBUIDA PELA DRA JUIZA DO TRIBUNAL DE TRABALHO DE MATOSINHOS E PARA GARANTIR A MINHA SUBSCISTÊNCIA, UMA VERBA MENSAL, ATÉ À CONCLUSÃO DESTE PROCESSO E QUE MAIS UMA VEZ NÂO FOI CUMPRIDA. DEIXO ESTA ÙLTIMA NOTA DIZENDO K PEDI À SRA DRA ANTES DE EXECUTAR A PENHORA, O FAVOR DE CONTACTAR O RESPONSÁVEL MÁXIMO DO LSC E LSC SAD PARA NUMA ÚLTIMA TENTATIVA DE ESTE ME PAGAR ESSA MENSALIDADE, OU ATÉ PARTE DELA, VISTO TER PAGO DIAS ANTES AOS JOGADORES E FUNCIONÁRIOS DO CLUBE UM VENCIMENTO, O K FOI PRONTAMENTE NEGADO QUALQUER TIPO DE PAGAMENTO!!! AÍ NÃO RESTOU A EXECUÇÃO DA AÇÃO, O K ME DEIXOU E ESTÁ A DEIXAR PROFUNDAMENTE TRISTE. IREI LUTAR PELOS MEUS DIREITOS E POR UM FUTURO CONDIGNO PARA OS MEUS FILHOS ATÉ AO LIMITE DAS MINHAS FORÇAS….

Tozé Pereira.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

TOZÉ PEREIRA - COMUNICADO SOBRE A PENHORA EXECUTADA AO LEIXÕES SC E SAD


COMUNICADO

Em virtude das notícias vindas a publico nos vários órgãos de comunicação social, no dia de hoje, nomeadamente em alguns dos jornais nos online, venho expor o seguinte:

1.Foi proferido no passado, dia 16 de Março, despacho/sentença, pelo Tribunal de Trabalho de Matosinhos, na sequência de uma providência cautelar, por mim intentada contra o Leixões Sport Clube e SAD, visando a reparação dos danos causados pelo mais de 24 meses de salário em atraso que tenho como funcionário daquelas instituições.

2.Tal decisão fixou, sob pena de crime de desobediência, a obrigatoriedade dum dado pagamento mensal, até à conclusão do respetivo processo principal que se encontra em fase para julgamento no próximo mês de Junho.

3.Visto o não cumprimento da sentença cautelar por parte do LSC e LSC SAD, que a meritíssima juíza do tribunal de trabalho de Matosinhos ordenou, este tribunal deferiu uma ordem de penhora de bens daquelas entidades.

4.Tal penhora foi efetuada hoje e, tendo surgido noticias da mesma em certos órgãos de comunicação social online, lamento profundamente o modo como foi descrito tal situação, pois que tal relato não só distorce a realidade das coisas como omite, dolosamente, importantes acontecimentos que importa referir:
A penhora só foi realizada após contacto tido com o Diretor/Presidente do Clube e da SAD, o qual recusou qualquer pagamento, não obstante a condenação, e mais disse não ter sequer previsão se o ia fazer ou quando, não obstante ter sido de conhecimento público, nomeadamente através da comunicação social escrita, mais especificamente no jornal record do dia 26 de Abril de 2012, que o LSC e LSC SAD pagou 1 mês de salário aos seus funcionários;
Face a tal situação a Sra. Agente de execução limitou-se a cumprir uma decisão judicial.
Ao executar tal penhora, todos os presentes da mesma, foram convidados por responsáveis do LSC e LSC SAD a aguardarem numa sala anexa, pelo final do treino para depois se proceder à dita execução, o que foi escrupulosamente cumprido por todos.
Somente quando os responsáveis do Leixões franquearam as portas do departamento médico é que a penhora foi realizada, tendo recaído não sobre o posto médico em si mas sobre duas máquinas e um aparelho de exercício físico.
Os bens que foram penhorados foram aqueles que restavam de uma penhora anteriormente executada e em vigor à data de hoje por um Ex recente Treinador adjunto do Leixões, penhora essa que atinge todos os computadores do clube e SAD, secretárias, armários, aparelhos de ar condicionado, sofás, etc…
É inteiramente falso que deliberadamente me propus perturbar o momento da equipa ou que o clube atravessa, pois o agendamento da diligência esteve a cargo exclusivo da Agente de execução e da sua disponibilidade, não me competindo a mim tal decisão.

5.Para concluir quero expor que tudo fiz para que isto não se proporciona-se, fui até onde pude…. Fui até a um limite em que tal facto agravou a minha situação económica e minha família.

6.Se a situação não se resolveu ou não se resolve, não é por minha responsabilidade, pois tudo fiz, faço e farei para chegar a um acordo para a minha saída, pois nunca quis ser um entrave para ninguém. Infelizmente aguardo por essa proposta desde o dia 30 de Outubro de 2009, data em que me ficaram de apresentar uma proposta com vista à minha saída.

7.Até hoje nunca mais recebi qualquer proposta para me resolver a presente situação pelo LSC ou pela LSC SAD, nem tão pouco me atribuíram qualquer função dentro da estrutura do clube, para poder auferir o meu salário com dignidade. Sempre mostrei esse interesse, ou seja, trabalhar para o meu clube e ao mesmo tempo encontrar uma solução para me desvincular. O que nunca veio infelizmente a acontecer.

8.Apenas exijo dignidade e respeito, por mim e pela minha família.

9.Devo muito ao LSC, clube do meu coração, por aquilo que me ofereceu durante a minha carreira desportiva, mas também, dei muito de mim ao LSC, levei durante muitos anos pelo mundo fora, com o seu expoente máximo no dia 03 de Março de 1989, o nome de Portugal, do Leixões e de Matosinhos.

10.Findo esta comunicação, nada mais irei declarar até à conclusão deste processo.

António José Pereira

JOÃO BEIRÃO, LEIXÕES SC "gostaria de jogar mais vezes".

Beirão garante um Leixões em competição

Embora o objetivo da permanência já tenha sido alcançado, o Leixões não baixará o ritmo e continuará à "procura das vitórias", garantiu o jovem Beirão, que considera "positiva" a época de estreia como sénior, embora admita que "gostaria de jogar mais vezes". Sobre o momento complicado da vida do Leixões, o atacante realça "o plantel excepcional e muito profissional mesmo com todas as dificuldades."

OJOGO

JOGOS PARA DIA 29 DE ABRIL

EQUIPAS MATOSINHENSES

Liga Orangina 2011/2012 Jornada 28
UNIÃO DA MADEIRA vs LEIXÕES SC

II Divisão Zona Centro 2011/12 Jornada 30
PAREDES vs PADROENSE FC

III Divisão Série B 2011/2012 Promoção Jor. 6
SOUSENSE vs FC INFESTA
III Divisão Série B 2011/2012 Manutenção Jor. 6
ALPENDORADA vs LEÇA FC

AF Porto Divisão Honra 2011/12 Jornada 31
AC FELGUEIRAS vs CUATÓIAS FC

AF Porto 1ª Divisão Série 1 2011/12 Jornada 33
CITÃNIA DE SANFINS vs FC PERAFITA
BOUGADENSE vs UD LAVRENSE
AF Porto 1ª Divisão Série 2 2011/12 Jornada 33
CRESTUMA vs SENHORA DA HORA
FC FOZ vs D L BALIO

AF Porto - 2ª Divisão Série 1 2011/12 Jornada 33
VILA BOA DE QUIRES vs ALDEIA NOVA
OS LUSITANOS vs AMARANTE FC (B)

Jogos a realizar domingo dia 29 de Abril, às 16:00 h

DUARTE FIGURA DE PROA NA NAU INFESTISTA


DUARTE MIRANDA EXEMPLO DE DEDICAÇÃO E AMOR A UM CLUBE

Há três anos, ao serviço a da U Nogueirense FC ( teve um susto que o levou a pensar abandonar o futebol), estava longe de pensar que viria a calçar de novo as luvas no clube do seu coração (Infesta). Ninguém perspetivava o que viria a acontecer três anos depois, Duarte Miranda, tornou-se numa das principais figuras da equipa do infesta, comandada por José Manuel Ribeiro, que o convidou na época de 2010/2011 para o ajudar na preparação dos guarda-redes do plantel infestista, tendo também sido inscrito como jogador, tendo realizado dois jogos).
Esta época para salvaguardar qualquer imprevisto Duarte Miranda é inscrito novamente na federação como Jogador, e não é que aconteceu o imprevisto, Vítor Pádua contratado ao Fiães no início de época, é forçado a abandonar por razões profissionais, Miguel Matos, por castigo federativo (6 meses), também não pode alinhar. Inesperadamente o Infesta fica sem os seus guarda-redes, é então que o Prof. José Manuel Ribeiro, conhecedor das qualidades de Duarte, verificou que o mesmo estava na plenitude das suas faculdades, resolveu chama-lo á defesa da sua baliza. Em boa hora o fez, pois Duarte Miranda tem cumprido a difícil posição de guarda-redes a grande altura, tendo sido protagonista de grandes exibições, numa equipa que está á porta de subir à II Divisão Nacional.
Ainda há jogadores com caracter, e de grande dedicação.

MUITOS PARABÉNS DUARTE, EXTENSIVOS AO PROFESSOR JOSÉ MANUEL RIBEIRO COMANDANTE DA MAGNIFICA EQUIPA DO INFESTA.

ARBITRAGEM ESTRAGOU O QUE PARECIA CERTO


Jogo realizado no dia da liberdade, num dia que começou muito chuvoso, mas que durante a parte da tarde ficou soalheiro e bom para a pratica do futebol.

Mais um jogo para o FC Perafita poder carimbar o primeiro lugar na serie 1, no entanto a equipa adversária, situada no quinto lugar da tabela classificativa, deixava antever um jogo difícil. Entrou muito bem o FC Perafita, com uma boa posse e trocas sucessivas de bola, criando algumas dificuldades à defensiva do Aliança da Gandra. Os visitantes defendiam-se como podiam e em bolas paradas contra, defendiam mesmo com os onze elementos dentro da sua grande área. O perigo rondava a baliza do Aliança da Gandra, Cheta Lutchindo e Paulinho, dispuseram de boas oportunidades para inaugurar o marcador, mas umas vezes por boas intervenções do guarda redes dos visitantes, outras por falta de finalização o golo não aparecia. Na primeira jogada, digna desse nome, por parte do Aliança da Gandra, aos 16 minutos, conseguem ganhar um canto, que foi marcado para o segundo poste, onde surge o defesa do Aliança da Gandra, em missão ofensiva, a saltar, autenticamente encavalitado às costas de um adversário a cabecear primeiro e depois já no solo a chutar para o fundo da baliza dos visitados, golo irregular que nem o juiz da partida nem o seu auxiliar do lado dos bancos de suplentes assinalaram a respectiva falta, embora se encontrassem muito bem posicionados, estava inaugurado o marcador na única saída para o ataque da equipa forasteira, diga-se resultado injusto para tudo aquilo que se vinha a desenrolar no recinto do jogo.



O FC Perafita não baixou os braços e continuou a praticar um futebol vistoso e muito pratico, começaram a suceder-se as oportunidades de golo junto da baliza do Aliança da Gandra, juntamente com as boas defesas protagonizadas pelo seu guarda redes, foi sempre assim o “filme do jogo” até ao intervalo, nunca mais, durante o primeiro tempo o Aliança da Gandra se acercou da baliza defendida por Artur.



Com o reinicio do encontro a toada ofensiva dos locais não se modificou e continuou-se a assistir a um festival de boas oportunidades, mas que não surtiam o resultado esperado pelo FC Perafita. Desde o inicio da segunda parte que assistimos a um constante antijogo por parte de todos os elementos do Aliança da Gandra, inclusive por parte do seu massagista que quando era chamado a intervir, mais parecia que era ele mesmo o elemento lesionado, pois a sua forma de entrar em campo era demasiado evidente para passar tempo, tudo isto a ser presenciado pelo trio de arbitragem, sem que nem sequer fossem chamados à atenção. Mas à passagem do minuto 58 , numa recuperação a meio campo, a bola é endossada par a Tinaia que em progressão, desmarca Paulinho na direita, este depois de ver a desmarcação dos seus colegas cruza rasteiro para o interior da área onde surge Tinaia a tentar encostar para o fundo das redes, mas a bola caprichosamente encaminhou-se para o pé direito de Cheta, que com um desvio fez o golo da igualdade, que o FC Perafita já merecia há muito tempo. Com a igualdade alcançada a única equipa que continuava, desde o primeiro minuto, a procurar vitoria era o FC Perafita, mas agora com um futebol mais directo, o jogo encontrava-se partido, os visitados, com cruzamentos para as costas da defensiva dos visitantes, onde criavam sempre perigo para a baliza do Aliança da Gandra e estes por seu turno a tentarem sair em contra ataque aproveitando os espaços deixados pelos médios dos visitados que estavam ocupados em municiar o seu ataque. Já perto do final do encontro, numa altura em que os donos do terreno apostavam tudo, aconteceu mais um caso do jogo, numa jogada muito rápida a bola é cabeceada por Lutchindo para a cabeça da área onde o recém entrado Seninho, desmarca, com o peito, Cheta este com um domínio perfeito mas de angulo muito fechado faz um chapéu perfeito ao guarda redes do Aliança da Gandra, mas quando a bola já ia no seu caminho ascendente, é levantada a bandeirola assinalando fora de jogo, mais uma situação que prejudicou os locais. E mesmo no cair do pano dos descontos num livre marcado ao segundo poste é marcado outro fora de jogo desta vez ao capitão Hélder Maia que saiu de trás da linha da bola para enviar o esférico à barra.



Em sumula, o empate é muito lisonjeiro para o que o FC Perafita praticou durante todo o encontro, embora a boa entrega do Aliança da Gandra, este jogo teve sentido único, simplesmente interrompido pela intervenção do trio de arbitragem que quis sempre ser a equipa com mais protagonismo.



FC PERAFITA: ARTUR; ALVARO; TIAGO SILVA; HELDER MAIA e MARCO PEREIRA; CARINHAS(MARCO MOREIRA); SERGIO SOBERANO(SENINHO) e TINAIA; LUTCHINDO; CHETA e PAULINHO

quinta-feira, 26 de abril de 2012

SPORTING CP VENCE TORNEIO 25 DE ABRIL EM VETERANOS


25 DE ABRIL FUTEBOL VETERANOS
Torneio organizado pelo Juventude das Ribeiras.
Inserido no programa de comemorações do 25 DE ABRIL da junta de Freguesia de Perafita
O torneio quadrangular realizou-se no feriado de 25 de Abril e teve com equipas participantes; Futebol Clube de Perafita, Juventude das Ribeiras, Sporting Clube de Portugal e Leixões Sport . Os jogos decorreram durante tarde no Complexo Óscar Marques (campo relvado) Estádio do Mar

Como é apanágio do clube organizador, o torneio decorreu dentro do espirito de camaradagem/amizade. Foi notória que a presença de alguns internacionais de futebol português, incomodados por uns quilinhos a mais e algumas barriguinhas fora de contexto, ainda praticam bom futebol, pois a quem sabe, nunca esquece.

O Sporting CP, fez-se representar por alguns ex atletas reconhecidos no panorama futebolístico Nacional, falamos de nomes como: Fernando Mendes, Melo, Leal, Nelson etc. O Leixões SC apresentou-se entre outros com os guarda-Redes, Correia, Hugo Casqueira, o esquerdino Monteiro (até fez um golo de canto direto ao Perafita) Mesquita, os gémeos Biscaia, Pedro Libório etc. Na equipa do perafita o destaque vai para os irmãos Gandarela, e o administrador do blog mitchfoot futebol de Matosinhos. De referir também que Tato ex atleta leixonense, vestiu a camisola do Juventude das Ribeiras

RESULTADOS do nini-torneio foram os seguintes.
14h - FC Perafita 0 Leixões SC 2
15h - Juventude Ribeiras 0 Sporting CP 1
16h - Apuramento de 3.º e 4.º lugar – Juventude Ribeiras 2 Perafita 1
17h - Final do Torneio - Leixões SC 2 Sporting CP 3
18h30 - Entrega de prémios, seguindo-se um magnifico repasto, num restaurante localizado em Ponte Moreira - Maia

quarta-feira, 25 de abril de 2012

RESULTADOS DE 25 DE ABRIL

A F PORTO-EQUIPAS DE MATOSINHOS

PERAFITA 1 ALIANÇA DA GANDRA 1
LAVRENSE 2 CAIDE REI 1

SENHORA DA HORA 0 AVINTES 2
PEROSINHO 3 DL BALIO 1


M.S. GEMIL 1 OS LUSITANOS 1
ALDEIA NOVA 2 S. ROMÃO 0

2º math-point desperdiçado pela equipa do Perafita, perafitense precisam de um ponto para se sagrar Campeão de Serie, quando faltam 2 jogos para terminar o campeonato da 1ª Divisão serie 1 AF Porto

NO CAMPO DOS SONHOS, ADIADO O SONHO DO PERAFITA


O jogo realizado no passado domingo nos Campo dos Sonhos em Ermesinde, opôs os donos do terreno ao líder FC Perafita.

Num relvado muito mal tratado, com muitos espaços que mais pareciam um pelado e no restante onde ainda existia “relva”, esta encontrava-se muito alta.
O encontro iniciou-se numa boa toada ofensiva por parte das duas equipas, mas logo no inicio se verificou que o jogo iria ser muito difícil para o FC Perafita, com um relvado em muito mau estado, como foi referido, com o ímpeto do adversário, que jogava tudo neste jogo, a juntar a tudo isto começou-se a verificar que a equipa de arbitragem iria ser das equipas mais em evidência durante o jogo. No entanto, fora estas condicionantes, o FC Perafita impos o seu futebol característico, com posse de bola e transições rápidas, o perigo começou a rondar a baliza dos locais, numa boa jogada protagonizada pelo meio campo e linha avançada do FC Perafita, Lutchindo isola Tinaia, que somente com o guarda redes do Ermesinde pela frente fez tudo bem, valendo a estirada do referido guarda redes para evitar o primeiro golo. Continuou o FC Perafita a desenvolver bom futebol, nunca sendo importunado pela equipa do Ermesinde. Neste período do encontro, o FC Perafita obteve mais faltas, mas muitas mais ficaram por assinalar, num claro intuito caseiro por parte da equipa de arbitragem, obteve mais pontapés de canto, tanto que na marcação de um desses pontapés de canto, marcado ao primeiro poste, surgiu Hélder Maia a cabecear para o fundo das redes dos locais, vantagem justa, mas a dualidade de critérios continuava em prejuízo do FC Perafita, no lance que gerou uma gargalhada geral, em todo o recinto desportivo, na sequência de um pontapé de baliza, a bola é disputada somente por um jogador do Ermesinde que ao abordar o lance, cabeceia deficientemente, isolando Tinaia, mas prontamente o juiz de linha levantou a bandeirola, assinalando fora de jogo, foi a gargalhada geral, mesmo por parte das hostes do Ermesinde.

Com o inicio do segundo tempo, verificou-se que a equipa do Ermesinde vinha transfigurada para melhor e por sua vez o FC Perafita, entrou para este segundo tempo sobranceiramente, factor que viria a ser determinante, numa jogada rápida de transição ofensiva, o esférico chega à estrema direita, onde o jogador do Ermesinde flete para o interior da área, fazendo aqui o passe de morte para o avançado que somente teve de empurrar para o fundo da baliza. Ainda a pensar como pode ter acontecido o golo do empate, já o Ermesinde chegava à vantagem, em mais uma jogada rápida, desta vez com um cruzamento da direita para a esquerda e depois com um cruzamento curto para o segundo poste, onde o avançado dos locais se encontrava, autenticamente acampado, em nítido fora de jogo, para fazer o golo que viria da ditar o desfecho final deste encontro. Mas, o FC Perafita iniciou, aqui, um período de muito querer e começou a procurar novamente o golo do empate, mas começou a esbarrar na boa organização defensiva do Ermesinde, secundada por uma actuação da equipa de arbitragem a roçar o caricato, de tão caseira que estava, para culminar a actuação ao minuto 77 , após Alex ter sofrido falta não sancionada, e ter perdido a posse da bola, o mesmo atleta vai tentar recuperar o esférico, jogando somente a bola desarma o adversário que literalmente se atira para o chão simulando uma falta, de imediato o Sr. Árbitro assinala falta contra o FC Perafita e retira do bolso o carão vermelho para expulsar directamente o jogador do FC Perafita, em mais um claro acto de injustiça e beneficio caseiro. O FC Perafita não desistiu e continuou, a tentar e a procurar o golo do empate, mas utilizou mais o coração do que a cabeça, conseguiu criar muito perigo junto da baliza do Ermesinde, mas infelizmente o esférico nunca entrou na mesma, terminando assim com a terceira derrota em trinta e um jogos, este encontro que foi firmemente marcado pela influência no resultado da equipa de arbitragem.

O campeonato continua e os lideres desta Serie têm encontro marcado com o seu destino, já na próxima quarta feira, no seu reduto, para agora sim o jogo do TITULO, frente a uma equipa muito difícil, mas ao alcance destes grandes jogadores.

FC PERAFITA: ARTUR; MARCO PEREIRA(CHETA); TIAGO SILVA(MARCO MOREIRA); HELDER MAIA e ALEX; CARINHAS; SERGIO SOBERANO(IVO) e TINAIA; LUTCHINDO; PAULINHO e ALVARO.

FC INFESTA (Juniores) DIA 1 DE MAIO (dia do trabalhador) JOGO DECISIVO PARA A MANUTENÇAO NA 2º DIVISÃO NACIONAL


Os juniores do FC Infesta, estão de novo em destaque.

Depois de na temporada passada terem vencido o titulo distrital da categoria, este ano a disputar a 2ª Divisão Nacional, a equipa treinada pela antiga glória do Infesta, José Catalão, está muito perto de garantir a permanência depois de uma temporada muito difícil

O Infesta terminou a primeira fase em zona de despromoção com 10 pontos de diferença para a primeira equipa acima da linha de água.

Na segunda fase, os pontos foram reduzidos a metade, mas mesmo a diferença de 5 pontos era complicada para se conseguir a manutenção em 7 jornadas, ainda por cima com o Infesta a ter de disputar 4 jogos fora de portas.

As vitórias foram-se sucedendo e o que parecia impossível, de repente se tornou possível e a vitória no passado sábado no Padroense, aliado à derrota do Salgueiros no Candal, colocou o Infesta a depender só de si para conseguir a manutenção.

Na próxima terça-feira, dia do trabalhador, disputa-se a última jornada deste campeonato e o Infesta recebe no Parque de Jogos Manuel Ramos - Arroteia a equipa do Académico de Viseu a partir das 16h00.

Pede-se a todos os infestistas e mamedenses que apoiem a formação do FC Infesta neste jogo muito importante.

Aqui fica o link que contém informação do plante Junior do FC Infesta

segunda-feira, 23 de abril de 2012

PADROENSE VOLTA A PERDER NO SEU REDUTO (adiada para a última jornada a garantia de permanecia)


II Divisão Zona Centro 2011/12 Jornada 29
Estádio do Padroense FC - Senhora da Hora – Matosinhos
Árbitro Paulo Brás (Guarda)
PADROENSE 0 CINFÃES 2
Ao intervalo, 0-1, marcadores, Hugo Teixeira (15) e Quim Pedro (51)

PADROENSE: Marco, Tonel (Marcão), Armando, Vítor Lobo e Miguel (Rodrigues); Mariano, Paulinho, Nuno Paulo, Penantes Bruninho e Benvindo (Sérginho). Treinador Augusto Mata.

CINFÃES: Sacramento, Hélder Borges, Teixeira, Joel, Marqueiro; Rui costa, Rui Gonçalves, Lula (Tiago), Quim Pedro (Torres) Serra, Mikie (Tino) Treinador Flávio Neves.

Ainda não foi desta que a equipa do Padroense, garantiu a manutenção.
À partida para este encontro, tudo se conjugava para que a equipa do Padrão da Légua, garantisse a manutenção na II Divisão, mas tal não aconteceu.

Defrontando um adversário aguerrido, que pratica bom futebol, e com aspirações de ainda poder chegar ao 5º lugar da classificação final. Os Bravos de Matosinhos apresentaram-se com um futebol inconstante e muito intranquilo, fruto disso mesmo se aproveitou o Cinfães e logo ao minuto 15`abriram o marcador. Golo que intranquilizou ainda mais a equipa do Padroense, que não conseguiu encontrar o caminho da baliza forasteira.

Na segunda metade, mais do mesmo. A equipa do Padroense, à imagem da maioria dos jogos realizados no seu reduto, com futebol lento e previsível, consentiu que o adversário ampliasse a vantagem ao minuto 51` e sentenciasse a partida. A equipa do Padrão da Légua, bem tentou responder, em abono da verdade esteve bem perto de reduzir e quiçá chegar á igualdade, mas esbarrou na boa organização defensiva dos forasteiros que não permitiram que o resultado se alterasse.

O Padroense ainda não garantiu a manutenção. Se na última jornada o Famalicão e o Vizela ganharem ou empatarem e o Padroense empatar ou perder, obriga a contas para determinar quem acompanha o 12º classificado da série sul como pior 12º classificado.

Na próxima jornada, a última, equipa do Padroense, tem uma deslocação a Paredes para defrontar o clube local que já desceu à III Divisão.

fotos DOMINGOS LOBO

LEÇA PERDE MAS MANTÉM ASPIRAÇÕES INTACTAS


5ª JORNADA DA SERIE B IIIDIVISÃO FASE DE MANUTENÇÃO
Jogo no Campo das Oliveiras em Serzedelo- Guimarães
Árbitro, Luís Ramos (Viseu)
SERZEDELO 3 LEÇA FC 1
Ao intervalo, 2-1, marcadores, Jorge Miguel (11) Carlos Filipe (15) André Moreira (23) e Ricardinho (90).

SERZEDELO: Miguel, Carlos Filipe, Jorge Miguel, Belmiro e Zézinho; Miguel Mota, André Ká, Maurício (Leonel), Bruno Cunha (Pedro Fidalgo), Sócrates (Miguel Veiga) e Ricardinho. Treinador Marco Alves.

LEÇA FC: Cláudio, Zé d´Angola, Zé Soares, Hélder e Daniel (Magno); Rui Ramos, André Moreira, Moura (Pedro Gomes), Paiva; Cerejo (Sérgio Vasconcelos), Nuno Martins. Treinador Caneco

Difícil como se previa esta deslocação da equipa do Leça a Serzedelo.
A equipa local entra melhor na partida e com alguma felicidade, fruto do seu atrevimento, aos 15´minutos, já se encontrava a vencer por duas bolas a zero, com golos de Jorge Miguel (central) e Carlos Filipe (lateral). Quando todos pensavam que a equipa do Leça tinha ido ao “tapete” eis que o inevitável André Moreira, reduz aos 23 minutos. Após um início de jogo bastante buliçoso, e com alguma supremacia da equipa da casa, os últimos 20 minutos do primeiro tempo, o equilíbrio foi nota dominante.

Na etapa complementar, a equipa de Leça da Palmeira deu a iniciativa de jogo à equipa local, jogando com o bloco baixo, explorando o contra ataque, e numa jogada de transição rápida, esteve á beira de empatar a partida, não fosse erro grave da equipa da arbitragem, que arrancou um fora de jogo inexistente, ao avançado leceiro, que tinha tudo para atirar com êxito á baliza à guarda de Miguel. Em cima do minuto 90, Ricardinho em posição irregular, faz o terceiro sentenciando a partida.
Vitória justa da equipa local, num jogo em que o empate esteve muito perto de acontecer, não fosse a desatenção dos juízes de linha da equipa de arbitragem liderada por Luís Ramos.

Cumprida a 1ª volta, passadas 5 jornadas, a equipa de Leça da Palmeira, apenas encurtou um ponto para a linha de água, estando posicionada sete pontos acima do SP. Mêda na tabela classificativa. Na próxima jornada a equipa leceira viaja até Alpendora para dar início à 2ª volta da fase de manutenção.

JOGOS PARA DIA 25 ABRIL (feriado nacional- DIA DA LIBERDADE)


Jogos da AF Porto, equipas de Matosinhos

AF Porto 1ª Divisão Série 1 2011/12 | Jornada 32
PERAFITA vs ALIANÇA DA GANDRA
LAVRENSE vs CAIDE REI

AF Porto 1ª Divisão Série 2 2011/12 | Jornada 32
SCS HORA vs AVINTES
PEROSINHO vs DL BALIO

AF Porto - 2ª Divisão Série 1 2011/12 | Jornada 32
MOCIDADE S GEMIL vs OS LUSITANOS
ALDEIA NOVA vs FC S. ROMÃO

Dia 25 de Abril (feriado DIA DA LIBERDADE) ÀS 16.00
Destaque inteirinho para o FC Perafita, que vencendo sagra-se Campeão de Serie

NUM JOGO MUITO POBRE, SAIU A FAVA AO CUSTÓIAS


AF Porto Divisão Honra 2011/12 Jornada 30
Estádio Custóias Futebol Clube
Árbitro, Rui Eiras Ferreira.
CUSTÓIAS 0 S. PEDRO DA COVA 1
Ao intervalo, 0-0 marcador Paulo Silva (58)

CUSTÓIAS: Meneses, Pessoa, Eduardo, Luizão (cap) e Nuno Ribeiro; Dias, Renato e Mário Rui (Latas); Gandarela (Caramalho), Tiago Carvalho e David (Paulo Lopes). Treinador Paulo Silva

S.PEDRO DA COVA: Hugo, Rodrigo, Abel, Castro e André; Alves (João), Dani, Briau (Tiago), Paulo Silva, Magno e Bertinho (Ricardo Filipe). Treinador Paulo Meneses.

Custóias compromete cada vez mais as aspirações de se manter na Divisão de Honra, ao perder com um adversário direto no seu próprio reduto. Nem a conjugação dos resultados, que beneficiavam a turma do Custóias, fez com que os custóienses tirassem proveito, pois não foram capazes de superar as dificuldades impostas pela aguerrida e pouco mais, equipa do S. Pedro da Cova.

O Custóias até entra bem na partida, com Renato logo aos 2`minutos rematar de fora da área, com a bola a passar muito perto do poste direito da baliza à guarda de Hugo. Foi só fumaça, a equipa custóiense não pegava no jogo e permitia perigosos contra-ataques ao adversário, que diga-se, veio com a lição bem estudada e com a clara intenção de não perder. Eduardo de livre direto põe à prova o guarda-redes forasteiro, iam decorridos 14`minutos de jogo. A melhor oportunidade de golo para os custóienses, surgiu ao minuto 36`, quando depois de uma boa triangulação entre Gandarela e Mário Rui, com este a cruzar com conta peso e medida, direitinho para a cabeça de David que solto na pequena área desperdiça, atirando por cima. O equilibriu existente nos primeiros 45`minutos, resulta num empate a zero que beneficiava os forasteiros.



Na segunda parte a toada do jogo não se alterou, o equilibriu era constante, as jogadas de perigo eram raridade, até que ao minuto 57`, Pessoa, que tinha visto um amarelo 3`minutos antes, comete grande penalidade clara! Falta desnecessária sobre o avançado do S. Pedro da Cova, e recebe ordem de expulsão por duplo amarelo. Paulo silva chamado a converter o penalti, não desperdiçou e colocou a sua equipa á frente do marcador. Com tamanha oferta, a equipa forasteira, baixa as suas linhas e ameaça a equipa da casa com perigosos contra-ataques. A equipa do Custóias, a jogar com dez desde o minuto 57`, nunca baixou os braços, em abono da verdade os jogadores custóienses, lutaram muito na procura de mudar o rumo aos acontecimentos, mas sem grande discernimento, esbarravam na defensiva forasteira. Resultado bastante comprometedor para a turma do Custóias na luta pela permanência.

INFESTA ESTÁ MAIS PERTO DA II DIVISÃO (6 pontos para a subida)

O Infesta venceu esta tarde a equipa do Rebordosa por 0-1 e deu um passo muito importante na luta pela subida de divisão. Magalhães foi o autor do único golo do encontro. O encontro iniciou com claro ascendente do Infesta que criou o primeiro lance de perigo aos 13 minutos por Paulinho que ganhou espaço e rematou com a bola a passar pouco por cima da baliza de Adriano. O Infesta entrou a dominar o encontro e parecia ser a equipa mais esclarecida em campo mas o Rebordosa, a pouco e pouco foi equilibrando a contenda. Aos 26 minutos, golo anulado ao Infesta por Magalhães por pretensa falta do avançado do Infesta sobre os defesas da equipa da casa. O Rebordosa criou o primeiro lance de real perigo aos 33 minutos por Arnold que cabeceou ao lado da baliza de Duarte. Pouco depois, Jerónimo cruza da direita para a área mas tanto Arnold como Alex, chegaram atrasados à bola. O Infesta em contra-ataque criou perigo aos 40 minutos quando Magalhães pela esquerda faz um passe para o centro onde estava Paulinho mas este chega também tarde à bola. Na jogada seguinte, o Rebordosa quase chega ao golo, Arnold cruza da direita para Alex que já dentro da área, atira para boa defesa de Duarte. O Infesta chega ao golo mesmo no minuto 45. Pedro Nuno pela direita, desmarca com um passe em profundidade Magalhães que só com o guardião Adriano pela frente, remata rasteiro e colocado para o fundo da baliza. Ao intervalo, o Infesta vencia por 0-1.

A segunda parte iniciou com um Rebordosa à procura de chegar à igualdade. Logo aos 50 minutos, o recém entrado Litos remata com perigo ao lado, após cruzamento da direita. Pouco depois, Gustavo de livre junto à linha lateral, cruza para a área onde a bola passa por toda a gente e sai junto ao poste pela linha de fundo. O jogo estava mais aberto e o Infesta responde no minuto seguinte num pontapé de canto de Vitinha I que cruza para o primeiro poste onde está Magalhães que atira de cabeça por cima da baliza. No minuto seguinte, Tiago Dias alivia mal uma bola que quase trai o guarda-redes Duarte. Valeu o guardião do Infesta que estava atento, defendendo para canto. Aos 63 minutos, Arnold, o melhor jogador da equipa da casa, atira de cabeça ao lado, após cruzamento de Hugo Cunha. O jogo entrou numa fase mais dura com quezílias entre jogadores de ambos os lados. Aos 80 minutos, Paulinho pela direita, faz um passe em profundidade para a área do Rebordosa onde Braga ganha em velocidade a um defensor local mas atira de primeira por cima da baliza de Adriano. Na jogada seguinte, Hugo Cunha remata com perigo ao lado da baliza de Duarte. O Rebordosa arrisca tudo para chegar ao empate, mas a defesa do Infesta, ia cortando os lances de todas as formas e feitios. Aos 88 minutos, num rápido contra-ataque do Infesta, a bola chega a Braga a passe de Pedro Nuno, mas o avançado do Infesta não teve arte nem engenho para passar pelos defesas da equipa adversária. Em cima do minuto 90, um livre perigoso à entrada da área a favor do Rebordosa que Gustavo se encarrega de marcar mas a bola embate contra a barreira do Infesta ficando os jogadores da equipa da casa a pedir uma grande penalidade por mão de um defesa do Infesta.

O Infesta consegue três preciosos pontos em Rebordosa e está a apenas duas vitórias de conseguir a subida à 2ª Divisão B pois o seu mais directo perseguidor, o Vila Real, foi derrotado em casa pelo Cesarense pelo mesmo resultado distando assim 8 pontos, quando há apenas 15 em disputa e quando o Infesta ainda vai receber a equipa transmontana daqui a duas jornadas. No próximo domingo, o Infesta tem nova deslocação, desta feita ao Sousense. Quanto ao árbitro, o Sr. Paulo Ferraz de Leiria, esteve bem em todo o encontro.

FC INFESTA

EMPATE DEIXA LEIXÕES MAIS LONGE DA PROMOÇÃO

27.ª jornada da Liga Orangina
Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos
Leixões - Oliveirense, 1-1.
Árbitro: Cosme Machado (Braga).
Ao intervalo: 1-1.Marcadores:0-1, Zé Pedro, 12 minutos.1-1, Paulo Tavares, 45+2 (gp).

Leixões: Fonseca, Paulinho, Nuno Silva, Joel (Luís Silva, 46), Florent, Marcelo, Paulo Tavares, Jumisse, Wesllem, Beirão (Fausto, 57), Pedro Santos (Hernâni, 71).Treinador Horácio Gonçalves

Oliveirense: Bruno Vale, Diego, Bruno Sousa, Banjai, Chico Silva, Zé Pedro, Oliveira (Diogo Santos, 72), Rui Lima, Ivan Santos (Pedrinho, 67), Guima (Adriano, 83), Clemente.Treinador Pedro Miguel

O Leixões Sport Club averbou hoje o terceiro empate seguido em Matosinhos, desta vez com a Oliveirense, equipa que, pelo segundo ano consecutivo, consegue sair do Mar com um ponto na bagagem sem muito ter feito para isso.

A Oliveirense entrou melhor no encontro, mais pressionante, e isso acabou por resultar num golo madrugador que deu ainda mais ânimo à equipa visitante. Zé Pedro, de fora da área, rematou forte e não deu qualquer hipótese de defesa ao guarda-redes Fonseca, inaugurando assim o marcador aos 12 minutos. O Leixões não desistiu e respondeu de uma forma positiva à desvantagem, sobretudo, a partir da meia hora de jogo. Já em tempo de compensação, uma grande penalidade concretizada por Paulo Tavares levou o Leixões para o intervalo empatado com a formação da Oliveirense.

No segundo tempo e já com Luís silva em campo, o Leixões ganhou um novo ritmo e entrou mais aguerrido e pressionante. A Oliveirense, limitou-se a deixar correr o tempo, guardando o ponto que lhe permite ficar praticamente a salvo da descida, tirando um remate de Guima, a que Fonseca se opôs bem, nada mais fizeram, perante um Leixões que foi carregando mas sem criar grandes oportunidades. A melhor ocasião até surgiu perto do final, quando Fausto obrigou Bruno Vale a esticar-se todo para evitar que a bola entrasse, mas o empate não mais se desfez
Próxima jornada (domingo, no Funchal, com o União da Madeira)

Horácio Goncalves treinador do Leixões

"A Oliveirense entrou bem nos primeiros dez minutos e depois o jogo foi sempre nosso. Fomos a única equipa que quis vencer. De qualquer das formas, estou muito satisfeito com a atitude dos meus jogadores, que, mais uma vez, foram excelentes. Não tivemos a capacidade de concretizar as várias oportunidades que tivemos, mas merecíamos a vitória. O Leixões é um grande clube e os seus adeptos servem de exemplo neste País. Por dificuldades todos nós passamos na vida, mas o Leixões tem uma massa associativa muito grande, que, de certeza, ajudará este clube a ultrapassar esta fase menos boa. Este histórico e centenário clube não pode acabar. Isso seria um crime lesa pátria. O nome Leixões, quer se queira quer não, sobrepõe-se ao nome de Matosinhos. E esta massa associativa, que ama o seu clube, vai lutar com todas as forças para que o Leixões tenha um futuro ainda mais risonho do que aquilo que teve no passado. Estou convicto que este momento menos bom do Leixões vai ser ultrapassado com maior ou menor dificuldade, porque o Leixões é um Clube suis generis, uma marca nacional, internacional até. É por isso que todos nós que aqui trabalhamos damos tudo no dia-a-dia, porque é nestas alturas em que é preciso estarmos todos juntos para podermos ser mais fortes."

Pedro Miguel treinador da Oliveirense

"Na primeira parte faltou-nos um pouco de agressividade no segundo terço do terreno. Foi pena o golo do Leixões em cima do intervalo. Na segunda parte, começámos com uma excelente oportunidade para passar para a frente. Foi um jogo equilibrado. Penso que o resultado se aceita."

domingo, 22 de abril de 2012

RESULTADOS DE 22 DE ABRIL

Resultados das equipas de Matosinhos

LEIXÕES 1 OLIVEIRENSE 1

PADROENSE 0 CINFÃES 2

REBORDOSA 0 INFESTA 1
SERZEDELO 3 LEÇA 1

CUSTÓIAS 0 S PEDRO DA COVA 1

ERMESINDE 2 PERAFITA 1

VILA CAIZ 1 LAVRENSE 0
D L BALIO 3 LEVERENSE 0
S. FÉLIX 2 SCS HORA 0

AT. VILAR 3 ALDEIA NOVA 1

sábado, 21 de abril de 2012

ESCLARECIMENTO SOBRE COMENTÁRIOS NO BLOG DO MITCH


Esclarecimento sobre comentários no Blog “ mitchfoot futebol de Matosinhos”

Por razões de bom senso, ética e coerência dos comentários, que felizmente são muitos, decidi que só publicarei comentários assinados, ou que tenham conta Google.
Sou forçado a tomar esta decisão em virtude de nos últimos tempos, ter tido grande dificuldade na moderação dos mesmos, pois tenho encontrado alguns bastante insultuosos e que ferem a dignidade dos destinatários.

Há pessoas que não são capazes de exprimir a sua opinião sem entrar por caminhos que nada dignificam o desporto e muito particularmente o futebol de Matosinhos

Aceito a "clubite", desde que não seja desmedida, não aceito a falta de coragem daqueles que se pronunciam atrás de um monitor sem se identificar.

Este Blog também é um espaço de debate, desde que seja dentro do aceitável no que concerne ao respeito e ao bom senso.

VIVA O FUTEBOL DE MATOSINHOS COM FAIR-PLAY
Mário Barbosa “mitch”

GERMANO PINHO INDIGNADO! Câmara, mantém interesse na compra do Estádio do Mar.

GERMANO PINHO
"Li, agora, no JN que a nossa Câmara Municipal mantém interesse na compra do Estádio do Mar. No momento em que se atiram as colectividades, pelo menos as mais mal preparadas, para a valeta da insolvência, com o argumento da lei 8, não será falta de decoro e de respeito por quem tanta trabalha no movimento associativo este descontrolo da nossa Câmara?"
E prosseguiu:
"Será que não há um momento de lucidez desta gente que cede, de maneira absolutamente imcompreensivel à cegueira de clubite para se atirar para um negócio inacreditável para toda a comunidade matosinhense?"
E conclui:
"Da minha parte e do clube que presido, embora compreenda e respeite as dificuldades que outros atravessam terão a oposição possível, não esquecendo que reservarei para mim próprio o direito e o dever de dizer, bem alto, a minha indignação e a disponibilidade de recorrer a todos os instrumentos legais para impedir esta aberrante intenção."

IN FACEBOOK

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC