segunda-feira, 6 de março de 2017

BIS DE PORCELLIS SÓ DEU EMPATE


Jornada 30 da Ledman Liga pro
Estádio Cidade de Barcelos 
Árbitro - Tiago Martins (Lisboa)
Cartão vermelho ao treinador Álvaro Magalhães (59).
GIL VICENTE 2 LEIXÕES 2
Ao intervalo, 2-1. Golos: Porcellis (8 e 82) Paulinho (23) Alphonse (33)

GIL VICENTE: Júlio, Sandro, Yan Victor, Luiz Eduardo, Henrique, Reko, Alphonse /Dybal 73), Aguinaldo (Pedro Marques 14), Paulinho, Avto (Touré 76) e Hugo Firmino. Treinador Álvaro Magalhães.
LEIXÕES: Assis, André Ferreira, Welington, Silvério e Lucas; Salvador, Abalo (Tino 67), Miguel Ângelo (Bruno Lamas 46), Porcellis, Fatai (Cadú 88) Fati. Treinador Daniel Kenedy.

A equipa de Matosinhos, empatou a dois um jogo em que poderia e deveria vencer tal foi a sua superioridade no segundo tempo.
Sedentos de pontos, os Matosinhense começar melhor e chegaram ao golo (e que golo) do ponta de lança brasileiro, Porcellis. A vantagem matosinhense durou pouco, pois ainda perto da meia hora de jogo, já os gilistas tinham dado a volta ao marcador, primeiro por Paulinho e depois por Alphonse.
No segundo tempo e já com Bruno Lamas em campo, a equipa orientada por Daniel Kenedy foi mais audaz e com futebol muito ofensivo encostando praticamente os gilistas às cordas, justificando o empate e bem que poderia e merecia trazer os três pontos.

Conferência de imprensa
Álvaro Magalhães: Estivemos muito bem no primeiro tempo, e poderíamos fazer o terceiro golo. Estamos no bom caminho!

Daniel Kenedy: O resultado está longe de ser justo. A única equipa que jogou para ganhar fomos nós, a equipa que conseguiu mais ocasiões para marcar fomos nós. Aliás o segundo golo do Gil parece-me procedido de falta. Tudo fizemos para alcançar os três pontos, acabamos o jogo com três pontas de lança.  

EMPATE QUE SERVIU PRETENSÕES MAIATAS

Jornada 26 da Divisão d´Elite AF Porto
Complexo Desportivo Municipal de Lavra
Árbitro João Lamares.
UD LAVRENSE 0 MAIA LIDADOR 0

UDL: Zé Pedro, Ramos, João Magalhães, Ferreira e Abilio; Ruizinho, Wendel e Zé Campos, Tiago Carvalho, Kaká e Carlitos (Mesquita 72). Treinador António Gaiteiro

MAIA LIDADOR: Rui Costa, Vasco Nogueira, Ricardo Correia, Lico, Dinando (Leandro 90+2), Romário (Marmelo 90+2) Mateus (Sérgio Pereira 90+2) Pedras (João Almeida 12), Pedro Rocha, Hugo Teixeira e Jorge (Diogo Preto 66). Treinador Pedro Ferreira.

A equipa Lavrense cedeu um empate em casa frente ao Maia Lidador que com este empate garantiu a presença na fase de subida.

Num encontro em que a turma de Matosinhos, fez mais por merecer os três pontos, tendo Kaká e Tiago Carvalho desperdiçado soberanas oportunidades para marcar. A equipa de António Gaiteiro lutou sempre pelos três pontos ao contrário da equipa de Pedro Ferreira, que montou a equipa com uma boa organização defensiva a pensar no ponto que lhe levaria à disputa na fase de subida, pois em caso de igualdade pontual levava vantagem no confronto direto com a equipa do Valadares. O Lavrense vai disputar a faze de manutenção/despromoção vendo a sua pontuação obtida nesta fase reduzida para metade dos pontos, ou seja dos 34 pontos alcançados o Lavrense parte com 17 pontos, num modelo que beneficia claramente quem menos pontos conseguiu na primeira fase deste controverso campeonato da divisão maior da A F Porto.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC