RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 30 de maio de 2011

MITCHFOOT LEMBRADO PELO PLANTEL LECEIRO


O plantel do Leça Futebol Clube época 2010/2011
Que conseguiu muito brilhantemente a manutenção na III divisão Nacional

No final do encontro, que põs termino à época desportiva, encontro esse que venceram a equipa do Rebordosa por 2-1 com golos leceiros, marcados por Zé Soares e Ricardo Teixeira, quiseram oferecer uma bandeira do Leça F.C. autografada por todo o plantel, equipa técnica e departamento médico, ao "mitchfoot futebol de Matosinhos"

O blogue "mitchfoot futebol de Matosinhos" agradeçe a todo o plantel leceiro, tão mui nobre gesto para com o blogue...OBRIGADO! FORÇA LEÇA! VIVA O FUTEBOL DE MATOSINHOS

domingo, 29 de maio de 2011

PADROENSE PERDE A OPORTUNIDADE DE SUBIR JÁ! MAS SÓ DEPENDE DE SI PARA O CONSEGUIR.


Local: Estádio da Tapadinha, Lisboa
Árbitro: António Augusto Costa (Aveiro)

BOTELHO ESTEVE INTRANSPONIVEL


O Atlético garantiu a subida à Liga de Honra de futebol, após vencer Padroense, no Campo da Tapadinha, em Lisboa, por 1-0, em jogo referente à quarta jornada do playoff de subida à II liga. A equipa do bairro de Alcântara soma seis pontos, o Padroense é segundo classificado com quatro e a União da Madeira apenas um.
A equipa do Padrão da Légua – Matosinhos, ainda tem uma forte possibilidade de subir de divisão, dependendo apenas de si própria. Nesta mini-campeonato de três equipas sobem os dois primeiros classificados.
A equipa do Padroense, só perdeu o 1º rand no assalto à II liga, os matosinhenses em nada foram inferiores ao seu antagonista, chegando mesmo a ameaçar de que poderia garantir em Lisboa a subida de divisão.

ATLÉTICO ENTRA FORTE


O encontro de carácter decisivo para os homens de Alcântara, teve um inicio fulgurante da equipa do Atlético, que logo aos 7 minutos beneficiou de uma grande penalidade, por uma suposta falta de armando sobre Isias dentro da área, mas Marco Branco, em tarde de muito acerto, não permitiu que o Atlético se adiantasse no marcador. Volvidos 2 minutos, a equipa de Lisboa adianta-se no placard com um auto golo de Mariano, infeliz na abordagem ao lance e desvia de cabeça para a sua baliza, na sequência de um pontapé de canto do lado esquerdo do ataque alcantarense apontado ao primeiro poste por Paulo Sérgio. Aos 16 minutos cabeçada de Vítor lobo e Botelho, que esteve intransponível a negar o golo ao matosinhense. Aos 32 minutos é a vez de Mário Costa, desferir um remate muito colocado e Botelho mais uma vez a negar o golo Padroense, seis minutos depois, Bruninho dispara, mas bola sai ao lado do poste da baliza do Atlético. Chegada ao intervalo com o atlético na frente do marcador, fruto de uma entrada muito forte, apanhando a equipa do Padroense algo adormecida.

PADROENSE REENTRA MELHOR


Na segunda parte, o cariz do jogo alterou-se completamente , é a vez dos Bravos de Matosinhos entrarem fortes no jogo, beneficiando de um melhor controlo de bola, a equipa de Matosinhos foi á procura de um resultado positivo, já com Marcão em campo, no lugar de Mário Costa a equipa de Matosinhos, tem uma boa chance de igualar a partida com um remate forte, aos 53 minutos, que Botelho responde com uma magnifica defesa, a equipa do Atlético que demonstrava muito respeito pelo adversário, numa jogada de contra ataque quase matava o jogo com o segundo golo, quando Laurindo, com o guarda-redes Marco, fora dos postes atira ao lado aos 73 minutos. O Padroense não desarma e parte sempre para o ataque com vontade de dar a volta aos acontecimentos, apesar de contar com o avançado Silva, francamente desinspirado, sofre duro golpe nas suas pretensões, quando vê Bruninho ser expulso do jogo, com vermelho direto por protestos, iam decorridos 84 minutos, mas mesmo em inferioridade numérica pertenceu a Vítor Lobo outra oportunidade de igualar a partida, quase fazendo o golo aos 87 minutos de jogo, nos seis minutos de desconto dados pelo árbitro o Atlético, cerrou fileiras e com muito querer, não deixou fugir a subida de divisão. Resultado final , 1 para o Atlético 0 para o Padroense. Para os matosinhenses, nada está perdido, pois pode conseguir a tão almejada subida no próximo encontro a realizar no próximo Sábado na Ilha da Madeira frente ao União.

ATLÉTICO: Botelho, Carlitos, Rolão, João Meira e João dias; Aires (Sérgio Brás), Laurindo, Saramago e Paulo Sérgio (Filipe Falardo) Ailton, Rudi. Treinador António Pereira

PADROENSE: Marco, Bosingwa (Paulinho), Armando (Sérgio), Vila e Vitor Lobo; Daniel, André Simões e Mariano; Silva, Bruninho e Mário costa (Marcão). Treinador Augusto Mata.

Ao intervalo, 1-0,Golo, Mariano (9`pb)
Cartão Vermelho, Bruninho (84)

Augusto Mata, treinador do Padroense.
O Atlético entrou forte de inicio e foi feliz na obtenção do auto golo, na 2ª parte estivemos melhor, mas o guarda-redes, Botelho esteve inspirado.

EMPATE A ZERO NÃO SERVIU AS DUAS EQUIPAS


Um empate a zeros é aquilo que o Leixões trás para Matosinhos decorrente do jogo disputado na Vila da Feira na última jornada da Liga Orangina.
O Feirense queria ser campeão no segundo escalão maior do futebol português e o Leixões queria conseguir manter o 5.º lugar da Liga Orangina. Nem um nem outro conseguiram esse objectivo uma vez que o Gil Vicente se sagrou campeão da Liga Orangina e o Leixões não conseguiu o 5.º lugar.
O jogo começou e manteve-se equilibrado desde o início ao fim com o primeiro sinal de perigo a surgir aos 11 minutos com uma bola a ir ao poste da baliza defendida por Fonseca que regressou ao onze inicial assim como Nuno Silva e Zé Pedro mereceram a confiança de Litos.
Ainda na primeira metade o Leixões viria a substituir Pedro Santos fazendo entrar Feliciano que viria a ser substituído ao intervalo por se queixar de problemas físicos por Jean Sony.
O Leixões ia tentando e aos 56' minutos num lance dividido entre Henrique e Rui Pedro levou ao derrube do 30 do Leixões mas Elmano Santos decidiu mandar seguir o encontro.
O Feirense depois de uns momentos de maior crescimento do Leixões levou a que aos 76' Fonseca tivesse a defesa da tarde. O guardião leixonense defendeu um remate de Diogo Cunha e a bola ainda toca na barra leixonense numa altura em que Beirão já tinha entrado na partida substituindo Tiago Borges.
Rui Pedro e Beirão ainda tentaram a sua sorte mas foi Paulo Lopes a brilhar e a impedir o golo do Leixões.
Fecha assim o pano na Liga Orangina numa época que começou com a promessa de subida... a subida que ficou há já algum tempo afastada da memória dos leixonenses.

http://leixoes-sc.blogspot.com/

LEÇA TERMINA ESTA FASE INVENCÍVEL


Última jornada da fase de descida da serie B III divisão Nacional
Local Estádio do Leça Futebol Clube, Leça da Palmeira – Matosinhos

VITÓRIA DA EFICÁCIA


A equipa leceira, ao contrário das duas últimas épocas, acaba a época como vencedor, obtendo um justo triunfo frente a um forte adversário. Armindo Machado, em boa hora rumou a Leça da Palmeira, o técnico leceiro, fruto de uma boa organização táctica, acaba a época com invencível, conseguindo em dez jogos, cinco vitórias e cinco empates, terminando esta fase em 2º lugar com 33 pontos, a apenas 1 ponto do 1º classificado.

LEÇA 2 REBORDOSA 1


LEÇA FC: Cláudio, Magalhães, Tiago Madalena (cap), Zé Soares e Cambey; Tiago Magano, Domingos (Rui Ramos) e Ricardinho (Amaral); Tiago André, Ricardo Teixeira e Paiva (Zé Augusto). Treinador Armindo Machado.
REBORDOSA AC: Hélder, Jorginho, Ricardo Gomes, Calica (Hugo); Gustavo (cap), Joel, Nani e Manuel Luís (Pedro Correia); Ricardo, Moreira (João Alves) e Sousa. Treinador Carlos Barbosa.
Ao intervalo: 2-0, Golos, Zé Soares (5`) Ricardo Teixeira (44`) e João Alves (64)

RICARDO TEIXEIRA FAZ A DIFERENÇA


Começa melhor a turma do Leça, que rapidamente conseguiu três cantos consecutivos, e chega ao golo, aos 5 minutos, através de Zé Soares, finalizando de cabeça, dento da pequena área, um pontapé de canto, lado direito do ataque leceiro, marcado por Ricardinho. Responde a equipa do Rebordosa, com Gustavo a rematar de longe e o guarda-redes Cláudio a desviar para a barra, aos 30 minutos, outro pontapé de canto, apontado por Ricardinho e Tiago Madalena, a não conseguir o desvio, a um metro da baliza à guarda de Hélder, 34 minutos, o momento do jogo, Domingos, a 30 metros da baliza remata em folha seca, proporcionando a defesa da tarde ao guarda redes do Rebordosa, a um minuto do final da 1ª parte o Leça chega ao segundo golo, lance em que Ricardo Teixeira, construiu e finalizou de cabeça, fazendo o seu 11º golo da época. Oportunidades de golo para ambos os lados mas a equipa leceira foi mais eficaz, Resultado ao intervalo 2-0


Na segunda parte a equipa do Rebordosa entra com tudo à procura do prejuízo, e logo aos 49 minutos, numa transição rápida, quase marca, mas Cláudio, defende com os pés em cima da linha, aos 56 minutos responde o Leça, com Ricardo Teixeira a atirar à trave, cinco minutos volvidos, é a vez de Joel rematar e Cláudio a responder, enviando a bola à barra. Aos 64 minutos João Alves põe justiça no marcador, reduzindo a diferença. O jogo desenrolava-se numa toada de parada e resposta, fruto da descompressão, motivada pela classificação das duas equipas, com os objectivos já conseguidos, até que aos 75 minutos o Rebordosa podia chegar ao empate, quando Joel remata novamente de fora da área e vê a bola beijar o travessão da baliza de Cláudio, aos 77 minutos, fora de jogo, muito mal tirado pelo árbitro assistente, Ricardo Teixeira, parte isolado para o lance muito antes da linha de meio campo. Bola lá bola cá, oportunidades de um lado e de outro, mas o resultado não mais se alterou, terminando o jogo com a vitória leceira, que premiou a equipa mais eficaz.

Depois de o jogo terminado, os atletas do Leça foram junto da clake agradecer o apoio que lhes foi manifestado durante a época pela clake Ultras Leça, oferecendo camisolas, foi bonito!

RESULTADOS DESPORTIVOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS


Resultados das equipas de Matosinhos

Para a ultima jornada da liga Orangina
FEIRENSE 0 LEIXÕES 0
Leixões estraga a festa ao Feirense

4ª jornada playoff à II liga
ATLÉTICO 1 PADROENSE 0
Padroense perde 1º rond

Últina jornada III fase de descida
LEÇA FC 2 REBORDOSA 1
Leça acaba em grande

TIÃO ex JOGADOR DO LEÇA F.C. MORRE SUBITAMENTE A JOGAR FUTEBOL

TIÃO MORRE A JOGAR FUTEBOL

Tião de 48 anos, ex jogador do Leça F.C. morreu, ontem, pelas 17:40 horas, no campo do Aveleda, quando jogava futebol, ao serviço do G.D.Paiço, no campeonato de veteranos, Árvores Morrem de Pé. As causas da morte estão por determinar. Apesar dos esforços das equipas de socorro- para o campo do Aveleda foram o Cruz Vermelha de vilar e o INEM- Tião acabaria por não resisitir. O Cadáver foi transportado para o Instituto de Medecina Legal, onde deverá ser autopsiado para se apurar as cusas da morte.
O amigo Jorge Fernandes, da mesma idade, que estava a jogar futebol com ele, conta que faltavam dez minutos para acabar o jogo quando Sebastião caiu inanimado no chão. Foi ainda assistido no local pelos Bombeiros de Vila do Conde, mas já nada puderam fazer para salvá-lo.

À FAMILIA ENLUTADA AS SENTIDAS CONDOLÊNÇIAS DO FUTEBOL DE MATOSINHOS

sábado, 28 de maio de 2011

VITOR PÁDUA A CAMINHO DO INFESTA


VITOR PÁDUA DE REGRESSO AO FUTEBOL DE MATOSINHOS

Vítor Hugo Pádua Ferreira Moita, 23 anos, guarda-redes de grandes recursos técnicos, que esteve esta época finda ao serviço do Fiães S.C. da serie C da III Divisão Nacional, onde não foi muito feliz ao nível desportivo, pois foi vítima de uma arreliadora lesão logo no inicio de época.
Está de volta ao futebol de Matosinhos, desta vez para representar o F.C.Infesta, clube Campeão da divisão de Honra da A.F.Porto, e consequentemente subiu de divisão, regressando aos nacionais. O atleta tem tudo acertado com o clube de São Mamede Infesta e deverá assinar compromisso nos próximos dias.

Vítor Pádua, com formação no SCS Hora, clube que representou como sénior durante duas épocas (06/07 e 07/08), uma das quais premiada com subida de divisão, representou também a UD Lavrense também por um período de duas épocas (08/09 e 09/10), onde se destacou dos demais, com brilhantes exibições, que o levaram até ao Fiães S.C. na época finda.
UM REGRESSO QUE SE SAÚDA!
PARABÉNS AO F.C. INFESTA POR ESTA MÁGNIFICA CONTRATAÇÃO.

ASSEMBLEIA GERAL DO CUSTÓIAS FUTEBOL CLUBE


CUSTÓIAS F.C. VIVE MOMENTO DE INSTABILIDADE.
ASSEMBLEIA GERAL DECORREU COM MOSQUITOS POR CORDAS

Com cerca de 100 associados presentes na sala (Salão nobre da Junta de Freguesia)
O relatório de contas apresentado pela direcção cessante, com um lucro de cerca 1500 euros, não foi aprovado.
Um ex presidente do clube, apresentou documentos, de que o Custóias era devedor de cerca 80 mil euros, disse também, que há dois anos a trás o clube tinha em seu poder uma verba de 500 mil euros, e provou perante a admiração dos associados presentes.
Os atletas do Custóias F.C. são credores de uma verba a rondar os 30 mil euros.
Por todas estas questões o relatório de contas foi REPROVADO!

A ELEIÇÃO DE NOVOS CORPOS GERENTES.

Não se realizou em virtude de não aparecerem listas candidatas.

27 de Maio de 2011, Custóias - Matosinhos
Fonte: Francisco Barbosa, colaborador do Blogue mitchfoot futebol de Matosinhos

TIAGO OLIVEIRA, DEPOIS DA BRILHANTE ESTREIA AO SERVIÇO DO LEÇA.


CONTEXTO: Parabéns Tiago…continua assim com essa tua humildade, que é muito nobre, porque valor tens tu que chegue.
Parabéns aos atletas leceiros que apesar de algumas dificuldades, dignificaram a camisola que envergam.

TIAGO OLIVEIRA

" Sr. Mário queria-lhe agradecer imenso por tão honrosas palavras que proferiu sobre mim. Acredite veramente que será esta mesma postura que irei ter nos anos em que passar pelo futebol, pois não é típico da minha personalidade alterar a minha maneira de ser muito às vezes possa me ter até prejudicado no passado.
Mais uma vez agradeço-lhe pelas suas palavras e sublinho mais uma vez aquilo que disse de toda esta equipa, pois mais uma vez dignificaram e sacrificaram-se pelas cores do clube que representam.
Não é complicado quando somos submetidos a condições de alguma pressão neste clube, porque não há grupo mais forte do que o nosso, sem dúvida alguma".

"Sinto-me lisonjeado por pertencer a um plantel assim.
Tenho dois guarda-redes que para mim são mesmo uns segundos irmãos, apesar de não ter nenhum na realidade, uma defesa, um meio campo e um ataque, composto também por jogadores, além de grandes colegas, também jogadores de grande qualidade e por fim uma equipa técnica que apesar de não ter sido única, foi e é composta por gente altamente qualificada e por pessoas fantásticas, que estimo muito e a quem estou obviamente muito agradecido pela maneira como trataram a mim e aos meus parceiros.
Somos uma verdadeira equipa e guardo deste ano vários amigos para uma vida.
Sofremos todos juntos, mas no final vencemos todos juntos. "

sexta-feira, 27 de maio de 2011

DEVER CUMPRIDO PARA CELEBRAR COM VITÓRIA


LEÇA FC - REBORDOSA
DOMINGO - 17 HORAS - ESTÁDIO DO LEÇA FC


ANTEVISÃO: O jogo frente ao Rebordosa encerrará a época 2010/2011 do Leça FC na III Divisão Nacional. Após ter garantido a manutenção na anterior jornada os leceiros vão querer despedir-se dos seus adeptos com uma vitória frente à equipa do concelho de Paredes. Nos anteriores confrontos (3) o empate foi o resultado único entre estas duas equipas, que já sabem que para o ano vão defrontar-se novamente na Série B da III Divisão Nacional. O técnico Armindo Machado continua invicto à frente da equipa leceira e por certo quererá manter esse registo.

ANÁLISE DO REBORDOSA: Clube da freguesia de Rebordosa (cerca de 11 mil habitantes) que integra o concelho de Paredes. Conta com 18 presenças na III Divisão Nacional e esta época é a 11ª presença consecutiva. O Rebordosa já garantiu a manutenção na 8ª jornada e a respectiva presença na III Divisão Nacional na próxima época. A equipa do concelho de Paredes irá vencer a Série de Manutenção – Série B (34 pontos) independentemente do resultado do próximo Domingo.

http://lecafccamadasjovens.blogspot.com/

quarta-feira, 25 de maio de 2011

JOGOS DO FIM DE SEMANA DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

JOGOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

liga Orangina
FEIRENSE - LEIXÕES
Leixões nao quer participar na festa.

playoff de subida à II liga
ATLÉTICO - PADROENSE
Padroense em Lisboa para selar a subida

fase de manutenção Serie B
LEÇA - REBORDOSA
Leça com o dever cumprido.

terça-feira, 24 de maio de 2011

PISCO ex LAVRENSE, sente-se traído, e com desilusão, deixa algumas perguntas sem resposta.


RICARDO SOUSA, CONHECIDO NO MUNDO DO FUTEBOL POR, PISCO.
EM DISCURSO DIRETO

O Lavrense não me respeitou, como pessoa nem como atleta, já joguei, muitos anos Futebol todos eles em equipas dos nacionais, está época que passou decidi vir ajudar o Lavrense, optei por abdicar da minha sorte no futebol e dedicar ao clube que me viu dar os primeiros pontapés na bola, O Sr.. presidente da União Desportiva Lavrense fez força com que deixa-se os nacionais e os seu colaboradores também o fizeram, pessoas conhecidas da terra com palavra.
Foi um pouco doloroso deixar uma competição onde lutei bastante para chegar e me manter nessas divisões nacionais, mas dada a confiança e a palavra do Sr. Presidente para mim senti-me confiante jogar no Lavrense, e acima de tudo trabalhar com gente seria.

Boa equipa bom ambiente de trabalho excelentes jogadores, e muito bons treinadores.O campeonato começou, jogo a jogo toda a gente dava o seu máximo, só que nada saia .

Algumas vezes ainda tinha-mos o Sr. presidente, homem de palavra a ir ao balneário para nos dar uma força e nos apoiar.

Semana após semana o tempo ia passando, tudo continuava na mesma.
Mercado de inverno o Lavrense reforçou-se, mas tudo continuou igual, então onde estava o problema?

Os homens de palavra, aqueles que me apoiaram, me deram força para vir para o Lavrense, que prometeram de que não me ia arrepender de abdicar dos nacionais para vir jogar para a Distrital, decidiram mandar embora 3 jogadores uns dos quais a minha pessoa.

Será que fui eu o culpado?

Será que fomos 3 jogadores culpados de um plantel composto por 21 jogadores, treinadores, directores e presidente?

Bem até hoje ainda não sei o motivo porque me mandarm embora, porque a forma que me dispensaram foi por telefone, através de um director.
Desde esse telefonema ate ao dia de hoje, ninguém mais me contactou para cumprirem com a palavra, o Lavrense dispensou-me numa fase da época, em que não poderia ser inscrito por mais nenhum clube.

Será que foi castigo?

Ou Será que as pessoas a frente do Lavrense não tem noção do que é o futebol?

segunda-feira, 23 de maio de 2011

PADROENSE UM CASO DE SUCESSO


CAMARA MUNICIPAL DE ESPINHO

RECONHECIMENTO DE UM CLUBE SEMPRE EM CRESCIMENTO

I CONGRESSO DE FUTEBOL

Dia 11 de Junho, no Centro Multimeios de Espinho e que contará com diversas individualidades do mundo do futebol.
Vasco Pinho gestor desportivo do Padroense Futebol Clube é um dos convidados deste Congresso, no qual irá apresentar aquilo a que a Organização decidiu denominar:
PADROENSE F.C.
"Organização Estrutural do Futebol Profissional - Um Caso de Sucesso"

DESTINO II LIGA, PADROENSE EM LISBOA


PADROENSE A CAMINHO DA II LIGA
DOMINGO DIA 29 ÀS 17:00 EM LISBOA, ESTÁDIO DA TAPADINHA
ATLÉTICO C. PORTUGAL vs PADROENSE F.C.

O Padroense transformou-se na equipa do momento neste final de época futebolística 2010/2011. Em jornada de folga no 'play-off' de acesso ao futebol profissional, lidera com vitória e um empate.
A equipa do Padrão da Légua, Matosinhos, já tem um pé na Liga de Honra depois de ter vencido a Zona Centro da 2.ª divisão e de ter entrado em grande no ‘play off’ final ao obter uma goleada frente ao Atlético e um empate com o União da Madeira.
O Padroense está a disputar o ‘play off’ de acesso ao futebol profissional com clubes de outra dimensão financeira e histórica, como o Atlético CP e o União da Madeira. O presidente do clube admite que é um “grande sonho” ascender à Liga de Honra.

GERMANO PINHO
Germano Pinho “Pela excelente prestação que a equipa vem fazendo, o Padroense legitimamente aspira a poder disputar a Liga de Honra no próximo ano. Estamos muito confiantes, determinados e ambiciosos para realizar esse grande sonho que está na mente dos nossos atletas, sócios e simpatizantes. Estamos convencidos de que vamos conseguir”.

Germano Pinho explica que a direção do Padroense está serena, embora o plantel denote alguma ansiedade: “Estamos tranquilos, mas reconheço que há ansiedade por parte dos jogadores, nomeadamente dos mais novos, porque estamos a viver uma situação que eles não esperariam. Mas estão também ambiciosos e determinados. Estamos confiantes de que vamos conseguir bons resultados nos dois jogos”.

Questionado se o clube terá capacidade para enfrentar o futebol profissional, o dirigente admite ter dúvidas. “Se se conseguir esse direito, vamos analisar as capacidades do clube para disputar essa Liga. Temos dúvidas de que consigamos reunir os meios necessários para uma Liga profissional”, reconhece.

ULTRAS PADROENSE
Vamos lançar um desafio... mesmo sabendo do período difícil que atravessamos a nível económico, apelamos para a presença em massa dos nossos adeptos na deslocação a Lisboa! Será um jogo histórico, talvez único na vida do nosso clube. Vamos mostrar aos nossos atletas que estamos com eles, que acreditamos neles e que depositamos as nossas esperanças na conquista da subida de divisão!
VAMOS ENCHER DOIS AUTOCARROS! É ESTE O DESAFIO... ENCHER DOIS AUTOCARROS DE ADEPTOS DO PADROENSE! VAMOS ENCHER DOIS AUTOCARROS PORQUE OS NOSSOS ATLETAS MERECEM A NOSSA PRESENÇA E O NOSSO APOIO!!! VAMOS ENCHER DOIS AUTOCARROS PORQUE O PADROENSE É UM CLUBE... EM CRESCIMENTO!

domingo, 22 de maio de 2011

INFESTA EM DESCOMPRESSÃO, FECHA O CAMPEONATO COM UMA DERROTA

O Infesta foi derrotado pelo Salgueiros 08 por 3-1. Com várias alterações na equipa, José Manuel Ribeiro apostou num onze com alguns atletas menos utilizados.
Miguel Matos, Tiago Carvalho, Rui Jorge, Tiago Dias, Galego, Cláudio, Vitinha I, Antero (Paulinho, 52'), Vitinha II (Pedro Nuno, 69'), Braga e Nuno Almeida (Armando, 67').
O Infesta marcou primeiro por Nuno Almeida aos 6 minutos, mas a equipa de Paranhos, conseguiu dar a volta ao resultado até ao final da primeira parte. Primeiro, Correia fez o empate aos 20 minutos e depois Pedrinho, bisou na partida aos 30 e 44 minutos. Na segunda parte o Infesta tentou tudo por tudo para trazer outro resultado, mas a equipa do Salgueiros, com alguma dureza dos seus jogadores à mistura, facto que aos 88 minutos, Berto e Quim Simões foram expulsos, conseguiu suster a pressão do Infesta. De realçar que a equipa do Infesta entrou em claro ritmo de fim de época, ao contrario do Salgueiros 08 que deu tudo para conseguir os três pontos.
O Infesta termina assim o campeonato com 79 pontos, mais dez que o segundo classificado, o Grijó, que esta tarde perdeu no terreno do Nun'Álvares por 1-0 mas não impediu a mais que provável subida à 3ª Divisão Nacional. No que toca ás descidas, quem acompanhou Arcozelo, Ataense e Valonguense à 1ª Divisão Distrital foi o Avintes que esta tarde, perdeu no terreno do também aflito Rio Tinto por 5-2.

fonte:BLOGUE DO FC INFESTA

CUSTÓIAS PERDULÁRIO PERDE EM CASA

CUSTOIAS DESPEDE-SE DOS ADEPTOS COM UMA DERROTA

34 ª Jornada da Divisão de Honra da A.F. Porto
Local: Estádio do Custóias Futebol Clube
Árbitro: Luís Machado

A primeira deste jogo foi disputa a um ritmo baixo, antevendo o final da época, com as equipas intervenientes com as suas posições na tabela definidas.
Jogo com pouca intensidade em que o equilíbrio foi a nota dominante, com a bola arredada das balizas durante largo período da 1ª, pertenceu à equipa da casa as melhores oportunidades de abrir o marcador, que viria a acontecer ao minuto 44, através do goleador, Penantes, que muito provavelmente vai deixar a equipa do Custóias, seguindo caminho, até bem perto, Padrão da légua, cruzamento do lado esquerdo de Márcio e Penates a cabecear sem hipóteses para o guarda-redes forasteiro. Ao intervalo, 1-0

No reatamento do jogo, a equipa do Custóias entra com tudo para cima do adversário á procura de dilatar a vantagem conseguida na primeira parte do desafio, e logo nos minutos iniciais, com um ataque avassalador, desperdiça três oportunidades de golo claras, e como quem não marca sofre! A equipa do S.P da Cova, chega à igualdade, numa jogada de contra-ataque, aos 74 minutos de jogo. A equipa do Custóias, não desiste de terminar a época, oferecendo uma vitória aos seus adeptos e volta à carga, desperdiçando outras tantas oportunidades de chegar à vantagem, mas sofre um duro golpe nas suas pretensões ao permitir que a equipa adversária fizesse o golo aos 83 minutos, selando o resultado final de 1-2

CUSTÓIAS: Rui, Jorginho, Bruno Cruz, Tino (Ruizinho) e Magalhães; Pacheco (Bruno Pacheco), Bruno Mendes e Filipe (Félix); Márcio, Penantes e Vasconcelos. Treinador, Mário Rui Ferreira.

Ao intervalo: 1-0,Golos, Penantes (44`), da equipa do SP Cova (74 e 83`)

Chegou ao fim a época desportiva para o clube de Matosinhos, em que tudo, não correu nas perfeitas condições, a equipa do Custóias que apesar de tudo teve uma época que se pode considerar boa, dentro das condições que foram criadas aos seus atletas, conseguindo um 8º lugar na classificação.

O Custóias Futebol Clube, têm agendado um Assembleia Extraordinária na próxima Sexta Feira dia 27 de Maio, com a seguinte ordem de trabalhos: 1º Ponto, apresentação do relatório de contas, 2º Ponto, Eleições para os novos corpos gerentes.

sábado, 21 de maio de 2011

LEIXÕES PERDE EM CASA FRENTE AO AROUCA


Foi nesta tarde que o Leixões disputou o último encontro da Liga Orangina da presente temporada no estádio do Mar.
Para a 29.ª Jornada estava agendado um Leixões X Arouca literalmente para cumprir calendário apesar de Litos querer o quarto lugar que já não poderá ser alcançado devido à derrota desta tarde.
O Leixões esteve sempre por cima no encontro mas a baliza nada queria com a equipa comandada por Litos que manteve o onze inicial que venceu o Freamunde na última jornada, também em jogo realizado no Mar. A equipa pressionava e mesmo assim não conseguia colocar-se em vantagem apesar de um sem número de oportunidades da frente atacante por intermédio de Rui Pedro, Oliveira, Fábio Espinho, Pedro Santos… todos tentaram ao longo do encontro ter o momento de ouro colocando a bola dentro da baliza arouquense mas as balizas do estádio do Mar hoje não quiseram nada com a equipa da casa. Muito mérito para Pedro, guarda-redes de 23 anos do FC Arouca que defendeu tudo o que lhe apareceu pela frente.
Antes do golo e por suposta falta de Paulinho dentro da área o Arouca podia ter chegado à vantagem mas o jogador encarregado de converter a grande penalidade atira muito por cima da baliza defendida por Paulo Ribeiro quando estavam passados 19 minutos. O primeiro golo dos de Arouca surge um desentendimento entre Zarabi e Paulo Ribeiro com o veterano Jorge Leitão a inaugurar o marcador para os visitantes.
O intervalo chegou e Litos fez entrar Jean Sony para o lugar do amarelado Paulinho sendo que depois entraram Cintra e Beirão para os lugares de Tiago Borges e de Danilo. A equipa passou a jogar no sentido mais atacante mas mesmo assim não era o nosso dia de marcar golo. Nem de livre fomos lá quando a bola bateu no poste esquerdo da baliza do FC Arouca.
Para a semana o Leixões tem uma deslocação ao terreno do Feirense – que ficou hoje promovido – para encerrar a época desportiva!

http://leixoes-sc.blogspot.com/

INFESTA QUER TERMINAR EM GRANDE

O Infesta desloca-se amanhã ao Complexo Desportivo da Senhora da Hora, casa emprestada do Salgueiros 08, para terminar o Campeonato da Divisão de Honra da AF Porto, que dominou desde o inicio. Já com a subida e o titulo assegurado, o Infesta quer terminar com mais uma vitória, mas terá pela frente a difícil equipa de Paranhos, que na primeira volta, conseguiu "roubar" pontos ao Infesta ao empatar em Leça do Balio a uma bola.
O Salgueiros 08, actual 8º classificado, onde joga o antigo jogador do Infesta, Formoso, tem ainda o 6º lugar ao alcance, enquanto o Infesta vai tentar manter a diferença pontual de dez pontos para o segundo classificado, o Grijó, que se desloca ao terreno do Nun'Alvares.
O arbitro da partida é o Sr. Carlos Dias.

http://fc-infesta.blogspot.com/

DOIS GOLOS DE SÉRGIO SILVA SELARAM A III DIVISÃO


9ª Jornada da fase de descida Serie B III Divisão
Local: Estádio Municipal De Mondim de Basto
Árbitro: Hugo Geraldes (AF Guarda)
Assistentes: Óscar Andrade, Miguel Pereira.

VITÓRIA JUSTA DA EQUIPA DO LEÇA

Leça Futebol Clube, clube quase centenário, conseguiu esta tarde a garantia de permanecer na III Divisão na próxima época, ao vencer por duas bolas a uma em Mondim de Basto frente ao Mondinense. A equipa leceira conseguiu o primeiro objetivo a que os seus dirigentes se propuseram no início da época desportiva, depois de passar por uma fase de alguma intranquilidade, que a levou a mudar de orientação técnica por duas vezes, sobe o comando de Armindo Machado, técnico que ainda não conheceu o sabor da derrota, já leva 9 jogos sem perder a equipa conseguiu a tão almejada permanência. Parabéns aos atletas leceiros que apesar de algumas dificuldades, dignificaram a camisola que envergam.

ESTREIA POSITIVA DE TIAGO OLIVEIRA


Em Mondim de Basto, a equipa do Leça, apresentou-se desfalcada dos seus guarda-redes, Festas por lesão e Cláudio por castigo federativo, ocupando a baliza leceira o ainda júnior Tiago Oliveira, que teve uma actuação simplesmente irrepreensível, não acusando a estreia absoluta no campeonato, exibindo-se com personalidade e segurança. A primeira decorreu num ritmo baixo com predominância atacante da equipa da casa, que à partida para este desafio, já se encontrava despromovida, sem grandes lances de perigo junto à baliza leceira a equipa da casa poderia ter aberto o marcador, não fosse a brilhante defesa do jovem Tiago oliveira, á entrada para os últimos 15 minutos da 1ª parte, aos 42 minutos a equipa da casa chegou a introduzir a bola na baliza leceira, através de Tiago Madalena na própria, mas o árbitro assistente prontamente anulou, alegando falta atacante. Ao intervalo 0-0 resultado que servia as pretensões da equipa de Leça da Palmeira.

SÉRGIO SILVA GOLEADOR


Na etapa complementar, a equipa do Leça baixa as suas linhas e começa a jogar em contra ataque, cirando bastante perigo as hostes mondinenses, e numa das descidas perigosas à área da equipa da casa, Sérgio Silva, abre o marcador por volta dos 55 minutos. Responde os anfitriões e igualam a partida, para a dez minutos do final do jogo, o mesmo Sérgio Silva dar o golpe fatal nas pretensões da equipa de Mondim de Basto, fazendo o seu segundo golo na partida, até ao fim assistiu-se a um Leça controlador do jogo e do adversário, esperando pelo apito final, para depois festejarem o feito alcançado. Resultado final, 1-2.

LEÇA FC : Tiago Oliveira, Zé Augusto, Tiago Madalena (cap) Zé soares e João Pedro; Rui Ramos, Paiva (Ricardo Teixeira), Moura (Sequeira) Ricardinho (Domingos), Sérgio Silva e Tiago André. Treinador, Armindo Machado.

Ao intervalo, 0-0 Golos do Leça, marcados por Sérgio silva .


Próxima jornada a equipa leçeira livre de qualquer percalço, defronta em Leça da Palmeira a equipa do Rebordosa, 1º classificado desta fase.

LEÇA A UM PONTO DA MANUTENÇÃO

MONDINENSE - LEÇA FC
SÁBADO - 17 HORAS - ESTÁDIO MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO

ÁRBITRO: HUGO MIGUEL MONTEIRO GERALDES – 26 anos (A.F. GUARDA)

ANTEVISÃO: O LEÇA FC está a um ponto de atingir o objectivo delineado no início da temporada. A manutenção esteve perto de ser garantida no passado Domingo mas uma arbitragem desastrosa assim o impediu. Para esta partida, frente ao Mondinense, o técnico Armindo Machado não poderá contar com Tiago Magano e Cláudio, que foram expulsos frente ao Candal. Na baliza estará o ainda júnior Tiago Oliveira que substituirá o guardião Cláudio na baliza leceira. Se o técnico Armindo Machado continuar invicto ao serviço do Leça FC, será garantia de manutenção a uma jornada do fim do campeonato.

ANÁLISE DO MONDINENSE: Clube do concelho de Mondim de Basto que conta com cerca de 10000 habitantes e integra o Distrito de Vila Real. Na época passada sagrou-se campeão da Divisão de Honra da A.F. VILA REAL, tendo alcançado a subida de divisão. Está a cumprir a 9ª época nos campeonatos nacionais mas já tem o seu destino traçado, a descida de divisão. Na jornada anterior perdeu em casa (4-3) frente ao Oliveira do Douro, hipotecando todas as hipóteses de garantir a manutenção.

http://lecafccamadasjovens.blogspot.com/

quinta-feira, 19 de maio de 2011

SÓ QUATRO EQUIPAS JOGAM NO FIM DE SEMANA

Está achegar ao fim a época desportiva para o futebol de Matosinhos

Jogos das equipas de Matosinhos

Sábado às 17.00 no Estádio do Mar
28ª Jornada da Liga Orangina
LEIXÕES - AROUCA

9ª Jornada fase de manutenção
Domingo 17:00 em Mondim de Basto
MONDINENSE - LEÇA F.C.

Última jornada da Divisão de Honra AFP
Domingo 17:00 Estádio do SCSHora
SALGUEIROS - INFESTA
Domingo 17:00 Estádio do Custóias F.C.
CUSTÓIAS - S.P.DA COVA

terça-feira, 17 de maio de 2011

PENANTES (Custóias F.C.) é reforço do Padroense

Tiago Fernando Marantes Oliveira
PENANTES (Custóias F.C.)

Avançado, 23 anos feitos em Fevereiro último, é o novo reforço do Padroense F.C. para a próxima época.
Mitchfoot futebol de Matosinhos, sabe de fonte segura, muito próxima do jogador, de que o jovem jogador vai ser uma das caras novas do plantel do clube do Padrão da Légua.
Penantes é um avançado possante, de boa técnica e de remate fácil, é um fazedor de golos por excelência, como se prova no jogo da última jornada em que a equipa do Custóias venceu em Pedrouços por 2-1 com os dois golos a serem apontados por Penantes.
Penantes é um atleta formado no clube gaiense – Candal, e teve passagens por; Desportivo de Portugal, Gondim da Maia, Grijó e Custóias desde Dezembro último, durante a abertura das inscrições.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

DOIS GOLOS DO GOLEADOR PENANTES DERAM O TRIUNFO AO CUSTÓIAS


Local: Estádio do Pedrouços – Maia
Árbitro: Mário Valente.

EQUIPA DO CUSTÓIAS, ALHEIA A TODOS OS PROBLEMAS FEZ UMA 1ª PARTE FANTÁSTICA.

Entrar com tudo, foi o que a equipa do Custóias fez neste encontro, não dando hipóteses à equipa anfitriã, os primeiros 15 minutos foram de um futebol de ataque avassalador, três oportunidade claras de golo para a equipa de Matosinhos antes mesmo de abrir a contagem por intermédio do Goleador, Penantes através de uma grande penalidade aos 15 minutos. A equipa do Pedrouços, não consegue responder ao maior pendor ofensivo dos custóienses, e viram-se em papos de aranha para manter a vantagem mínima da equipa de Custóias. Ao intervalo, 1-0, demasiado pequeno para tantas oportunidades de golo criadas e consequentemente desperdiçadas.

NOTÓRIO O CANSAÇO FISICO DOS “COIVEIROS” NA 2ª PARTE.

Na etapa complementar a equipa do Pedrouços, tirando partido do cansaço dos jogadores do Custóias, recorde-se que a equipa custóiense, praticamente não treina! Equilibraram mais o jogo, sem com tudo pertencer as melhores jogadas ofensivas à equipa visitante, que viria a dilatar o marcador, outra vez pelo o avançado, Penantes, que ao que tudo indica, será reforço da equipa do Padroense F.C. na próxima época, os últimos dez minutos, assistiu-se a uma reacção da equipa da casa, que se revelou insuficiente para pelo menos igualar a contenda, marcando o seu único golo aos 87 minutos. Resultado final 1-2 favorável a melhor equipa sobre o terreno.

PEDROUÇOS: Redondo, Sampaio ( Bruno Ribeiro), Folha, Rui, Orlando, Pedro, Paparradas (Huguinho) César, Pedrosa (Daniel), Ricardo e Fabú. Treinador: Edgar.

CUSTÓIAS: Rui, Bruno Cruz, Jorginho, Luisão (Serginho), Magalhães, Tino, Pacheco (Bruno Pacheco), Bruno Mendes, Penantes, Cerejo (Félix) e Márcio. Treinador: Mário Rui Ferreira.

Ao intervalo: 0-1, Golos, Penantes (15`e 75`) e Daniel (87`)

Próxima jornada, a 34ª e última do campeonato, a equipa do Custóias vais receber a equipa do S.P. da Cova.

PERAFITA LEVA AMELHOR SOBRE O MARCO 09


PERAFITA CUMPRIU A SUA PARTE, AGORA…

2ª Mão do apuramento do 5º classificado da 1ª AF Porto
Local: Estádio Municipal do Marco De Canaveses

A equipa do Perafita foi até ao Marco de canaveses conseguir o resultado que lhe era necessário para levar a melhor sobre a turma do Marco, neste confronto de Apur. 5º/6º da 1ª Divisão da AF Porto

Foi um jogo disputado com alguma intensidade do princípio até ao fim.

A EQUIPA DO PERAFITA FOI SEMPRE SUPERIOR.

DUPLA DE CENTRAIS PERAFITENSES FORAM DECISIVOS!

A equipa do Perafita, apresentou-se para este desafio com muita determinação em atingir o desafio. Jogando com a 1ª e 2ª linha muito baixas e a fechar os corredores, os perafitenses apostaram em transições rápidas para criar os desequilíbrios necessários para atacar os marcuenses. Com uma pressão forte sobre o portador da bola da bola da equipa do Marco, obrigou que estes jogassem mais no futebol directo, no entanto pertenceram as melhores oportunidades de Golo à equipa que viajou de Matosinhos, com Nandinho e Lutchindo em particular destaque. Ao intervalo a equipa do Perafita, vencia por 0-1, fruto de um pontapé de canto apontado por Paulinho e Hélder Maia cabeceia com categoria, fazendo o guarda-redes brilhar, na recarga, bem posicionado, Trajano atira a contar.

ARBITRAGEM CASEIRA!


Na segunda parte o marco bem tentou chegar a baliza perafitense, apostando novamente no futebol direto, mas o Perafita que nunca abdicou dos seus princípios de jogo, e com Fábio mais em destaque, conseguiu as melhores oportunidades para marcar, 1º Paulinho, 2º Tinaia atira ao poste e muito particularmente, Nandinho que fez com que o guarda redes do Marco 09 fosse a figura do jogo, e como quem não marca sofre, os homens da casa chegaram à igualdade já muito perto do fim do jogo. Resultado final, 1-1
A equipa da arbitragem, muito caseira, perdoou 2 expulsões, por agressão sobre Lutchindo na primeira parte do desafio, e uma expulsão também por agressão a Fábio, esta na segunda parte.

PERAFITA: Mata, Nuno Miguel, Trajano, Hélder Maia e Serrão, Carinhas. Tinaia e Paulinho, Fábio, Nandinho e Lutchindo. Treinador, Paulo Gentil.

LEIXÕES REGRESSA ÀS VITÓRIAS E SOBE AO 5º LUGAR


Com a subida já afastada da visão dos leixonenses, o objectivo é acumular o maior número de pontos possíveis e hoje o Estádio do Mar recebeu mais um encontro da Liga Orangina em que frente-a-frente Leixões e Freamunde disputaram um bom jogo de futebol.
Com Litos a apostar em Paulo Ribeiro para a baliza e Paulinho para a lateral esquerda foi o Leixões quem esteve por cima do jogo sendo que a primeira oportunidade de golo foi para o Leixões por Zarabi que se estreou a marcar ao serviço do Leixões aos 4 minutos de jogo.
Zarabi que viria a ter outro momento no jogo ao marcar na própria baliza quando tentava afastar a bola da zona de perigo aos 12 minutos de jogo.
Tiago Borges, aos 14, voltou a meter o Leixões em vantagem para 2-1 quando após recepção de uma bola de Rui Pedro encostou para o fundo das redes da equipa azul. Tiago Borges que viria a sair lesionado ainda a meio da primeira parte obrigado Litos a mexer no jogo.
O Leixões não foi para intervalo sem aumentar a vantagem para 3-1 com Rui Pedro a aumentar em 1 golo a sua conta pessoal.

Destaques ainda para os remates de Pedro Santos e de Paulinho na primeira parte que não fosse a defesa apertada do guardião do Freamunde a vantagem teria sido maior.
A segunda metade trouxe no Leixões a entrada pela primeira vez de Patrão num jogo da época. O 27 do Leixões entrou para o lugar de Fábio Espinho e deu que fazer ao meio campo da equipa de Nicolau Vaqueiro.
A vantagem poderia ter sido aumentada para 4-1 por intermédio de Feliciano não fosse a bola sair a poucos centímetros ao lado da baliza do topo norte do Estádio. Uma jogada em que se gritou golo no Estádio do Mar.

Ficha Técnica
Leixões: Paulo Ribeiro, Paulinho, Danilo, Tininho, Oliveira, Fábio Espinho (Patrão aos 75’), Pedro Santos, Paulo Tavares, Tiago Borges (Feliciano aos 34’), Zarabi e Rui Pedro (Tiago Cintra aos 67’)

Freamunde: Douglas, Hélder Sousa, Sérgio Nunes, Bock, João Rodrigues (Luciano aos 70), Maciel, L. Pedro, P. Monteiro, Raviola, Marcelo Resende (Lucas aos 45’), Vítor Bastos (Alonso aos 26).

Amarelo: Feliciano e Oliveira; Alonso e Luciano

Blogue do Leixões SC

domingo, 15 de maio de 2011

ARBITRAGEM NÃO PERMITIU QUE O LEÇA GARANTISSE HOJE A MANUTENÇAÕ


CANDAL - 1 - LEÇA FC - 1
INTERVALO: 0-0
MARCADORES: RICARDO TEIXEIRA (75`) E ZÉ TIAGO (88` G.P)

ARBITRO IMPEDIU A VITÓRIA DA EFICÁCIA E DO QUERER

O LEÇA FC ESTÁ A UM PASSO DE GARANTIR A MANUTENÇÃO DEPOIS DO EMPATE OBTIDO FRENTE AO CANDAL. FOI NECESSÁRIO UM LEÇA FC UNIDO E SOFREDOR PARA GARANTIR MAIS UM PONTO PRECIOSO PARA A CAMINHADA DA MANUTENÇÃO. A EQUIPA DA CASA CEDO SE AFOITOU DA BALIZA LECEIRA MAS SEM GRANDE PERIGO. NA PRIMEIRA PARTE O LEÇA FC LIMITOU-SE A GERIR O ENCONTRO BENEFICIANDO TAMBÉM DA INEFICÁCIA OFENSIVA DO CANDAL. A SEGUNDA PARTE FOI INTENSA E COM MUITOS CASOS À MISTURA. APÓS TER VISTO CLÁUDIO A EFECTUAR DUAS EXCELENTES DEFESAS, QUE EVITARAM O GOLO DO CANDAL, A EQUIPA LECEIRA TEVE NO MINUTO 75


UMA EXCELENTE OPORTUNIDADE DE GOLO CRIADA POR SEQUEIRA QUE RICARDO TEIXEIRA NÃO DESPERDIÇOU. O GOLO OBTIDO, MUITO CONTESTADO PELOS LOCAIS QUE RECLAMARAM QUE A BOLA CONQUISTADA POR SEQUEIRA TINHA SAÍDO, RESULTOU DE UMA ARRANCADA DE 30 METROS DO MÉDIO SEQUEIRA ,QUE SERVIU RICARDO TEIXEIRA JÁ DENTRO DA PEQUENA ÁREA TENDO ESTE REMATADO PARA A BALIZA DESERTA, DE NADA VALENDO A ESTIRADA DO GUARDIÃO DANY. OS ADEPTOS E O BANCO DO CANDAL INSULTARAM DE FORMA VEEMENTE O ÁRBITRO ASSISTENTE DA BANCADA TENDO-SE GERADO UM ENORME BURBURINHO. CONTUDO OS LOCAIS VIRAM O ÁRBITRO ASSINALAR AOS 80 MINUTOS UMA GRANDE PENALIDADE, A PUNIR FALTA DE MAGANO SOBRE O AVANÇADO DO CANDAL. NO ENTANTO, ALEX PERMITIU A DEFESA DE CLÁUDIO. NO MINUTO 88 MAIS UM CASO DO JOGO, COM NOVA GRANDE PENALIDADE ASSINALADA A FAVOR DO CANDAL, A PUNIR UM MERGULHO DO AVANÇADO DO CANDAL DENTRO DA ÁREA, QUE RESULTOU NA EXPULSÃO DE MAGANO E ATÉ FEZ SORRIR OS ADEPTOS DO CANDAL COM TAMANHA DECISÃO. ATÉ FINAL DA PARTIDA MAIS UMA EXPULSÃO, O GUARDIÃO CLAÚDIO VIU O 2º AMARELO POR CONDUTA ANTIDESPORTIVA, OBRIGANDO O JOGADOR PAIVA TERMINAR O ENCONTRO NA BALIZA. ATÉ FINAL DA PARTIDA FOI NECESSÁRIO UNIÃO E MUITO SOFRIMENTO PARA GARANTIR O EMPATE. O ÁRBITRO DA PARTIDA TEVE UMA ACTUAÇÃO DESASTRADA NOS ÚLTIMOS 10 MINUTOS, SEMPRE EM PREJUÍZO DO LEÇA FC.

http://lecafccamadasjovens.blogspot.com/

INFESTA GANHA EM DIA DE FESTA


Muito publico no Parque de Jogos Manuel Ramos, com algumas pessoas equipadas a rigor com camisolas alusivas ao feito que o Infesta alcançou esta temporada, o titulo distrital. Tinham também bandeiras para embelezar a bancada onde o Presidente Manuel Ramos se encarregou de as oferecer ao publico.
José Manuel Ribeiro, colocou de inicio o único jogador que ainda não tinha jogado nesta temporada, Sabino, que jogou a lateral esquerdo. Os restantes elementos escolhidos foram Miguel, Tiago Dias, Rui Jorge, Vilas Boas, Sabino, Rui Franco (Corina, 44'), Cláudio, Vitinha I, Paulinho (Braga, 74'), Pedro Nuno e Armando (Tiago Carvalho, 62').

O jogo foi bastante disputado a meio campo. Não houve grandes oportunidades de golo de parte a parte pois só aos 10 minutos apareceu a primeira oportunidade, num excelente passe do capitão Vitinha para as costas da defesa do Pedras Rubras, Paulinho deixou bater a bola e parecia perder o lance, mas num toque subtil para a esquerda, colocou a bola a jeito para o remate, valendo Bura a defender.
O Infesta era a equipa com sinal mais e aos 25 minutos, num passe de Paulinho a desmarcar Cláudio pela direita, este avança para a linha de fundo, passando novamente para Paulinho que à entrada da área, atira por cima. Não demorou muito para o Infesta chegar ao golo. Na jogada seguinte, Paulinho aparece isolado a passe de Sabino e com toda a calma, inaugura o marcador. A equipa do Pedras Rubras respondeu bem com duas oportunidades, primeiro aos 31 minutos quando Biscoito apareceu isolado pela direita, mas valeu Miguel que adivinhou o lance, opondo-se bem ao avançado maiato. Depois aos 36', num pontapé de canto, Fernando de cabeça atira por cima. O Infesta esteve perto do 2-0 aos 41 minutos, quando Paulinho passou a bola para a direita a desmarcar Vitinha, que não se fez ao lance porque estava em fora-de-jogo, mas Pedro Nuno fez-se à bola e atirou para boa defesa de Bura. No pontapé de canto, Vitinha cruza para a área, a defesa do Pedras Rubras alivia para a entrada da área onde está Paulinho que remata à barra.
O Infesta chegava ao intervalo a vencer por 1-0.

Na segunda parte, o Infesta entrou melhor e aos 55 minutos, Tiago Dias pela direita passou para Paulinho, que vê o guarda-redes a sair-se à bola e cruzou para a área onde estava Pedro Nuno mas a bola foi cortada para canto por João Barros. Aos 68 minutos, o Pedras Rubras reagiu por Santa Cruz que numa jogada pela esquerda, flectiu para o meio e atirou ao lado da baliza de Miguel. O jogo arrefeceu e só houve oportunidades de golo nos últimos 10 minutos do encontro. A primeira foi do Infesta que culminou em golo quando a passe de Pedro Nuno, Braga passou bem por Bura e atirou para o fundo da baliza. Era o golo da tranquilidade. O Infesta ainda teve a hipótese de aumentar numa bonita jogada de ataque em que culmina com um remate de Tiago Carvalho por cima da baliza. Aos 91 minutos, o Pedras Rubras reduziu por Biscoito. Corina do meio campo atrasou mal a bola onde o atacante do Pedras Rubras ganha o lance a Tiago Dias e atira à baliza aproveitando de Miguel.
O Infesta despediu-se assim dos adeptos com uma vitoria que mantém distancia de 10 pontos para o Grijó que também venceu nesta jornada, garantindo o segundo lugar no campeonato e a consequente subida à 3ª Divisão.
O Infesta termina o campeonato na Senhora da Hora no próximo domingo às 17h00, onde irá defrontar o Salgueiros 08.

http://fc-infesta.blogspot.com/

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC