RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

CHUVA DE GOLOS NUMA VITORIA SUADA QUE PODIA SER BEM MAIS GORDA

7ª Jornada Div. de Honra série 1 AF Porto 
Complexo Desportivo Municipal de Lavra
Árbitro: Tiago Loureiro
LAVRENSE 4 ARCOZELO 3
Ao intervalo, 0-1 Golos de Hulk (11 e 81) Moreira (13) Batista (36) Fábio (53) Camarinha (70)e Noverça (83)

LAVRENSE: Padrão, Coelho, Fradinho (Diogo 76), Trivelas, Mesquita (Henrique 85), Hulk, Zidane, Batista, Luís André (Noverça 43), Rui Paulino (Fábio 46) e Anunciação. Treinador Nuno Gonçalves.

ARCOZELO: Figueiredo, Vinagre, Tiago Silva, Rui Sousa (Neves 58), Carvalho, Moreira, Marques, Soares (Pinto 58) Batista (Sousa 58), Martins (Silva 57) e Camarinha. Treinador Alexandre Oliveira.

A equipa orientada por Nuno Gonçalves regressa aos triunfos e consequentemente à condição de líder da Divisão de Honra
Um triunfo bastante suado pela margem de diferença mínima muito por culpa da desinspiração dos seus avançados que desperdiçaram inúmeras oportunidades podendo mesmo vencer por números bem mais expressivos apesar dos 4 golos marcados
A historia deste jogo resume-se aos golos e as oportunidades perdidas pelos homens da casa.
Lavrense marca primeiro por Hulk (11) sofre a igualdade dois minutos depois por Moreira (13) Batista faz a remontada para os forasteiros aos 36 minutos, 1-2 resultado ao intervalo
Fábio empata o jogo de novo aos 53` para depois Camarinha recolar os visitantes em vantagem.
O Lavrense sempre mais acutilante no ataque lutou sempre em busca do golo e foi feliz em três minutos, aos 81`volta a empatar a partida de novo por Hulk e aos 83 o golo da vitoria com a assinatura de Noverça.

PADROENSE TEVE TUDO PARA VENCER MAS TERMINOU EMPATADO

8ª Jornada Div. Elite Pro Nacional AF Porto Série 1 
Estádio do Padroense FC 
Árbitro: Fábio Alexandre 
PADROENSE 1 VILA FC 1 
Ao intervalo 1-0. Golos Mesquita (31), Paulo Monteiro (54) 

PADROENSE: Moreira, Balito, Fábio, Estebainha (Ricardo 63), Mesquita, Cacheira (Jardel 63), Pedro Oliveira, Juca (Nuno Carvalho 63), Xoura, Kang e Li. Treinador João Santos 

VILA FC: Tavares, Hugo, Rafael, João Silva, Oliveira (Flávio 46), Geovni, Castro (Léo 84), Filipe, Paulo Monteiro, Iago (Napoleão 63) Rhuan. Treinador Abilio Novais. 

Jogo muito musculado, dado ao estado do relvado, muito pesado, fruto das fortes chuvas que se fizeram sentir no dia anterior.
A equipa da casa entrou forte e mais persistente no ataque chegou ao golo à passagem da meia hora por intermédio de Mesquita. 

Vindo de uma empate na Póvoa de Varzim os Bravos de Matosinhos cedo queriam arrecadar os três pontos, e tiveram soberana oportunidade de dilatar a vantagem quando aos 43 minutos o mesmo Mesquita enjeitou a possibilidade de bisar no encontro desperdiçando uma grande penalidade permitindo a defesa a Tavares. 
No Regresso das cabines, a equipa da casa volta a acelerar e Caheira só com o guardião do Vila pela frente não consegue fazer o segundo, na resposta Tavares coloca a bola lá frente e Paulo Monteiro aproveitando um desequilibro defensivo faz o empate.
Até ao final a turma da casa bem tentou chegar ao golo do triunfo que não veio acontecer somando a equipa do Padrão segundo empate consecutivo na prova, ocupando o 8º lugar na tabela classificativa. 

Fotos Jorge Peixoto 

LEIXÕES A MEIO GÁS DESPACHA PRAIENSE

3ª Eliminatória da Taça de Portugal 
Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Miguel Nogueira (AF Lisboa).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Peixoto (20). Cartão vermelho direto para Itto Cruz (37).
Leixões - Praiense, 4-2.
Ao intervalo: 1-1. Marcadores: Filipe Andrade, (7)  Júnior Sena, (20 gp) Pedro Pinto, (53). André Claro, (63). Braga, (81) Matheus Souza, (90+3) 

Leixões: Ivo, Rui Silva, Pedro Pinto, Bura (Pedro Monteiro, 79), Vítor Bruno, Amine, Luís Silva, Derick, Júnior Sena (Braga, 74), Harramiz (João Rodrigues, 85) e André Claro. Treinador: Carlos Pinto.

 Praiense: Tiago Maia, Bruno Sousa, Weliton Matos, Diogo Careca, Itto Cruz, João Peixoto (Marcos Silva, 79), Vitinha (Márcio Augusto, 15), Diogo Moniz, Ragner Paula, Sérgio Teles (Matheus Sousa, 64) e Filipe Andrade. Treinador: Francisco Agatão.

O Leixões, da 2.ª Liga, apurou-se este domingo para a quarta eliminatória de Taça de Portugal, após vencer o Praiense, do Campeonato de Portugal e que jogou reduzido a 10 desde os 37 minutos, por 4-2.
A equipa açoriana aproveitou o deslumbramento inicial dos locais para se colocar a vencer ao minuto sete, quando Filipe Andrade, na área, terminou com um remate cruzado um cruzamento da esquerda de Ragner Paula. Aos 20 minutos Vitor Bruno sofre falta de João Peixoto dentro da área de rigor e penalti para o Leixões que Júnior Sena converteu igualando o marcador. 
 Minuto 37 decisão polémica do árbitro quando expulsou Itto Cruz por entender que Júnior Sena ficaria isolado quando se deu o choque com o defesa açoriano.
Sem baixar o ritmo, o Praiense viu-se, contudo, mais pressionado até ao intervalo por Leixões, período em que Tiago Maia pôde mostrar serviço entre e fora dos postes.

A entrada forte do Leixões na segunda parte produziu frutos aos 53 minutos, com Pedro Pinto, na área, a corresponder de cabeça ao pontapé de canto marcado por Júnior Sena e consumar a reviravolta no marcador.
Dez minutos volvidos, Harramiz ganhou na raça dentro da área servindo depois André Claro para uma conclusão fácil, tratando cedo de se colocar a salvo de uma reação final de um Praiense que começava a dar sinais de cansaço.
O minuto 81 fez regressar a polémica, com Marcos Silva a ver o 3-2 anulado por alegado fora de jogo e, na resposta, num lance também duvidoso, Braga ampliou para 4-1, ficando a impressão de André Claro ter recebido a bola em posição irregular.
Já em período de descontos (90+3) Matheus Sousa marca o segundo dos insulares.  

Fotos de Duarte Rodrigues 





LEÇA MOSTROU CREDENCIAIS PARA MAIS...MAS BRAGA FOI MAIS EFICAZ

3ª Eliminatória da Taça de Portugal 
Estádio do Leça FC, em Leça da Palmeira
Árbitro: João Bento (AF Santarém).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bruno Simões (26) e Paulo Lopes (64).
Leça-Sp. Braga, 1-3.
Ao intervalo: 0-2.
Marcadores:  Wilson Eduardo,( 24)  Ricardo Horta, (42). Wilson Eduardo, (54), Adilson Silva, (85).

Leça: Gustavo Galil, Zé Carlos, Pecks, Cláudio Borges, Paulo Lopes, Nelsinho, Samuel Teles, Bruno Simões (João Paulo, 52), João Van Zeller (João Paulino, 57), Vieira (Adilson Silva, 69) e Pedro Prazeres. Treinador: Domingos Barros.

Sporting de Braga: Eduardo, Diogo Viana, Bruno Viana, Wallace, Cajú, Uche Agbo, Claudemir, Francisco Trincão, Ricardo Horta (Murilo, 67), Rui Fonte (André Horta, 81) e Wilson Eduardo (Paulinho, 67). Treinador: Ricardo Sá Pinto.

A jogar contra o vento na etapa inicial, o Braga revelou dificuldades para lidar com um Leça aguerrido, que se mostrou atrevido aos 17', num remate de fora da área de João Van Zeller, travado por Eduardo. Neste período do jogo os Leceiros nada inferiores ao Braga podem queixar-se de uma grande penalidade não assinalada a seu favor quando Claudmiro em jeito de carambola joga a bola com a mão dentro da área 
Os arsenalistas responderam à lei da eficácia, desbloqueando o marcador aos 24', por intermédio de Wilson Eduardo, concluindo de cabeça um cruzamento de Francisco Trincão na direita.

O tento não destabilizou os leceiros, que jogaram de igual para igual frente a um adversário de peso pesado do futebol nacional e só sucumbiram perante o contra-ataque bracarense que teve início em jogada faltosa (Rui Fonte ganha a bola a Zé Carlos em pé em riste, cometendo jogo perigoso)  depois que serve Ricardo Horta para fazer o segundo 
Após o intervalo, o desafio perdeu vivacidade e os minhotos voltaram à carga, com Trincão a desmarcar Rui Fonte, que deixou a bola para o capitão Wilson bisar, aos 54', aniquilando de vez as esperanças dos matosinhenses, que tiveram nos pés de Zé Carlos (60' e 79') e João Paulino (84') oportunidades para reduzir a diferença.
A cinco minutos do fim, o espírito guerreiro do Leça foi premiado com o golo de honra, da autoria do recém-entrado Adilson Silva, que apareceu na cara de Eduardo e picou a bola por cima do guarda-redes forasteiro.

Fotos Leça FC 


LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC