RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 12 de janeiro de 2014

INFESTA A VENCER POR DUAS VEZES TERMINA DERROTADO



CANDAL 3 INFESTA 2
Nova derrota pela margem mínima e esta é daquelas que podem deixar moça. 

O Infesta entrou muito melhor na partida e esteve a vencer por duas vezes, mas o minuto 81 foi fatal. O Candal não tem já grandes objectivos para a temporada pois encontra-se tranquilamente a meio da tabela. Já o Infesta tem de começar a somar pontos pois está cada vez mais a afundar-se no último lugar da tabela classificativa. No jogo desta tarde em Santa Marinha, Vila Nova de Gaia, o Infesta entrou melhor na partida e chegou à vantagem pelo capitão Vitinha que inaugurou o marcador aos 18 minutos num livre directo. Claramente dominador do jogo, o Infesta ficou ainda em melhor posição de conquistar uma vitoria após Vasco ter sido expulso. Teve três soberanas oportunidades para aumentar a vantagem onde numa delas Maia completamente isolado, atirou ao lado. A vantagem por 0-1 ao intervalo era escassa. 

Na segunda parte, a equipa da casa mesmo a jogar com dez, entrou mais aguerrida e com mais atitude, sempre na procura do golo do empate que surgiu aos 53 minutos numa recarga após um pontapé de canto. O Infesta respondeu bem ao golo sofrido e voltou a dominar a partida e a jogar com mais um elemento em campo, conseguiu chegar à vantagem aos 75 minutos por Maia, que aproveitou um ressalto após um remate de Amaral. Depois, aos 80 minutos, o árbitro considerou que Pedro Martins jogou a bola com a mão dentro da área quando o defesa do Infesta tinha o braço encostado ao corpo. Na conversão do castigo máximo, a equipa da casa chega ao empate novamente. A bola foi ao centro com o Infesta a sair a jogar e a perder logo de seguida a posse de bola para um defesa do Candal que num passe em profundidade coloca-a no ponta de lança e este num remate à entrada da área faz o 3-2 final, sem hipóteses de defesa para Miguel. 

Até ao fim, o Infesta bem tentou chegar pelo menos ao empate, mas sem sucesso. Mais uma derrota pela margem mínima, mas por culpa própria dos atletas do Infesta que tiveram várias oportunidades para chegar ao intervalo com uma vantagem de dois ou mais golos. Assim não aconteceu e o Infesta afunda-se cada vez mais no último lugar da classificação. No próximo fim-de-semana, há derbycom a recepção ao Padroense, na última jornada da primeira volta. 

 FC Infesta

LEÇA DO BALIO VENCE E MORDE OS CALCANHARES AO LÍDER


2ª DIVISÃO SÉRIE1 A F PORTO JORNADA 14 
Complexo Desportivo de Leça do Balio. 
Arbitro: Tiago Barbosa. 
LEÇA DO BALIO 3-0 Desportivo de Portugal Ao intervalo: 1-0, Marcadores: Carlos Diogo (35´) e Ivo (64´e 78´) 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota, Carlitos (Cap.), Berto, Pedro Cardigos e Hélder, Carlos Diogo, Quaresma, Edú, João Machado, Grade e Serginho. Jogaram ainda: Shev, Paulo Fernandes, Ivo, Ricardo e Pedro. Treinador: Mário Heitor 

Numa tarde fria com alguma chuva, a formação do Leça do Balio, voltou à competição, após ter folgado na jornada anterior, recebeu a formação do Desportivo de Portugal e sem surpresas venceu por três golos, mantendo o segundo lugar da tabela classificativa a quatro pontos do líder Ermesinde 1936. Desde o apito inicial a formação de Matosinhos instalou-se no meio campo da formação portuense, com muita posse e circulação de bola nem sempre com a velocidade desejada ia criando perigo, para rapidamente inaugurador o marcador. A jovem formação do Desportivo de Portugal colocava todos os jogadores atrás da linha de bola a defender, o que ia dificultando os processos ofensivos da equipa Baliense. Ao minuto 35, um livre superiormente batido por Carlos Diogo, não deu hipótese de defesa ao guarda redes adversário, abrindo o activo no marcador para contentamento dos adeptos da equipa da casa. Apesar do golo marcado a equipa da casa queria marcar o segundo para assegurar a tranquilidade necessária para o segundo tempo, não baixou o ritmo de jogo, criando oportunidades mas não conseguiu finalizar com êxito. Temos como exemplo as oportunidades falhadas pelo veterano João Machado e o goleador Sérginho que tiveram perto de conseguir o golo mas duas boas intervenções do guarda redes forasteiro evitaram o segundo tento, chegando o intervalo com a vantagem da equipa de Matosinhos pela margem mínima. 

No inicio do segundo tempo a equipa Portuense ainda tentou incomodar Miguel Mota, mas rapidamente a equipa aurinegra tomou conta dos acontecimentos e foi criando algumas oportunidades de golo. O técnico Mário Heitor mais uma vez leu bem o jogo e lançou no campo aos 60 minutos de uma assentada o experiente Paulo Fernandes e Ivo que veio a ser decisivo no jogo. Passados quatro minutos numa boa jogada colectiva Ivo com grande classe fez o segundo golo e deu a justa tranquilidade aos homens de Matosinhos. A equipa do Desportivo De Portugal após o segundo golo sofrido, não baixou os braços, trabalhando sempre muito, embora nem sempre bem organizada no terreno de jogo tudo fez para reduzir a desvantagem. Aos 78 minutos numa transição rápida da equipa de Matosinhos, Ivo fez o terceiro golo, e o segundo na sua conta pessoal, tornando-se na figura do jogo. Chegou o final do encontro com mais uma boa actuação da equipa orientada pelo técnico Mário Heitor, que continua firme no segundo lugar, continuando na perseguição ao líder Ermesinde 1936. 

Apenas a lamentar na partida a lesão de Miguel Grade que teve de ser ainda substituído por Shev no primeiro tempo. O Leça do Balio na próxima jornada desloca-se até à cidade de Gaia para defrontar o Clube Desportivo Torrão.

CUSTÓIAS EMPATA FORA, MANU NO MELHOR E NO PIOR


1ª divisão AF Porto serie 1 
Campo do Atlético Bougadense 
 Árbitro Tiago Loureiro 
BOUGADENSE 2 CUSTÓIAS 2 
Ao intervalo, 0-1 golos custóienses Manu (29) Dany (76) 

 CUSTÓIAS: Tiago, Danny (84"), Manu, Hugo, Rochinha, Ricardo, Mazola (Renato 62"), Medeiros (Batista 84"),Joca (Flávio 84"), Oliveira e Santa Cruz. T Mário Rui 

 A equipa do Custóias, dominou a 1ª parte e foi para o intervalo a vencer justamente por uma bola a zero com Manu a dar vantagem aos coiveiros A 2ª parte foi mais equilibrada, boa reacção da equipa da casa, mas foi Dany, que ampliou a vantagem para os visitantes, minuto 83 foi decisivo e determinante para o desfecho da partida, altura em que Manu vê o segundo amarelo e consequente expulsão, a equipa da casa que nunca desistiu de procurar o golo, acredita ainda mais e com muita insistência consegue alcançar o empate em cima do apito final 
 Boa arbitragem, de realçar a estreia de Joca ex junior custóiense no onze inicial

HERNANI EX LEIXONENSE DESEQUILIBROU A FAVOR DOS ALGARVIOS


 24.ª jornada da Liga Cabovisão
Jogo no Estádio de São Luís, em Faro 
Árbitro: Manuel Mota. 
FARENSE 1 LEIXÕES 0 Ao intervalo: 0-0.Marcadores: 1-0, Hernâni, 48 minutos. 

 FARENSE: Ivo, Hugo Luz, Bilro, Fábio Felício (Neca, 45), Diogo Silva, Hernâni, Adelaja, Clemente (Juan San Martin, 70), Ubay Luzardo, Fausto Lúcio e Livramento (João Reis, 45).Treinador: Jorge Paixão. 

LEIXÕES: Jorge Baptista, Pedro Pinto, Talles, Ruben Saldanha, Mailó, Tiago Lenho (Cadinha, 67), Anderson, Zé Pedro (Hugo Coentrão, 83), Materazzi, Huguinho, Moreira (Pedro Pinto, 17) e Júnior Oto'o.Treinador: Pedro Correia. 

 O Leixões perdeu esta tarde em Faro pela margem mínima de 1-0 não conseguindo, assim, voltar aos resultados positivos. Um jogo que fica marcado por duas expulsões, uma para cada lado (Oto'o para o Leixões) e um golo do ex leixonense Hernâni já no decorrer da segunda metade 

 Durante a primeira parte, o jogo foi bastante disputado a meio-campo, com poucos lances de perigo, embora o Leixões tenha tido uma oportunidade para inaugurar o marcador aos 30 minutos, travada por uma boa defesa do guarda-redes do Farense. Depois de o Farense ter marcado, logo ao início da segunda parte, o Leixões ainda pressionou em busca do empate, protagonizando algumas jogadas perigosas, mas não conseguiu marcar. Aos 63 minutos, o Farense quase conseguia fazer o segundo golo, mas o nigeriano Adelaja falhou o remate, após uma assistência de Hugo Luz. Com esta derrota, o Leixões termina a ronda no 14.º lugar, com 32 pontos,

ZÉ AUGUSTO ex AC VISEU, ESTÁ DE VOLTA A MATOSINHOS

Defesa/médio, natural de Matosinhos, 27 anos, está de regresso ao futebol de Matosinhos
Formação Leixões SC, como sénior, Pedras Rubras, Infesta, Leça (3 épocas), Salgueiros, Leixões, esta época começou no AC Viseu, mas saiu em Outubro para o Luxemburgo. Livre de compromisso, Zé Augusto, está no momento a tratar da forma no Custóias FC, enquanto não surge convite para voltar a jogar.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC