RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

sábado, 19 de abril de 2014

PERAFITA PERDE EM CASA COM RAZÕES DE QUEIXA DA ARBITRAGEM

 
10ª Jornada da fase de Manutenção serie C – CNS 
Estádio do Perafita – Matosinhos 
Árbitro – Sérgio Soares (Porto) 
PERAFITA 1 GONDOMAR 2 Ao intervalo, 1-0, marcadores Diogo (20) Nélson (60 e 63 gp) 

PERAFITA: Artur, Pacheco, Fernando, Madalena e Diogo; Viana, Toninho e Tinaia (cap) (Tó Coentrão 64), Rui Miguel, Paulinho (Ruben Pedrosa 32) e Lutchiindo (Rui João 61). Treinador Manuel Matias. 

GONDOMAR: Yeerti, Joel, Baldaia, Tiago Gomes, Júlio (Dede 61), Pinto (cap), Nélson (Gomes 92), Adilson, Tiago Gil, André (Lisboa 72) e Danny. Treinador José Alberto.

   

Jogo em que foi presenciado por muito pouco público, de facto esperava-se mais espectadores neste sábado de aleluia. Início do jogo com a turma gondomarense, a entrar forte e a protagonizar uma excelente oportunidade de golo, logo ao minuto 7, por Nélson, que arranja espaço para visar a baliza, mas encontrou pela frente o jovem guardião Artur que segurou com mestria. À passagem do primeiro quarto de hora, já os perafitenses equilibravam a partida. Ao minuto 20, golo do Perafita, apontado por Diogo, que repetiu o feito (canto direto) da jornada anterior, desta vez com a preciosa ajuda de Yeerti, guarda redes forasteiro. Cinco minutos de pois, Rui Miguel, em boa posição desperdiça aquele que poderia ser o segundo da sua equipa. Minuto 32, Paulinho, lesionada dá o lugar a Rubem Pedrosa no ataque do Perafita. Em cima do intervalo, Rui Miguel e Ruben Pedrosa desperdiçam de uma forma desconcentrada excelente oportunidade de ampliar a vantagem para os azuis e brancos, no lance, pareceu-nos grande penalidade que ficou por marcar, por falta de Yeerti sobre Rubem Pedrosa.

   

No segundo tempo, Perafita entra mais pressionante e logo no primeiro minuto, reclama grande penalidade (clara) que o árbitro não atendeu, por falta de um defensor gondomarense (empurrão pelas costas) sobre Ruben Pedrosa. Ao minuto 60, quando nada o fazia prever, Nélson, que bisou no encontro, empata, tirando partido da passividade defensiva do Perafita. Praticamente na joga seguinte, penalti contra a turma da casa, que Nélson não perdoou fazendo a remontada. Perafita tenta a igualdade, a turma forasteira, baixa linhas e joga em transições. Ao minuto 77, livre indirecto dentro da área gondomarense, que com a sua equipa posta sobre a linha de golo, evita aquele que seria o empate a dois na partida, Tó Coentrão, atira contra a muralha. Ao minuto 83, Viana é expulso, quando quem deveria ver a cartolina vermelha era o avançado Dede que agride no chão o médio do Perafita, na sequencia do lance e já no banco de suplentes Tinaia recebe também ordem de expulsão. A partir daqui tudo ficou mais difícil para os da casa, Perafita aposta no futebol directo, mas o resultado não se alterou. Vitória injusta da turma forasteira, e  muito contestada pelos perafitenses, que sentiram-se, e de que forma prejudicados pelas decisões de Sérgio Soares, árbitro deste encontro

LEIXÕES PERDE A OPORTUNIDADE DE GARANTIR A PERMANÊNCIA

39.ª jornada da Liga Cabovisão 
Estádio do Fontelo, em Viseu. 
Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal). 
Académico de Viseu-Leixões, 2-0. 
Ao intervalo: 1-0. Marcadores: 1-0, Cafú, 45 minutos. 2-0, João Alves, 55. 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Capela (13 e 50), Mailo (22 e 32), Nuno Silva (42), Huguinho (53), Moreira (59), João Alves (79), Nélson Agra (82). Cartão vermelho, por acumulação de amarelos, para Mailo (32) e Capela (50)

   

Académico de Viseu: Ricardo Janota, Ricardo Ferreira, Cláudio, Paulo Monteiro, Tiago Rosa, João Alves (Ibraima, 87), Capela, Bruno Loureiro, Luisinho (João Martins, 65), Fausto (Leonel, 74), Cafú. Treinador: Ricardo Chéu.

Leixões: Chastre, Oto'o, Nuno Silva, Materazzi, Zé Pedro (Pedras, 71), Huguinho (Moedas, 59), Nélson Agra, Cadinha (Rui Coentrão, 46), Moreira, Mailo, Xavier. Treinador: Jorge Casquilha.

   

O Leixões SC perdeu, no Estádio do Fontelo, diante do Ac. Viseu em jogo da 39.ª jornada da Liga2 Cabovisão. A turma leixonense, orientada por Jorge Casquilha viu a equipa da casa começar melhor o encontro tendo ficado reduzido a 10 unidades aos 33’ depois de expulsão – por acumulação de amarelos – de Mailo. Em cima do intervalo os viseenses viriam a colocar-se em vantagem com Cafu a fazer o 1-0 após passe de João Alves que viria a fazer o segundo já na segunda metade (54’). Capela também foi expulso e, a partir daí, o Leixões conseguiu melhorar tendo enviado uma bola à barra por Rui Coentrão (51’) e outra ao poste (76’) na sequência do livre. O Leixões insistia a prova disso foi nova oportunidade protagonizada por Moreira com o guardião do Ac. Viseu a fechar as redes evitando o golo dos leixonenses. Na próxima jornada, marcada para dia 27 de abril, pelas 16h00, o Leixões vai realizar o penúltimo jogo em casa na presente temporada com a receção ao CD Tondela.

 

GAITEIRO E SUA EQUIPA TÉCNICA NA ROTA DO SUCESSO!


António Soares Nunes Gaiteiro, (62 anos) natural de Matosinhos
 Treinador de futebol de larga experiência desportiva, com um curriculum bastante positivo, onde figuram com destaque, as subias de divisão ao serviço do Custóias FC, um ciclo vitorioso, no FC Perafita (duas subidas consecutivas) onde levou o clube ao maior patamar de sempre na história dos perafitenses ( CNS), onde pontifica também um recorde mundial ( guinness book, Guinness World Records) de 27 vitórias consecutivas ao serviço do Leões da Agra (amadores da AF Porto). 

Está época, convidado para comandar as cores da AR São Martinho, Gaiteiro e seus adjuntos (Manuel Marques e Manuel Pinhal) está a fazer um trabalho notável, comandando uma equipa à sua imagem, onde constam vários jogadores de Matosinhos, equipa essa construída para a divisão de Honra, mas que por vias da restruturação dos campeonatos da AF Porto, à última da hora ter de participar na divisão Elite pró nacional. Está num honroso 5º lugar da tabela, a três pontos apenas do terceiro lugar, quando faltam disputar 8 jornadas para o fim da competição. 

 A época de mister Gaiteiro, ganha contornos de espectacularidade se acrescentarmos, que está prestes de fazer história no clube de Sto Tirso, estando a 90 minutos de disputar a final da Taça AF Porto (denominada Taça Brali), frente a o Serzedo- Gaia, amanha em São Martinho, tarefa que se prevê bastante difícil, pois o Serzedo tem as mesmas aspirações, sendo também um conjunto de bastante qualidade.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC