RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 22 de janeiro de 2012

CARLOS OLIVEIRA E LITOS NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA


Litos surgiu acompanhado na conferência de imprensa acompanhado pelo presidente da SAD, Carlos Oliveira e "vinha com intenção de não falar" deixando o vice-presidente do clube clarificar alguns pontos da actualidade leixonense.
Carlos Oliveira começou por referir que "a Administração não está preocupada com o rendimento da equipa nem com o facto de há dois jogos não se marcar". Houve já alturas em "que as coisas não tiveram bem" mas depois o Leixões conseguiu dar a volta por cima.
"Este grupo de trabalho é excepcional e tem trabalhado excepcionalmente. Tem demonstrado uma capacidade e qualidade muito para além das expectativas que estavam criadas e que os outros colocavam nesta equipa". Os adeptos do Leixões só "tem que estar orgulhosos pelo esforço, por toda a dedicação e pela união que existe neste grupo de trabalho e no Leixões este ano".
As derrotam não preocupam a direcção do grupo "que tem trabalhado em condições extraordinariamente difíceis" porque como é do conhecimento público "nós temos salários em atraso e a equipa tem sido confrontado com essas dificuldades e tem sido extremamente compreensiva".
Para o futuro há um conjunto de "dossiers em cima da mesa que se tem atrasado ao nível de alguns patrocínios que nós sabemos que ainda vão sair esta época". As dificuldades que as empresas e o país atravessa também não ajudam em nada na opinião do líder da SAD leixonense.
A municipalização do Estádio do Mar também foi um dos pontos abordados na conferência de imprensa e "não era nenhuma negociata" explicando, de seguida, o porquê "o estádio foi avaliado em 6 Milhões e a câmara decidiu pagar 5 Milhões porque negociou com o Leixões" devido às obras realizadas no Mar há 3 anos que levaram à requalificação da actual bancada Super LSC. "É um processo que ainda não está fechado definitivamente e estamos a tentar alternativas para resolver o problema" que Carlos Oliveira espera ver resolvido até ao final da presente época.
"Nós estamos a passar problemas muito difíceis" reconhecendo, porém, que a "Administração se sente muito isolada". Os sócios podem, por isso ter um papel fundamental "os sócios têm que participar, tem que se motivar, tem que ajudar". A convicção em ultrapassar esta situação é bem visível e "não é com questões à margem nem com atitudes encomendadas que vamos resolver os problemas do Leixões".
Quanto há equipa técnica "não há nenhuma razão para deixar de acreditar" nos timoneiros do futebol sénior "só porque tiveram dois resultados menos conseguidos". O próprio Litos, na opinião de Carlos Oliveira "sente que pode fazer mais e tem o grupo de trabalho com ele e só mesmo a confiança e a união que existe tem garantido que nós nos mantenhamos até aqui.".
A subida nunca foi assumida, mas "ficamos entusiasmados por pensarmos que os sócios achavam que podíamos subir que significa que fizemos um bom trabalho na pré-época". No entanto "também não enjeitamos a subida" uma vez que Litos não joga para empatar.

BLOG LEIXÕES

SENHORA DA HORA DE REGRESSO ÀS VITÓRIAS


SC. Senhora da Hora 1 FC Foz 0

Senhora da Hora com Gamito, Fabio, Ramalho, Diogo (8 Diogo II), Jordan, Ricardo, João, Ferrer, Moreira (45 kaka), Junior e André Serrão (5 Sérgio).

Inicio do jogo com a equipa da casa a demonstrar que os quatro a zero no Leverense, não correspondia ao que se passou na realidade, jogo com muita atitude e vontade de vencer, criava alguma ansiedade em zonas de finalização, mas pouco a pouco os jogadores começavam a soltar-se e a criar algumas oportunidades de golo, de salientar as duas lesões aos cinco minutos de André Serrão e oito de Diogo que condicionou a equipa técnica em termos de futuras alterações tácticas.
Decorria uma hora de jogo, livre cobrado no corredor esquerdo através de Jordan para o segundo poste, onde aparece Ricardo a fazer de cabeça um grande golo. O FC Foz reage ao golo lançando vários contra ataques, na qual a defensiva de Matosinhos bem concentrada anulava qualquer intenção ofensiva dos forasteiros. Até ao final o SC da Hora, ainda tentou e consegui algumas oportunidades para aumentar a vantagem, mas os avançados demonstravam falta de pontaria.
Arbitragem muito boa

Por Pedro Silva

ERROS DEFENSIVOS TRAMAM CUSTÓIAS


Divisão de Honra 18ª jornada.
Estádio do Barrosas – Idães - Felgueiras
Árbitro Fernando Ferreira
BARROSAS 3 CUSTÓIAS 2
Ao intervalo, 2-0, marcadores Paulo (7`), Mica (27`e 63`) Caramalho (50`) e Tiago Carvalho (90)

BARROSA: Ricardo, Vítor Alves, Tanta, Emanuel e Paulo; Eduardo, Sérginho , Tiago e Mica; Ricardinho e Brandão. Treinador Jorge Abreu.

CUSTÓIAS: Márcio, Pessoa, Luizão, Nuno Ribeiro e Magalhães; Eduardo, Renato (Tiago Carvalho) e Mário Rui (Latas), Gandarela (Danny), Caramalho e David. Treinador Paulo Silva.

A equipa do Custóias foi a Barrosas com esperança de dar a volta aos resultados menos conseguidos, mas não começou a segunda volta do campeonato, como os seus responsáveis por certo confiavam, pois saíram derrotadas por três bolas a duas, no entanto, ficou no ar que a recuperação em termos classificativos, é perfeitamente possível, dado à qualidade de jogo apresentada nos últimos confrontos.
Começa melhor o jogo a equipa de Matosinhos, pressionando muito alto encostando o adversário ao seu último reduto, a equipa do Custóias não merecia ter sofrido golo no primeiro ataque da equipa da casa, logo aos 7 minutos, uma jogada de transição rápida que culmina num pontapé de canto, e na sequencia do mesmo Paulo de cabeça factura livre de marcação ao primeiro poste. O jogo continua, com a mesma toada, mas um deficiente atraso defensivo aos 27 `minutos, é interceptado por Mica, avançado do Barrosas que aproveita para fazer um chapéu ao guardião Márcio fazendo o segundo golo. Duro golpe nas pretensões custóienses, que levavam uma desvantagem de dois golos para as cabines.

CARAMALHO ASSUME-SE COM GOLEADOR E TIAGO CARVALHO ESTREIA-SE A MARCAR

No reinício do jogo, a equipa do Custóias, apesar do resultado adverso, nunca desistiu de procurar o golo. Golo, esse que, veio a conseguir aos 50`minutos, em joga de transição, conduzida por Mário Rui, em slalon, remate com a bola a embater num defensor e sobrar para Caramalho, que não desperdiçou, contando com a preciosa ajuda do guarda-redes da casa, estava feito o 2-1. Aos 61 minutos Gandarela, isola Caramalho, e este a desperdiçar o 2-2, na joga praticamente seguinte, quem não marca sofre, Mica de novo a marcar, beneficiando de outro erro defensivo, a ampliar a vantagem. Aos 79`minutos, Tiago Carvalho atira ao poste da baliza de Ricardo, guardião da casa. De tanto porfiar a defensiva do Barrosas, a equipa do Custóias, chegou à diferença mínima por Tiago Carvalho, o ex Infesta, estreia-se a marcar com a camisola do Custóias. Resultado final 3-2. Custóias traído por erros defensivos.

EMPATE A ZERO NA ARROTEIA - INFESTA MUITO PERDULÁRIO


Ataque do Infesta esteve muito perdulário frente ao Rebordosa.

O Rebordosa entrou claramente à defesa perante um Infesta dominador em toda a primeira parte que bem tentou desfeitear a baliza do guarda-redes Adriano mas sem sucesso. Só aos 10 minutos é que o Infesta criou o primeiro lance de perigo num cruzamento da direita de Oliveira e em que Pedro Nuno, isolado perante o guarda-redes forasteiro, atira de cabeça por cima da baliza. Dez minutos depois, responde o Rebordosa num pontapé de canto da esquerda e onde aparece Barros na zona de penalti a atirar à barra da baliza de Miguel Matos. Na resposta, Paulinho ganha a bola na direita, entra na área, cruza rasteiro para Pedro Nuno que vê o lance cortado por Barros, in extremis. À passagem da meia hora, Barros comete um deslize na zona do meio campo, Paulinho ganha a bola, corre em direcção da área do Rebordosa e já dentro da grande área, faz um cruzamento rasteiro para Pedro Nuno mas o guarda-redes Adriano consegue interceptar. Ainda na primeira parte, Vitinha I tenta o "chapéu" ao guardião forasteiro que estava adiantado, mas a bola sai por cima da baliza. Ao intervalo um empate a zero, penalizador para o maior pendor ofensivo do Infesta. Na segunda metade, o Infesta entrou novamente dominador e aos 48 minutos, Vitinha II aparece isolado mas o árbitro assistente assinala um fora-de-jogo muito duvidoso contra o Infesta. O Rebordosa responde com um cruzamento de Vítor para Pinto que de cabeça, atira para grande defesa de Miguel Matos. O jogo entra numa fase de parada e resposta e as oportunidades surgem para ambos os lados. Aos 54 minutos, Vitinha II ganha na direita, cruza para a área onde Pedro Nuno atira de cabeça ao lado, na resposta, bonita jogada de ataque do Rebordosa com Hugo Costa a cruzar da esquerda para a área, Pinto amortece de cabeça para a entrada da área, onde aparece Gustavo que atira de primeira ao lado da baliza de Miguel Matos. Poucos minutos depois, Vitinha II cruza rasteiro para a área, Ricardo falha o corte e Pedro Nuno a não acreditar que podia chegar à bola. Aos 61 minutos, o caso do jogo onde Paulinho pela esquerda, entra na pequena área e parece ser derrubado pelo guarda-redes do Rebordosa, ficando eventualmente uma grande penalidade por assinalar, o árbitro manda seguir. Cinco minutos depois, Vitinha II aparece isolado pela direita e atira, mas por cima da baliza de Adriano, na resposta, Pinto à entrada da área, atira para grande defesa de Miguel. Depois, só aos 90 minutos é que há novo lance de perigo, quando Oliveira de cabeça, passa a bola para Braga que se posiciona à entrada da área para rematar, mas a bola sai rente ao poste da baliza de Adriano. O empate é algo penalizador para o Infesta que, principalmente na primeira parte, merecia ter chegado à vantagem. O árbitro Hugo Alves de Viana do Castelo, esteve mal no aspecto técnico, prejudicando as duas equipas mas mais o Infesta que se pode queixar da grande penalidade não assinalada aos 61 minutos. Com este empate, o Infesta mantém-se na 3ª posição, fruto da derrota do Grijó no Cesarense.

Na formação, a equipa de juvenis do Infesta, goleou esta manhã a equipa do Mocidade S.Gemil por 1-5. Vasco, Vitor, Nuno, Ivan e Edu foram os marcadores dos golos.

FC INFESTA

RESULTADOS DE 22 JANEIRO

Resultados desportivos

LEIXÕES 0 NAVAL 2

ANADIA 3 PADROENSE 4

INFESTA 0 REBORDOSA 0

LEÇA 1 VILA MEÃ 1

BARROSAS 3 CUSTÓIAS 2

PERAFITA 1 VILA CAÍZ 0

ALFENENSE 3 LAVRENSE 0

SCS HORA 1 FC FOZ 0

D L BALIO 2 SOBRADO 2

LUSITANOS 5 ÁGUAS SANTAS 0

CRISTELO 5 ALDEIA NOVA 1

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC