RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

O VERNIZ ESTALOU E KADINHA DEIXA O SC RIO TINTO

Na sua página (facebook) Kadinha deixou no ar que o que motivou esta saída precoce prende-se pelo facto de não se identificar com o treinador Manuel Pinheiro


KADINHA

"Venho informar todos os meus amigos que a minha passagem pelo Rio tinto terminou hoje...Acima de tudo quero agradecer ao presidente Jorge Pina aos meus colegas de equipa,ao chico,ao mesquita e ao Leo..Gostava muito de ter continuado mas tive um treinador muito evoluído ao qual não consegui adaptar-me mas reconheço que tem métodos de treino que está ao nível dos melhores,uma pessoa muito conhecedora do futebol tanto técnica e taticamente uma coisa impressionante,merece outros palcos sem dúvida aliás quem vê o Rio tinto a jogar nota-se que é uma equipa trabalhada e que dá gosto ver jogar...e sei do que falo porque eu fui treinado pelo um senhor chamado Vitor Oliveira(subiu só 9 vezes) e pelo Carlos Carvalhal(currículo fraquinho)...Boa sorte Sport clube de Rio tinto.."

CHEIA DE FERIDAS CAMINHA A DIVISÃO D´ ELITE A F PORTO


BALANÇO DA I VOLTA 
Com uma primeira volta concluída, e já com a segunda em andamento, o comportamento das equipas de Matosinhos, na divisão d´elite de uma forma geral tem sido pautado pela mediania…os representantes matosinhenses, com a primeira jornada da        segunda volta concluída,  estão posicionados no meio da tabela (9º,10º e 11º), separados por apenas 2 pontos, o Lavrense comandado por António Gaiterio desde a 9ªjornada, já amealhou 9 pontos (Leandro Cunha 5 pontos) e 2 pontos conquistados na secretaria. O Leça, sob o leme de Domingos Barros (antigo jogador e capitão) tem os mesmos 16 pontos. O Padroense, com melhor inicio que as suas congéneres, amealhou 14 pontos, tendo vindo a denotar alguma fragilidade que não se antevia.
SC Rio Tinto e Maia Lidador afiguram-se com os principais candidatos à subida ao Campeonato de Portugal, seguidos de perto pelo Oliveira do Douro e Valadares Gaia…no fundo da tabela Serzedo, Candal e Gondim, travam a luta pela permanência. 

"CASO CANELAS"

Este campeonato (principal prova da maior Associação do País) está assombrado pelo “Caso Canelas”, recordo que 12 equipas recusam-se a defrontar os Gaienses (só o Candal vai a jogo com a equipa de Macaco) temendo pela segurança e alegando coacção desportiva. Dos 40 pontos já albergados, 21 foram amealhados por falta de comparência dos adversários, preferindo estes pagar uma multa de 750 euros e penalizados com derrota por 3-0.
Com tudo isto… com a AF Porto “a assobiar para o lado” sem nada conseguir fazer para estancar esta situação, tendo inclusivamente diligenciado algumas reuniões com os clubes que revelaram um vazio total no sentido de se travar este caso.

Num distrito que detém a maior Associação de Futebol de País com larguíssimas tradições no futebol, que detém o título de Campeão Europeu, tem o melhor Jogador do Mundo, não tem e pelos factos ocorridos, dirigentes (FPF incluída) à altura destes pergaminhos.

PRÓXIMA JORNADA FUTEBOL SÉNIOR DE MATOSINHOS


Dia 4 Dezembro
Ledman Liga Pró 17ª jornada
Olhanense vs Leixões SC

Divisão D´Elite Pro Nacional AF Porto 15ª Jornada
CD Candal vs Padroense FC
UD Lavrense vs Canelas 2010
Leça FC vs Gondim Maia

Divisão de Honra A F Porto 10ª Jornada
Leverense vs FC Infesta
Perafita vs Folgosa da Maia
Vila Caiz vs Leça do Balio

1ª Divisão Serie 1 A F Porto 9ª Jornada
Os Lusitanos vs Águas Santas
Crestuma vs Custóias

2ª Divisão Serie 1 A F Porto 9ª Jornada
Senhora da Hora vs S. Pedro de Fins

 Escola de Futebol 115vs GD Aldeia Nova.

PRIMEIRO TRIUNFO ALCANÇADO FORA PELOS LAVRENSES


Complexo Desportivo de Serzedo 
14ª Jornada da Divisão D´Elite
Árbitro: Fernando Montenegro
SERZEDO 1 UD LAVRENSE 2
Ao intervalo, 0-2, golos Kaká (35) Tiago Carvalho (45) e Arantes (51)

SERZEDO: Clemente, Filipe, Diogo,  Luís Nunes, Juliano, Arantes e Gustavo (André Silva), Maia (Dani 85), João Pedro (Pedrinho 65) e Nando (André Guedes 85). Treinador Edgar Ramos
UD LAVRENSE: Tiago Oliveira, João Magalhães, Pedro Gomes, Palheira, Abílio, Amílcar, Huguinho, Zé Campos (JP 70), Tiago Carvalho, Kaká (Sousa 70) e Cheta (Paulinho 53). Treinador António Gaiteiro.

A equipa do Serzedo, fruto de algumas entradas no plantel, revelou-se um osso muito duro de roer. Entrando melhor no jogo de que a equipa Lavrense, os gaienses encontraram pela frente um inspirado guarda-redes (Tiago Oliveira) que nos minutos iniciais protagonizou três excelentes defesas, segurando o nulo verificado. A parir dos 15 minutos, a equipa Lavrense acertou marcações e aos poucos foi assumindo as despesas do jogo, e ao minuto 35, Tiago Carvalho coloca a bola com classe no espaço de Kaká e este não perdoou abrindo o marcador. Em cima do apito do final do primeiro tempo, Tiago Carvalho, à entrada da área aproveita uma bola rechaçada e dispara para o segundo golo.

No segundo tempo a equipa da casa entra forte e agressiva na disputa dos lances, abusando até em algumas entradas, beneficiando de alguma apatia da equipa de Arbitragem, consegue encurtar o resultado à passagem do minuto 51. A equipa Lavrense bastante fustigada com os cartões amarelos, Cheta, Zé Campos, Palheira, Abilio, Kaká…amarelados, soube segurar a vantagem, encurtando os espaços, sendo bastante solidária entre os sectores, conseguiram mesmo a melhor chance de golo no segundo tempo, quando o defensor local salva o golo em cima da linha de baliza, apesar de  Tiago Oliveira que esteve em grande plano fazer também uma saída bastante arrojada, salvando também o perigo que pairava para a sua baliza.   

PADROENSE CEDE EM CASA FRENTE A UM CANDIDATO


Estádio do Padroense FC
Jornada 14 da Divisão D´Elite A F Porto
Árbitro: Marcos Cruz
PADROENSE 0 SC RIO TINTO 1
Ao intervalo, 0-0 Golos Bruno Teixeira (70)

PADROENSE: João Matos, João Pinto (Cacheira 73), Meneses, Paulinho (Ivan 86), Fábio, Alex, André (Pereira 73), Barbosa (Mateus 73), Marcos Medeiros (Leo 86) Ricardo, Pedro Mesquita. Treinador Augusto Mata.

SC RIO TINTO: Ivo, Simão, Jorge Pereira, Andrezinho, Carminé, Carlos Sousa, Paulo, Macieira (Maga 88), Boni, Bruno Teixeira (Ricardinho 88) e Careca. Treinador Manuel Pinheiro.

Num jogo pautado pelo equilíbrio valeu o oportunismo de Bruno Teixeira (a imitar o irmão Paulinho Teixeira a quando da visita do Oliveira do Douro) dando os três pontos ao SC Rio Tinto
Na primeira parte os postes das duas balizas impediram os golos por duas vezes, forçando o nulo até ao intervalo.
No segundo tempo o oportunismo de Bruno Teixeira, que surgiu no sitio certo para concluir com êxito na sequencia de livre assinando o único golo da partida. Na parte final do encontro o Padroense reagiu, foi mais forte, chegando mesmo ameaçar o empate que seria o resultado mais justo, mas a turma de Manuel Pinheiro bem organizada defensivamente segurou a magra vantagem alcançada, que lhe permite continuar a sonhar com o Campeonato de Portugal

Próximo Jogo a equipa do Padroense viaja até ao Candal.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC