RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 4 de junho de 2013

GAITEIRO JÁ NÃO É TREINADOR DO PERAFITA



É oficial, mister António Gaiteiro e seus adjuntos Manuel Marques e Manuel Pinhal, já não fazem parte do FC Perafita. Termina assim de uma forma inesperada a ligação do técnico matosinhense de 62 anos com o FC Perafita, um trajeto imaculado, 100% vitorioso, Campeão Distrital 1ª Distrital em 2011/2012 e Subida à Liga Elite Pró-Nacional em 2012/2013.
Estes atributos não foram suficientes para que os responsáveis perafitenses apostassem na continuidade do técnico?
 
António Gaiteiro
"Fim de ciclo. Mister Gaiteiro termina ciclo, de 2 anos fantásticos á frente do Futebol Clube de Perafita. Por isso venho aqui deixar os meus agradecimentos e da minha equipe técnica,a toda a direcção na pessoa do seu presidente António Santana,posto médico e roupeiro. Aos meus jogadores que foram fantásticos o nosso muito obrigado por estes 2 anos vitóriosos. Ás famílias dos jogadores que sempre nos apoiaram, aos sócios e simpatizantes. O nosso muito obrigado. Particularmente quero deixar aqui um grande abraço ao meu amigo Feliciano Lima .Amigo continua a divulgar o Perafita. A todos o meu muito obrigado . Mister Gaiteiro ."
 
O blogue Mitchfoot deseja toda a felicidade, pessoal e desportiva à equipa técnica, sabendo que pelo curriculum apresentado, clubes não vão faltar, para que prossigam as suas carreiras.

CUSTÓIAS - MEDEIROS DEU NAS VISTAS E PODE SAÍR



Que dizer de médio que apontou 18 golos, Medeiros, o nº 10 do Custóias fez uma época simplesmente fantástica.
 
Médio ofensivo, excelente organizador de jogo, muito forte nas bolas paradas, é exímio na marcação de livres diretos (concretizou alguns com êxito), foi muito importante na recuperação produzida pelos custóienses
 
Marcos Medeiros, natural de Matosinhos, 22 anos, filho do treinador dos Lusitanos, também ele ex jogador de futebol (guarda-redes) Albino Guerra, Medeiros, tem uma margem de progressão muito grande pela frente.
 
Mitchfoot sabe que o jovem atleta, representado pelo empresário Tiago Calísto, está muito próximo de assinar por um clube dos nacionais. Varzim S C e Leixões SC, perfilam-se como candidatos a obter o contributo do jogador e podem muito bem ser a próxima paragem deste na próxima época.

ÓSCAR NOGUEIRA - TREINADOR ENCONTRA-SE DISPONÍVEL



Óscar Nogueira deixou o comando técnico do Oliveira do Douro. O treinador havia chegado em Janeiro depois de ter deixado o Grijó e esteve em bom plano durante a segunda volta. Contudo, na última fase do campeonato, os oliveirenses não conseguiram vencer qualquer jogo nas últimas oito partidas, somando três derrotas e cinco empates, o que deixou a formação azul e branca na 10ª posição. Óscar Nogueira fez um balanço da época e mostrou-se insatisfeito com o percurso nos gaienses: "Obtendo o objectivo mínimo não me sinto feliz e realizado, mas tenho noção que se fez o possível para alcançar melhor classificação. Foi uma nova experiência já que em 12 anos de treinador nunca tinha pegado numa equipa a meio da época e não foi fácil", disse, elogiando a estrutura do clube: "Trabalhei com uma Direcção séria, um grupo unido e com jogadores de qualidade mas com alguma falta de mentalidade competitiva. Tive também uma massa associativa sempre presente e que sente o clube. A todos o meu obrigado por esta passagem", referiu. Óscar Nogueira disse ainda não ter nada em concreto, apenas alguns contactos, mas aguarda por um projecto para a próxima temporada: "Já houve conversas com dois clubes, mas nada em concreto. Estarei disponível para analisar um possível projecto", concluiu sem adiantar os nomes dos clubes que o contactaram.
 
Fonte “A bola é redonda”

LUSITANOS – MAIS QUE UMA EQUIPA – UMA FAMÍLIA (um olhar sobre uma época em cheio)



Sérgio Teixeira, jogador de eleição, com forte personalidade, um autentico líder dentro e fora do campo. Tem também a particularidade de ser o responsável do clube , em tudo o que diz respeito às Redes-Sociais. Administrador do blogue Os Lusitanos e da página  facebook oficial do clube.
 
SÉRGIO TEIXEIRA, CENTRAL DOS LUSITANOS
“Depois de falhado o acesso à 1ª divisão Distrital, que foi uma desilusão para todo o grupo, a época do Lusitanos começou com um pedido da direcção ao grupo de trabalho, conseguir realizar um campeonato ainda melhor do que fizemos o ano anterior em que acabamos em 5º lugar, nada mais. Para conseguirmos esse feito o nosso Mister Guerra foi buscar jogadores da sua confiança que viriam a fortalecer um grupo já de si bastante competitivo que tinha vindo a ser construído ao longo de épocas anteriores. A equipa estava unida e ansiosa por mostrar que tínhamos valor para ter conseguido o acesso à divisão superior, que éramos capazes de traçar objectivos audazes e que era-mos capazes de os alcançar. A chegada de jogadores experientes como o Eduardo, o Suíço e Rui Carneiro, juntando a juventude de Filipe Teixeira, Esteves e mais tarde Zé Filipe, veio colmatar as falhas que havia no plantel, fazendo o grupo no geral acreditar mesmo que tudo era possível durante a época."
 
INÍCIO DO CAMPEONATO
"O início da época e a goleada logo no primeiro jogo fez a equipa voltar a ter alegria, tornou o ambiente mais descontraído e fez nos sentir mais confiantes. No decorrer da 1ª volta do campeonato tivemos alguns momentos de tensão no grupo, com a desistência de jogadores importantes como o caso do Lopes, do Rui Carneiro entre outros, uns por opção, outros por motivos de força maior, no entanto os que ficaram tentaram sempre unir o grupo e aí tenho que salientar o nosso capitão S.Guerra que é uma voz activa no balneário, mas acima de tudo é um exemplo a seguir. A meio da época estávamos em quinto classificado, tendo o mês de Dezembro sido péssimo, jogando um futebol menos vistoso e sofrendo derrotas contra equipas de valor inferior ao nosso, no entanto mais uma vez o grupo deu a volta por cima, trabalhou ainda mais, correu mais e voltou ao bom caminho com um futebol mais atractivo, mais objectivo, conseguindo vitórias atrás de vitórias que deram animo ao grupo e fizeram subir na tabela classificativa, no entanto, no futebol nem sempre vence a melhor equipa e tivemos jogos que nos sentimos muito prejudicados, principalmente na fase final da época onde cada ponto era crucial, mas o futebol é mesmo assim e acabamos por conseguir um honroso terceiro lugar mesmo na última jornada, que veio dar um sentimento de dever cumprido por parte de todo grupo, embora tenhamos todos o sentimento que podíamos ter feito melhor e que tínhamos valor suficiente para conseguir estar noutro lugar. O terceiro lugar fez-nos disputar um jogo contra o outro terceiro classificado da Série 2, e felizmente tudo correu conforme planeado, com uma vitória por 2-1 que faz o Lusitanos sonhar pela subida de divisão. Penso que seria um prémio justo por tudo o que este grupo passou ao longo da época. Espero e acredito que estaremos na 1ª Distrital para o ano. Quero salientar neste jogo os adeptos que se fizeram deslocar de camioneta ao estádio, que puxaram pela equipa do início ao fim, que deram cor às bancadas e que fizeram deste jogo uma autêntica festa de futebol."
 
 
 
OBJETIVO ALCANÇADO, FUTURO BEM ENCAMINHADO
"Olhando para trás, posso dizer que traçamos um objectivo e que o cumprimos, mas a nível pessoal também acho que este clube pode fazer muito mais. O Lusitanos já não é um clube pequeno, já não pode ser visto como antigamente que ninguém tinha “medo” de jogar com o Lusitanos, nestes últimos 3 anos o projecto Lusitanos avançou bastante, hoje sentimos a responsabilidade do que criamos, um clube com infra-estruturas acima da média, um relvado sintético, uma academia que está a crescer a olhos vistos, que ainda esta época vai arrancar com mais dois escalões, iniciados e juvenis, que conta ter em 2014/2015 o escalão de juniores, que tem vindo a crescer e a apostar na divulgação do seu clube nas redes sociais com a criação de um blogue, de um Facebook, e que irá certamente apostar mais na angariação de nossos patrocinadores, que tem vindo a criar iniciativas para chamar mais gente ao nosso campo de jogos como o evento do Dia da Mãe, a participação na festa da Freguesia com uma barraca, criação de uma revista mensal, elaboração de uma caderneta de cromos e agora com uma gala, que irá certamente ser a primeira de muitas que tem como principal objectivo juntar toda a Família Lusitana e também distinguir os melhores nas suas categorias. Temos um projecto, precisamos de aproveitar melhor os recursos que temos, mas certamente que estamos no caminho certo.
 
 AGRADECIMENTO
"Termino apenas com um agradecimento a todo o grupo de trabalho, a começar pela direcção que tem feito o que pode com os meios que tem, aos treinadores que com mais ou menos dificuldade conseguiram levar a equipa a um lugar cimeiro, aos jogadores todos, mesmo os que acabaram por sair no decorrer da época pelo excelente trabalho e dedicação ao clube, à equipa técnica por todas as condições que nos dão durante os treinos e jogos, ao massagista que por vezes tem que fazer milagres, mas não posso deixar de salientar os fantásticos adeptos, sócios e simpatizantes do Lusitanos, que durante toda a época nos acompanharam e nos encheram de orgulho, por fim, mas não menos importante aos familiares dos que diariamente trabalham por este clube, pois por vezes não é fácil precisarem de nós, do nosso tempo e nós termos que estar ausentes porque temos treinos, ou jogos, a toda a família Lusitana um abraço e certamente para o ano estaremos ainda melhores. "
 
LUSITANOS – MAIS QUE UMA EQUIPA – UMA FAMÍLIA.
Sérgio Teixeira.

LETRA - REVELAÇÃO DO FUTEBOL DE MATOSINHOS (é bom ser reconhecido pelo o fruto do meu trabalho)



Carlos Moreira (Letra) Revelação do futebol de Matosinhos, tem o Lavrense no coração, mas quer dar o salto para um clube de maior projeção. O avançado do GD Aldeia Nova, a quando muito novo, teve a chançe, um dia de representar o Benfica, mas problemas familiares impediram que o sonho se concretizasse. 20 anos apenas fazem dele um promissor jogador, é exímio na construção de jogadas ofensivas, rei das assistências, com uma velocidade supersónica.
 
MITCHFOOT - Letra, como surgiu o futebol na tua vida?
 
CARLOS LETRA - O futebol surgiu-me num dia em que eu vim da praia com o meu pai e vi uma equipa a treinar de escolinhas no Lavrense, e disse ao meu pai que queria jogar e ele lá foi falar com o treinador e autorizou-me a treinar no mesmo dia, nesse dia lembro-me que até estava de sandálias mas a vontade era tanta que fui como estava.. Lembro-me que nessa altura tinha cinco anos porque queriam-me inscrever e só dava a partir dos oito anos, até lá fui treinando.
 
M – Conta-nos um poço da tua formação como jogador?
 
CL - Tive três fases más na minha vida, a primeira foi quando era treinado por o treinador Nelson nos juvenis do Lavrense em que ele também era olheiro do Benfica e quis-me levar ao Benfica, só que a minha mãe não aceitou esse desafio, porque eu quando tinha quatro anos o meu irmão faleceu num acidente e a frase que a minha mãe me disse foi: já perdi um filho, não quero perder outro, essa frase marcou-me e compreendi. A segunda fase foi quando chamaram-me para ir para o Leça Fc e eu falei com o Lavrense para sair e eles me desviaram para o Leixões para ir treinar ás captações, fui e depois passado um tempo perguntei ao treinador se ia ficar e ele disse que não, falei com o Lavrense novamente e eles disseram para ficar mais um ano e depois podia sair, passado algum tempo soube que foi tudo combinado para não ir para o Leça, que no fundo acabei de ir para lá. A terceira fase foi quando fiz a primeira época extraordinária em que eu e o Marcos Gonzalez que jogava comigo na frente fizemos mais de 60 golos. E nessa época quando fomos ao Rio Ave jogar, no final do jogo ia a sair do balneário e o central pediu-me o meu numero e eu dei-lhe, depois tive a ajuda dos meus treinadores que na altura era o Meão e o Quim para não me iludir e para fazer as coisas com calma.. Quando terminou a época ligaram-me, fui ao estádio duas vezes e estava quase certo em que ia para lá. Lembro-me que o acordo que fizeram foi: "nós damos-te transporte e formação", só que houve um dia em que me ligaram do Leça e disseram-me que se assinasse para o Rio Ave nem jogava lá nem no Leça e acabei por ficar no Leça.
 
M – Esta época que ainda há bem pouco tempo terminou, foi a tua primeira como sénior, gostaste desta experiencia, conseguiste os objetivos?
 
CL - Gostei claro, ganhei experiencia, maturidade e ritmo coisa que me faltava, uma vez que, parei um ano para tirar a carta de condução e foi nessa altura em que o Flávio me convidou para ir treinar ao Aldeia Nova. O meu objectivo é sempre ganhar, sou ambicioso, e queria era subir de divisão, não conseguimos, ficamos desiludidos, pois tínhamos uma grande equipa para fazer coisas maravilhosas.
 
 
M – Foste eleito pelos leitores do blogue Mitchfoot, como vencedor do prémio Revelação, o que representa para ti, alcançares este titulo?
 
CL - Muito importante, é bom ser reconhecido pelo o fruto do meu trabalho, quero agradecer a todos os que votaram em mim, quero agradecer ao Mitchfoot também pelo o trabalho que está a fazer, está de parabéns.
 
M – Letra, vais continuar no Aldeia Nova, ou preferes abraçar outro projeto?
 
CL - Acho que está na altura em dar o salto, quero abraçar outro projecto.
 
M – Tens algum ídolo no futebol, á imagem de outros jovens como tu?
 
CL - O meu ídolo mesmo é o Cristiano Ronaldo sem duvida mas admiro o James Rodriguez pelo o jogador que se tornou e como se tornou..
 
M - Quem é o Letra fora do futebol?
 
CL - Sou muito brincalhão sem duvida, posso dizer em que sou humilde, nada me sobe á cabeça, vivo a vida sem stress, nos meus tempos livres estou com os meus amigos, ou no ginásio, ou a jogar futebol..
 
M – Tens preferência por algum clube, de que clube és adepto?
 
CL - Posso dizer que sinto um carinho especial pelo o Lavrense e sempre que posso, vou ver jogar.
 
M – O que pensa sobre o futebol de Matosinhos, sentes que te preenche?
 
CL - Acho que o futebol de Matosinhos tem tido grande evolução em todos os aspetos , mas como jovem maturo que sou quero continuar a progredir para tentar ser mais um miudo em que o nosso povo possa ter orgulho mas mais uma vez digo um passo de cada vez , o futuro a Deus pertence e eu quero sonhar porque sonhar faz bem..
 
M – Queres deixar uma mensagem a alguém em especial e a todos o que acompanham o futebol de Matosinhos?
 
CL - Quero agradecer a todos os meus amigos que jogaram comigo, aos treinadores que tive e aos clubes que representei, pois sempre me ajudaram e me apoiaram. Quero agradecer a todos que acreditaram e acreditam no meu futebol.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC