RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

quinta-feira, 31 de março de 2011

SCS HORA 1 PERAFITA 3 VEJA O VIDEO

DERBI MATOSINHENSE SCS HORA - F.C.PERAFITA



Jogo de nervos, onde valeu a eficácia da equipa perafitense

made in SCS HORA

JOGOS DO FIM DE SEMANA DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

Jogos desportivos dos clubes de Matosinhos

VARZIM S.C.-LEIXÕES S.C.

ANADIA - PADROENSE F.C.

OLIVEIRA DO DOURO - LEÇA F.C.

NOGUEIRENSE - INFESTA
CUSTÓIAS F.C. - SC NUN`ALVARES

LAVRENSE - S.FÉIX
PERAFITA - LABRUGE
LEÇA DO BALIO - PEROSINHO
D. PORTUGAL - SCS HORA

LUSITANOS - AT. VILAR

quarta-feira, 30 de março de 2011

JOCA TÉCNICO SCS HORA EM ENTREVISTA AO MITCHFOOT

JOCA, TÉCNICO DA NATA FUTEBOLÍSTICA MATOSINHENSE.

Se dissermos, JORGE MARINHO, é um cidadão comum, como tantos outros, nasceu em Leça da Palmeira, mas se falarmos em JOCA, já não passa despercebido aos apaixonados pelo futebol de Matosinhos. JOCA, fez toda uma carreira de futebolista, na sempre difícil posição de guarda-redes. Terminando a sua carreira de jogador, no SCS Hora, inicia a carreira de treinador, no clube senhorense, clube que hoje representa como treinador.

MITCHFOOT - CONTA-NOS A TUA HISTÓRIA COMO TÉCNICO DE FUTEBOL?
JOCA -
“Comecei como treinador aos 34 Anos no Senhora da Hora onde atingi um 4º Lugar. Na época seguinte, fiquei no clube como treinador adjunto de Manuel Monteiro. No ano seguinte o Presidente, Vasco de Carvalho deu-me a oportunidade de ser treinador principal, onde levei o clube à divisão de Honra em 2 épocas. Depois surgiu o convite do Lavrense clube onde me foi pedido um campeonato entre os 8 primeiros classificados, saí do clube em 3º Lugar portanto, os objectivos do clube, foram compridos! Na mesma época surgiu o convite do Perafita, para treinar na divisão de honra, descemos com os mesmos pontos do Avintes e São Pedro da Cova. Na época seguinte a aposta foi em subir de divisão, mas não foi possível, devido ao bom desempenho do Custóias FC e do Salgueiros 08. A minha saída do Perafita foi devido a problemas pessoais, não deixando de referir o bom relacionamento que perdura com o Presidente António Santana, em simultâneo surgiu o convite para regressar ao Senhora Da Hora, onde a aposta foi nos escalões de formação do clube, onde o objectivo era os primeiros cinco lugares. Na minha opinião se não existissem alguns jogadores com lesões de alguma gravidade em momentos cruciais do campeonato e a consequente perca de pontos, muitos deles já depois da hora, demonstrando alguma falta de experiência, o que é perfeitamente normal, numa equipa muito jovem, poderíamos, no momento, estar a lutar por um lugar na subida de divisão.”

MITCHFOOT - QUAIS OS TEUS PONTOS FORTES E AS TUAS FRAQUESAS COM TÉCNICO?
JOCA –
“Sou muito objectivo, sinto que sou muito organizado e tenho bastante determinação e atitude vencedora. Julgo que a precipitação em alguns momentos de decisão, em relação ao futuro, é o meu ponto mais fraco.”
MITCHFOOT - QUAL O CLUBE QUE TE FAZ VIBRAR?
JOCA
– “Todos aqueles que represento, especialmente o Senhora da Hora, por razões obvias, pois existe uma forte ligação ao clube, onde terminei a minha carreira de jogador e iniciei a de treinador, uma ligação ao clube que já vai em 10 anos, o que me torna um verdadeiro senhorense, apesar do meu sentido “profissional “.
MITCHFOOT - QUAL A TUA REFERÊNÇIA COM TÉCNICO?
JOCA -
“Tenho preferência por dois treinadores que são os que mais me identifico; o Eliseu Ramalho e o Fernando Festas, que marcaram a minha carreira de jogador e dos quais aprendi bastante, para actividade desportiva, que hoje exerço.”

MITCHFOOT - ENTRE TANTOS DISPUTADOS, EXISTE ALGUM JOGO QUE TE MARCOU MAIS?
JOCA -
“Todos os jogos que me envolveram me marcam, mas tenho ainda na minha mente, o que disputei em Balasar, como treinador, que nos valeu a subida á divisão de honra da AF Porto, pelo Senhora da Hora.”
MITCHFOOT - NO DERBI MATOSINHENSE SCS HORA vs PERAFITA, DISPUTADO NO ÚLTIMO DOMINGO, A TUA EQUIPA SAÍU A PERDER, PORQUÊ?
JOCA –
“No jogo de Domingo passado entre Senhora da Hora -Perafita, estiveram duas equipas com vontade de vencer, o jogo foi bastante equilibrado, onde a mais experiente e eficaz equipa fez a diferença, o Perafita foi mais feliz na finalização, mas acho que a divisão de pontos, era mais justo, ao que se passou nos 90 minutos, no entanto, ambas equipas tiveram um bom desempenho.”

TORRÃO 1 LUSITANOS 4, VEJA EM VIDEO O BONITO GOLO DO JOÃO

Depois de um boa jogada de desenvolvimento ofensivo, Ricardo Lopes, assiste João, para o avançado finalizar de uma forma excelente, veja o " chapéu " do João!!!

terça-feira, 29 de março de 2011

AUTOCARROS DE ADEPTOS PARA DESLOCAÇÃO À ANADIA

No próximo Domingo, dia 3 de Abril, irá realizar-se a 26ª Jornada do Campeonato Nacional da II Divisão, Série Centro, na qual a equipa do Padroense F.C. se deslocará ao Estádio do Anadia para defrontar a equipa local.

A Direcção do Padroense F.C. informa que estão disponíveis inscrições para autocarros de adeptos para se deslocarem do Padrão da Légua ao Estádio do Anadia. O custo da cada viagem por cada adepto é de 10 euros, que deverá ser suportado no momento da aquisição do mesmo.

Estes títulos de viagem estão disponíveis para aquisição no Bar do Estádio do Padroense e através dos telefones: 916.491.671 ou 229.538.735.

O horário da partida dos autocarros será pelas 10 horas da manhã no Estádio do Padroense. Esta é uma organização promovida pelo grupo de associados “Ultras Padroense”.

segunda-feira, 28 de março de 2011

LUSITANOS GOLEIA FORA DE CASA


Local: Estádio Parque Municipal de Gaia.
Árbitro: Rui Cardoso Oliveira.

A equipa do Lusitanos, conseguiu mais uma vitória no terreno do Torrão, mais propriamente no bonito Estádio Municipal do Parque da Cidade de Gaia, vitória conseguida com muita naturalidade e sem qualquer tipo de contestação, dada a superioridade demonstrada pela equipa do Lusitanos, com especial incidência na 2ª parte.
VITÓRIA JUSTA!


O jogo começou com uma toada morna e com a equipa do Lusitanos a demonstrar ser melhor que o seu adversário, mas a pautar o seu jogo por uma toada lenta, ficando à espera que o jogo se resolvesse com maior ou menor dificuldade, situação que lhe valeu um nulo ao intervalo, ainda que mesmo assim dispusesse de algumas oportunidades para inaugurar o marcador.

Na segunda parte a equipa entrou com outra atitude e vontade de resolver rápido o jogo, tendo imprimido outro andamento ao jogo, o que resultou logo na obtenção do 1º golo ao minuto 48, através da transformação de um livre à entrada da área, superiormente marcado por Costinha. Logo de seguida a equipa do Torrão chegaria ao empate através de uma boa jogada e cruzamento para a área, surgindo o golo de cabeça apontado por Rodrigues, mas seria o canto do cisne para a equipa do Torrão, já que o Lusitanos continuou com a mesma determinação e vontade de resolver o jogo, impondo o seu futebol e com jogadas de bom nível, surgindo com naturalidade mais 2 golos do Lusitanos, apontados nos minutos 52 e 58, pelo avançado Paulo, golos a finalizar jogadas de bom nível e marcados à verdadeiro ponta de lança. Com o aproximar do final do jogo, seria o avançado João a marcar mais um bonito golo, no minuto 84, terminando uma excelente jogada que passou por vários elementos, continuou com um excelente passe de Ricardo Lopes a isolar o João que fez um golo de belo efeito, fazendo passar a bola por cima do g.r. Vitória mais do que justa da equipa do Lusitanos, que vem subindo gradualmente na classificação, demonstrando que tem um bom grupo de trabalho e merece estar em outra posição na tabela, isto apesar de todas as dificuldades inerentes a quem jogo toda a época fora da sua casa.

Ao intervalo: 0-0 Golos., Costinha (48), Rodrigues (50), Paulo (52, 58) e João (84)

TORRÃO: Arouca, Manuel, Ricardo, Marcos, Vitinha; Zé Mário (Vitamina), Marco e Fred ( Carvalhido), Rodrigues, Monteiro ( Diego)e Artur Treinador: Renato Castelo

LUSITANOS: Tiago, Cordeiro, Guerra, Kiko, Xuxa, Meneses, Carlos Miguel, Ricardo Silva (João 73), Ricardo Lopes (Carlos Manuel 86), Costinha (Fábio 62) e Paulo. Treinador : Marco Aleixo.

Próxima jornada, Lusitanos vs At. Vilar

LAVRENSE A GANHAR POR DUAS VEZES, NÃO SEGUROU A VANTAGEM


Local: Estádio do Perosinho – Gaia

Árbitro: Miguel Machado

PEROSINHO: Motinha, Varela (Filipe Campos), Hélder, Marques e Filipe; Marco ( Mário ), Diogo e Luís ( Mário Alves), Ivo, Ricardo e Márcio.
Treinador: Allen

LAVRENSE: Beleza, Filipe Sousa, Ribeiro, Paulo Alberto, Nuno Ribeiro; Grilo, Machado ( Tó) e Miguel; Tiago Pulga, Nuno Santos ( Sissé ) e Hugo Almeida ( Augusto Ionda). Treinador: Hugo Reis.

Ao intervalo: 1-2. Golos, Nuno Ribeiro ( 5) Ivo (25, 50) Hugo Almeida (40)

Um jogo bem disputado, começa melhor o Lavrense, chegando ao golo por intermédio de Nuno Ribeiro, aos 5 minutos na sequencia de um pontapé de canto, depois o Perosinho equilibrou o jogo chegando a igualdade á passagem dos 25 minutos , numa falha defensiva, de salientar que este golo parece irregular (fora de jogo), depois aos 40minutos num contra ataque rápido a equipa Lavrense chega novamente à vantagem através do Hugo Almeida, chegando ao intervalo a vencer por duas bolas a uma.

COM MENOS UM, A EQUIPA TEVE EXCELENTE ATITUDE


Na segunda parte, o protagonista do jogo, foi o arbitro, marcando muitas faltas e a maior parte delas contra a equipa Lavrense, apitando por tudo e por nada, empurrando a equipa de Matosinhos, para o seu último reduto defensivo, o Perosinho chega ao empate, mais uma vez, através de um cruzamento do lado direito, aparecendo o ponta de lança, Ivo, em zona de finalização, batendo Beleza pela segunda vez (50), passados 10minutos, sem necessidade, o árbitro tenta acabar com o jogo, expulsando o Grilo, médio Lavrense, com vermelho por acumulação, mesmo assim, com menos uma unidade, com uma grande atitude a equipa Lavrense, dispôs das melhores oportunidades para chegar ao golo da vitória, de realçar uma jogada excelente entre Tiago Pulga e Sissé, com este ultimo a endossar bola a Miguel que tirou bem o defesa da frente mas depois demorou muito na hora do remate e o defesa cortou em cima da baliza.

Valeu pela atitude da equipa, excelente! Foi pena que realmente não trouxesse os 3 pontos de regresso a Lavra.

Próxima jornada a equipa de Lavra recebe o S. Félix da Marinha.

VITÓRIA IMPORTANTE PARA A MANUTENÇÃO



Primeiro desperdício e depois eficácia

LEÇA FC - 2 - VILA MEÃ - 0

Intervalo: 0-0 Marcadores: Sequeira (46`) e Ricardo Teixeira (90+3`)

O Leça FC entrou com o pé direito no Campeonato da Manutenção ao vencer o Vila Meã por 2-0. Os jogadores leceiros cedo mostraram vontade de vencer e aos 13 minutos, Ricardo Teixeira, podia ter inaugurado o marcador, num remate de cabeça onde a bola rondou a linha de golo, ficando a dúvida se entrou na baliza do Vila Meã. Aos 18 minutos, o Vila Meã respondeu com dois remates quase seguidos de Tamsir e em termos ofensivos a equipa ficou-se por aqui na 1ª parte. O jogo voltou a ganhar emoção aos 37 minutos, onde Sequeira conseguiu ultrapassar 3 defesas do Vila Meã e dentro da área rematou, obrigando a Torcato defender para canto. Na sequência do canto surgiu mais um caso do jogo, onde ficamos com a impressão que o defesa do Vila Meã tirou a bola com a mão de cima da linha de golo. O minuto 39 foi fatídico para o Vila Meã, ficou reduzido a 10 unidades por expulsão, fruto da acumulação de amarelos, de Tamsir. Ao avançado do Vila Meã já tinha sido perdoada a expulsão minutos antes. A segunda parte começou da melhor forma com a obtenção do 1º golo do Leça FC aos 46 minutos. O médio Sequeira conseguiu cabecear com sucesso após cruzamento de Paiva. A partir deste momento, o Leça FC apostou numa toada de contra-ataque frente a um Vila Meã que atacou mais com o coração do que com a cabeça. No período de descontos, Domingos arrancou sozinho rumo à baliza de Torcato mas não conseguiu marcar ficando para Ricardo Teixeira a recarga e a obtenção do 2º golo do Leça FC, colocando ao rubro os cerca de 300 adeptos leceiros.
http://lecafccamadasjovens.blogspot.com/

CUSTÓIAS REGRESSA ÀS VITÓRIAS

Local: Estádio Cidade de Rio Tinto (Artur Ribeiro) Rio Tinto - Gondomar

Árbitro: António Lobo

CUSTOIENSES COM QUALIDADE EXIBICIONAL

A equipa do Custóias deslocou-se até Rio Tinto para defrontar o Sport de Rio tinto para a 27ª jornada da divisão de honra da AF Porto. Os custóienses deram uma autêntica demonstração da sua superioridade perante este adversário, que segundo parece, não está a passar um bom momento, falando-se até em greve de jogadores aos treinos. A equipa de Matosinhos, á margem dos problemas internos do clube local, fez um jogo ao seu melhor nível, dominando todo o encontro, criando mesmo várias oportunidades, que poderiam dar outra expressão ao resultado tendo no seu guarda-redes, Meneses, um mero espectador. Ao intervalo o resultado de 0-0 era lisonjeiro para os locais, tal era o jogo ofensivo da equipa custóiense.

Na etapa complementar, mais do mesmo, a equipa do Custóias, sempre ao ataque, na procura do golo, com jogadas bem delineadas e com uma posse de bola, segura, chegou ao golo aos 52 minutos, por João Paulo, para aos 75 minutos, Tino numa jogada de puro contra-ataque, fechar o jogo com o segundo golo da equipa de Matosinhos, Tino, merecedor do golo obtido, pois foi protagonista de um magnifica exibição, destaque também para a estreia absoluta do Jovem Filipe, “ produto” da formação custóiense. Resultado final, 0-2, que mesmo assim, peca por escassa. Recorde-se que a equipa do Custóias, depois da mudança de comando técnico, tem um score bastante positivo, em seis jogos, quarto vitórias, um empate e uma derrota.
Ao intervalo: 0-0.Golos, João Paulo (52) Tino (75)

CUSTÓIAS: Meneses, Bruno Pacheco, Bruno Cruz, Luisão, Carlos, Tino, Vasconcelos, Márcio ( Cerejo), Félix ( Filipe), Penantes, João Paulo ( Jorginho)
Treinador: Mário Rui Ferreira

Próxima jornada, o Custóias F.C. recebe o SC Nun` Alvares

domingo, 27 de março de 2011

DERBI DE MATOSINHOS COM VENCEDOR JUSTO


Local: Complexo Desportivo do S C S Hora – Senhora da Hora - Matosinhos


Derbi de Matosinhos disputado na cidade da Senhora da Hora, terminou com um vencedor justo! As equipas tudo fizeram para levar de vencido o seu opositor, nem sempre bem jogado, foi um jogo de nervos, que premiou a equipa visitante, pela sua eficácia na hora do rematar à baliza. Resultado que mantém as aspirações dos perafitenses, no que concerne à subida de divisão, pressionando assim o 2º classificado, o Serzedo.



Árbitro: Pedro Campos
As equipas alinharam
SENHORA DA HORA: Dourado, Carneiro (cap), Paulão, Leandro e Leonel, Junior ( Areias), Pimentel e Estrela, Nelas ( Serrão ), João e Carvalho ( Cristiano). Treinador: Joca


PERAFITA: Artur, Tiago Silva, Trajano, Hélder Maia e Serrão; Carinhas, Tinaia e Paulinho, Fábio ( Ivo), Peixe ( Lutchindo ) e Nandinho ( Gandarela).
Treinador: Paulo Gentil
Ao intervalo: 1-1.Golos, Paulinho (20) Leandro ( 45) Nandinho (85) Ivo (90)

JOGO DE NERVOS E MUITO INTENSO, COM EFICÁCIA FORASTEIRA.


Jogo muito intenso, demonstrando muito nervosíssimo por parte dos intervenientes, o equilibriu foi a nota dominante, com jogas ofensivas com relativo perigo, foi a equipa do Perafita a abrir o marcador, quando Nandinho, do lado esquerdo vira o jogo para o lado contrário, isolando Paulinho, que já de ângulo difícil bate Dourado sem apelo nem agravo. A equipa do Senhora da Hora, desfalcada de alguns elementos importantes na manobra da equipa, reagiu muito tarde ao golo sofrido, quando tudo indicava que o resultado não se alteraria, eis que o Senhora da Hora, chega ao golo do empate por Leandro. Resultado ao intervalo 1-1


A segunda parte assistiu-se a um inicio mais dominador do Senhora da Hora, mas infrutífero e aos poucos a equipa do Perafita, foi equilibrando a contenda, num jogo muito disputado a meio campo, em que as oportunidades rareavam, até que nos últimos 15 minutos a equipa do Perafita, mais interessada nos três pontos, partiu em busca da vitória, conseguindo-a a 5 minutos do fim por Nandinho, e confirmou-a aos 90 minutos por Ivo. Resultado final 1-3 que permeia a eficácia do Perafita.

A SALIENTAR A CORRECÇÃO COMO O JOGO FOI DISPUTADO


Próxima jornada, o Senhora da hora vai ao Desportivo de Portugal, o Perafita recebe o Labruge.

INFESTA FIRME! RUMO À SUBIDA


Ao contrario da semana passada, o Infesta chegou ao intervalo a perder mas na segunda parte conseguiu dar a volta ao marcador com dois golos de Paulinho. Com a ausência do guarda-redes Miguel Matos, que cumpre castigo, José Manuel Ribeiro colocou Duarte na baliza, chamando o júnior Pedro Magalhães para o banco de suplentes. A equipa do Infesta alinhou com Duarte, António, Rui Jorge, Vilas Boas, Galego, Rui Franco, Cláudio (Serge, 71'), Vitinha I, Vitinha II, Paulinho (Antero, 89') e Braga (Pedro Nuno, 45'). O Infesta foi a primeira equipa a criar perigo. Logo aos 2 minutos, Paulinho pela direita, cruza rasteiro junto à linha de fundo para Braga que de calcanhar quase marcava, valeu o guardião Cura defender para canto. A equipa do Infesta continuava com sinal mais na partida. Aos 14 minutos, Paulinho, que aparece pela direita, remata para defesa do guardião para canto. No pontapé de canto marcado por Vitinha, este passa a bola para a entrada da área, onde novamente Paulinho, remata rasteiro com a bola a passar rente ao poste. Na jogada seguinte, o Felgueiras quase marca pois Bruno, depois de uma jogada de insistência da equipa felgueirense, atira ao poste da baliza de Duarte. O Infesta voltou a ter oportunidades para marcar. Aos 24 minutos, num lançamento lateral a meio campo de Galego, a bola foi para Paulinho que junto à linha consegue passar por dois defesas, cruza para a área com perigo, mas o guardião com uma palmada, evita que a bola chegasse a Braga. Em contra-ataque rápido conduzido por Vitinha II, este passou para a direita onde Paulinho ganha espaço para o remate que sai á figura de Cura. O Felgueiras voltou a pressionar e a cinco minutos do fim, Bakero ganha um lance na linha, consegue flectir para o meio onde remata ao lado da baliza de Duarte. Na resposta, num passe em profundidade de um jogador do Infesta, a bola fica à mercê de Vitinha II que perante o guarda-redes, atira para boa intervenção. Pouco antes do intervalo, o Felgueiras chega ao golo, Bruno aparece isolado pela direita e perante a saída de Duarte, atira para o fundo da baliza.O Felgueiras estava injustamente em vantagem. Antes do intervalo, o Infesta teve duas excelentes oportunidades para empatar. Primeiro foi Paulinho com um excelente remate para boa defesa do guardião Cura e depois numa jogada de insistência na área do Felgueiras, a bola sobra para Cláudio que atira contra um defensor forasteiro.O Infesta ia para o intervalo injustamente a perder.

Na segunda parte, o Infesta entrou logo a marcar. Num livre junto à quina da grande área, descaído para a esquerda, Paulinho de pé direito, não deu hipótese de defesa. Estava feita a igualdade. Pouco depois, grande jogada entre Vitinha II e Pedro Nuno, que entrou ao intervalo, ganhou espaço à entrada da área, fazendo um remate enrolado que o guardião Cura só defendeu à segunda. Aos 54 minutos os jogadores do Infesta reclamaram uma grande penalidade por pretensa mão de Tanta dentro da área, mas o arbitro, mandou seguir. Aos 57 minutos, o Infesta beneficia de um livre indirecto dentro da área do Felgueiras por atraso de bola de Totta para o guardião Cura. Vitinha com um pequeno toque, deixou a bola à mercê de Paulinho que atirou sem hipóteses (ver video). O Infesta passava para a frente do marcador e continuava a mostrar excelente futebol. Aos 64 minutos, novo contra-ataque do Infesta conduzido por Vitinha II, que passou para Pedro Nuno que da direita, cruzou junto à linha de fundo para o centro onde aparece Cláudio que remata e permite uma excelente intervenção de Cura. No minuto seguinte, cruzamento de Paulinho para a cabeça de Pedro Nuno que atirou ao lado. O Felgueiras pouco ou nada fazia para chegar ao empate e só aos 85 minutos é que num cabeceamento de Vasco Mendes incomodou Duarte que defendeu com segurança. Mas o Infesta procurava dilatar a vantagem aos 91 minutos, Pedro Nuno pela esquerda fintou dois adversários mas o remate saiu por cima. Mesmo ao cair do pano, Serge ganha um lance na linha de fundo, atrasou para Vitinha II que rematou para excelente intervenção de Cura. O Infesta venceu o Felgueiras por 2-1, e manteve as distancias para o Grijó que também venceu. Na próxima jornada, o Infesta desloca-se ao Nogueirense.
http://fc-infesta.blogspot.com/

RESULTADOS DESPORTIVOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

Resultados desportivos das equipas de Matosinhos

PADROENSE 1 TOURIZENSE 2

LEÇA 2 VILA MEÃ 0

INFESTA 2 AC FELGUEIRAS 1
S RIO TINTO 0 CUSTÓIAS 2

CANIDELO 0 LEÇA DO BALIO 0
PEROSINHO 2 LAVRENSE 2
SCS HORA 1 PERAFITA 3

TORRÃO 1 LUSITANOS 4

sábado, 26 de março de 2011

ANTEVISÃO DO INFESTA-FELGUEIRAS

O Infesta recebe amanhã, o tranquilo Académico de Felgueiras que se encontra em 7º lugar na classificação, praticamente com a manutenção garantida pois tem mais 17 pontos que a primeira equipa abaixo da linha de agua, o Avintes. O jogo que se vai disputar a partir das 16h00 no Parque de Jogos Manuel Ramos, terá como pontos de interesse, a resposta que a equipa do Infesta irá dar, depois de ter sofrido no passado domingo a terceira derrota da temporada. O treinador José Manuel Ribeiro, não poderá contar com o guarda-redes Miguel Matos, que foi expulso no ultimo jogo com o Lixa, sendo provavelmente substituído por Duarte na baliza. A equipa do Infesta continua no primeiro lugar com mais 8 pontos que o Grijó, 2º classificado. Quanto à equipa de Felgueiras, que perdeu na primeira volta em casa com o Infesta por 1-2, venceu na passada semana em casa o Avintes por 3-1 e praticamente assegurou a permanência nesta divisão.
O arbitro nomeado para este encontro será o Sr. Ivan Vigário.

http://fc-infesta.blogspot.com/

IVO ( PERAFITA ) FALA SOBRE O DERBI, SCS HORAvs PERAFITA


Ivo Miguel, jogador do Perafita que na época passada representou os senhorenses, também falou ao mitchfoot, sobre o derbi de à manhã na Senhora da hora.

IVO - “As perspectivas para o jogo é ganharmos para manter a esperança em subir.. Não penso que seja um ajuste de contas, é mais um jogo do campeonato. Para mim é um jogo especial, porque joguei no Senhora da Hora, 3 anos e vou reencontrar os meus amigos. Espero que seja um bom jogo de futebol, e o Perafita ganhe”

TROPEÇÃO INESPERADO!


25ª jornada da II Divisão Nacional - Zona Centro Local: Estádio do Padroense F.C.- Padrão da Légua


Árbitro: Luís Ferreira. 1º Assistente: José silva. 2º Assistente: Miguel Silva.

As equipas alinharam


PADROENSE: Marco, Paulinho ( Bosingwa ), Armando Vila e Vítor Lobo; Daniel ( Mário costa ), André Simões e Mariano; ( Sérgio),Bruninho, Marcão e Silva. Treinador: Augusto Mata Suplentes não utilizados: Freitas, Miguel, Rui, Alcino.


TOURIZENSE: Ruca, Rodolfo, Filipe Paiva, Tó Mané, Ricardo, Silvio ( Zaza/Tiago Almeida), João Pedro, Diarra ( Diogo Ribeiro), Nivaldo, Name, Gerbo. Treinador: Tó Margarido Suplentes não autorizados: Guerra, Pedro Fontes, Zé Francisco, Xavier Ao intervalo: 1-0. Golos, Marcão (16), Tiago Almeida (75) Gerbo (76)

GOLO DE MARCÃO FOI INSUFICIENTE. Jogo mais uma vez transmitido pela televisão, através da estação PORTO CANAL, que parece tornar-se no calcanhar de Aquiles para a equipa do Padroense, dois jogos em casa a serem televisionados, duas derrotas. Casa muito bem composta de espectadores, apesar da chuva que não deu tréguas, principalmente na primeira parte do desafio, recorde-se que a direcção do BRAVOS DE MATOSINHOS, abriu as portas ao público em geral. O jogo começa, como tantos outros, numa toada de equilibriu, até que a partir dos 10 minutos, a equipa anfitriã, começa a aparecer com mais acutilância no ataque e muito naturalmente, abre o marcador aos 16 minutos, através de Marcão, a finalizar à ponta de lança, no coração da área, na sequência de um pontapé de canto marcado ao primeiro poste com o desvio de André Simões para trás e Marcão a encostar de cabeça, balançando as redes de Ruca. A equipa do Padroense, por cima do jogo, controla o mesmo e o adversário que protagonizava tímidos contra-ataques, aos 31 minutos, Bruninho, remata forte com boa defesa do guarda-redes, Ruca. Resultado ao intervalo, 1-0 para a melhor equipa sobre um relvado, muito bem tratado.

MINUTO 75 FOI FATÍDÍCO PARA O PADROENSE

No regresso das cabines, o cariz do jogo não se alterou, o Padroense controla o jogo e de quando em vez aparece com algum perigo junto à baliza do Tourizense, que ia respondendo como podia. Os forasteiros fortemente motivados por estar a defrontar os líderes da competição, começam a acreditar, que era possível chegar ao golo na baliza do Padroense. Os primeiros 20 minutos foram de facto muito intensos, aos 51 minutos, amarelo a Nivaldo, lisonjeiro para a infracção do jogador, aos 52 minutos, Daniel, de fora da área remata forte e colocado, mas Ruca, responde com uma defesa com alguma dificuldade, minuto 53, a equipa do Tourizense, ameaça a baliza de Marco, na resposta, lance duvidoso na área do Tourizense, mão na bola do defesa Filipe Paiva, que o Árbitro assinala, mas de fora da área, do livre nada resulta, aos 61 minutos, Paulinho atrasa mal e coloca abola no avançado forasteiro e Marco por instinto, segura a vantagem até em tão. No minuto 75, fatídico para os Bravos de Matosinhos, o Tourisense, chega ao empate, num lance em que Marco, não fica bem na fotografia, e na reposta o golo da vantagem, quando nada o fazia prever, Gerbo aparece sem marcação ao segundo poste e factura sem hipótese para Marco, a equipa do Padroense, surpreendida com a reacção do adversário, demorou muito a responder, e só aos 82 minutos criou a melhor chance do desafio, Mário Costa isolado, pelo lado direito e já dentro da pequena área, permite a defesa a Ruca e na recarga, Daniel atira para fora com o guarda-redes já batido. Resultado final, 1-2, penalizador para o Padroense, que sabe que têm que contar com a motivação extra dos adversários, por ser líder da competição.

Próxima jornada a equipa do Padroense, vai até terras do Leitão, para defrontar o Anadia.

Fotos: Domingos Lobo

sexta-feira, 25 de março de 2011

GERMANO PINHO REELEITO PRESIDENTE DO PADROENSE

Local: Sala Multiusos "Alberto Ribeiro" - Sede Social do Padroense F.C.
Sexta-feira, 25 de Março de 2011

Assembleia Geral Ordinária

Assembleia de Relatório e Contas do Padroense com presença muito significativa de mais de cem associados. O relatório e contas foram aprovados por unanimidade!

Assembleia Geral Ordinária Eleitoral

Germano Pinho foi eleito por unanimidade para o seu sexto biénio como Presidente do Padroense F.C.

Confirma-se assim, depois de 10 anos à frente dos destinos do clube, mais 2 anos de presidência do clube do Padrão da Légua.

PADROENSE SEMPRE EM CRESCIMENTO

ACÇÃO DE RECOLHA DE SANGUE DO PADROENSE F.C./ IPS

Acção de Recolha de Sangue do Padroense F.C.

Aproveitando o facto de no próximo Sábado, dia 26 Março, se realizar apartida Padroense X Tourizense, a contar para o campeonato Nacional da 2.ª Divisão, zona Centro, em que todas as entradas serão gratuitas, demodo a celebrar a actual liderança do clube nesta competição, o que irá certamente levar muitos adeptos ao Estádio, o Padroense FutebolClube, através de uma acção promovida pela sua Academia de Futebol,irá efectuar, uma recolha de Sangue em parceria com o Instituto Português do Sangue. Este evento é aberto a toda a Comunidade que queira participar e irá decorrer das 9h00 ás 13h00. O Padroense pede para que todos contribuam para esta causa nobre, pois o sangue não se fabrica artificialmente e só o Ser Humano o pode doar!Hoje pelos outros, amanhã por si!
Como regras gerais para o possível dador de sangue o Instituto Português do Sangue indica que “pode dar sangue se tiver bom estado desaúde, hábitos de vida saudáveis, peso igual ou superior a 50kg e idade compreendida entre os 18 e os 65 anos. Para uma primeira dádiva, o limite de idade é aos 60 anos. ”O local de recolha será num Autocarro do Instituto Português do Sangue, especializado nestas acções, que estará situado junto ao Campo de treino do Complexo desportivo do Padroense F.C.

ANTEVISÃO DO LEÇA-VILA MEÃ. VITÓRIA PARA CELEBRAR OS 99 ANOS

LEÇA FC - VILA MEÃ
DOMINGO - 16 HORAS - ESTÁDIO DO LEÇA FC

ANTEVISÃO: O Leça FC inicia a 2ª fase no seu reduto frente a um adversário que se encontra a 3 pontos e uma vitória é sinónimo de maior tranquilidade. A equipa leceira nas últimas 4 temporadas não conseguiu vencer a equipa do concelho de Amarante (4 empates). Na primeira fase registaram-se dois empates entre estas duas equipas. O novo técnico leceiro, Armindo Machado, estreia-se com a ambição de garantir a permanência o mais rapidamente possível. Só um Leça FC ambicioso e com vontade de vencer poderá levar de vencida a jovem equipa do Vila Meã, sendo a vitória uma excelente prenda para o clube que comemora os 99 anos de vida!
ANÁLISE DO VILA MEÃ: Clube da freguesia Real, que juntamente com as freguesias de Ateide e Oliveira formam a vila de Vila Meã (integra cerca de 7000 habitantes) que pertence ao concelho de Amarante. Terra da escritora Agustina Bessa Luís que nasceu nesta localidade em 1922. O clube conta com 4 presenças na III Divisão e 2 presenças na II B. Esta temporada tem sido bastante atribulada, com mudanças de direcção (antigo presidente abandonou o clube, chegando a estar 15 dias incontactável), de equipa técnica e saídas de jogadores (ex. Hélder Calvino, Joca, etc). Na 1ª fase alcançou a 10ª posição, tendo somado 20 pontos. Parte para esta fase do campeonato na 4ª posição com 10 pontos. Já não vence desde o dia 30 de Janeiro de 2011 (vitória por 2-1 frente ao Oliveira do Douro).
http://lecafccamadasjovens.blogspot.com/

quinta-feira, 24 de março de 2011

JOGOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

Jogos para o fim de semana das equipas de Matosinhos

PADORENSE-TOURIZENSE
Sábado- a consolidação do 1º lugar

LEÇA FC- VILA MEÃ
Domingo- garantir a permanênçia

INFESTA-AC. FELGUEIRAS
Domingo-rumo à subida
S.RIO TINTO-CUSTÓIAS
Domingo- a melhor classificação

SCS HORA-PERAFITA
Domingo-derbi matosinhense
PEROSINHO-UD LAVRENSE
Domingo- para cumprir calendário
CANIDELO- LEÇA DO BALIO
Domingo- garantir a manutenção
TORRÃO- OS LUSITANOS
Domingo- a tranquilidade

quarta-feira, 23 de março de 2011

PEDRO PEREIRA E DANIEL CHETA, FALAM SOBRE O DERBI


MITCHFOOT, ouviu também atletas que vão participar, por parte do SCS Hora, no DERBI de Matosinhos, SCS Hora vs FC Perafita


PEDRO PEREIRA ( SCS HORA ) AVANÇADO
P.P. “ Relativamente ao próximo jogo, as perspectivas são as melhores. A equipa vem moralizada da excelente vitoria rente ao Serzedo, e vamos agora tentar manter a performance e ganhar já no próximo jogo de novo! A equipa vai decerto encarar o jogo como sempre o faz, mas sendo um derbi, conseguir a vitória tem sempre um gosto especial. Não por ser ajuste de contas, mas porque é importante ganhar os três pontos em cada jogo. Acima de tudo espero que seja um espectáculo agradável para todos que se desloquem ao Senhora da Hora para o assistir, que e para isso que o futebol serve. "


DANIEL CHETA ( SCS HORA ) AVANÇADO
D.C. “No próximo jogo só espero que não seja como na primeira volta, com demasiados casos para um jogo de futebol. Mas sinceramente, espero que seja um bom jogo e disputado ate ao final, o Senhora da Hora esteve muito bem frente ao Serzedo e espero que consiga ter um boa exibição também contra o Perafita mas não acredito em ajustes de contas apenas que ambas as equipas vão querer ganhar “

OS LUSITANOS, AS OBRAS DE COLOCAÇÃO DE RELVADO SINTÉTICO, ESTÃO QUASE CONCLUIDAS

As obras do Campo dos Lusitanos ( Domingos Soares Lopes )

Os Lusitanos F.C. Santa Cruz do Bispo, estão prestes a estrear a nova casa, concluídas que estão o grosso das obras de modificação e colocação de piso sintético ( já só falta mesmo, colocar o tapete verde), pois o sistema de drenagem já está concluído assim como a colocação do alcatrão. Os balneários, pré fabricados, falta só as ligações para água canalizada e esgotos, as bancadas de topo Sul e central, estão em fase de conclusão.

Américo Gonçalves, presidente da colectividade, já sorri, e aponta o Feriado de 25 de Abril próximo, para que se inaugure as novas instalações.

As fotos do adamento das obras:

Gentilmente cedidas por Jorge Cordeiro, colaborador deste blogue.

DIA 25 DE MARÇO 2011 ELEIÇÕES NO PADROENSE F.C.

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA ELEITORAL

Na próxima sexta-feira, dia 25 de Março, pelas 21h30, realizar-se-á na
Sede Social do Padroense F.C., na Sala Multiusos “Alberto Ribeiro”, do
Estádio do Padroense F.C., uma Assembleia Geral Ordinária que terá
como Ordem de Trabalhos, a Discussão e votação do Relatório e Contas
da Direcção do Clube, e o Parecer do Conselho Fiscal e Disciplinar do ano 2010.A esta Assembleia seguir-se-á uma nova Assembleia Geral Ordinária Eleitoral, pelas 22h30, do mesmo dia, onde os Sócios do Padroense F.C.irão eleger os Membros dos Órgãos Sociais do Clube para o Biénio 2011/2013. Recorde-se que nestas eleições, o actual Presidente da Direcção,Germano Pinho, volta a recandidatar-se à liderança do Clube, após um movimento de associados que reuniu cerca de mil assinaturas solicitando a sua recandidatura. Estas eleições surgem numa altura em que o Padroense F.C. continua em franco crescimento tendo inclusive alcançado, no passado domingo, aliderança do Campeonato Nacional da 2ª Divisão – Zona Centro.

Padrão da Légua, 23 de Março de 2011

RUI CARNEIRO E TRAJANO PERSPECTIVAM O DERBI SCS HORAvsPERAFITA



Carneiro e Trajano, outrora foram companheiros de equipa, são amigos, mas Domingo vão ser adversários e quando entrarem em campo, ambos vão dar tudo na defesa dos seus clubes. Mitchfoot, foi ao encontro dos dois atletas, que perspectivaram o DERBI DE MATOSINHOS

RUI CARNEIRO (S.C. Senhora da Hora) defesa/médio e capitão da equipa.
R. Carneiro "Penso que será mais um jogo do nosso campeonato entre 2 equipas vizinhas.
A nossa equipa, como em todos os jogos, irá entrar em campo com o intuito de ganhar os 3 pontos, sabemos que o Perafita é uma boa equipa e bastante experiente, mas no sentido de dar seguimento ao resultado positivo desta semana, tentaremos deixar os 3 pontos na Sra. da Hora. Espero, contudo que seja um bom espectáculo com muito público. Não nos passa pela cabeça qualquer ajuste de contas, tentaremos, é fazer um grande jogo, e dar um grande espectáculo a todos os adeptos presentes. Aproveito para pedir aos nossos adeptos para comparecerem em bom numero pois o seu apoio é fundamental."


TRAJANO ( F.C .Perafita) e ex Senhora da Hora, defesa central de grandes recursos técnicos e físicos.
Trajano "Será um desafio interessante e vai valer bem a pena, ver este jogo. Apesar da rivalidade existente, acho que vai ser um jogo escaldante. Primeiro, pela forma que acabou o jogo da 1ª volta, que vencemos por 3-0, segundo, porque o treinador do Senhora da Hora (Joca) foi o treinador do Perafita a época passada, terceiro, porque na jornada anterior, ambas as equipas ganharam os seus jogos, com particular destaque, a vitória do Senhora da Hora frente ao Serzedo, que nos aproxima mais do objetivo. Não penso que se trate de um ajuste de contas, acredito mais no orgulho ferido do treinador JOCA e do resultado da primeira volta, vai querer mostrar que tem valor e a equipa também...será certamente um derbi espectacular...."


terça-feira, 22 de março de 2011

ANTEVISÃO DO DERBI SCS HORA vs FC PERAFITA


30 jornada da 1º divisão da A F Porto

A equipa do Senhora da Hora, vai receber no próximo Domingo, um adversário que lhe é tradicionalmente difícil, o F.C.Perafita, vizinho e parceiro de longa data em confrontos futebolísticos.


A equipa senhorense, é 7º classificado com 45 pontos ( menos onze que o seu opositor), com 45 golos marcados e 30 golos sofridos, a equipa do Senhora da Hora, vem de uma excelente e convincente vitória, em casa, frente ao 2º classificado, Serzedo, por 2-0. A equipa encontra-se bem e está fortemente motivada para levar de vencido este forte opositor. A equipa senhorense, que é orientada pelo técnico, Joca, que tem a particularidade de na época passada ter orientado a equipa do Perafita, por isso conhece muito bem a equipa que vai defrontar, visto que o Perafita é composto por uma maioria de jogadores , que por si foi orientada.


A equipa do Perafita é 3º classificado com 56 pontos, 49 golos marcados e 25 golos sofridos, a equipa perafitense, tem como objetivo evidente a subida de divisão, vem de uma vitória em casa, frente ao FC Foz por 2-1. A equipa está muito motivada em trazer da Senhora da Hora os três pontos em disputa, pois depois de na semana anterior ter deixado fugir o Serzedo na classificação, esta jornada beneficiou da derrota do 2º em casa do seu próximo adversário, encontrando-se a apenas um ponto de distância. A equipa está forte e personalizada e consciente das dificuldades, que por certo vai encontra em casa dos senhorenses.

Histórico dos confrontos entre Senhora da Hora vs Perafita
21/11/2010, J13 Perafita 3-0 Senhora da Hora Porto 1ªD S1 10/11
17/01/2010, J20 Senhora da Hora 0-3 Perafita Porto 1ªD S1 09/10
20/09/2009, J3 Perafita 2-0 Senhora da Hora Porto 1ªD S1 09/10
11/05/2008, J33 Senhora da Hora 2-2 Perafita Porto 1ªH 07/08
06/01/2008, J16 Perafita 1-0 Senhora da Hora Porto 1ªH 07/08
Saldo é francamente negativo para os senhorenses, nos confrontos com o Perafita.
5 Jogos, 0V 1E 4D (Golos: 2-11)
3 Derrotas Consecutivas
5 Jogos sem Ganhar
Última Derrota: 2010-11-21 vs Perafita 3-0
5 Jogos consecutivos a sofrer golos
3 jogos consecutivos sem marcar (desde 2008-05-11 vs Perafita 2-2)

PADROENSE vs TOURIZENSE COM PORTAS ABERTAS AO PUBLICO


A DIRECÇÃO DO PADROENSE ABRE AS PORTAS DO SEU ESTÁDIO NA PARTIDA DO PRÓXIMO SÁBADO COM O TOURIZENSE

Seguindo a sua máxima, “Sempre em Crescimento”, o Padroense F.C.voltou a fazer história no passado domingo, ao atingir, no passado Domingo em Tondela, a liderança do Campeonato Nacional da II Divisão –Zona Centro. O próximo passo nesta caminhada para manter o primeiro lugar nesta competição será, já no próximo sábado, dia 26 de Março, pelas 15Horas, a partida que irá opor o Padroense F.C. ao G.D. Tourizense. Para apoiar a equipa em mais este embate, a Direcção do PadroenseF.C., liderada por Germano Pinho, decidiu abrir as portas do seu Estádio a todos os seus Sócios, Simpatizantes e à comunidade em geral. Assim, o Padroense F.C. convida todos a estarem presentes, para encherem o Estádio do Padroense F.C., e apoiarem o Padroense. Recordamos, igualmente, que este jogo será transmitido em directo pelo Porto Canal, tal como aconteceu na última jornada que o Padroense disputou no seu Estádio. Assim, quem não puder deslocar-se ao Estádio do Padroense poderá assistir à transmissão em directo no canal 11 da grelha da Zon Tv Cabo e na MEO. Poderão também assistir à transmissão do Porto Canal Online, em directo no sitio da internet da Porto Canal.

LUSITANOS VOLTA ÀS VITÓRIAS


VITÓRIA CATEGÓRICA!

Local : Campo do Gatões , Guifões - Matosinhos
Árbitro: Sílvia Silva

ÁBITO DE VENCER EM “CASA”

A equipa do Lusitanos, regressou às vitórias no jogo com o Pasteleira, conseguindo efectuar um bom jogo, grande atitude e vontade de vencer, diante de adversário que tinha os mesmos pontos, sendo mais um a ficar para trás, numa tentativa da equipa do Lusitanos, de subir mais alguns lugares e assim ficar numa posição mais adequada ao real valor da equipa. O jogo começou com uma toada ofensiva do Lusitanos, que logo de início tomou conta do jogo e praticou um futebol que levaria à obtenção de 2 golos durante a primeira parte, o 1º por Paulo no minuto 21 e o 2º por Ricardo Lopes no minuto 37, dando assim expressão ao que realmente estava a acontecer no jogo.

Pena é que no início da 2ª parte a equipa tenha entrado com muita apatia e tenha demorado a entender as alterações efectuadas pela equipa do Pasteleira, situação que poderia ter deitado tudo a perder, já que o Pasteleira em apenas 15 minutos poderia ter invertido o rumo do resultado, já que marcou o 1º golo no minuto 48, de seguida o 2º no minuto 57, dispondo logo de seguida de uma grande penalidade, num período em que a equipa do Lusitanos estava completamente atordoada com aquilo que lhe estava a acontecer. Momento chave da partida a grande penalidade superiormente defendida pelo guardião Marco, que valeu não só pela defesa, mas principalmente para acordar a equipa e galvanizá-la para o resto da segunda parte, voltando o Lusitanos a tomar conta do jogo, tendo obtido mais dois golos na sequência de excelentes jogadas, no minuto 65 por Paulo e no minuto 70 por Costinha. Final da partida com uma vitória amplamente merecida do Lusitanos, que dominou completamente durante cerca de 75 minutos, mas que em 15 minutos poderia ter deitado tudo a perder, perante um trio de arbitragem feminino, que efectuou um jogo plenamente conseguido, passando muitas vezes despercebido, o que demonstra qualidade.

Lusitanos: Marco, Cordeiro, Carlos Manuel, Guerra, Xuxa (Rui 60), Meneses, Carlos Miguel, Ricardo Silva, Ricardo Lopes (Costinha 46), Fábio e Paulo (João) 85). Treinador Marco Aleixo

Pasteleira: Rocha, Ferreira, André (João ), Pinheiro, Gustavo, Paiva ( Malheiro), Cruz, Oliveira ( Diogo), serra, Bento e Ricardo. Treinador: José Monteiro

Ao intervalo. 1-0 Golos, Paulo (21 e 60), Ricardo Lopes (37), Malheiro (48) Serra (57) e Costinha (70)

Próxima jornada, os Lusitanos visitam o Torrão.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC