RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 21 de março de 2016

ÁGUAS SANTAS VENCE SCSHORA E FESTEJA NO FIM


Complexo Desportivo de Águas Santas – Maia 
Árbitro Rui Martins (substituiu Sílvia Pereira conforme estava indicado na AFP) 
GD ÁGUAS SANTAS 3 SCS HORA 1 
Ao intervalo, 1-0, golos, Tiaguinho (17) Rocha (48) Ricardinho (69 e 78) 

ÁGUAS SANTAS: Rui, Teixeira (Shev 67), Cafú, Lindolfo, Júlio, China, Ruizão (Manu 87), Ricardinho (Russo 87) Tozé (Rui Costa 87), Márcio e Tiaguinho (Pedro 67). Treinador Hugo Pancho. 

SCS HORA: Correia, Carlos, Rocha, Portilho, Patrick, Isaias, André (Borges 80) Branco (Paulo 68), Edmilson (Joca 68) Cesário e Pedro Carvalho (Pinto 90) Treinador João Rosas. 

 A jogar no seu reduto, e com a perspectiva de assegurar a passagem à fase final e consequentemente a subida de divisão, o Águas Santas não vacilou frente a um Senhora da Hora, que se revelou macio para levar de vencido este encontro. 
 No pelado de Águas Santas, a turma da casa fez da eficácia a sua arma para levar de vencida uma equipa que pratica bom futebol…mas os comandados por Hugo Pancho, não estavam ali para ver jogar e com mais pulmão, encurtando espaços, não deixando que o adversário impusesse o seu futebol, abriram o activo à passagem do minuto 17. O Senhora da Hora não conseguiu responder e o intervalo chegou com a vantagem mínima dos da casa 

Logo a abrir o segundo tempo, o central Rocha empata a partida, fazendo acreditar os senhorenses que era possível levar os três pontos de casa dos maiatos…mas a turma da casa consciente da importância do encontro, fazendo deste o jogo das suas vidas, voltam à carga e ao minuto 69 Ricardinho dá de novo vantagem aos anfitriões, dez minutos depois, o mesmo jogador (a bisar) e dando uma machadada nas pretensões senhorenses…vencendo a partida seguindo-se depois os festejos.

TIAGO CARVALHO COM UM BIS EMBALA LABRENSE

24ª JORNADA DA DIVISÃO DE HONRA AF PORTO 
Estádio Municipal de Alpendorada – Marco de Canaveses 
Árbitro: Luís Costa. 

ALPENDORADA 2 LAVRENSE 3
Ao intervalo 1-1, golos, André (25) Postiga (38) Tiago Carvalho (50 e 55) Marcos (80)

ALPENDORADA: João Pedro, André, Emanuel, Tiago e Pedro Bento; Ricardo Ferreira, Luís Carlos (Vítor Barbosa 65), Azevedo, Penela, Nuno Castro (Edu 75) e Paulo (Marcos 65). Treinador Pedro Vilaça. 

LAVRENSE: Bruno Monteiro, Dany, Fradinho, Palheira, Abílio, Nuno, Zé Campos e Wendel, Postiga (Evandro 85), Kaká (Cristiano 85) e Tiago Carvalho (Lopes 85). Treinador Leandro Cunha.

 
Um duelo entre equipas com aspirações à subida à Divisão d´Elite, Lavrense levou a melhor. 
O Alpendorada a jogar no seu habitat natural (onde ainda não tinha perdido esta época), adiantou-se no marcador por André à passagem do minuto 25. Mas Postiga através da marcação de um livre sobre o lado esquerdo, repôs a igualdade ainda antes do intervalo. 

 Na etapa complementar surgiu Tiago Carvalho, que em dia de acerto bisou na partida, primeiro ao minuto 50 a concluir de uma forma fantástica um bonita jogada de envolvimento ofensivo dos Lavrense, fazendo um golaço (remate de fora da área e abola a entra no angulo superior esquerdo da baliza de João Pedro) o segundo a desviar de cabeça um livre apontado sobre o lado direito. Marco ainda deu esperança aos marcoenses, à passagem do minuto 80. 
Leandro Cunha recua as linha e cerra fileiras para não ser surpreendido. O resultado não sofrera alteração até ao apito final do árbitro do encontro que teve uma actuação à altura do que era exigido.

LEÇA E PEDROUÇOS NÃO CHEGA AO FIM…

 
28ª Jornada da Divisão D´Elite A F Porto 
Estádio do Leça, em Leça da Palmeira 
Árbitro João Cardoso. 
Cartão Vermelho a Jair (74), Ramalho (74) Bessa (74) 
LEÇA 1 PEDROUÇOS 0 * 
Interrompido aos 74* 

LEÇA: Diogo, Micael, Noura, Freitas, Alex, Marcos (jota 55) Hugo, Jair, Paulo Lopes, Pedras e Ruben Pedrosa. Treinador Nuno Costa. 

PEDROUÇOS: Teixeira, Folha, Bessa, Zé Augusto, Barros, Brian, Bruno, Carminé, Dani (Ramalho 70), Tiago Pulga e Ruben (Postiga 46). Treinador Joca

   

Num jogo bem disputado, apesar de alguma dureza imposta na disputa de alguns lances da partida, nada fazia prever o desfecho forçado ao minuto 74` Um jogo entre duas equipas aguerridas, bem colocadas na tabela que teve um condimento extra, ou seja: Em ambos os lados jogadores da terra e amigos fora dos relvados. O Leça, apresentou-se com um futebol mais objectivo, assumindo as despesas do jogo, respondendo os maiatos com mais músculo e mais pressão sobre o portador da bola. Os leceiros tiveram perto do golo já na primeira parte, quando Jair permite a defesa a Teixeira na cobrança de uma grande penalidade Apesar de alguma “dureza” imposta em alguns lances da partida, só aos 60 minutos surge o primeiro cartão amarelo, facto que se revelou insuficiente para o juiz do encontro mostrar a sua natural autoridade 

 

Ao minuto 73 Hugo faz o golo para os da casa e o caldo entornou durante os festejos, confusão entre jogadores do Leça e Pedrouços, os elementos das duas equipas travaram-se de razões o que levou o árbitro a expulsar, Bessa e Ramalho por parte dos visitantes e Jair do clube visitado. Com os ânimos exaltados, João Cardoso aponta os balneários e dá por terminado o encontro. Comunicando aos delegados que não estavam reunidas as condições de segurança para prosseguir o jogo.

fotos (DR)

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC