RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 12 de fevereiro de 2012

LEÇA VOLTA A SONHAR! CLÁUDIO EVITA O QUE O ÁRBITRO CONSTRUIU.



III Divisão Série B 2011/2012 Jornada 18
Estádio do Leça FC
Árbitro Hugo Silva

LEÇA 1 SERZEDELO 0

LEÇA FC: Cláudio, Zé d'Angola, Tiago Madalena, Zé Soares, Dani, Rui Ramos, Hélder Pereira, Moura, Tiago Paiva, Tiago André e Magno.
Treinador Armindo Machado, jogaram ainda; Cerejo, Ricardinho e Pedro Gomes
Golo de MAGNO 85`de grande penalidade


A equipa leceira, volta às vitórias em 2012, com este resultado volta também a sonhar com a fase de subida.
Muito difícil de obter este triunfo leceiro. A equipa do Leça, sabia antes do inicio do encontro, que só a vitória lhe interessava, para continuar a sonhar com o objectivo traçado no inicio de época, mas encontro pela frente um adversário bem organizado, que de quando em vez, punha em sentido o último reduto leceiro, o jogo foi muito equilibrado, com ligeiro ascendente da equipa da casa e aos 15´minutos, Magno enviava uma bola ao poste. As equipas iam para as cabines empatadas a zero, pois as defesas conseguiram superiorizar-se aos ataques das duas equipas.

No regresso das cabines, pertenceu a iniciativa atacante aos leceiros, apostando mais os forasteiros em lances de contra-ataque. As oportunidades iam surgindo para ambos os lados, mas ambos os guarda-redes conseguiam evitar que o resultado se alterasse. Armindo Machado ciente de que só a vitória interessava, aposta em Cerejo e Ricardinho para os 20`minutos finais. Pertenceu mesmo a Cerejo o lance que resultaria no único golo da partida, o avançado leceiro é derrubado dentro da área por um defensor do Serzedelo, Magno chamado a converter não vacilou e marca para a equipa da casa ao minuto 85`. Os últimos minutos de jogo foram disputados sob uma arbitragem deplorável, vergonhosa, sempre em prejuízo dos da casa, que enfureceu e muito os adeptos do Leça. Ao minuto 90+3`o canto do cisne, o Sr. Árbitro, marca uma grande penalidade inexistente contra os leceiros (falta sim! Mas a favor da equipa do Leça, que o árbitro transformou ao contrário, expulsando o defensor leceiro) Cláudio de baixo dos postes esteve irrepreensível defendendo a grande penalidade, escreveu-se direito por linha tortas e os três pontos ficaram em Leça da Palmeira

BIS DE DAVID NUMA VITÓRIA ARRANCADA A FERROS!



AF Porto Divisão Honra 2011/12 Jornada 21
Estádio Custóias Futebol Clube
Árbitro Paulo Sérgio Pinto
Custóias FC 3-2 Oliv. Douro
Ao intervalo, 1-2, marcadores, Caramalho (3`), Artur (10`) Rómulo (45`) e David (64` e (87`)

CUSTÓIAS: Meneses, Pessoa, Luizão, Nuno Ribeiro, Magalhães; Eduardo, Renato e Mário Rui (Paulinho); Gandarela (Tiago Carvalho), Caramalho (Nuno Santos) e David. Treinador Paulo Silva.

OLIVEIRA DO DOURO: Pedrosa, Pedrinho, Rómulo, Pereira, Serpa; Isidro, Guil (Ivanildo), Ruben, Dani (Coutinho), Artur (Paulo)e Miguel.

Jogo intenso, muito bem disputado, com um vencedor justo.


A equipa do Custóias, entrou para este jogo, como se diz na gíria, coma corda toda. Aos 3 minutos a equipa custóiense, chega ao golo, através de Caramalho (6 golo desde que assumiu a titularidade), finalizando bem um corte deficiente de um defensor gaiense, na sequência de um cruzamento de David pelo lado esquerdo do ataque custóiense. 5` Minutos volvidos, é a vez de Gandarela cabecear ao poste esquerdo da baliza de Pedrosa. O jogo assenta e aos dez minutos a equipa visitante, empata a partida com um golo de Artur. Golo que intranquilizou a equipa da casa, passando a jogar algo nervosa e com as coisas a não sair bem, mesmo assim, pertenceu aos custóiense a melhor oportunidade de marcar, quando Gandarela, em velocidade, e já dentro da pequena área, apesar de pressionado, atira e proporciona uma excelente parada a Pedrosa, que quase milagrosamente desvia com a ponta dos dedos para fora, do canto nada resultou. E foi já em cima do minuto 45`, na sequência de um canto que a equipa do Oliveira do Douro chega a reviravolta no resultado, por Rómulo.

Na segunda parte o Custóias aparece com uma alteração, Gandarela infeliz na finalização, dá o seu lugar a Tiago Carvalho, e o ex infestista não destoou e veio dar mais acutilância atacante à equipa da casa. Mário Rui ainda experimenta um remate de fora da área, iam decorridos 54`minutos. Sempre em busca do golo que lhe permitisse voltar ao jogo, a equipa da casa, veio a consegui-lo muito perto do minuto 64`, num lance muito duvidoso, David cabeceia e o guarda-redes defende para lá da linha de baliza? No estádio não se consegue avaliar com certeza, mas o juiz de linha do lado do Estabelecimento Prisional de Custóias, de pronto deu indicações de que a bola entrou! Estava feito o golo da igualdade, tónico excelente para os homens da casa, e ao minuto 77`David, mais uma vez quase faz golo de Bandeira. Respondem os forasteiros e Ivanildo, recentemente entrado na partida, ganha em velocidade a Luizão e já sem ângulo atira mas Meneses nega autenticamente o golo. A minutos do fim da partida, e quando já todos esperavam pela divisão de pontos, eis que mágico David tira um coelho da cartola, e com um golpe fantástico (chapéu) tira o guarda-redes do lance e atira para a baliza deserta dando os três pontos (preciosos) ao conjunto matosinhense

EM JOGO EQUILIBRADO A VITÓRIA SORRIU AO VILA MEÃ (Fair-play trama infestistas)


À semelhança do encontro da primeira volta, o equilíbrio foi dominante em todo o encontro.

O Infesta perdeu esta tarde em Vila Meã por 2-1 e adiou por mais uma semana a decisão definitiva de garantir a manutenção. A equipa de José Manuel Ribeiro entrou bem no encontro e apesar do equilíbrio, foi a melhor equipa até aos primeiros 25 minutos do encontro. Depois o Vila Meã, equilibrou a contenda e teve uma melhor fase do jogo à passagem da meia hora, altura em que chegou à vantagem após um canto em que a bola ressalta em vários jogadores e acaba por chegar a João Pedro Pinheiro que só teve de encostar, inaugurando o marcador. Na segunda parte, o Infesta tentou dar a volta ao marcador e aos 53 minutos, Paulinho, inesperadamente, remata desde o meio campo e faz um grande golo, o golo do empate, aproveitando o adiantamento do guarda-redes Nélson. Oito minutos depois, o Vila Meã, coloca-se novamente em vantagem. Num lance em que os jogadores do Infesta se desinteressaram pois estava um atleta do Vila Meã caído no relvado, Mesquita consegue segurar dentro das quatro linhas, corre em direcção da baliza de Miguel e faz o golo da vitória. Falta de fair-play do jogador da equipa da casa. Até ao final, o Infesta esteve mais perto do empate que o Vila Meã de aumentar a vantagem. A cerca de cinco minutos do final, o árbitro resolve ser a figura do jogo ao expulsar primeiro o treinador do Infesta José Manuel Ribeiro, e de seguida o director José Lito e o treinador Paulo César do Vila Meã. Aquando da expulsão de Calvino do Vila Meã, o arbitro João Pedro Martins da AF Coimbra, expulsa mais um elemento do banco da equipa da casa, Eduardo Marques. Com a derrota, o Infesta volta a cair para a 3ª posição pois a equipa do Sousense venceu o Grijó por 2-0. O Infesta adia assim por mais uma semana a manutenção na 3ª Divisão, quando receber o Leça FC no Parque de Jogos Manuel Ramos.

site FC INFESTA

APOS DERROTA EM CASA, LITOS PONDERA EM SAIR


No final de mais um jogo da Liga Orangina, Litos dirigiu-se à sala de imprensa do Estádio onde abordou o encontro: O técnico do Leixões começou por referir que a “minha equipa joga muito” e que “se chegarmos à conclusão de que estes resultados são culpa do treinador estarei sempre disponível para ir embora quando as pessoas acharem”. Litos prossegue questionando o facto de não saber se é visto com bom treinador ou não “mas uma equipa que tem 90 minutos de situações como as que criou hoje, de facto todos sabemos aquilo que tem sido o nosso dia a dia, com aquilo que foi a limitação em formar um plantel, aquilo que eu alertei de alguns problemas que nos poderiam desestabilizar a concentração”. Apesar da derrota diante do FC Arouca, Litos mostra-se “satisfeito por ter uma equipa que cria situações de golo” apesar de estar “ansiosa porque queria ter melhores resultados que aqueles que está a ter nesta altura”.
“Agora vou pensar e conversar com os meus adjuntos para ver o que será melhor. Se achar que o melhor para o clube é a minha saída naturalmente que irei fazê-lo apesar de já ter tido outras alturas em que poderia ter tomado essa decisão mas não o fiz em prol do meu clube, dos meus adeptos, da minha claque, da minha direcção, dos meus jogadores mas é uma verdade que os resultados não estão a ser aqueles que desejávamos. Se tiver que tomar essa decisão vou tomá-la”.

BLOG LEIXÕES

RESULTADOS DE 12 DE FEVEREIRO

Equipas de Matosinhos

LEIXÕES 0 AROUCA 2

PADROENSE 0 TONDELA 5

VILA MEÃ 2 INFESTA 1

LEÇA FC 1 SERZEDELO 0

CUSTÓIAS 3 OLIV. DOURO 2

CASTELO DA MAIA 2 PERAFITA 2

LAVRENSE 4 MAIA LIDADOR 1

SCS HORA 1 DL BALIO 2

GONDIM MAIA 0 OS LUSITANOS 0

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC