RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

LUSITANOS EMPATA NO GONDIM, COM EXCELENTE ATITUDE DOS SEUS JOGADORES


Grande jogo, grande atitude, grande equipa, que mais uma vez se viu obrigada a lutar contra as adversidades do jogo, já que logo aos 25 minutos do 1º tempo, se viu reduzida a 10 elementos e a perder por 2-0.
Num jogo disputado em grande velocidade, foi o Gondim que chegou ao 1º golo, através da marcação de um livre à entrada da área, tendo conseguido o 2º golo através da marcação de uma grande penalidade no minuto 26, lance que originou muitos protestos da equipa do Lusitanos, já que até se pode dar como benefício da dúvida na marcação da grande penalidade, dado se tratar de lance típico do avançado isolado, travado ou não em falta pelo G.R.
É um lance sempre difícil de ajuizar, já o mesmo não se pode dizer da forma como o mesmo começa, já que há um claro fora de jogo de 2 jogadores do Gondim, que se limitaram a seguir para a baliza e aí aconteceu o lance da penalidade e consequente vermelho para o G.R. Tiago do Lusitanos.
Perante um cenário destes, era de prever um resto de jogo (65m) muito difícil para a equipa do Lusitanos, mas toda a equipa mostrou ter atitude, empenho e qualidade, algum sentimento de raiva, por tudo o que tem acontecido e partiu para uma exibição excelente de toda a equipa, coroada com a obtenção do 1º golo ao minuto 31, por Ricardo Silva, excelente jogada individual, coroada com um grande golo.
Após o descanso dos guerreiros e ainda mais motivados pelo golo conseguido e com a vontade e querer de conseguir mais, assistimos a uma segunda parte completamente dominada pelo Lusitanos, com a equipa a demonstrar um enorme poder de sacrifício e entreajuda entre os vários sectores, conseguindo assim realizar uma excelente exibição, conseguindo que fosse o Gondim a realizar algum anti-jogo e perda de tempo, dado que não conseguia aguentar o ritmo e o futebol apresentado e imposto pelo Lusitanos, foi com naturalidade e merecimento que apareceu o 2º golo da autoria de Ricardo Lopes, mais um grande golo, obtido no minuto 82.
Resultado final de 2-2, mais do que merecido para a uma equipa que tem lutado contra várias adversidades, mas que demonstrou uma enorme atitude, um enorme querer, uma grande qualidade e que merece com certeza outro lugar mais cimeiro na tabela classificativa.

Lusitanos: Tiago, Cordeiro (Kiko 85m), Guerra, Carlos Manuel, Rui, Meneses, Carlos Miguel, Ricardo Silva, Ricardo Lopes, João (Ricardo Sousa 25m) e Paulo (Costinha 65m)).

VITÓRIA DO CRER, DETERMINAÇÃO E VONTADE DE VENCER.

Custóias F.C. 1 AC Felgueiras 0
Local: Complexo Desportivo de Custóias, em Matosinhos
Árbitro do encontro: Hélder Lamas.
O jogo valeu principalmente pela 2ª parte do Custóias.

A primeira parte decorreu com domínio total da equipa do Cutóias, com jogadas bem delineadas, mas algo intermitente, alguns passes errados que poderiam ser prejudiciais. 0-0 era o resultado ao intervalo, que castiga a inoperância atacante da equipa do Custóias, que se revelou muito perdulária.
Na segunda parte, e com a entrada de Márcio e Félix, em simultâneo, para os lugares dos ; Magalhães e Cerejo aos 54 minutos, os custóienses tornaram-se mais perigosos, podendo ter marcado em várias ocasiões, depois e reduzido a 10 elementos aos 58 minutos, com expulsão de Tino, e a lesão de Ramalho logo de seguida, que leva o técnico, Manuel Pinheiro, à 3ª substituição, forçada, entra Bruno Pacheco aos 66 minutos, a equipa de Matosinhos, recuou as suas linhas e jogou em contra ataque, convidando à subida no terreno do AC Felgueiras, a partir deste momento a equipa da casa começou a criar mais perigo, até que ao 83 minutos, Félix, dentro da área recebe a bola tira o adversário da frente, e remata certeiro para o fundo das redes.
Vitória merecida e muito justa da equipa de Matosinhos, que impulsionada pelas entradas de: Márcio, Félix e Bruno Pacheco, foi dona e senhora do jogo.
Arbitragem com dualidade de critérios em prejuízo da equipa da casa. Vitória do crer, determinação e vontade de vencer.

CUSTÓIAS: Meneses, Jorginho, Pedro, Bruno Cruz e Carlos; Tino, Pacheco e Ramalho ( Bruno Pacheco 66); Penantes, Magalhães ( Márcio 54) e Cerejo ( Félix 54 ).
Treinador: Manuel Pinheiro.

AC FELGUEIRAS: Cura, Tanta, Jorge, Milton e Bragança ( Tiago 62); Élio ( Bruno 74), Luís e Bakero; Diogo, Totta ( Brasil 20) e Hadji.

Treinador. António Lima Pereira.
Ao intervalo: 0-0. Golo, Félix (83)

Cartão Vermelho: Tino(58)

LAVRENSE PERDE PELA 2ª VEZ. ASSIM...! SUBIR FICA MAIS LONGE

Local: Estádio Municipal da Maia
Árbitro do encontro: Paulo Pinto.
A equipa Lavrense, tinha uma deslocação, que se previa muito complicada, o que de facto se veio a confirmar. Um golo de Moutinho aos 33 minutos, foi o golpe fatal nas aspirações Lavrenses, que consequentemente perderam três pontos nesta perseguição aos lugares de acesso à subida de divisão.
Sempre à procura do golo, que lhe permitia mudar o rumo aos acontecimentos, a equipa de Matosinhos, nem sempre o fez com discernimento, adiantou-se no terreno, e com uma recuperação de bola muito intermitente, permitiu que a equipa da casa se acerca-se com algum perigo junto da baliza à guarda de Beleza, com transições rápidas e rectilíneas na direcção da baliza. Os matosinhenses, com mais posse de bola, não foram capazes de violar as redes maiatas. Em suma; Uma vitória da equipa da Maia que geriu o jogo com grande pragmatismo.

MAIA LIDADOR: Ruben, Pedro leite, Grilo, Marmelo e Moutinho (Zé Pedro 51); Didi, Charles e Vitinha (Paulo Jorge 51); Pauleta, Guedes e Nuno Maia.
Treinador: Eduardo Luís.

LAVRENSE: Beleza, Filipe Sousa, Laranjeira (Eduardo 80) Paulo Alberto e Nuno Ribeiro; Artur Alexandre (Cassamá 59), Postiga e Tiago, Pisco, Nuno Santos (Machado 64) e Hugo Almeida.
Treinador: Sabino Mendes.

Ao intervalo: 1-0. Golo, Moutinho (33)
Cartão Vermelho: Didi (44), Paulo Alberto (88)

A VITÓRIA DA CONFIRMAÇÃO, E A CERTEZA DO CAMINHO CERTO.


Uma vitoria extraordinária do Infesta no terreno do Nun'Álvares por 0-2 aproveitando o deslize do Pedras Rubras que empatou em casa com o Lixa a dois golos, aumentando assim a vantagem para 10 pontos de diferença.
Primeira parte dominada pelo Infesta pois a equipa do Nun'Álvares jogou praticamente em contra-ataque, até ao golo do goleador Pedro Nuno que deu vantagem ao Infesta ainda antes do intervalo. Na segunda parte o Nun'Álvares entrou com outra atitude mas aí prevaleceu a maior experiência e eficácia do Infesta que perto do final aumentou a vantagem por Braga.
http://fc-infesta.blogspot.com/

domingo, 30 de janeiro de 2011

0-0 É RESULTADO JUSTO EM LEÇA DA PALMEIRA.


Campeonato da III divisão SERIE B, 16ª jornada
Local: Leça da Palmeira-Matosinhos, Estádio do Leça F.C.
Árbitro do encontro: Marco Cruz, A.F. Porto.
A equipa do Leça (8º), que vinha de uma serie de três empates consecutivos, queria oferecer aos seus fiéis adeptos a vitória, frente ao Amarante (3º), neste difícil confronto.
Começa melhor a equipa leçeira, que dominou o jogo durante os primeiros 10 minutos, sempre virado para o ataque, e pertenceu mesmo a Sérgio Silva a oportunidade de abrir o marcador, logo aos 8 minutos, quando isolado, falhou. Aos 15 minutos, Rui Ramos, conduz um ataque muito perigoso para as redes amarantinas. O jogo entrava numa toada de parada e resposta, o Leça em ataque organizado, e com mais posse de bola, ia dominando o jogo, com a equipa do Amarante, a jogar em contra-ataque, que de quando em vez, ia espreitando com perigo a baliza à guarda de Festas, aos 36 minutos, Sérgio Silva, remata com perigo, já dentro da área, aos 43 minutos, e na cobrança de um livre directo, José Augusto, remata com muito perigo, abola tirou tinta ao poste da baliza de Cláudio. Fim da primeira parte com o resultado de 0-0, algo lisonjeiro para ao visitantes.

Segunda parte, o jogo mudou de cariz e consequentemente de dono, a equipa de Amarante, passou de dominada a dominadora e criou algumas oportunidades de fazer funcionar o marcador, depois de algumas jogadas de contra-ataque, que ponha em sentido as hostes leceiras, aos 75 minutos, Festas nega o golo aos visitantes, ao efectuar uma magnifica defesa, respondendo bem a um livre directo da equipa do Amarante, aos 77 minutos, outra intervenção difícil de Festas na sequencia de um pontapé de canto, aos 79 minutos e também na sequencia de um pontapé de canto, Zé Soares, cabeceia com muito perigo. Nos últimos 10 minutos da partida, a equipa do Leça baixa muito de produção, e a equipa do Amarante, instala-se definitivamente no meio campo defensivo do Leça, sem com tudo conseguir os seus intentos. Resultado final 0-0. A divisão de pontos, é justa, pelo que: Leça na 1ª parte produziu e o Amarante na 2ª parte.

LEÇA: Festas, Magalhães ( André), Tiago Madalena, José Soares e João Pedro; Paiva ( Bi Jinhao), Ricardinho ( Domingos ), José Augusto e Rui Ramos, Sérgio silva e Ricardo Teixeira.
Treinador: Filipe Ribeiro.

PERAFITA PERDE E DEIXA FUGIR O CANIDELO...MAS AQUELE PENALTI...



Campeonato da I divisão A.F.Porto, 22ª jornada
Local: Canidelo-Gaia, Parque de jogos Manuel Marque gomes.
Árbitro do encontro: Vitorino Oliveira.
Iam decorridos 10 minutos de jogo, quando a equipa do Perafita, surpreendeu a equipa do Canidelo, com um belo golo apontado por Tinaia a concluir uma jogada de contra-ataque, pelo lado esquerdo protagonizada por Fábio, que de bandeja serve o golo a Tinaia.
A equipa do Canidelo, não tremeu com o golo sofrido e rapidamente assume as despesas do jogo, numa procura desenfiada do golo da igualdade, que viria a conseguir, num lance fortuito, quando o médio Carinhas, alivia mal e entrega o bola a Camarinha, que repõe a igualdade, aos 27 minutos, a equipa do Perafita baixa as suas linhas, o que permitiu à equipa do Canidelo, acercar-se com bastante perigo à sua baliza, mas sem resultados práticos, pois esbarrou sempre na boa organização defensiva dos matosinhenses, mas… o Sr. Vitorino Oliveira, que diga-se, fez a pior actuação das equipas intervenientes em jogo, apitando muito, e muitas vezes mal, resolveu aquilo, que parecia bastante complicado para a equipa da casa, marcando uma grande penalidade, de que só ele viu, num remate de fora da área apontado por Oliveira, e a bola a embater num cacho de jogadores, postados frente à baliza à guarda de Artur, penalti, que Ricardo Melo se encarregaria de marcar, fazendo o 2-1, que diga-se justo ao intervalo.


A segunda parte, e com algumas rectificações do mister Paulo Gentil, a equipa do Perafita, equilibrou o jogo, passando a jogar, olhos nos olhos com o adversário, com as suas linhas mais subidas e a jogar em todo o campo, o Canidelo, não mais importunou a baliza perafitense. Apesar de o equilibriu ser a nota dominante da segunda parte, pertenceu aos da casa a melhor oportunidade de golo, quando aos 85 minutos o jogador Josimar aproveitou um deslize de Trajano e atirou com estrondo à trave da baliza de Artur, e em cima do minuto 90, Peixe, podia ter feito melhor, ao cabecear para a baliza de João Gomes, na sequência de um pontapé de canto. De referir que o Sr. Árbitro, fez vista grossa ao não expulsar Ricardo Melo, por acumulação, numa entrada ás margens da lei sobre Paulinho, aos 70 minutos. Resultado final 2-1, que lança mais ainda a equipa do Canidelo em busca da subida de divisão.

PERAFITA: Artur, Nuno Miguel, Trajano, Helder Maia e Serrão ( Jorginho ); Carinhas ( Ivo ), Tinaia e Gandarela ( Peixe ), Fábio, Paulinho e Nandinho
Treinador Paulo Gentil. Golo do Perafita, Tinaia aos 10 minutos

CHUVA DE GOLOS NO U. SERRA PADROENSE.


Campeonato da II divisão zona centro, 17ª jornada
Local: Santa Catarina da Serra, campo da Portela.
Árbitro do encontro: Jorge Maia da AF Santarém.
Ao contrário da jornada anterior, a equipa do Padroense, entrou neste jogo, praticamente a perder, pois sofreu o golo logo aos 5 minutos de jogo, quando ainda as equipas se alinhavam estrategicamente, golo esse que foi marcado de bola parada, na sequência de um canto, marcado por Bruno Martins e finalizado por Marco Aurélio, a equipa de Matosinhos, repôs-se rapidamente de tão duro golpe, e assume os cordelinhos do jogo, tendo mesmo Marcão desperdiçando aquele que poderia ser o golo da igualdade aos 19 minutos. Como um mal nunca vem só, Augusto Mata, técnico matosinhense, vê-se forçado a mexer na sua equipa, tirando o médio Alcino (lesionado), para o seu lugar entra o “veterano” Sérgio aos 32 minutos. Aos 35 minutos, o canto do cisne, porque foi mesmo de canto, igualzinho ao primeiro que resultou em golo e com os mesmos intervenientes, a equipa de Leiria chega ao 2-0, na jogada praticamente seguinte, Marcão, mais uma vez, desperdiça, desta vez cabeceando à trave.
Aos 46 minutos o Sr. Jorge Maia, arbitro deste encontro, fez vista grossa, à expulsão de Miguel Pinheiro, que agrediu, Paulinho jogador matosinhense.
Malditas bolas paradas, assim se chega ao intervalo, com o resultado de 2-0, favorável à equipa mais bafejada pela sorte, do encontro.

A segunda parte, começa tal como começou a primeira, com o U. da Serra a fazer o terceiro golo, por João Martins iam decorridos 47 minutos, ainda os espectadores não se tinham acomodado para ver o espectáculo. E como não há duas sem três, mais uma contrariedade, Mariano é expulso do encontro, aos 55 minutos por acumulação de amarelos, e fica a equipa do Padroense a perder por 3-0 e com dez, com uma missão muito complicada. A equipa do Padrão da Légua não se fez rogada e não se dando por vencida, apesar das contrariedades, chega ao golo, através do ponta de lança Marcão aos 62 minutos, e sempre à procura do prejuízo, os BRAVOS de Matosinhos, bem tentaram mudar o rumo aos acontecimentos, mas sofrem o quarto golo, numa jogada de contra-ataque, bem gizada pela equipa da casa, aos 77 minutos, para Orriça que entretanto tinha entrado para o lugar de Mário costa, fazer o golo do Padroense, volvido 3 minutos (80) apenas, reduzindo o marcador para 4-2. Até ao fim tempo, para mais dois golos, um para cada lado, Tamandaré para os da casa e mais uma vez Marcão para os visitantes. Terminando o encontro com o resultado de 5-3, num excelente espectáculo de futebol, em que a equipa de Matosinhos, foi manifestamente infeliz neste encontro.

PADROENSE: Marco, Paulinho, Vila, Daniel ( Bozingwa )e Vítor Lobo; André Simões, Mariano e Alcino ( Sérgio ), Mário costa ( Orriça ), Marcão e Bruninho.
Treinador Augusto Mata. Golos do Padroense; Marcão aos 62, 91 e Orriça 82.

RESULTADOS DESPORTIVOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

Resultados de fim de semana

U. DA SERRA 5 PADROENSE 3

LEÇA F. C. 0 AMARANTE 0

NUN` ALVARES 0 F.C.INFESTA 2
CUSTÓIAS F.C. 1 AC FELGUEIRAS 0

MAIA LIDADOR 1 UD LAVRENSE 0
SC CANIDELO 2 F C PERAFITA 1
LABRUGE 1 SENHORA DA HORA 0
BALASAR 0 LEÇA DO BALIO 2

GONDIM-MAIA 2 OS LUSITANOS 2

sábado, 29 de janeiro de 2011

NO LEIXÕES, RICARDO ANDRADE RESCINDE, PARA O SEU LUGAR ENTRA O JÚNIOR RICARDO PINTO

O guarda-redes Ricardo Andrade regressa amanhã ao Brasil, depois de ter acordado a rescisão do contrato com a Direcção leixonense. O jogador teve uma conversa com o treinador Augusto Inácio, que entendeu os motivos da sua decisão. "Falei com Inácio, que foi um grande homem. Eu quero jogar, tenho convites do Bangu, Madureira e Macaé; no domingo viajo para o Brasil", disse. Ricardo Andrade foi titular em 18 jogos, mas nas duas últimas jornadas a aposta para a baliza tem recaído em Fonseca. Aos 33 anos, o guarda-redes, que chegou a Portugal na época passada para representar o Moreirense, refere que as saudades também pesaram na sua decisão. "Vai ser bom para mim e para a minha família". Do Leixões e Portugal, o jogador vai guardar as melhores recordações e não fecha as portas a um eventual regresso. "Fui muito bem tratado e em Portugal joga-se um futebol muito atractivo".

A Leixões Sport Club – Futebol, SAD decidiu promover o guarda-redes júnior Ricardo Pinto ao escalão sénior.
Com apenas 17 anos (nasceu a 12 de Junho de 1993), Ricardo Jorge Fernandes Pinto é um internacional sub-18 que está há quatro temporadas nos escalões de formação do Leixões e que muito boas indicações tem dado aos vários treinadores com que tem trabalhado.
http://leixoes-sc.blogspot.com/

Ricardo Rocha, atleta de Lavra - Matosinhos, assina pelo Beira Mar da 1ª Liga‏

RICARDO ROCHA É NATURAL DE MATOSINHOS, TÊM 28 ANOS E NAS ÉPOCAS DE 2000/2001 A 2004/2005 REPRESENTOU O NOSSO F.C.INFESTA

O Beira-Mar garantiu a contratação do defesa central Ricardo Rocha (ex-Desportivo de Chaves), que assinou contrato até ao final da temporada, segundo anuncia o sítio oficial do clube aveirense.
De acordo, com a nota informativa, o emblema aurinegro apostou no jogador, de 28 anos, para suprir a "vaga deixada em aberto pela saída de Kanu para o Standard de Liège".
O atleta é descrito como tendo "porte atlético" e "capacidade defensiva" e é o segundo reforço da formação de Aveiro no mercado de inverno, após a contratação do avançado Élio.
O comunicado informa ainda que o central deverá já integrar o treino de segunda feira do plantel às ordens de Leonardo Jardim.
http://www.record.xl.pt/

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

ANTEVISÃO DO GONDIM VS LUSITANOS

Realiza-se este Domingo mais uma jornada do campeonato sendo a 23º jornada. Os Lusitanos deslocam-se até à Maia para defrontar o Gondim-Maia. Segunda jogo este ano fora de casa e por sinal também o segundo no concelho da Maia depois de há duas semanas ter jogado em Águas Santas. Os Lusitanos vai ter pela frente uma equipa de qualidade que anda pela primeira metade da tabela e ainda sonha chegar mais acima da tabela e é uma das equipas que melhor futebol pratica como se viu na primeira volta onde venho fazer um grande jogo a Gatões onde venceu por 5 bolas a uma. Os Lusitanos depois de ter começado bem o ano com duas vitórias vem agora de duas derrotas consecutivas que deixaram alguma frustração como aconteceram e querem voltar às vitórias para conseguir melhorar a classificação que ocupa pois não é da realidade da equipa. Os Lusitanos tenta repetir o resultado da última época onde venceu por 0-1 com golo de Hugo Guerra, no jogo que era decisivo para Gondim-Maia pois ainda lutava pela subida de divisão. O Gondim-Maia vem de uma vitória frente ao Boavista no Estádio do Bessa mas em sua casa tem sido bastante irregular apenas ganhou 3 dos 10 jogos realizados no seu campo. Os Lusitanos como já referido vem de duas derrotas consecutivas depois de ter estado muito bem fora de casa, perdeu os últimos três jogos nessa condição. Espera-se um bom jogo na tarde de Domingo onde as duas equipas vão fazer tudo para conquistar os três pontos.
O Parque Municipal de Gondim-Maia onde se realizará o jogo é relvado sintético.
Os Lusitanos é 12º classificado com 23 pontos em 21 jogos de 6 vitórias, 5 empates, 10 derrotas, 23 golos marcados e 42 golos sofridos. O Gondim-Maia é 7º classificado com 37 pontos em 21 jogos de 11 vitórias, 4 empates, 6 derrotas, 39 golos marcados e 23 golos sofridos.

Histórico:
2007/2008 Gondim-Maia 2-0 Os Lusitanos
2009/2010 Gondim-Maia 0-1 Os Lusitanos
http://oslusitanosfcsc.blogspot.com/

ANTEVISÃO DO LEÇA vs AMARANTE

LEÇA FC - AMARANTE
DOMINGO - 15H - ESTÁDIO DO LEÇA FC
ANTEVISÃO:
O LEÇA FC disputa uma das primeiras finais deste campeonato equilibrado. O adversário ambiciona a subida de divisão mas a equipa leceira tem de vencer, sob pena de se distanciar dos 6 primeiros lugares. Os três pontos já fogem ao Leça FC desde o dia 28 de Novembro, apesar de nos últimos 10 jogos só ter perdido uma vez. Para este jogo o treinador Filipe Ribeiro já poderá contar com José Augusto e Rui Ramos. No entanto, Moura, Benício, Cacheira e Bessa estão lesionados e por isso impedidos de darem o seu contributo. O jogador Sequeira cumpre um jogo de castigo fruto da expulsão na última jornada.
http://lecafccamadasjovens.blogspot.com/

MAIA LIDADOR vs UD LAVRENSE, ANTEVISÃO FEITA POR FILIPE SOUSA, ATLETA LAVRENSE

MAIA LIDADOR VS UD LAVRENSE
22ª jornada da 1ª divisão da A.F.Porto
Domingo dia 30 de Janeiro às 15:00
Estádio Prof. Dr. Vieira de Carvalho
É um confronto entre duas equipas, que se esperava mais neste campeonato, no entanto, no que diz respeito à equipa de Lavra, ainda é possível lutar pelos dois primeiros lugares da classificação.
A equipa maiata, encontra-se na 7ª posição com 32 pontos, 36 golos marcados e 26 golos sofridos. A equipa matosinhense, é 5ª classificada, com 38 pontos, 35 golos marcados e 16 golos sofridos. O único encontro realizado entre ambos, no complexo desportivo da UD Lavrense, terminou com um empate a duas bolas, na 1ª volta deste campeonato, com golos de Artur Alexandre e Tiago Pulga, para os matosinhenses e Charles e Vitinha para os maiatos.

MITCHFOOT, ouviu a opinião sobre o desafio de FILIPE SOUSA (UD LAVRENSE) atleta versátil e de grande utilidade na equipa Lavrense.

O Nº. 23 perspectiva assim o encontro. “Espero que seja um excelente jogo, já que vão estar frente a frente duas boas equipas. Uma fase do campeonato que se começa a decidir muita coisa, onde vai prevalecer a vontade, espírito e a experiência de cada plantel. Prevejo um encontro com muito estudo mútuo. Mas nesta fase é-nos muito importante a vitoria e assim continuar a luta pelos dois lugares no Pódio "

ANTEVISÃO DO NUN´ALVARES vs INFESTA

Após um final de primeira volta algo complicado, mas que continua com o Infesta líder invicto da Div.Honra da AF Porto, a equipa mamedense iniciou a segunda volta com mais uma vitoria, frente ao Rio Tinto e irá jogar agora ao terreno da surpresa do campeonato. O Nun'Álvares tem vindo a surpreender tudo e todos, encontra-se na 4ª posição e está motivado pois vem de três vitorias consecutivas e não perde desde a 5ª jornada. Aliás a equipa de Paredes, tem apenas duas derrotas neste campeonato, na 2ª jornada contra o Infesta por 1-0 e à 5ª jornada em casa com o Lixa por 0-2. O Infesta quer manter a invencibilidade e terá de ultrapassar mais este difícil obstáculo a juntar ao facto de o Nun'Álvares actuar em casa num Complexo Desportivo moderno mas com terreno pelado. Nestas condições, o Infesta já actuou por duas vezes nesta temporada e venceu um encontro (Ac. Felgueiras 1-2) e empatou outro (Barrosas 0-0). Quanto ao Nun'Alvares apenas desperdiçou sete pontos em vinte e quatro possíveis de se conquistar em casa. A equipa de Recarei quer dar continuidade às boas exibições e para isso terá de contar com a inspiração dos avançados Palheira e Tozé. No Infesta o goleador Pedro Nuno regressou aos golos no passado sábado e quer continuar na liderança da lista de melhores marcadores. Como se pode verificar estão reunidas todas as condições para a realização de um óptimo jogo de futebol entre duas boas equipas.
http://fc-infesta.blogspot.com/

TIAGO BORGES ex ANADIA, AÇOREANO É O NOVO REFORÇO DO LEIXÕES

A Leixões Sport Club – Futebol, SAD assegurou a contratação do médio ofensivo Tiago Borges por duas épocas e meia (até Junho de 2013).
Natural de Angra do Heroísmo, Açores, Tiago Nuno Cordeiro Borges (25 anos, 1,78 metros, 71 kg) chega ao Leixões depois de ter brilhado ao serviço do Anadia, da 2.ª Divisão.
Na última época, Tiago Borges apontou um total de 20 golos pelos Anadia (16 no campeonato) e esta temporada já bateu os guarda-redes adversários por 6 vezes.
O atleta começou por dar nas vistas no Graciosa dos Açores, o que levou o FC Porto a contratá-lo e a integrá-lo na equipa B, onde as suas exibições o levaram a vestir a camisola da selecção nacional de sub-20 por 4 vezes.
Após a extinção da equipa B portista, Tiago Borges jogou no Marco e no Fiães antes de se transferir para o Anadia.
Depois do central Zarabi e do médio Livramento, Tiago Borges (vai usar a camisola n.º 22) é a terceira contratação que o centenário emblema do Mar efectua no chamado mercado de Inverno.
LeixõesSC

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

ANTEVISÃO DO S.C.CANIDELO vs F.C.PERAFITA

JOGO GRANDE NA 1ª DIVISÃO A.F.PORTO
No próximo Domingo dia 30 de Janeiro de 2011
Em Canidelo-Gaia
No parque de jogos Manuel Marques Gomes ( S.C.Canidelo)
A equipa do F.C. Perafita, vai deslocar-se a Canidelo, para defrontar o líder da competição.
Um jogo, que se prevê, com um grau de dificuldade muito elevado.


A equipa do S.C. Canidelo, é líder incontestado e têm demonstrado ao logo das 21 jornadas já realizadas a sua superioridade perante os adversário, com apenas uma derrota, no reduto do também matosinhense, Leça do Balio, os gaienses estão no 1º lugar com 53 pontos 41 golos marcados e 12 sofridos.
O treinador da equipa gaiense, Lé Santos, têm ao seu dispor, praticamente todo o plantel, onde se destaca o guarda-redes, João Gomes, atleta muito seguro nas suas intervenções, e derivado à sua longa experiencia, pode-se dizer que é um líder dentro do campo, o central Nuno Miguel, também é uma mais valia da equipa, assim com o avançado Camarinha ex Infesta.
Para este jogo a equipa gaiense, quer acabar de uma vez por todas , com a concorrência, e para isso, quer sair do encontro com os três pontos.


A equipa do Perafita, que se mantém na corrida à subida de divisão, pretende obter um resultado positivo, que lhe permita, aproximar-se do seu opositor. É 3º classificado, com 42 pontos, 32 golos marcados e 16 sofridos.
A equipa está muito bem no campeonato, apesar de um mau inicio de época, com resultados, inesperados, a equipa soube dar a volta por cima, e apresenta-se como um dos mais sérios candidatos à subida de divisão, como demonstra a serie positiva de jogos realizados anteriormente.
O Técnico Paulo Gentil, conta com todo o seu plantel, e acredita num bom resultado em Gaia, o treinador, é muito pragmático, e com certeza vai apresentar uma táctica, que lhe permita trazer os três pontos de volta a Matosinhos, pontos esses que lhe permitem aproximar do líder Canidelo, e manter-se na corrida à subida de divisão.

AGENDA DO FIM DE SEMANA DESPORTIVO

JOGOS PARA O FIM DE SEMANA

II DIVISÃO ZONA CENTRO
União da Serra vs Padroense F.C.
III DIVISÃO SERIE B
Leça F.C. vs Amarante
HONRA DA A.F.PORTO
Nun`Alvares Pereira vs F.C. Infesta
Custóias F.C. vs AC Felgueiras
1ª DIVISÃO A.F.PORTO
Balasar vs Leça do Balio
Maia Lidador vs UD Lavrense
SC Canidelo vs F.C. Perafita
Labruge vs Senhora da Hora
2ª DIVISÃO A.F.PORTO
Gondim-Maia vs Os Lusitanos

PEDRO SEABRA, VAI À FACA! PARAGEM PODERÁ SER ATÉ AO FIM DA ÉPOCA

Pedro Seabra, o 23 do futebol sénior leixonense contraiu uma lesão grave que o tem colocado no boletim clínico apresentado pelo site oficial do Leixões Sport Club. O médio formado nas escolas leixonenses, contraiu uma lesão complicada, que vai implicar uma intervenção cirúrgica e consequente paragem que poderá estender-se até ao final da presente temporada.

http://leixoes-sc.blogspot.com/

MENSAGEM DO PRESIDENTE DO PADROENSE F.C. GERMANO PINHO

Meus caros Associados e Simpatizantes,

No seguimento de muitas pressões a que fui sujeito, e principalmente dando resposta aos inúmeros pedidos dos nossos sócios para que repensasse a anterior decisão de não me recandidatar, aceitei com entusiasmo, um novo desafio, que passa por uma recandidatura a um novo mandato, no próximo acto eleitoral a decorrer no dia 25 de Março.
Quero dizer a todos que tenho hoje a mesma vontade e o mesmo entusiasmo do primeiro mandato, e que conto, naturalmente com todos, para levarmos a cabo este desígnio de sempre, que é dar o nosso melhor contributo para fazermos um Padroense cada vez Maior.
Não tenho dúvidas que, com a disponibilidade dos nossos sócios, amigos e simpatizantes, e lutando contra aqueles a quem o nosso crescimento possa incomodar, vamos dar passos firmes e seguros, para que o nosso Clube seja cada vez mais, uma referência na nossa Terra e uma fonte de luz, magia e afirmação desta comunidade, que não desarma, não desiste, nem vacila nas dificuldades, antes pelo contrário; encontra forças e motivações para realizar os supremos objectivos do Clube.
Viva o Padroense!
Germano Pinho

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

LIVRAMENTO NO LEIXÕES S.C.

A Leixões Sport Club – Futebol, SAD assegurou a contratação do médio Livramento para a presente temporada (até Junho).
Natural de Tavira, António Fernando Amaro Livramento (29 anos, 1,73 metros, 69 kg) regressa ao Leixões depois de ter representado o nosso Clube em 2007/08.
Na última época, o experiente atleta representou o Paços de Ferreira, depois de ter jogado no Rio Ave durante temporada e meia (saiu do Mar para Vila do Conde).
A contratação de Livramento – que já está a treinar sob as ordens do treinador Augusto Inácio e vai usar a camisola n.º 88 – visa colmatar uma baixa que o Leixões vai ter no meio-campo.

Pedro Seabra, o jovem médio formado nas escolas leixonenses, contraiu uma lesão complicada, que vai implicar uma intervenção cirúrgica e a uma paragem prolongada, muito provavelmente até final da presente temporada.
Depois do central Zarabi, Livramento é a segunda contratação que o centenário emblema do Mar efectua no chamado mercado de Inverno.

http://www.leixoessc.pt/

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

SCS HORA, VENCE E CONVENCE. 2-0 FRENTE AO F.C.FOZ


1.ª Divisão A. F. Porto (21ª Jornada)
Senhora da Hora, 2 - Foz, 0
Bom jogo, com senhora da hora a jogar bem , equipa muito coesa e determinada a subir de rendimento e na tabela classificativa, o Foz apresentou-se uma equipa dificil,jogou bem e tem argumentos tambem para subir na classificação.
Destaques
Dourado muita personalidade e confiança, Paulão mais uma vez a ser decisivo, com mais um bom e importante golo, Junior e Carneiro muito bem , Resende e Pimentel Perfeitos.
ATAQUE MUITO PERDULÁRIO, mas vai aparecer.
ARBITRAGEM, tranquila e competente,
Pontuação arbitragem de 0 a 20 valores : 17 valores

http://www.scshora.com/

O FUTEBOL PORTUGUÊS VOLTA MAIS UMA VEZ, A SAIR MANCHADO.

O caso remonta há duas épocas atrás e é relativo a um incidente no qual um dirigente do Coimbrões e o treinador António Remelgado foram apanhados em flagrante a tentar subornar um árbitro, que reportou a tentiva de suborno e troca de favores à polícia.

Como já é normal no futebol português, apenas agora o conselho de disciplina deliberou a perda de pontos e derrota do Coimbrões frente ao Serzedelo, em vez de a tempo próprio quando o Leça reclamou o seu lugar nos 6 primeiros em detrimento dos incumpridores. A julgar pela demora na tomada de decisão e pelo facto dos dois clubes se encontrarem em divisões distintas agora será de prever que nada aconteça e, mais uma vez, o futebol português volte a sair manchado.

http://lecasempre.com/

MEGA JANTAR DE ANGARIAÇÃO DE FUNDOS

O Leça F.C. vai organizar mais um mega jantar de angariação de fundos para a equipa sénior no restaurante a oficina. O jantar vai realizar-se dia 7 de Fevereiro, pelas 20:00, e o preço é de 20€ por adulto e 7.50€ por criança até 10 anos.

A ementa é composta por: entradas, creme de legumes, filetes de pescada com salada russa ou bacalhau à braga, lombo assado com castanhas, sobremesa, vinho cerveja água sumos e café.

As marcações são feitas na sede do Leça (estádio) ou através do número 229952662. Se tem possibilidades e quer apoiar o clube, faça parte desta festa.

http://lecasempre.com/

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

AUTOCARROS DE ADEPTOS PARA O UNIÃO DA SERRA

No próximo dia 30 de Janeiro irá realizar-se a 17ª Jornada do Campeonato Nacional da II Divisão, Série Centro, na qual a equipa do Padroense F.C. se deslocará ao Estádio do União da Serra parade frontar a equipa local. A Direcção do Padroense F.C. disponibilizará a partir do dia 24/01/2011, a possibilidade dos sócios e simpatizantes do clube adquirirem títulos de viagem, nos autocarros que serão fretados para estes adeptos se deslocarem do Padrão da Légua ao Estádio do União da Serra. O custo da cada viagem por cada adepto é de 10 euros, que deverá ser suportado no momento da aquisição do mesmo. Estes títulos de viagem estão disponíveis para aquisição na Secretaria do Clube e no Bar do Estádio do Padroense. O horário da partida dos autocarros para o jogo União da Serra -Padroense F.C. é pelas 9H00 da manhã no Estádio do Padroense, estando prevista uma paragem no Santuário de Fátima durante a viagem.

GRUPO DE ROTÁRIOS DA SENHORA DA HORA CONCEDE UM APARELHO DESFIBRILHADOR

Realizou-se no passado Sábado, durante o intervalo do jogo PadroenseF.C. X Gondomar, uma cerimónia em que Grupo de Rotários da Senhora da Hora presenteou o Padroense F.C. com um aparelho desfibrilhador. Estiveram presentes no relvado elementos das Direcções de ambos os Clubes, tendo a entrega do equipamento sido efectuada pela Presidente do Grupo de Rotários da Senhora da Hora, Dra. Maria Leopoldina Montalvão ao Presidente do Padroense F.C. Germano Pinho. A obtenção deste equipamento desfibrilhador, é adequado para reanimações cardíacas, e poderá ser uma peça fundamental no sentido de prevenir eventuais fatalidades que pudessem surgir no futuro, seguindo a filosofia do Padroense F.C. de permanentemente melhorar as condições para todos os frequentadores das suas instalações desportivas. É importante recordar que há cerca de 30 anos atrás, um jogador do Padroense F.C. apelidado de “Milito” faleceu, por paragemcardio-respiratória, durante uma partida oficial realizada no complexo desportivo deste clube. Espera-se que com este equipamento possam ser evitadas estas situações. O Padroense agradece publicamente o apoio do Grupo de Rotários daSenhora da Hora para a aquisição deste importante instrumento.

BENÇÃO DOS CÉUS (ANJINHOS) DERROTA OS LUSITANOS


Local: Campo do Gatões, Guifões-Matosinhos
Jogo morno, protagonizado por duas equipas que não demonstraram em campo futebol correspondente com a classificação que ocupam.
Nem o Lusitanos merece estar no lugar em que está, em função do futebol que prática, nem o Pedroso apresentou futebol que justifique o lugar cimeiro que ocupa na classificação.

O jogo começou em ritmo morno, com as duas equipas a procurarem o golo, o Lusitanos com um futebol mais de bola no chão e jogado entre os sectores, enquanto o Pedroso, praticava um futebol mais directo, aproveitando a qualidade de alguns elementos da linha avançada e quando as duas equipas dividiam as oportunidades de golo, eis que surgem dois brindes vindos do céu, com a ajuda de 3 anjinhos vestidos de preto, já que o 1º golo é duplamente faltoso, existe uma falta a meio campo não assinalada e de seguida um passe para o avançado do Pedroso que estava adiantado, que sozinho frente ao g.r. do Lusitanos, conseguiu a vantagem. O 2º golo também tem a sua história, já que nasce de um livre à entrada da área do Lusitanos, o arbitro assinala falta a favor do Lusitanos e o arbitro auxiliar assinala contra o Lusitanos, depois deste desencontro de ideias o arbitro opta por seguir a indicação do seu colega, só que erradamente já que, existe realmente uma primeira falta do defesa do Lusitanos ainda no meio campo e depois existe a falta do jogador do Pedroso na entrada da área, o arbitro auxiliar disse que marcou a primeira falta, a ser assim deveria ser marcada no local da respectiva falta e não na entrada da área onde aconteceu a segunda.

Na segunda parte assistimos a uma maior vontade e empenho da equipa do Lusitanos em chegar ao golo, conseguindo algumas boas oportunidades para o conseguir, perante um Pedroso que se limitou a tentar controlar o jogo e o tempo de jogo, optando cada vez mais por um futebol directo e pratico, contra o futebol mais elaborado do Lusitanos.
Vitória justa do Pedroso que soube aproveitar os brindes caídos do céu, com a bênção dos anjinhos, perante um Lusitanos que tudo fez para merecer outro resultado, sendo obrigado mais uma vez a lutar contra o adversário em campo, mas também contra as adversidades que normalmente lhe acontecem nos jogos, até quando não se sabe, mas a equipa agradece e apela a quem de direito, por um tratamento igual ao dos seus adversários.

Árbitro do encontro: Nelson Pascoal
As equipas alinharam:

OS LUSITANOS: Tiago, Cordeiro (Ricardinho 46), Guerra, Carlos Manuel, Rui, Meneses, Ricardo Silva, Costinha (Ricardo Lopes 26), Miguel, João e Paulo.
Treinador: Marco Aleixo

PEDROSO: Nuno, Fábio, Sá, Tiago e Bino; Pedro, Chaves, Luciano e Hélder (Ricardo 65), Bruno (Tiago costa 65), Portugal (Cancela 83) e Teixeira.
Treinador: Neca Rocha.

Ao intervalo: 0-2. Golos Luciano (7) e Teixeira (40)

domingo, 23 de janeiro de 2011

TRAJANO (F.C.PERAFITA ) NO BOLA DE OURO

TRAJANO MARTINS
F.C. PERAFITA
DEFESA CENTRAL
“ O MURO “ é como lhe chamam no balneário


MITCHFOOT – A ORIGEM E O TEU PERCURSO COM ATLETA

TRAJANO - Toda a minha formação como jogador, foi feita em dois clubes, Rio-Ave e Varzim S.C. o meu percurso como sénior, passou por clubes como: Tondela, Sernache, Marinhas, Esposende, Canela-Gaia, Balasar, Senhora da Hora e agora o F. C. Perafita

MITCHFOOT – O MOMENTO QUE ARAVESSA

TRAJANO – O momento é de muita confiança, temos todas as condições, e acredito na subida de divisão do F.C. Perafita.

MITCHFOOT – PERSPECTIVAS DO FUTURO


TRAJANO - Quero continuar a jogar futebol, que é o que mais gosto de fazer, o futuro a DEUS pertence mas, continuar em clubes que tenham projectos de subida.


MITCHFOOT – MENSAGEM AOS ADEPTOS

TRAJANO - Acreditem e apoiem a equipa do F.C. Perafita, convosco seremos mais fortes na luta pela subida.

LAVRENSE, PERDULÁRIO, VENCE COM ALGUM APERTO.


Jogo no complexo desportivo UD Lavrense. Lavra-Matosinhos
Árbitro do encontro: Manuel Moreira

Entrada com domínio do Lavrense, com o Balasar a tentar importunar em lances de contra-ataque, sempre a procurar lances em profundidade com futebol mais directo, que acabavam muitas vezes em fora-de-jogo. O Lavrense procurou jogar mais pelas linhas, criando desequilíbrios que foram proporcionando algumas jogadas de perigo. Chegou-se ao golo na sequência de um canto. Depois em jogada de insistência do Tiago, um penalti claro que o Artur marcou com a tranquilidade e eficácia do costume. Apesar de tudo, o Lavrense não estava a fazer um jogo tão conseguido quanto nos últimos jogos.

Na 2ª parte o jogo começou muito partido e as muitas perdas de bola e passes falhados fizeram com que o jogo acabasse por tornar-se muito feio. O Balasar acabou por chegar ao empate num penalti "inventado" pelo árbitro, que depois de deixar passar em claro uma falta a meio-campo, acaba por assinalar grande-penalidade num lance em que o Paulo Alberto (grande jogo) corta mais uma vez limpinho a bola, tendo o árbitro decidido premiar o teatro do avançado do Balasar. Após o 2-1, o Lavrense intranquilizou-se um pouco, e se o jogo já não corria bem, pior ficou. De qualquer forma, acabou por assistir-se ao desperdício de 3/4 lances flagrantes de golo e que normalmente não são desperdiçados, e dariam tranquilidade à equipa, que naquele momento bem precisava. Assim o jogo foi correndo aos tropeções até final, tendo Beleza ainda uma muito boa intervenção, evitando o empate.
Melhor em campo


PAULO ALBERTO ( UD Lavrense )
Pelo que jogou, e fez jogar.
A obtenção do 1º golo.




As equipas alinharam:
LAVRENSE: Beleza, Filipe Sousa, Paulo Alberto, Laranjeira e Nuno Ribeiro; Artur Alexandre, Machado (Cassamá 70) e Postiga; Pisco, Tiago (Ruca 78) e Nuno santos (Grilo 86)
Treinador: Sabino Mendes.

BALASAR: Henrique, João Paulo (Queirós 53), Sérgio, Leandro (Vítor 80) e Profirio; Benta, Tono e Guino; Lírio, Alem (Filipe 70), Palhinha.
Treinador: Zacarias.
Ao intervalo: 2-0.Golos Paulo Alberto(29) Artur Alexandre(38gp) e Lírio(51gp)

sábado, 22 de janeiro de 2011

INFESTA REGRESSOU ÀS VITORIAS, A VÍTIMA FOI O S.C. RIO TINTO


O Infesta regressou às vitorias e Pedro Nuno aos golos e logo com um bis que deu a vitoria por 2-0. Sabendo-se de antemão que o Pedras Rubras tinha perdido em S.Pedro da Cova, o Infesta tinha a obrigação de vencer uma aguerrida equipa do Rio Tinto que vendeu bem cara a derrota para aumentar a vantagem para oito pontos. A equipa da casa entrou melhor e aos 5 e 6 minutos, teve dois remates perigosos, primeiro por Vitinha II e depois por Vitinha I que passaram ambos perto da baliza do guardião do Rio Tinto. Aos 11 minutos, o Infesta chegou à vantagem, cruzamento da esquerda de Paulinho, Vitinha II desvia primeiro de cabeça e à boca da baliza, Pedro Nuno não desperdiçou a hipótese de colocar o Infesta a vencer. Um golo que dedicou ao amigo Corina. O Infesta mostrava que queria dar um safanão nas exibições menos conseguidas e nada melhor que entrar cedo a vencer no encontro. Mas a equipa do Rio Tinto não se deixou levar pela cantiga do Infesta e tentava sair para o ataque varias vezes. Aos 15 minutos, Paulinho descaído pela esquerda, flectiu para o meio e de pé direito, atira para boa defesa do guardião forasteiro. A equipa do Rio Tinto teve uma boa oportunidade quando apareceu pela direita um jogador seu que isolado atirou cruzado mas ao lado da baliza de Miguel. O Infesta "adormeceu" um pouco e só aos 28 minutos voltou a criar perigo quando numa boa triangulação de Vitinha II, Pedro Nuno e Paulinho, este ultimo atira rente ao poste. Antes do intervalo ainda houve tempo para Serge criar também um lance de perigo quando pela esquerda, fintou o seu adversário, colocou a bola a jeito para de pé direito, à entrada da área, atirar ao lado. O intervalo chegava com o Infesta a vencer por 1-0.


Na segunda parte, o Infesta foi a primeira equipa a criar perigo quando num lance pela esquerda de Serge que cruzou para a área, Tiago Dias amorteceu de cabeça para Vitinha I atirar à figura do guarda-redes. O Infesta voltou a baixar o ritmo e o Rio Tinto começou a fazer pela vida. Num lance aos 55 minutos, houve um cruzamento da direita do ataque do Rio Tinto onde apareceu um jogador "amarelo" à entrada da pequena área que atirou para grande defesa de Miguel Matos.
O Rio Tinto criou varias vezes perigo em lances de ataque mas o guardião Miguel, sempre atento, ia controlando. O Infesta a 20 minutos do final, acordou. Primeiro foi Pedro Nuno que aos 70, apareceu pela direita e atirou cruzado ao lado. Poucos minutos depois, Serge em zona frontal, passou para Pedro Nuno que amorteceu a bola para Paulinho que tentou num remate em arco bater o guardião mas este fez uma bela defesa. O Infesta queria matar o encontro e num lance em que Braga recupera a bola junto à linha lateral, o mesmo deixa em Paulinho que faz um passe em profundidade para Pedro Nuno que pela direita, ganha posição ao defensor do Rio Tinto e atira com força para uma boa defesa do guarda-redes. Na jogada seguinte, Paulinho faz um remate que passa pouco ao lado. O Infesta continuava a massacrar e queria mesmo chegar ao segundo. Segundo golo esse que apareceu aos 87 minutos, num livre marcado na direita do ataque por Paulinho, Rui Jorge desvia ao primeiro poste e Pedro Nuno, de cabeça, fechava o marcador.
O Infesta venceu bem, embora no final da primeira parte e principio da segunda, deixou-se adormecer, pairando a hipótese de o Rio Tinto puder empatar. O arbitro esteve razoavelmente bem.

INFESTA: Miguel Matos, António, Tiago Dias, Rui Jorge, Coutinho, Cláudio, Vitinha, Serge, Vitinha II (Braga, 63'), Paulinho (Rui Franco, 89') e Pedro Nuno (Armando, 89').

http://fc-infesta.blogspot.com/

ERROS DEFENSIVOS, TRAMAM CUSTÓIAS NA LIXA

Local: Estádio do Senhor do Amparo
Lixa-Falgueiras
O jogo começa, com a equipa do Custóias a entrar melhor no jogo e a superiorizar-se ao seu opositor, com jogas vistosas de desenvolvimento atacante, a equipa custoiense, prometeu muito neste jogo, fazendo mesmo prever, que com menor ou maior dificuldade, venceria este jogo, disputado na Lixa, frente a um adversário, complicado, e que a jogar em sua casa se torne muito perigoso. A equipa matosinhense criou mesmo duas excelentes oportunidades para abrir o marcador, através de, primeiro Pacheco e depois o central Luisão, para depois a equipa anfitriã equilibrar a contenda, chegando-se ao intervalo com o resultado empatado a zero golos
A segunda parte, o equilibriu foi a nota dominante, logo no primeiro minuto a equipa do Lixa chega à vantagem por Guedes, para praticamente na resposta a equipa do Custóias repor a igualdade, através de Tino aos 48 minutos, o jogo ia-se desenrolando no centro do terreno, e com um nível de qualidade muito fraco, e seriam necessários dois erros defensivos da equipa matosinhense, que a equipa do Lixa aproveitou, e muito bem, para se adiantar no marcador e consequentemente ampliar a vantagem, por Ruben aos 70 e Quinzinho aos 75 minutos, a equipa do Custóias, meio atordoada, sofre uma contrariedade aos 80 minutos, pois fica reduzida a dez elementos, por expulsão do central Luisão por acumulação de amarelos. Em suma, foi um jogo com um vencedor justo, mas com um resultado algo exagerado. A equipa do Lixa, soube aproveitar os erros defensivos da equipa contrária. Resultado final 3-1.

CUSTÓIAS : Rui, Bruno Pacheco ( Penantes 71 ), Pedro, Luisão e Carlos ( Tonanha 90 ); Bruno Cruz, Pacheco ( João Paulo 90 )e Ramalho, Márcio, Tino e Cerejo.
Treinador: Manuel Pinheiro

PENALTI POR MARCAR, IMPEDE LEÇA F.C. DE GANHAR

Joane - 1 - Leça FC - 1
Intervalo: 0-0
Marcadores: Ricardo Teixeira (65`) e Hugo Matos ( 70`)

O Leça FC conseguiu um empate no difícil terreno do Joane, num jogo equilibrado mas nem sempre bem jogado. A equipa da casa entrou melhor no jogo e dominou nos primeiros 20 minutos tendo criado uma excelente oportunidade de golo, por intermédio de Pedro Pinto, através de um remate cruzado que o guardião Festas defendeu com toda a mestria. Aos 22 minutos Sequeira criou o único lance de perigo do Leça FC na 1º parte mas o seu remate cruzado saiu às malhas laterais da baliza defendida por Sérgio (Joane). Na segunda parte, o Leça FC praticou um futebol mais ofensivo com a entrada aos 55 minutos de Ricardo Teixeira, a justificar a entrada no onze titular do Leça FC, e 10 minutos depois este jogador marcou o golo do Leça FC, através de um remate cruzado dentro da área. Contudo, aos 70 minutos, o árbitro da partida marcou uma grande penalidade duvidosa a favor do Joane, onde Hugo Matos não deu hipótese ao guarda-redes Festas. O Leça FC criou sempre perigo através das incursões de Ricardo Teixeira, sempre bem apoiado por Sérgio Silva e aos 80 minutos o marcador do golo do Joane é expulso por agressão ao avançado leceiro. O Joane apenas conseguiu importunar Festas no minuto 86 fruto de um livre directo ,marcado por Carlos Manuel, mas o remate ao ângulo foi superiormente defendido. Dois minutos depois deu-se o caso do jogo, onde Ricardo Teixeira foi agarrado dentro da área, por um defesa do Joane mas o árbitro incrivelmente nada marcou e premiou Sequeira com o segundo amarelo e consequente expulsão. Já nos descontos, o avançado chinês Bi Jinhao teve nos seus pés a vitória mas a bola foi retirada em cima da linha por um defensor do Joane. O Leça FC obteve um precioso ponto mas o árbitro negou-lhe a possibilidade da vitória.
http://lecafccamadasjovens.blogspot.com/

NANDINHO BISA NA VITÓRIA DO PERAFITA FRENTE AO LEÇA DO BALIO


Local: Estádio do F.C. Perafita
21ª Jornada da 1ª divisão da A.F.Porto
Derbi matosinhense, Perafita 3 Leça do Balio 1
O Jogo inicia-se, em toada lenta, fase de estudo e de preparação das jogadas ofensivas e defensivas de ambas as equipas, e quando nada o fazia prever, a equipa da casa chega ao golo, aos 6 minutos por Nandinho, depois de uma abertura da direita por Tinaia e o guarda-redes, Dinis, a não ficar bem na fotografia, o jogo desenrola-se a meio campo e sem grandes motivos de interesse, eis que a equipa do Perafita, amplia a vantagem para 2-0, numa jogada de transição rápida, em que Carinhas assiste de novo Nandinho, para encostar para o golo, aos 21 minutos. A equipa da casa, apanhada a vencer, com relativa facilidade, permite um excelente reacção da equipa baliense, que reduz o marcador aos 43 minutos, por Marco Andrade, respondendo bem, e de cabeça, a um livre marcado por o ex Perafita, Chaves. A equipa do Perafita, surpreendida por tal reacção da equipa de Leça do Balio, não se fez rogada e rapidamente repôs a vantagem, por Peixe, na sequência de uma jogada de puro contra-ataque, protagonizada por Fábio, muito rápido pela esquerda, a servir de bandeja o golo a Peixe, que encosta ao segundo poste. Resultado ao intervalo 3-1, favorável aos da casa.


Na segunda parte, a equipa do Perafita, jogou e deixou jogar a seu belo prazer, com a equipa do Leça do Balio, a lutar contra o resultado, que se mantinha desfavorável, pertenceu as melhores ocasiões de golo, à equipa do Perafita, que viu o guarda-redes, Dinis a redimir-se do 1º golo sofrido, negando autenticamente o golo a Peixe, que isolado e de fora da área protagonizou a defesa da tarde ao guardião forasteiro, iam decorridos 71 minutos de jogo, até ao fim, ainda houve tempo para, Paulinho, atirar ao poste direito da baliza de Dinis, num livre superiormente marcado. Resultado justo da equipa, que na maior parte de tempo jogado, foi superior ao seu antagonista.


PERAFITA: Artur, Nuno Miguel, Trajano, Hélder Maia, e Serrão (Osvaldo 81); Carinhas (Jorginho 85), Tinaia, Fábio e Paulinho; Peixe (Ivo 77) e Nandinho.
Treinador: Paulo Gentil

LEÇA DO BALIO: Dinis, Ricardo, Rita, Virgílio e Diogo; Marco Andrade, Joel, Chaves ( Marco Pereira 46 ) e Cristiano; Vítor Carneiro ( Ismael 46 ) e Carlitos ( Feliciano 76 )
Treinador: António Gaiteiro.

GOLO MADRUGADOR, NUMA VITÓRIA MUITO IMPORTANTE


16ª Jornada da II Divisão nacional zona centro
Local: Estádio do Padroense F.C. – Padrão da Légua Matosinhos
A equipa do Padroense que vinha de uma derrota inesperada, em casa frente ao Coimbrões, por 0-2, não podia facilitar neste jogo, sobe pena de se distanciar dos da frente, encarou o jogo com a responsabilidade, que este merecia e a importância que tinha.
Augusto Mata técnico do Padroense, apresentou um, onze com algumas alterações, em relação à equipa que defrontou o onze do Coimbrões, Vila cedeu o seu lugar a Alcino, recuando Daniel para defesa central e Mário Costa, aparece no lugar de Miguel.
O jogo começa praticamente com a equipa de Matosinhos, a vencer, com um golo madrugador, marcado por Marcão de cabeça na sequência de uma grande jogada ofensiva pelo lado direito por Bruninho que cruza, para o ponta de lança do Padrão da Légua, facturar logo aos 5 minutos. Melhor inicio, não podia ter a equipa do Padroense, que assistiu a uma excelente reacção da equipa forasteira, que podia ter igualado a partida por Materazi aos 12 minutos de jogo. A equipa de Matosinhos encontrou sempre um forte opositor, mas nunca deixou de espreitar a hipótese de ampliar o marcador, que poderia ter surgido aos 40 minutos, quando Bruninho, o melhor em campo, em boa posição desperdiça por cima da baliza de Sérgio Leite. 1-0 Era o resultado ao intervalo

Na segunda parte, a equipa do Padroense, entra com toda a pujança e aos 48 minutos o avançado Marcão atira de cabeça à barra da baliza do Gondomar, gorando-se a oportunidade de dilatar o marcador, a favor dos matosinhenses. Com uma exibição consistente e consciente das dificuldades, a equipa do Padroense, fez um jogo pragmático quanto baste, sempre com o objectivo da conquista dos três pontos, e viria a ser presenteada, no final com a conquista dos mesmos. A equipa do Gondomar, foi de facto um forte opositor, lutou sempre, à procura de um resultado melhor, mas esbarrou na excelente organização defensiva da equipa do Padroense, de referir também que os gondomarenses, ficaram reduzidos a dez elementos, nos últimos 20 minutos da partida, período em que os matosinhenses controlaram a partida e o adversário. Em fim, a equipa do Padrão da Légua, realizou uma exibição pragmática na conquista de tão vitória importante.Resultado Final, Padroense 1 Gondomar 0

Árbitro do encontro, Sr. António Costa da A.F. Aveiro

PADROENSE: Marco, Paulinho (Cap.), Daniel, Armando (Vila 59m) e Vítor Lobo; André Simões, Alcino ( Bosingwa 70 ) e Mariano; Bruninho ( Orriça 86 ), Marcão e Mário costa

Treinador: Agusto Mata


A FIGURA DO JOGO
Bruninho, excelente a jogado do golo
tem muito futebol, nas pernas

RESULTADOS DESPORTIVOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS







LEIXÕES 2 FEIRENSE 1

PADROENSE 1 GONDOMAR 0

JOANE 1 LEÇA F.C. 1

INFESTA 2 SC RIO TINTO 0
LIXA 3 CUSTÓIAS 1


LAVRENSE 2 BALASAR 1
PERAFITA 3 LEÇA DO BALIO 1
SENHORA DA HORA 2 FOZ 0


OS LUSITANOS 0 PEDROSO 2

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC