RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

DIOGO PEDRAS RESOLVE DUELO DE TITANS

13ª Jornada Divisão D´Elite
Estádio do Leça FC em Leça da Palmeira
Árbitro David Silva
LEÇA 1 BOAVISTA (B)  0
Ao intervalo, 1-0 Golo Diogo Pedras (41)

LEÇA: Taha, Joel , Ramalho, Vítor Fonseca, Alex, Noura, Jair (Castro 90) e Pedro Pinto( Paulo Lopes 71) , Sérgio Pedras (Coutinho 90) , Diogo Pedras (Miguel 71) e Areias (Marcos Silva 90) Treinador Domingos Barros

BOAVISTA (B) Fábio, Ibra (Rio 68) Diogo Nunes, Velasques, , Rui Camelo, Miguel Cid, Roberto e Henrique, Douglas (Santana 84),  Ricardo e Paulo Roberto. Treinador  Jorge Couto.

Iniciando o encontro na posição de líderes, Leça e Boavista B, não deixaram os créditos por mãos alheias e protagonizaram uma autêntico “DUELO DE TITANS”
Um excelente espetáculo de futebol jamais inferior ao futebol praticado e emotivo no profissional 1ª e 2ª liga.

Jogo intenso quanto baste e muito equilibrado, sendo os homens da casa os primeiros a ameaçar o golo por intermédio de Sérgio Pedras, golo que viria à passagem do minuto 41, quando o outro Pedras, o Diogo dispara de fora da área e bate Fábio sem apelo nem agravo.

No segundo tempo o Boavista B, bem que tentou chegar à igualdade, mas a equipa de Domingos Barros, bem organizada defensivamente não permitiu que a turma axadrezada conseguisse os seus intentos. Paulo roberto até surgiu isolado na frente de Taha mas o guardião leceiro segurou a vantagem garantindo os três pontos à sua equipa e a consequente liderança isolada da prova

Fotos Leça FC Geração 2018

PENALTI DUVIDOSO IMPEDE LEIXÕES DE SOMAR TRÊS PONTOS

15.ª jornada da 2ª Liga
Estádio 25 de Abril, em Penafiel.
Árbitro: Rui Costa (Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luís Silva (15), Romeu Ribeiro (36), Luís Pedro (38), Bruno China (45+1), Rafa Sousa (52) e Derick (73).
PENAFIEL 1 LEIXÕES 1
Ao intervalo: Golos : Jaime (31) Gustavo (71 gp)

PENAFIEL: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Luís Pedro, José Gomes (Daniel Martins, 58), Rafa Sousa, Ludovic (Caetano, 66), Romeu Ribeiro, Gustavo (Fábio Fortes, 85), Gleison e Fábio Abreu.Treinador: Armando Evangelista.

LEIXÕES: André Ferreira, Jorge Silva, Jaime Simões, Ricardo Alves, João Lucas (Derick, 64), Bruno China (Amine, 72), Stephen, Luís Silva, Breitner (Evandro Brandão, 77), Kukula e Bruno Lamas.Treinador: João Henriques.

O Leixões adiantou-se no marcador aos 31 minutos, pelo central Jaime Simões, de cabeça, na sequência de um pontapé de canto, mas o Penafiel restabeleceu a merecida igualdade aos 71, numa grande penalidade convertida por Gustavo, a castigar uma alegada falta de Derick sobre Gleison na área da formação de Matosinhos, que nos pareceu não existir.
A qualidade do espetáculo foi secundarizada pela entrega dos jogadores das duas equipas, com as defesas muito atentas às movimentações dos avançados, mas a permitirem uma ou outra entrada dos médios. Foi desta forma que o Penafiel criou a primeira situação de perigo, aos sete minutos, mas Ludovic, ex-Leixões, optou por assistir um colega quando podia ter rematado à baliza, após um passe longo de Fábio Abreu da esquerda. A toada de parada e resposta mantinha os adeptos presos ao jogo e, aos 23 minutos, foi Stephen, com um remate de fora da área, a fazer brilhar o guarda-redes do Penafiel, que nada pôde fazer pouco depois, aos 31, quando Jaime Simões, sem marcação, inaugurou o marcador, de cabeça, após um canto. O golo tranquilizou a experiente equipa do Leixões, mas o Penafiel demorou pouco a responder e ainda antes do intervalo, aos 44 minutos, novamente por Ludovic, ficou perto do empate, valendo a intervenção de André Ferreira.
O Penafiel manteve a iniciativa no arranque da segunda parte, porfiou na busca do empate, com Kalindi e Ludovic, especialmente este último, a ameaçarem o golo, que apenas surgiria aos 71, por Gustavo, na transformação de um penálti. As duas equipas revelaram inconformismo com o resultado, mantiveram como objetivo a baliza adversária e Evandro Brandão, aos 85 minutos, na única oportunidade do Leixões em toda a segunda parte, falhou escandalosamente a baliza do Penafiel, no último lance de perigo do encontro. Com este empate, o Leixões passou a somar 26 pontos, ocupando o quarto lugar, mantendo dois de vantagem sobre o Penafiel, que é sétimo, ambos na discussão pelos lugares de subida.

Nota Final : Embora o empate verificado seja um resultado justo, convém dizer-se que uma grande penalidade muito duvidosa (erro crasso de Rui Costa) retira a possibilidade de a equipa de Matosinhos ascender ao primeiro lugar da tabela .

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC