RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

sábado, 7 de abril de 2012

INFESTA REPETE O RESULTADO DA 1ª FASE - DERROTA FRENTE AO CESARENSE

Cesarense e Infesta, repetem o resultado da primeira fase.

O Infesta sofreu a primeira derrota da segunda fase, na recepção ao Cesarense, líder do campeonato. Toninho, o autor do golo da vitoria do Cesarense na primeira fase, foi de novo carrasco ao apontar o único golo da partida. O encontro foi bastante disputado desde o inicio com dois remates perigosos para cada lado. Primeiro foi o Cesarense por intermédio de Pedrinho, com Duarte a responder bem com uma defesa a dois tempos. Pouco depois, Paulinho também rematou mas ligeiramente ao lado da baliza de Marco. Os primeiros 20 minutos do encontro podem-se resumir a um Infesta por cima no encontro, em que, em rápidas jogadas de contra-ataque, Paulinho era o jogador mais perigoso com várias tentativas de remate à baliza do Cesarense. A equipa proveniente de Oliveira de Azeméis, só em lances de bola parada é que ia criando algum perigo junto da baliza de Duarte. Aos 22 minutos, a primeira jogada de perigo por intermédio de Hugo que pela esquerda, cruza ao segundo poste onde aparece o capitão Toninho que estava completamente sozinho mas não acerta na bola. O Infesta procurava o perigo em bolas longas, tentando surpreender os defensores da equipa adversária. Aos 27 minutos, passe em profundidade de Vitinha I para Maga que, embora importunado pelo defesa, conseguiu ainda dar um toque na bola, mas o guarda-redes Marco estava atento. O jogo continuava a ser bem disputado por ambas as partes, o Infesta mais em lances de bolas longas e o Cesarence, com mais posse de bola, falhava no ultimo passe. Aos 37 minutos, golo anulado ao Cesarense. Após pontapé de canto da esquerda, a bola é jogada curta para Hugo que cruza ao segundo poste onde aparece Paulo Jorge que, apesar de ter introduzido a bola na baliza, estava em posição irregular. Ainda antes do intervalo, uma oportunidade para cada lado, aos 43 minutos, jogada de ataque do Infesta, bola para a cabeça de Pedro Nuno que amortece para Maga e este, já dentro da área e em posição frontal, falha o remate. Mesmo em cima do intervalo, cruzamento da direita de Pedrinho, Duarte dá uma palmada na bola, esta sobra para Carlitos que à entrada da área, atira ligeiramente por cima da baliza. Resultado empatado a zero ao intervalo.



Na segunda parte, o Infesta parecia querer mudar o rumo dos acontecimentos, mas a equipa do Cesarense, ia defendendo bem e saia em jogadas de contra-ataque. Aos 63 minutos, bola cruzada da direita por Filipe, vai ter com Carlitos que à entrada da área, remata para excelente intervenção de Duarte. Cinco minutos depois, o golo do Cesarense. Numa jogada algo confusa na área do Infesta, Toninho foi o que teve mais discernimento ao rematar à baliza, contando com um ressalto em Rui Jorge que se lesiona no lance, traindo o guardião Duarte. Pouco depois, Rui Jorge teve de ser substituído por Jorginho que fez a estreia oficialmente pela equipa do Infesta após longa paragem devido a lesão. Com o golo sofrido, o Infesta cresce e cria vários lances de perigo com os substitutos Almeida e Vitinha II a darem mais movimento a um ataque que até aquele momento tinha apenas Pedro Nuno mas que estava bastante só. O Infesta pouco depois reclama grande penalidade devido a um eventual corte com a mão de Américo, após remate de Nuno Almeida, o arbitro mandou seguir, de nada valendo os protestos dos infestistas. A equipa do Cesarense, muito fechada no seu reduto defensivo após o golo, tinha em Fábio Valente, o seu elemento mais irrequieto na frente de ataque. O Infesta dominou o encontro até ao fim e aos 86 minutos, Jorginho desmarca Almeida pela direita, este entra na área, cruza rasteiro para Paulinho mas a bola sofre um desvio de um defensor do Cesarense, "in extremis" para canto. Em cima do minuto 90, livre do meio campo de Vitinha I que bombeou a bola para a área, corte de Tiago Resende para a entrada da área, onde está Paulinho que remata de primeira a rasar o poste de Marco. Ainda antes do apito final, o Cesarense tem uma excelente oportunidade de marcar num rápido contra-ataque onde a bola chega a Telmo que atira ao lado.

Final do encontro, o Infesta perde com o Cesarense pela margem mínima, repetindo assim o resultado do encontro da primeira fase, onde o Cesarense também tinha vencido com um golo de Carlitos. O árbitro, Pedro Rocha da A.F. Viana do Castelo, teve uma arbitragem razoável, embora fique a duvida se a bola bate ou não no braço de Américo dentro da área, pouco depois do golo do Cesarense. Na próxima jornada, o Infesta recebe o Grijó, em jogo marcado para domingo, dia 15 ás 16:00

FC INFESTA

COM VITÓRIA NA TROFA- ADÉPTOS VOLTAM A SONHAR


Heróis do Mar

Liga orangina 26ª jornada
Jogo no Estádio do CD Trofense, na Trofa.
Árbitro: Paulo Batista (Portalegre).
Trofense - Leixões, 0-2.
Ao intervalo: 0-1.Marcadores:0-1, Pedro Santos, 26 minutos.0-2, Pedro Tavares, 51 minutos (grande penalidade).

Trofense: Marco, David, Santos, Dinis (André Carvalhas, 63), Pedro Araújo, Tiago, Pedro Santos, Zé Manel (Moustapha, 89), Edú, Feliz (Gilmar, 80) e Reguila. Treinador João Eusebio

Leixões: Fonseca, Paulinho (Moisés, 87), Marcelo, Joel, Nuno Silva, Florent, Paulo Tavares, Jumisse (André Carvalho, 68), Wesllem, Diego Mourão (Beirão, 46) e Pedro Santos. Horácio Goncalves.

O Leixões venceu o Trofense, por 2-0, em encontro da 26.ª jornada da Liga Orangina, disputado na Trofa, conseguindo três pontos preciosos na luta pela subida de divisão, embora dependa de terceiros. A quatro jornadas do final, a equipa de Matosinhos segue no 4.º lugar, com 39 pontos, menos seis do que o 2.º classificado, o Desportivo das Aves, e a cinco do 3.º, o Moreirense.

O Trofense até teve a primeira oportunidade com Reguila a não conseguir colocar a bola dentro da baliza leixonense para felicidade dos adeptos que se deslocaram de Matosinhos à Trofa. Pedro Santos (quarto golo na época) abriu o caminho do triunfo, aos 25’, de livre direto, e Paulo Tavares, aos 52’, de grande penalidade (quinto penálti certeiro da temporada), selaram os três pontos da Equipa orientada por Horácio Gonçalves, técnico que apenas perdeu um dos oito jogos disputados. Depois de uma tarde em que o guarda-redes Fonseca esteve em grande nível a evitar várias tentativas dos avançados trofenses.

LEÇA GANHA E AFASTA-SE DA ZONA DE DESCIDA


III Divisão Série B 2011/2012 Fase/Manutenção - Jornada 3
Estádio do Leça – Leça da Palmeira
Árbitro – Pedro Bento – A.F. Santarém
LEÇA FC 2 SP LAMEGO 0
Ao intervalo, 1-0, marcadores Pedro Gomes (27`) e André Moreira (90+3)



LEÇA FC : Cláudio, Hélder, Madalena (cap), Zé Soares e Zé d´Angola; Rui Ramos, Moura e André Moreira; Padro Gomes (Ricardinho), Nuno Martins (João Alves) e Cerejo (Tiago Paiva). Treinador António Monteiro (Caneco)

SP. LAMEGO: Márcio, Pisco, Alfredo, João Mário e Sarmento; Beaud, Ivo, Binaia; Baba (Iraque), Rodas (João Paulo) e Freitas (Rafa). Treinador Filipe Pereira.



A equipa do Leça deu um passo importante em direção à manutenção, com esta vitória a equipa leceira avança na tabela classificativa, encontrando-se já, cinco pontos acima da linha d´agua.

A primeira parte do encontro decorreu com algum equilibriu, jogado ameio campo, sem grande velocidade, só em lances de bola parada, o relativo perigo rondou as duas áreas. Ao minuto 25`Cerejo foge pela esquerda e encontra bem colocado André Moreira, que lhe endossa o esférico e este atira forte junto ao relvado com Márcio a defender com segurança. Lance que despertou a equipa leceira, que volvidos dois minutos chega à vantagem por Pedro Gomes, depois de um excelente remate de fora da área executado por Zé d`Angola, Márcio, Guarda-redes forasteiro defende para a frente e na recarga Pedro Gomes não perdoou. Responde o Sp de Lamego com Binaia excelente jogador, a atirar de meia distância com a bola a passar ao lado da baliza de Cláudio. Até ao intervalo, registo de um livre do lado esquerdo apontado por André Moreira com a bola a passar muito por cima da baliza forasteira.


No segundo tempo, a equipa do Leça entra com mais velocidade, dando mostras de querer resolver rapidamente o jogo. Moura aos 55`minutos remata ao poste direito da baliza de Márcio. Binaia na cobrança de um livre atira forte e colocado, mas Cláudio responde com segurança. Aos 60´minutos é a vez dos forasteiros atirarem ao ferro, Binaia outra-vez remata em balão de fora da área, mas o guarda-redes leceiro defende para a barra evitando o golo do empate. Três minutos depois, Pedro Gomes isolado permite a defesa a Márcio que evita que o avançado bisasse no encontro. Baixando as linhas, dando predominância ao jogo de transições rápidas a turma leceira cria desequilíbrios ofensivos e acerca-se com muito perigo à baliza do SP Lamego. Aos 89`minutos Ricardinho a passe de João Alves, está a beira de marcar. Em cima do minuto 90+3, em período de descontos dados pelo árbitro (excelente exibição), André Moreira faz o dois a zero em lance de contra-ataque, Cláudio defende bem um livre de Binaia, rapidamente coloca a bola em jogo, a equipa do SP Lamego é apanhada
descompensada, o Leça desce rápido e André Moreira encosta para fundo das redes, fechando o resultado.

Resultado justo da equipa leceira, que assim se afasta da linha de água.
Arbitragem muito positiva da equipa que viajou de Santarém.

RESULTADOS DE 7 DE ABRIL


Resultados

TROFENSE 0 LEIXÕES 2

PADROENSE 2 OLIVEIRA DO BAIRRO 3

INFESTA 0 CESARENSE 1

LEÇA 2 SP LAMEGO 0

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC