RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 18 de setembro de 2011

PADROENSE EMPATA NOS AÇORES.



II DIVISÃO ZONA CENTRO

Estadio Municipal de Angra do Heroismo
Árbitro - Tiago Canário (Beja)
Angrense 1 - Padroense 1.
Resultado ao intervalo: 0-0. Marcadores: Bruninho aos 65 m, Luís vieira aos 83 m
O Padroense FC empatou 1-1, na sua deslocação ao terreno do S C Angrense (Açores), num jogo referente à segunda jornada do Campeonato Nacional da II Divisão - Zona Centro.

SC ANGRENSE: Délcio; Gonçalo (cap.) (Pedro, as 78m), Ruben Azevedo, Fábio Flor e Eugénio; Bruno Melo (Luís Vieira, aos 74m) e Nuno Graxinha; Rui Silveira (Magina, aos 78m), Vitória e Márcio Fagundes; Ruben Rodrigues. José Eduardo Alves.

PADROENSE FC: Marco ; Tonel; Armando; Sergio Carvalho ; Miguel (Vítor Lobo 87); Daniel ; Nuno Paulo (Seidi 69); Mariano; Mário Costa (Penantes 60); Bruninho e Biscoito. Treinador Augusto Mata

Não está ser um arranque como todos esperavam, a equipa do Padroense está com um inicio de época com extraordinárias dificuldades, os Bravos de Matosinhos, perderam jogadores importantes, que muito contribuíram para a excelente época transata. De facto os reforços do clube de Matosinhos, ainda não apareceram com o esplendor da qualidade já por eles demonstrada, como se isso não bastasse, a equipa do Padroense, é um alvo a abater, ser equipa sensação da II divisão época 2010/2011, tens os seus custos, pois é factor motivador para os adversários.

A primeira parte deste encontro, pautou-se pelo equilibriu, com ligeiro ascendente da equipa do Padroense. Na segunda metade e já com Penantes no lugar de Mário Costa, na frente de ataque, Bruninho abre o activo, dando vantagem à equipa do Padroense, que permitiu nova igualdade. Quando o adversário se encontrava reduzido a dez, por expulsão de Vitória, com cartão vermelho directo. Resultado final, 0-0.

A equipa do Padroense, recebe no próximo Domingo, no Padrão da Légua a equipa do são João de Ver, para a 3ª jornada.

LAVRENSE CONQUISTA UM PONTO FORA DE CASA


1ª DIVISÃO SERIE 1 A F PORTO

Complexo Desportivo de Seroa
Árbitro - Carlos Andrade
Leões de Seroa 1 UD Lavrense 1

O Lavrense empatou 1-1 no terreno do Seroa, com o golo da UD Lavrense a ser apontado por Heldinho a meio da segunda parte do encontro . A equipa da casa chega ao empate quase no fim do encontro.

A equipa do lavrense deslocou-se esta tarde a Seroa (Paços de Ferreira) para a jornada inaugural do campeonato.
A equipa lavrense que encontrou como forte opositor, para além de um adversário muito aguerrido, as condições do terreno, pois trata-se de um pelado, muito duro que não favoreceu a mais valia técnica da equipa de Matosinhos, depois de quase uma adaptação dos jogadores lavrenses na primeira parte, a equipa veio para o segundo tempo com predisposição de levar para casa os três pontos em disputa, o que esteve muito perto de conseguir, não fosse o árbitro ter perdoado uma grande penalidade a seu favor, quando já se encontrava em vantagem no maçador, bem perto do fim do jogo a equipa da casa chega ao empate, através de um livre directo muito bem marcado.

UD LAVRENSE: Miguel Mota, Dani, Filipe Sousa, Cuca e Grilo; Wilson, João Diogo, Gonçalo (André Grilo) e Freitas (Renato), Heldinho e Tiago Pulga. Treinador Hugo Reis.

CUSTÓIAS VENCE COM SEGUNDA PARTE QUASE PERFEITA.


DIVISÃO DE HONRA DA AF PORTO
Jogo no Estádio Municipal Nogueira da Maia
Nogueirense 0 Custóias FC 2

Árbitro: Tiago Costa, Marcadores: 1-0, Adérito 60 e Joel aos 90+4

NOGUEIRENSE: Castro, Barbosa, Ramalhão, Lalas e Lino; Ratinho, Bruno Costa, Alcino, Mazola; Pedrinho e Carminé. Treinador, Manuel Pinheiro.

CUSTÓIAS FC: Meneses, Pessoa, Luizão (Silveira, 72”), Nuno Ribeiro e Adérito (César, 80”); Eduardo, Magalhães e Joel; Nuno Santos, Paulo Lopes (Gandarela, 34”) e Danny. Treinador Paulo Silva.

CUSTÓIAS COM LIÇÃO BEM ESTUDADA!

A equipa do Nogueirense, a jogar em casa, com lhe competia assumiu as despesas do jogo, aos 6 minutos Mazola em boa posição desperdiça excelente oportunidade para abrir o marcador, aos 12 minutos de jogo, é a vez de Carminé a atirar à barra da baliza de Meneses. O Custóias, jogando com as linhas muito baixas, não conseguia contra atacar, e responde muito tenuemente , através de um remate de fora da área por Danny, iam decorridos 26 minutos de jogo, dando o meio campo ao adversário, a equipa do Custóias, parecia não conseguir incomodar o guarda-redes adversário , aproveitando-se disso mesmo a equipa do Nogueirense volta a criar muito perigo junto à área custóiense, quando Carminé, isolado com tudo para fazer o golo, deixa-se antecipar por um defensor do Custóias, tirando-lh o pão da boca. Aos 34 minutos, Paulo Silva, treinador dos forasteiros, consciente do que se estava a passar dentro do esquema da sua equipa, faz uma alteração que viria a resultar em pleno, retira do campo de jogo, Paulo Lopes, muito apagado, e faz entrar Gandarela. Ao intervalo 0-0 bastante lisonjeiro para os custóienses

CUSTÓIAS COMPLETAMENTE DIFERENTE PARA MELHOR!

Na segunda metade do encontro, a equipa do Custóias apresenta-se com outra disposição, e já com Gandarela em campo, consegue jogar em todo o terreno, aproveitando-se do futebol, algo desgarrado apresentado pela equipa da casa, que em termos de ultimo passe e finalização, ficou muito a dever ao que se passou no 1º tempo. Aos 53 minutos, Danny, pelo lado esquerdo, remata em volei, dando a sensação de golo para equipa do Custóias,. Aos 58 minutos Eduardo aparece isolado frente a Castro, mas o médio custóiense deslumbrou-se com tamanha oportunidade e atira para fora. 7 minutos depois a equipa do Custóias, chega ao já merecido golo, numa jogada de transição rápida, Joel é protagonista de um excelente passe, desmarcando o lateral Adérito, que com alguma felicidade abre o activo, Castro não ficou bem na fotografia. A equipa como que atordoada com a reacção custóiense na segunda parte, não conseguiu ligar o seu futebol ofensivo com preceito, esbarrando sempre na excelente organização defensiva da equipa do Custóias. Aos 72 minutos Luizão, é substituído por lesão, Silveira sobe ao palco. 74 minutos de jogo, o único erro apontado à arbitragem, Gandarela, que já tinha arrancado um amarelo ao lateral esquerdo, Lino, é derrubado perto da área pelo mesmo jogador, falta que lhe valeria o segundo amarelo e consequente expulsão, do livre nada resultou. Os últimos 10 minutos de jogo, assistiu-se a um jogo mais direto por parte da equipa da casa, que desesperada tenta chegar ao golo e aos 90+4, em mais uma jogada de transição rápida, conduzida pelo aniversariante Nuno Santos, que serve de bandeja o golo a Joel, o melhor em campo.


A FIGURA: Joel, o ex sub 19 leixonense está em grande forma, defende, ataca, organiza como poucos, assim vai ser um caso sério no futebol de Matosinhos.

LEIXÕES VENCE E POSICIONA-SE NO 3º POSTO


LIGA ORANGINA

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos
Leixões - Moreirense, 2-1

Árbitro: João Capela (Lisboa) Marcadores: 1-0, Paulo Tavares (2' g.p.); 1-1, Renato Santos (7'); 2-1, Feliciano (25').

Leixões: Fonseca (Waldson, 24'), Paulinho, Nuno Silva, Joel, Florent, Paulo Tavares, Luís Silva, Jumisse, Feliciano, Fausto (Wesllem, 72') e Pedro Santos (Zé Pedro, 84').

Moreirense: Ricardo Andrade, Chico (Jeremie, 71'), Miguel Oliveira, Anilton, João Vicente, Bru, Filipe Gonçalves, Fábio Espinho, Renato Santos (Wagner, 46'), Bruno Moreira e Luís Pinto (Tales, 71')

Assistência: Cerca de 1500 espetadores.

O Leixões venceu o Moreirense por 2-1, em partida da quarta jornada da Liga Orangina, obtendo assim a primeira vitória em casa neste campeonato. Com este resultado, os matosinhenses ascenderam à terceira posição da tabela classificativa, enquanto os minhotos conservam o 11.º.
Dificilmente os anfitriões poderiam esperar uma melhor entrada no jogo, com Paulo Tavares, logo aos 2', a inaugurar o marcador, de grande penalidade, a castigar falta de Bruno Moreira sobre Jumisse. Renato Santos respondeu e aos 7 minutos empatou a partida na sequência de um livre direto. Em jogada de transição rápida, o Leixões voltou para a frente do marcador com um golo de Feliciano aos 26 minutos de jogo. Na primeira parte, tempo ainda para Fonseca haveria de ser substituído por lesão, para o seu lugar entrou Waldson.

Já na segunda metade, a equipa de Moreira de Cónegos queixou-se ao árbitro do encontro de uma falta dentro da área leixonense mas o árbitro da AF Lisboa assim não o entendeu. O resultado favorável a turma do mar, manteve-se até final sendo que o Leixonenses, com este resultado ascendem ao 3º posto .
A próxima jornada do Leixões volta a ser disputada em casa diante do Sporting da Covilhã.

Nuno Costa, preparador físico do Leixões, deslocou-se à sala de imprensa do estádio do Mar para falar sobre este triunfo diante do Moreirense.

“Foi um triunfo merecido principalmente pela capacidade de sacrifício dos atletas embora tenhamos entrado bem na partida. Este é um adversário de grande valia e nós fizemos bem o nosso trabalho. Conseguimos ganhar na primeira parte e seguramos o resultado.” Por isso mesmo a colocação de Zé Pedro “que serviu para ajudar”. A meio da primeira metade Fonseca saiu lesionado e “está ainda meio combalido mas não parece ser nada de grave”.
IMAGEM BLOGUE LEIXÕES

RESULTADOS DESPORTIVOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

Resultados das equipas de Matosinhos

LEIXÕES 2 MOREIRENSE 1

ANGRENSE 1 PADROENSE 1

AD GRIJÓ 2 FC INFESTA 1
SOUSENSE 0 LEÇA FC 0

NOGUEIRENSE 0 CUSTÓIAS FC 2

LEÕES DE SEROA 1 UD LAVREENSE 1
FC PERAFITA 5 AD BALASAR 0

SC Sª HORA 2 LEVERENSE 2
LEÇA DO BALIO 1 GULPILHARES 2

ÁGUAS SANTAS 2 OS LUSITANOS 3
ALDEIA NOVA 0 CRISTELO 1

FANGUEIRO: UM BOM FILHO A CASA TORNA.



Carlos Fangueiro, 34 anos, matosinhense de quatro costados, formado na escola leixonense, com um percurso simplesmente notável, tendo inclusive viajado para o estrangeiro (Inglaterra, Chipre e Vietname, conhecedor profundo da realidade futebolística como atleta profissional, está de regresso ao clube da sua cidade, ao clube do seu coração.
MITCHFOOT - O TEU PERCURSO COMO JOGADOR?
CARLOS FANGUEIRO - Comecei no Leixões com 9 anos de idade, fiz o meu percurso todo na formação do Leixões, fui profissional e joguei na primeira equipa com 16 anos. Com 19 anos de idade fui comprado pelo Vitória de Guimarães, Fiz na primeira época no Vitória 19 jogos depois fui emprestado ao Maia, depois emprestado ao Gil Vicente, regressei a Guimarães no final desta época, permaneci 5 anos consecutivos em Guimarães. Fui para Leiria, depois disto em Inglaterra no Millwall 1 ano, depois Wallsall também em Inglaterra. Fui para o Ionikos na Grécia. Regressei a Portugal, representei o Vizela, depois 2 anos no Beira Mar. Fui para o Vietname onde assinei um contrato de 3 meses e meio. Novamente em Portugal para o regresso ao Leixões clube do meu coração.
MF - QUERES DESTACAR ALGUEM QUE TENHA SIDO IMPORTANTE NA TUA CARREIRA?
CF - A minha família que me acompanhou sempre e a toda a hora, nos bons e nos maus momentos...Aos meus treinadores que me formaram, todos sem excepção, a todos os meus treinadores que encontrei enquanto profissional ( tive a sorte de ser treinado por muitos e bons...)
MF - COMO JOGADOR, COMO TE QUALIFICAS?
CF - Enquanto jogador, classifico-me como sendo um atleta de trabalho. Sou muito profissional, em tudo que faço tento dar sempre o meu melhor. O meu desenvolvimento e o meu sucesso deve-se a mentalidade de treinar e jogar sempre nos limites... Sou um com velocidade, razoável tecnicamente, como um bom jogo de cabeça, com garra e jogo sempre para o colectivo.
MF – O QUE SIGNIFICA PARA TI O REGRESSO AO CLUBE DO TEU CORAÇÃO?
CF - Regressar ao Leixões foi como retroceder no tempo e voltar a recordar os momentos fantásticos vividos nesta casa com muito amor. Uma satisfação total de representar o clube do meu coração, o clube que me formou para o futebol, sendo também o clube da minha terra. Voltar ao Leixões fez-me sentir com 14 anos a menos
MF – EM TANTOS JOGOS JÁ VIVIDOS, TENS ALGUM QUE QUEIRAS DESTACAR?
CF - Vem á memória o meu primeiro jogo com a camisola do Leixões enquanto infantil (emoção grande), o meu primeiro jogo pelo Seniores (estreia) contra o Felgueiras em casa a contar para o campeonato Nacional da 2 liga, (o concretizar de um sonho)
MF – ESTA ÉPOCA JÁ MARCAS -TE UM GOLO AO SERVIÇO DO LEIXÕES, TEVE ALGUM SIGNIFICADO ESPECIAL A OBTENÇÃO DESSE GOLO?
CF - Sim marquei na Trofa num jogo a contar para a taça da liga, estávamos a perder 1-0, já em período de descontos houve um Penalty e assumi a responsabilidade de o marcar. Felizmente a bola entrou e empatamos desta forma aquele jogo. Voltar a marcar com aquela camisola linda listada de branco e vermelho, foi uma alegria, uma felicidade extrema...parecia até que tinha sido o meu primeiro golo na carreira.
MF – COM UM PLANTEL RENOVADO E EXIBIÇÕES ALGO CONSTANTES, QUAIS OS OBJECTIVOS PARA ESTA ÉPOCA?
CF - O plantel deste ano é constituído por vários jogadores conhecedores da realidade do Leixões, muitos deles também formados na casa. É sem dúvida um plantel constituído por muitos jovens, com muita vontade de vencer e mostrar. Para contrabalançar tem também alguns jogadores com uma imensa maturidade, com bastante experiencia, não faltando tb aquela vontade de dar tudo em campo. Os mais velhos são muito respeitados pelos mais novos, pois estes tentam incutir nos mais novos a mística Leixonense...uma mística forte mas um pouco adormecida até há bem pouco tempo atrás. Julgo que com muito trabalho, com muita vontade e empenho poderemos ganhar em qualquer estádio contra qualquer equipa... O grande objectivo é a manutenção, mas se eventualmente surgir a possibilidade da subida não a vamos deixar fugir...
MF - UMA MENSAGEM AOS ADEPTOS DO LEIXÕES SC?
CF - Aos Leixonenses, gostaria de dizer que são fantásticos... Esta é uma altura em que se vê uma união e um espírito de ligação entre adeptos e equipa, único...Sabem que lutaremos até ao apito final do arbitro...Com o apoio desta massa adepta fervorosa e com o empenho total por parte dos jogadores, o sucesso é uma garantia...Força Leixões

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC