RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 15 de novembro de 2011

PERAFITA FIRME NO COMANDO

I DIVISÃO SERIE 1 A F PORTO
Estádio Prof. Vieira de Carvalho – Maia
Árbitro, António Alves
Ao intervalo, 1-1.Marcadores, Vitinha (17) Nandinho (40)

MAIA LIDADOR: Rui silva, ruça, Pedro Leite, Vila e Marmelo; Guedes, Diogo Maia (André Maia), Macieira; Nuno Maia (Filipe), Sineiro e Vitinha. Treinador Eduardo Luís.

PERAFITA: Artur, Marco (Zé Miguel), Trajano, Tiago Silva e Raimundo; Marco Moreira (Alex), Soberano, Tinaia, Nandinho, Paulinho e Cheta ( Lutchindo). Treinador António Gaiteiro.



MAIS UM PONTO PARA REFORÇAR LIDERANÇA

Começou melhor o MAIA, com boa circulação de bola e com triangulações que deixavam antever alguns problemas à defensiva dos visitantes, não foi de estranhar que à passagem do minuto 16, depois de uma perda de bola pela defensiva do FC PERAFITA, originou canto na esquerda do ataque dos locais, na marcação o jogador do MAIA escorregou, a bola saiu ao primeiro poste, mas passou até ao interior da área, onde bateu no jogador do MAIA, que mais não teve de fazer do que rematar para o fundo das redes de Artur, fazendo assim o 1-0. Com o golo sofrido o FC PERAFITA, acordou, uniu mais as linhas e iniciou a procura do golo do empate, assistiu-se nesta fase do encontro a uma predominância por parte dos visitantes que com jogadas rápidas e bem executadas, começaram a criar perigo junto da baliza do MAIA, numa dessas jogadas, a bola é endossada para Nandinho que já dentro da área tira com uma finta um adversário da frente e quando rematou, opôs-se ao seu remate um defensor do MAIA com os braços abertos, fazendo com que a bola fosse para fora, no encalce do lance o juiz da partida disse que nada viu e não assinalou a grande penalidade devida aos forasteiros, mas com a continuidade do caudal ofensivo, embalados pelo vento a favor , o FC PERAFITA chegou ao empate à passagem do minuto 40, em mais uma bela jogada da linha média e avançada dos visitantes, Nandinho acorre na perfeição a um cruzamento com peso e medida para facturar o empate, com que se chegaria ao intervalo.

PENALTI SOBRE NANDINHO, ÁRBITRO NÃO MARCOU


Na segunda parte as condições climatéricas pioraram, o MAIA passou a jogar com o vento a favor, era muito difícil para o FC PERAFITA construir boas jogadas como é hábito, pois se pela relva a bola começava a parar, pelo ar o vento não deixava construir e era sempre uma incógnita, com um meio campo mais afoito o MAIA, começou a tomar conta da partida, em muito consentido pelos visitantes que espreitavam sempre o contra ataque, motivo por esse que nunca a defensiva dos locais podia descansar e sempre que a bola aparecia nas imediações da sua área era tirada sem apelo nem agrado de qualquer maneira. O FC PERAFITA controlou a evolução da segunda parte, salvo numa bola parada em que um jogador do MAIA cabeceou fraco à figura de Artur. No ultimo lance de registo, já muito perto dos descontos, Nandinho consegue fugir à marcação feita e já dentro da área ganha posição, onde é rasteirado, junto á linha de fundo, do lado do juiz assistente que disse não haver intenção no derrube, a quem esteve no estádio, não deixou a menor margem de duvida, foi penalty.
Uma palavra para a equipa de arbitragem, que já foi mais feliz em outras actuações.

FOTOS - Feliciano Lima

LEÇA - GRANDE JOGO! MERECIA OUTRO RESULTADO


III DIVISÃO SERIE B
Estádio Dr. Augusto César de Carvalho - Mêda
Árbitro- Renato Mendes
Ao intervalo, 1-1 Marcadores, Moura (23) Zé Soares (40 pb)

Leça FC: Cláudio, Tiago André, Madalena, Hélder, Zé Soares, Ramos, André ( Vasconcelos ), Ricardinho ( Cerejo ), Moura, Vítor Hugo ( Nuno Martins ), Magno.

RESULTADO SABE A POUCO

O Leça Futebol Clube, deslocou-se até ao Distrito da Guarda para defrontar o Sp Mêda.
O Sporting local, encontrava-se na terceira posição com 13 pontos na tabela classificativa, mais três que a equipa leceira.
Com uma primeira parte de grande nível técnico protagonizada pela equipa que viajou, de Leça da Palmeira. O empate a uma bola, é de facto um resultado que sabe a pouco.

A equipa leceira podia e deveria trazer a vitória, no regresso a Matosinhos. Os atletas da equipa do Leça, tudo o fizeram para o conseguir, realizaram um bom jogo, cheios de raça e querer e com qualidade técnica bem a cima do seu adversário, foi manifestamente superior durante os noventa minutos, apesar de as substituições, operadas pelo técnico leceiro, não ter acrescentado mais poderio leceiro na procura da vitória. Os leceiros não regressaram com os três pontos porque em vários períodos do jogo, não foram bafejados pela sorte.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC