RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

sábado, 2 de maio de 2015

NA EFICÁCIA ESTEVE A DIFERENÇA


42.ª Jornada da Segunda Liga 
Estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava. 
Árbitro: Jorge Tavares (Porto). 
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Zé Pedro (15'), Roberto Sousa (38'), Orlando (40'), Novais (47'), Diogo Firmino (57'), Kisley (71'), Miguel Fidalgo (73') e Alemão (85'). 
U. MADERIA 3 LEIXÕES 1 
Ao intervalo: 1-0.Golos: Diogo Firmino (34) João Novais, (47)Miguel Fidalgo,(67) Zarabi, (78) 

UNIÃO DA MADEIRA: Pedro Trigueira, Carlos Manuel, Roberto, Zarabi, Stéphane Dassé, Soares, Rúben Andrade, Diogo Firmino (Miguel Fidalgo, 59'), Filipe Chaby (Talles, 59') Christo (Kisley, 59') e Mendy. Treinador: Vítor Oliveira. 

LEIXÕES: Ricardo Moura, Pedro Pinto (Yuanyi Li, 74'), Orlando, Zé Pedro (Chiquinho, 74'), Caio, Tiago Lenho, Ricardo Sousa, Bruno Lamas, João Novais (Moedas, 84'), Alemão e De Leonço Treinador: Horácio Gonçalves. 

Numa primeira parte dividida, foi um momento de inspiração de Diogo Firmino, aos 34 minutos, que fez pender o 'fiel da balança' para o lado do conjunto madeirense. 

 Apesar da derrota a equipa de Matosinhos continua com a mesma distancia (10 pontos)dos lugares da despromoção quando faltam disputar quatro jornadas, estando muito perto do objectivo, precisando apenas de uma vitoria para confirmar a permanência. Pelo outro lado, os insulares ainda acreditam na subida, aproximando-se dos lugares da frente 

Diogo Firmino, de apenas 18 anos e que alinha pela equipa de juniores do clube, teve assim uma estreia de sonho como titular, com um golo de excelente recorte técnico. O União da Madeira foi a primeira equipa a criar perigo, quando Filipe Chaby com apenas cinco minutos de jogo, fez a bola passar junto ao poste da baliza à guarda de Ricardo Moura. Os leixonenses não tardaram a responder, primeiro por Alemão (10) e depois por Novais (18). Aos 24 minutos, foram os insulares a criar perigo num cabeceamento de Zarabi, após um canto cobrado por Rúben Andrade. Seis minutos volvidos, após um erro de Zarabi, Alemão obrigou Pedro Trigueira a aplicar-se. 

Contudo, a segunda parte não poderia ter começado melhor para a equipa nortenha, já que, aos 48 minutos, um remate de João Novais sofreu um desvio na sua trajetória e enganou Pedro Trigueira restabelecendo a igualdade. Aos 59 minutos, ciente da importância da partida, Vítor Oliveira fez três substituições de uma assentada, retirando Diogo Firmino, Filipe Chaby e Christo e fazendo entrar Miguel Fidalgo, Kisley e Talles. Os frutos dessa aposta não se fizeram esperar e aos 66 minutos, Miguel Fidalgo desviou um cabeceamento de Zarabi e voltou a colocar o União da Madeira na liderança do marcador. O Leixões procurou reagir, mas um cabeceamento imparável de Zarabi ,aos 79 minutos, sentenciou o encontro.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC