RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

PADROENSE EM FRANCA RECUPERAÇÃO.


II DIVISÃO ZONA CENTRO
Estádio do Padroense FC
Árbitro: José Rodrigues

PADROENSE 4 COIMBRÕES 2
Resultado ao Intervalo: 1-1Golos: Penantes (6) Marcão (48 e 88) Gazela (90+4) André Pereira (24) Nuno (79)

PADROENSE: Marco, Vitor Lobo, Paulinho, Ricardo Teixeira, Miguel; Seidi (Nuno Paulo), Mário Jorge, Seabra; Bruninho, Mário Costa (Marcão)e Penantes (Gazela). Treinador: Augusto Mata

SC COIMBRÕES: Ivo; Nando, Zé Carlos, Joel (Cap.) (Diogo Costa) e André Pereira; Paulo Lima, Carlos Sousa, Rui Gomes (Diogo Teixeira) e Fábio Martins (Jorginho); Pedrito e Nuno Pinto. Treinador: Rui Correia.

PAULINHO DESPERDIÇA PENALTI.


Os Bravos de Matosinhos, começaram da melhor forma este encontro, pois logo aos 6` Penantes, abre o marcador, respondendo com mestria à oferta de Bruninho. Como corolário lógico do que estava a acontecer no relvado do Padrão da Légua, poucos minutos de pois a equipa do Padroense, poderia aumentar a vantagem, mas o capitão Paulinho, desperdiça uma grande penalidade. E como quem não marca sofra, eis que a equipa do Coimbrões, chega à igualdade, através de André Pereira, iam decorridos 24 minutos de jogo. Duro Golpe nas pretensões da equipa do Padroense, que de um possível 2-0, foi para as cabines com uma igualdade imerecida.


MARCÃO BISA NO ENCONTRO


No regresso das cabines, a equipa de Augusto Mata, vem com outra táctica de jogo, Mário costa fica no balneário e para o seu lugar entra Marcão, e o próprio põe novamente a sua equipa em vantagem logo aos 3´ depois do reinício da partida. Mas o coimbrões não se entrega em termos de resultado, e aos 79`de jogo, quando todos os presentes no estádio, esperavam que a equipa da casa, aumentasse a diferença, que diga-se muito justamente, sofre nova igualdade contra a corrente de jogo. Os últimos dez minutos foram jogados com um só sentido, a baliza dos forasteiros. A equipa do Padroense sempre em pressão constante na recuperação de bola e consequentemente, lançando fortes ataques à baliza defendida por Ivo, vê o seu esforço premiado aos 88 ` com Marcão de penalti a fazer o terceiro golo, segundo pessoal, e repõe justiça no marcador. No tempo de compensação dado pelo árbitro, não se jogou futebol, a equipa do Coimbrões, ficou reduzida a 8 elementos (3 expulsões) e Gazela, entrado já nos descontos, aumenta o score a favor dos Bravos de Matosinhos.

FOTOS: Domingos Lobo

LECEIROS CONQUISTAM UM PONTO FORA DE PORTAS

III DIVISÃO SERIE B
Campo das Oliveiras Serzedelo - Guimarães
Árbitro: Nuno Cabral
Serzedelo 1 Leça FC 1
Ao intervalo, 1-0, golos Jorge Miguel (35 ) Tiago Madalena (59)

SERZEDELO: Miguel, Jorge Miguel, Gil, Bruno Sousa, Zézinho, Miguel Mota, Leonel (Pablo), Mauricio (Ricardinho), Miguel Veiga, Pedro Fidalgo, Sócrates (Bruno Cunha). Treinador, Pedro Rui.

LEÇA FC: Cláudio, Zé d´ Angola, Zé Soares, Madalena, Rui Ramos, Moura (Ricardinho), André, Tiago André, Magno (Nogueira), Vitor Hugo (Vasconcelos) e Cerejo. Treinador, Armindo Machado.

LEÇA SOMA MAIS UM PONTO

O Leça empatou a uma bola, no Campo das Oliveiras, com o Serzedelo, em jogo referente à 7ª jornada do Campeonato Nacional da 3ª Divisão da Série B. A equipa liderada pelo técnico Armindo Machado esteve a perder até ao intervalo, depois de ter sofrido o golo através de um livre executado por Jorge Miguel, aos 39 minutos. (1-0, num livre em que a barreira abriu e traiu o Cláudio)

O CAPITÃO FEZ O TENTO DA IGUALDADE

Logo no início da segunda parte, o Leça restabeleceu a igualdade no marcador, na sequência de um pontapé de canto por Tiago Madalena (1-1, ao desviar já dentro da pequena área um desvio de cabeça do Rui Ramos). Quanto ao resto, 1-1 em golos, 1-1 em bolas ao poste, numa partida rasgadinha mas por vezes mal disputada. O resultado aceita-se pela produção das equipas, o Serzedelo foi mais consistente na 1ª parte, o Leça equilibrou o jogo e foi claramente mandão na 2ª parte mas sem criar oportunidades de golo claras. O resultado não viria a sofrer mais alteração até final do tempo regulamentar.
O Leça bem pode queixar-se da arbitragem por uma grande penalidade, falta claríssima por marcar dentro da área, sobre Rui Ramos

Na próxima jornada, que se realiza no dia 6 de Novembro, o Leça o Recebe o FC Infesta

LAVRENSE ENTRA ADORMECIDO E ACORDA A TEMPO DE VENCER


Complexo Desportivo de Lavra
Árbitro, Sérgio Ribeiro Ferreira
Ao intervalo, 0-1, golos Hugo Almeida (bis) e Diego

Lavrense: Miguel Mota; Renato (Ivo), Filipe Sousa, Cuca, Grilo (Diego), Wilson, João Diogo (André Grilo), Gonçalo, Tiago Pulga, Heldinho, Hugo Almeida. Treinador Hugo Reis

Após a vitória no terreno do S. Martinho a formação do Lavrense entrou em campo com a intenção de conquistar os três pontos. Porém na primeira parte não conseguir impor o seu futebol, tendo alguma dificuldade em circular a bola e entrar no último reduto da formação do Águias de Eiriz, uma equipa bem organizada no seu sector defensivo, e que tentava através do contra ataque chegar rapidamente ao último reduto do lavrense. A grande oportunidade do Lavrense na primeira parte surgiu de um cruzamento muito bem executado de Renato e Hugo Almeida, muito esforçado em todo o jogo acertou em cheio na trave da baliza! Perto dos 30 minutos numa desatenção da defesa do Lavrense a formação do Águias de Eiriz inaugurou o marcador.

HUGO ALMEIDA DE REGRESSO AOS GOLOS (2)

Na segunda parte a equipa do Lavrense entrou em campo com muita determinação de vencer e foi para cima do adversário e rapidamente marcou dois golos de belo efeito através de Diego e de Hugo Almeida. A formação forasteira apesar de estar a perder não baixou os braços e através de um livre directo mal assinalado pela equipa de arbitragem fez a igualdade a dois golos. Praticamente na jogada seguinte Hugo almeida deu justiça ao marcador e fez o golo da vitória! A parte final do encontro foi de grande sofrimento para o Lavrense, pois o árbitro da partida expulsou Heldinho, injustamente, e ficaram a jogar com dez jogadores. Mais uma vez o grande espírito de equipa e grande atitude dos jogadores do lavrense fez com que a equipa segurasse a merecida vitoria!

A salientar: - A péssima arbitragem pois houve uma notória dualidade de critérios desde o inicio ao fim da partida que resultou na expulsão do Heldinho sem causa aparente.

DESTAQUE-O regresso do Hugo Almeida aos golos e a Dinâmica do Gonçalo que fez um jogo do outro mundo.


Miguel Mota e Carlos coelho

domingo, 30 de outubro de 2011

CUSTÓIAS SEM CHAMA PARA UM SERZEDO ENDIABRADO

Divisão de Honra da AF Porto
Estádio do Custóias FC
Árbitro: Cândido Bessa
Custóias 0 Serzedo 6
Ao intervalo, 0-2, Golos Ricardinho (17) Hélder (26) Félix (53, 60, 75 gp) André (83)



CUSTÓIAS: Meneses, Danny, Noura, Nuno Ribeiro e Adérito; Edu, Magalhães e Joel; Gandarela, Latas (Mário Rui)e Caramalho (Nuno Santos). Treinador: Paulo Silva.

SERZEDO: César, Bruno Pacheco, Bruno Cruz, Hélder e Joanzinho; Óscar, Viana (Leo)e Bruninho; Ricardinho (Dominguez), Vitinha (André)e Félix. Treinador Pedro Dominguez

A equipa do Custóias foi autenticamente atropelada pela equipa do Serzedo.
FÉLIX ex Custóias esteve imparável, três assistências e um hattrick no regresso a Custóias.



SERZEDO FOI MANIFESTAMENTE SUPERIOR

A resistência custóiense, durou apenas 17 minutos, altura em que a equipa visitante, abre o marcador por, Ricardinho, que se antecipa ao seu marcador e encosta para a baliza, na sequencia de uma de um cruzamento da direita, por Félix, rasteiro e tenso, entre o guarda-redes e linha defensiva. A equipa da casa, ainda tentou reagir a tão duro golpe, através de um pontapé livre de Edu, em que o guarda-redes César, não fica bem na fotografia, socando a bola para a frente e Caramalho e Latas, a não saberem aproveitar. Motivada pelo golo conseguido a equipa do Serzedo, aumenta de velocidade de processos, com a bola a ser jogada entre os sectores e com lançamentos rápidos sobre as alas, vai criando muitos desequilíbrios no sector defensivo custóiense. Ao minuto 26´ o central Hélder, livre de marcação, salta mais alto que toda a defensiva do Custóias e de cabeça faz o segundo, respondendo a um pontapé de canto, marcado por Félix. A equipa da casa, deserta de ideias, não conseguia responder com preceito à qualidade superior (individual/colectiva) da equipa forasteira.

CUSTÓIAS SEM CHAMA, NÃO CONSEGUE RESPONDER


Na segunda etapa, quando se previa uma reacção da equipa do Custóias, essa não veio a acontecer. A equipa da casa, lenta nas movimentações de transição e com uma posse de bola muito intermitente, deixa-se surpreender em contra-ataque, Félix (ex Custóias), em velocidade pelo lado direito, remata e bate Meneses sem apelo nem agravo, fazendo o terceiro aos 53`. Com o jogo resolvido, quanto ao vencedor, permitiu que a equipa forasteira circulasse a bola com mestria e de quando em vez ataca-se com perigo. A equipa custóiense, abatida pelo resultado e pela categoria do adversário, ia respondendo como podia, aspirando pelo final do encontro. Com o adversário no chão, completamente entregue, a equipa do Serzedo faz o quarto golo à passagem dos 60`, outra vez Félix, em contra-ataque. Aos 75`Adérito desconcentrado, comete falta para grande penalidade, Féliz, chamado a converter não perdoa, fazendo o hattrick. O Joga não terminaria sem que as redes de Meneses, voltassem a baloiçar, Félix, aparece mais uma vez em velocidade pela direita e oferece de bandeja o golo a André selando o resultado final de 0-6 para os visitantes.


INFESTA VENCE E É LIDER ISOLADO


O Infesta foi o grande vencedor da jornada ao bater o Vila Meã por 1-0 e ainda saiu beneficiado do empate a zero, registado em Grijó, entre a equipa local e o Sousense. Com esta conjugação de resultados, o Infesta é lider isolado do campeonato com 13 pontos.
Em relação ao encontro, o jogo foi bastante emotivo nos primeiros 15 minutos, Paulinho foi o primeiro a criar perigo logo nos primeiros minutos, ao atirar do meio campo, tentando fazer um chapéu a Torcato que estava adiantado, mas a bola acabou por sair por cima. Logo a seguir, o Vila Meã responde por Hélder Calviño que cruza da esquerda para a área onde aparece Lemos que de cabeça, atira por cima da baliza de Duarte. Um minuto depois, passe de Vitinha I para Paulinho que recepciona a bola, finta Pinheiro e remata para defesa de Torcato para canto. No lance, Pinheiro sai lesionado e foi obrigado a ser substituído por Magalhães, jogador que representou o Infesta em 2001/02 e 2004/05. Sidon, outro ex-Infesta, não saiu do banco de suplentes. Aos 10 minutos, grande jogada de entendimento entre Paulinho e Vitinha II, com este ultimo a rematar com perigo, junto ao poste mas o guardião Torcato defende bem. Três minutos depois, Calviño marca um livre da esquerda para o segundo poste, onde aparece Daniel que atira de cabeça à figura de Duarte. Depois, o jogo entrou numa toada morna e só aos 28 minutos voltou a haver perigo quando Hélder Calviño, atira de fora da área com força para grande defesa de Duarte. Aos 36 minutos, Paulinho cruza da direita para a área onde aparece Pedro Nuno que de cabeça atira ao lado. Mas no minuto seguinte, jogada tirada a papel químico com Paulinho a cruzar novamente da direita e desta feita, Pedro Nuno atira de cabeça para o fundo da baliza. O Infesta seguia em vantagem para o intervalo.


Pedro Nuno volta aser decisivo

A segunda parte entrou sem grandes oportunidades de parte a parte, pois o jogo estava a ser bastante disputado a meio-campo. O Vila Meã, a precisar de atacar para tentar chegar ao empate, só aos 77 minutos é que voltou a criar perigo quando Calviño cruza para Mesquita que atira de cabeça ao lado da baliza. No minuto seguinte, bola ganha por Almeida que cruza para Vitinha I e este de primeira, atira contra Magalhães, ficando a pedir grande-penalidade por a bola ter tocado na mão do defensor do Vila Meã, mas que o arbitro não acedeu. Poucos minutos depois, boa jogada do Infesta que culmina com um espectacular remate de Vitinha I que sai ligeiramente ao lado. Aos 88 minutos, contra-ataque do Infesta onde Almeida, desenvencilha-se do defensor do Vila Meã, ficando perante o guardião Torcato, mas atira ao lado da baliza dos visitantes. Por fim, em cima do minuto 90, Bruno Anciães responde a um cruzamento da esquerda, com um cabeceamento rente ao poste de Duarte.
Final do encontro com vitória justa do Infesta que conseguiu ser melhor que a equipa do Vila Meã quando estes procuravam atacar para tentar chegar ao empate. Para a história, fica o registo da primeira vitória do Infesta em casa, frente a este adversário em jogos a contar para os nacionais. No próximo domingo, há derbi em Matosinhos com a visita do Infesta ao Leça FC.

Fonte: FC Infesta

SENHORA DA HORA NA ROTA DO EXITO


"Adormecer para mais tarde Acordar"

Entrada muito forte do Senhora da Hora, que no 2º minuto, através de várias tabelas entra na área do Vila com Álvaro a demonstrar o espírito de equipa que existe, tendo boa posição para finalizar, encosta para Ricardo, este por sua vez finaliza, estava feito o 1º golo. Após este golo assistiu-se a festival de golos falhados, durante 20 minutos a equipa do Vila nem conseguia respirar, pois a pressão alta do Senhora da hora provocava calafrios na linha defensiva do Vila. Entrada para a 2 ª parte, com muita sonolência dos homens da casa, em que permitiram alguns ataques bem organizados pelo Vila, mas a concentração da defensiva Matosinhense, não permitia mais do que isso. Momento do Jogo, Dourado a seis minutos do final, isola Ferrer, que á saída do guarda-redes, encosta para o fundo da baliza, estava feito o resultado final. Mais uma vez é de enaltecer o espírito de grupo desta equipa, pois é muito difícil individualizar um ou outro jogador, seria uma injustiça pela forma como se debateram no jogo.

SCS HORA: Dourado, Bruno Alves (75 Sérgio), Ramalho, Leandro, Diogo (79 Dani), Vilas, Portilho, Álvaro, Ricardo, Ferrer e Serrão (60 Borges). Treinador, Joca.

Pedro Silva

RESULTADOS DOS JOGOS DESPORTIVOS

RESULTADOS COMPLETOS DOS MATOSINHENSES

FREAMUNDE 2 LEIXÕES 1

PADROENSE 4 COIMBÕES 2

INFESTA 1 VILA MEÃ 0
SERZEDELO 1 LEÇA 1

CUSTÓIAS 0 SERZEDO 6

FOLGOSA 2 PERAFITA 1
LAVRENSE 3 ÁGUIAS EIRIZ 2
AVINTES 2 LBALIO 1
SENHORA DA HORA 2 VILA FC 0

ALDEIA NOVA 1 RAIMONDA 2
AT VILAR 1 OS LUSITANOS 1

FUTEBOL DE MATOSINHOS TEM TALENTOS (Telmo Queirós)

TELMO QUEIRÓS - FUTURO PROMISSOR!
Defesa Lateral Direito do LEÇA FC

Telmo Queirós, natural de Matosinhos, 18 anos e um futuro muito promissor.
Jogador formado no FC Pedras Rubras (de escolas a juvenis de 1 ano) e Leça FC (juvenis de 2ºano e Juniores de 1º e 2º ano) concluindo assim a sua formação.
TELMO QUEIRÓS é um jogador com boa técnica e muito inteligente na ocupação de espaços e compensações, óptimo posicionamento e rápido na recuperação de bola, concentrado no jogo e possuidor de bom passe. Pertence presentemente ao plantel sénior do Leça FC (1º ano sénior). Armindo Machado, técnico leceiro, deu luz verde à sua integração no plantel sénior 2011/2012, pelas suas qualidades técnicas e humanas. TELMO é um jovem de 18 anos, com muita margem de progressão, oportunidades não lhe vão faltar!

sábado, 29 de outubro de 2011

LITOS - O OBEJECTIVO É A MANUTENÇÃO


Litos queria outro resultado
O técnico do Leixões, em declarações à Sport TV após o final do jogo destaca “alguma apatia” no início do encontro desta tarde uma vez que o Leixões não conseguiu “aquilo que era desejado para este jogo. Tenho que dar mérito ao Freamunde que foi superior nos primeiros 45 minutos. Estamos numa fase em que não conseguimos encontrar desculpas. A equipa foi mais equipa na segunda parte. Podíamos ter conseguido o golo do empate. É verdade que o Freamunde podia ter ampliado a vantagem, mas a equipa está de parabéns pelos segundos 45 minutos. Era um jogo que tínhamos capacidade para ganhar e fico triste por não ter conseguido a vitória.” Quanto ao facto de o Leixões ter estado nos primeiros lugares no início do campeonato Litos reforça a ideia “que o objectivo era a manutenção. Com esses primeiros lugares foi-se criando um sonho que era meu e que era um feito histórico se fosse conseguido. Fomos dizendo que era jogo a jogo que queríamos pensar mas do outro lado temos também equipas que querem conquistar pontos.” Numa espécie de antevisão para o encontro de domingo [6 de Novembro às 11h15 diante do Penafiel], Litos considera que “temos um jogo importantíssimo no domingo e queremos continuar a ser bons profissionais. É muito cedo. Sabemos das nossas reais dificuldades. Tivemos a necessidade de recorrer a jogadores da 2.ª divisão ou distritais mas mesmo esses tem capacidade. É uma questão de voltarmos a conquistar os 3 pontos para dar outra motivação à equipa”

BLOG LEIXÕES

TERCEIRO DESAIRE CONSECUTIVO DA TURMA DO MAR


LIGA ORANGINA JORNADA 8
Jogo no Estádio do Sport Clube Freamunde.
Árbitro: João Ferreira (Setúbal).
Ao intervalo, 2-0 Golos Traciso (29) Florent (35 pb) Nuno Silva (54)

FREAMUNDE: Tó Figueira, João Amorim, Luís Pedro, Sérgio Nunes, Serginho, Bruno Magalhães, Tarcísio (Machado, 68'), Nana K, Pedro Moita, João Rodrigues (Luciano, 78') e Horácio (Bock, 64').

LEIXÕES: Fonseca, Paulinho, Nuno Silva, Joel, Florent (Moisés, 40'), Paulo Tavares, Jumisse, Luís Silva (Hernâni, 40'), Feliciano (Wesllem, 67'), Pedro Santos e Fausto.



Vindo de duas derrotas diante do Portimonense e Atlético, o Leixões queria vencer o encontro desta tarde para continuar a somar pontos rumo ao objectivo que é a manutenção na Liga Orangina.



Os locais foram claramente superiores no primeiro tempo, com um futebol envolvente, a pressionarem o homem da bola e beneficiando do acerto de João Rodrigues, responsável pelos melhores momentos ofensivos da formação freamundense (6, 7 e 20 minutos).Tarcísio, aos 29 minutos, beneficiou de um ressalto na área e inaugurou o marcador, que voltaria a sofrer alteração aos 35', quando Florent introduziu a bola na própria baliza, ao tentar desfazer um centro de Pedro Moita da esquerda. O treinador do Leixões, Litos, estava descontente com a produtividade nula da equipa e mexeu no onze ainda no primeiro tempo, mas as entradas de Hernâni e Moisés apenas produziram efeito no segundo tempo.



O Leixões revelou uma atitude diferente na segunda metade, imprimiu velocidade e, após uma perdida de João Rodrigues, aos 48 minutos, mandou no jogo, construindo oportunidades de golo suficientes para mudar a história do jogo (49', 53', 60' e 62'). O capitão leixonense Nuno Silva ainda reduziu, aos 54 minutos, com um remate à entrada da área. Já em cima do minuto 90’ Paulo Tavares foi expulso com um vermelho directo supostamente por palavras dirigidas ao árbitro. O Leixões volta a jogar para a Liga Orangina já no domingo, dia 6 de Novembro, em que defronta o FC Penafiel a partir das 11h15.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

ANTEVISÃO DO SERZEDELO vs LEÇA FC










RUMO À PRIMEIRA VITÓRIA FORA DE PORTAS
SERZEDELO - LEÇA FC
DOMINGO - 15 HORAS - CAMPO DAS OLIVEIRAS (GUIMARÃES)
ÁRBITRO: NUNO JOSE TOUCAS CABRAL (A.F. VILA REAL)

O LEÇA FC VAI DESCOLAR-SE A SERZEDELO (GUIMARÃES) PARA DEFRONTAR A EQUIPA LOCAL. ESTE É UM CONFRONTO TRADICIONALMENTE DIFÍCIL PARA A NOSSA EQUIPA MAS A EQUIPA DA CASA NÃO ATRAVESSA UM BOM MOMENTO DE FORMA E JÁ NÃO VENCE DESDE A 1ª JORNADA. PARA ESTE ENCONTRO O TÉCNICO ARMINDO MACHADO JÁ PODERÁ CONTAR COM O MÉDIO HÉLDER, APÓS TER CUMPRIDO CASTIGO FEDERATIVO (2 JOGOS). O ENCONTRO SERÁ ARBITRADO POR NUNO CABRAL (A.F. VILA REAL) E ESPEREMOS QUE TENHA UMA MELHOR ACTUAÇÃO DO QUE TEVE NO ANO PASSADO NO JOGO EM CASA FRENTE AO FAMALICÃO, ONDE EXPULSOU 2 JOGADORES LECEIROS E PERDOOU 1 PENALTI CLARO À EQUIPA VISITANTE.
HISTÓRICO:
Serzedelo 3-2 Leça III Série B 10/11
Serzedelo 1-1 Leça III Série B 09/10
Serzedelo 0-1 Leça III Série B 09/10
Serzedelo 0-3 Leça III Série B 08/09

FONTE: Leça FC Camadas Jovens

LEIXÕES - PEDRO SANTOS E HERNANI DE VOLTA AOS CONVOCADOS















Com o jogo marcado para este sábado à tarde, Litos divulgou ao final da manhã desta sexta-feira os convocados para o jogo Freamunde X Leixões. Zé Pedro, Degré, Hernâni e Pedro Santos voltam à lista de convocados (os dois últimos regressam após lesão) do técnico leixonense na visita a Freamunde. Por opção técnica saem dos convocados Waldson, André Carvalho, Marcelo e Tiago Costa aos quais se junta Fangueiro que faz parte da lista de lesionados a par de Tiago Cintra e Nélson Sampaio.

Eis a lista de convocados: Fonseca, Paulinho, Nuno Silva, Zé Pedro, Hernâni, Fausto, Luis Silva, Joel, Florent, Pedro Santos, Wesllem, Paulo Tavares, Moisés, Feliciano, Diego Mourão, Capela, Jumisse e Degré

BLOG LEIXÕES

FUTEBOL DE MATOSINHOS TEM TALENTOS (Tiago Moura)

VALOR SEGURO E CONFIRMADO DO FUTEBOL DE MATOSINHOS

Médio do LEÇA FC de apenas 20 anos
No actual plantel do Leça FC, o atleta que mais se tem destacado, é o Tiago Moura

Jogador formado no FC Porto (3 anos escolas e 2 de infantis) e Leixões SC durante 6 épocas, concluindo assim a sua formação. Seguindo -se depois o Leça FC, onde vai na segunda época de sénior. Porém esta época, é o da afirmação, Tiago Moura, é um dos indiscutíveis da formação leceira.
De corpo franzino, o “picolo” TIAGO MOURA, é um jogador, que gosta de ter a bola. Com muita qualidade de passe e condução, a par da inteligência, tem também um excelente posicionamento, no entanto precisa de melhorar, defensivamente e ser mais consistente ao longo dos 90 minutos. É um prodígio que joga em favor de colectivo.

LITOS - EQUIPA DE NICOLAU VAQUEIRO É MUITO BOA


Litos exige equipa aguerrida

Ainda a digerir a derrota com o líder Atlético, o Leixões prepara-se para a deslocação, amanhã, a Freamunde. Litos só se conformará com a vitória frente à equipa de Nicolau Vaqueiro, de forma a apagar da memória da equipa e dos adeptos o resultado negativo da última ronda. "O nosso objectivo passa por conquistar a vitória e não tenho dúvidas que vou ter uma equipa aguerrida, com atitude e empenhada na luta pelos três pontos", afirmou o técnico do Leixões, conhecedor do valor do Freamunde. "Eles têm uma equipa muito boa, excelentemente orientada, e que, tal como nós, está a fazer um bom campeonato. Batem-se muito bem no seu estádio e por isso, vamos ter de ser muito objectivos e coesos para sair de lá com um triunfo", alertou Litos, que para este jogo terá mais duas opções para as alas. "O Pedro Santos e o Hernâni já estarão disponíveis. É uma boa notícia, pois estávamos um pouco limitados nas alas. Assim, terei não só mais opções de jogadores, mas também no que se refere à utilização de outros esquemas tácticos", finalizou o técnico.

O JOGO

FUTEBOL DE MATOSINHOS TEM TALENTOS (Fábio Vasconcelos)

FÁBIO VASCONSELOS, TEM POTENCIAL PARA JOGAR EM TODA A FRENTE DE ATAQUE

FÁBIO VASCONSELOS
Natural de Matosinhos, Nascido a 30-10-1992 (18 anos)
Como qualquer miúdo de Matosinhos, que consiga dar uns pontapés na bola com alguma qualidade, Fábio, fez a iniciação na modalidade, nas escolas de formação do Leixões SC, onde com 5 anos vestiu pela primeira vez a camisola rubro-branca do clube matosinhense, onde permaneceu até aos 14 anos de idade, seguindo-se depois o FC Pedras Rubras (3 épocas ) até aos 17 anos, para depois ingressar no Gondomar ainda como júnior, onde esteve presente na fase final da competição. Hoje pertence ao plantel do Leça FC, onde diga-se não tem tido oportunidade de explanar, todo o seu potencial futebolístico que de facto é detentor.
Fábio Vasconcelos, é um avançado que faz toda frente de ataque; extremo direito, esquerdo, atrás do ponta de lança ou mesmo a ponta de lança. Muito bom tecnicamente, bom controlo de bola e facilidade de passe, no entanto precisa ganhar mais maturidade, que se aprende com o tempo de jogo, é jovem (18anos) e com paciência vai aparecer com destaque no Futebol de Matosinhos, pois é um jogador com muita margem de progressão.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

FUTEBOL DE MATOSINHOS TEM TALENTOS (Danny)

DANNY JOVEM JOGADOR QUE FAZ TODO O CORREDOR DIREITO

Daniel Filipe Gonçalves Almeida, nascido em 1992-12-29 (18 anos)
Natural de Vila Nova da Telha – Maia. Posição Defesa lateral direito, Altura 175 cm, Peso 65 kg
Jogar do actual plantel do Custóias FC, Danny, foi formado nos escalões de formação dos; Senhora da Hora (2001/02 a 2006/07), Pasteleira (2007/08) e Leixões (208/09 a 2010/11)

Apesar de a sua posição natural dentro do campo de jogo, ser a de lateral direito, Danny, esta época tem sido aposta do mister Paulo Silva (técnico Custóias) na posição de ala direito, o jogador não enjeitou a aposta do mister, e tem respondido com prestações consistentes, que lhe valeu alguns golos no ataque custóiense. É humilde, muito concentrado nos treinos e jogos e ao nível de disciplina táctica, tem se revelado com grande sentido de aprendizagem. A pesar dos seus 18 anos Danny, é uma aposta segura da equipa do Custóias , como prova a sua titularidade em todos os jogos disputados esta época ( a sua primeira de sénior). Danny é daqueles jogadores que não enganam, tem tudo para chegar mais longe no futebol.

ANTEVISÃO DO CUSTÓIAS vs SERZEDO

Estádio Custóias Futebol Clube
Domingo 30 Outubro 2011 - 15h00
Custóias FC vs Serzedo
AF Porto Divisão Honra 2011/12 Jornada 8



A equipa do Custóias FC, recebe em sua casa um ilustre conhecido destas andanças, adversário gaiense que por certo tudo vem fazer para levar os três pontos em disputa de regresso a Serzedo. A equipa custóiense é 9º classificado, com nove pontos conquistados, fruto de 2 vitórias, 3 empates e 2 derrotas, a equipa do Serzedo é 5ª classificada, com 14 pontos, 4 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota.
O Custóias, que esta a fazer um campeonato dentro das expectativas dos seus responsáveis, teve um inicio de competição bastante prometedor, mas claudicou nas últimas duas jornadas, disputadas fora do seu habita, a equipa custóiense não conseguiu dar continuidade ao excelente arranque de campeonato, perdendo os últimos dois jogos. A equipa está bem, e pronta para receber o Serzedo, com a confiança de levar de vencido este forte opositor.



Nome, Clube Futebol Serzedo, Associação AF Porto , Ano de Fundação 1933 ,Presidente Luis Pedrosa, Treinador Pedro Dominguez , Cidade Serzedo - Vila Nova de Gaia
A equipa do Serzedo, subiu a época passada à divisão de honra, como segundo classificado, atrás do Canidelo e a frente do FC Perafita, numa luta pelo acesso, que terminou bem perto do fim da competição (última jornada da 1ª serie 1 AF Porto)
Está época a equipa gaiense, reforçou os seu plantel, com vista a ter um campeonato que passa pela obtenção da manutenção o mais rápido possível.
Nos seus quadros competitivos do Serzedo, que é excelentemente orientada pelo técnico Pedro Dominguez, tem nada mais, nada menos que cinco jogadores ex Custóias FC; Bruno Cruz (Central) Bruno Pacheco (médio/defesa) Viana (médio) Bruninho (médio ) Félix (avançado). Próximo Domingo, todos eles estão em condições de subir a um relvado que lhes é familiar.
A titulo de curiosidade, os últimos resultados dos jogos entra as duas equipas, no estádio do Custóias; Custóias FC 0-0 Serzedo Porto 1ªD S1 07/08, Custóias FC 3-0 Serzedo Porto 1ªD S1 09/10

JOGOS DO FIM DE SEMANA DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS


Liga Orangina 2011/2012 Jornada 8
Freamunde vs Leixões
Sábado 29 Outubro 2011 - 15h30

II Divisão Zona Centro 2011/12 Jornada 7
Padroense vs Coimbrões
Domingo 30 Outubro 2011 - 15h00

III Divisão Série B 2011/2012 Jornada 7
Infesta vs Vila Meã
Serzedelo vs Leça
Domingo 30 Outubro 2011 - 15h00

AF Porto Divisão Honra 2011/12 Jornada 8
Custóias vs Serzedo
Domingo 30 Outubro 2011 - 15h00

AF Porto 1ª Divisão Série 1 2011/12 Jornada 8
Folgosa da Maia vs Perafita
Lavrense vs Águias de Eiriz

AF Porto 1ª Divisão Série 2 2011/12 Jornada 8
Senhora da Hora vs Vila FC
Avintes vs Leça do Balio
Domingo 30 Outubro 2011 - 15h00

AF Porto 2ª Divisão Série 1 2011/12 Jornada 7
At. Vilar vs Os Lusitanos
Domingo 30 Outubro 2011 - 15h00
Aldeia Nova vs Raimonda
Sábado 29 Outubro 2011 - 15h00

EM FREAMUNDE LITOS QUER OS TRÊS PONTOS


"Quero Equipa aguerrida para ganhar em Freamunde"

Declarações de Litos, treinador do Leixões Sport Club, ao leixoessc.pt na antevisão do jogo com o Freamunde.

LSC – O Leixões enfrenta uma difícil deslocação a Freamunde, no sábado, com o objectivo de reagir aos últimos resultados. Como encara esta situação?
Litos – O nosso objectivo para o jogo de Freamunde passa por conquistar uma vitória. Tenho a certeza que vou ter uma equipa aguerrida, com atitude e empenhada na luta pelos três pontos, pois é assim que encaramos todos os jogos. É preciso ter consciência de que o Freamunde é uma equipa muito boa, excelentemente orientada, e que, tal como nós, está a fazer um bom campeonato. Em casa, o Freamunde costuma bater-se muito bem e vamos ter de ser muito objectivos e coesos para sair de lá com o triunfo.

LSC – Os sócios ficaram desiludidos com o resultado da última jornada…
L – Ficaram eles e ficamos nós, porque queríamos ter ganho ao Atlético. E se as coisas tivessem sido diferentes em termos finalização, se tivéssemos sido um pouco mais felizes, tudo teria sido bem melhor. Compreendo perfeitamente o sentimento dos nossos adeptos, porque querem ganhar sempre, tal como nós, mas há que ter noção da realidade. E a pressão sobre a Equipa não ajuda. No lançamento do jogo com o Atlético tinha pedido aos adeptos para não pressionarem a Equipa, porque isso pode não ter o efeito desejado. É preciso lembrar que temos aqui muitos jogadores que estão a jogar nesta divisão pela primeira vez, que não estão habituados à televisão e a toda essa exposição, e que acabam por se deixar afectar pelo nervosismo e pela ansiedade. Com o Atlético, ficamos a perder muito cedo e, com o passar do tempo, houve alguma pressão exterior por parte de alguns sócios que não foi benéfica, causando nervosismo e ansiedade em alguns atletas. Conheço bem os jogadores que tenho à minha disposição e é por isso que peço paciência aos adeptos, que lhes peço para acarinhar a Equipa. Gostava que entendessem isto como um pedido de ajuda e não como uma crítica, até porque a maioria dos adeptos tem sabido entender as minhas palavras.

LSC – Em Freamunde já vai ter mais opções na Equipa, pois o Pedro Santos e o Hernâni já estão a treinar sem limitações.
L – Exacto. O Pedro Santos e o Hernâni já estarão disponíveis o que aumenta o meu leque de opções. Estávamos um pouco limitados nas alas com a ausência deles e passo a ter mais possibilidade de escolha. Qualquer treinador gosta de ter o máximo de jogadores à disposição, pois assim pode optar por diferentes esquemas tácticos ou alterá-los no decorrer de um jogo.

LSC – Entretanto, realizou-se o sorteio da Taça e ficou definido que vamos receber o Santa Maria, da 3.ª Divisão, na 4.ª eliminatória. O Leixões é claramente favorito, não é assim?
L – É óbvio que sim. Jogámos em casa com uma equipa de um escalão inferior, pelo que somos amplamente favoritos. Mas há muito tempo para falar desse jogo. Antes disso ainda temos o Freamunde e o Penafiel. Só então centraremos as nossas atenções na Taça de Portugal.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

FUTEBOL DE MATOSINHOS TEM TALENTOS (Heldinho)

JOGA MUITO ESTE MENINO!

HELDINHO
Hélder Seabra, de 22 anos, atleta com iniciação no FUTSAL, dos 5 anos aos 14 representou esta modalidade em defesa do C. A. Pedras Rubras. A partir dos 15 anos, Heldinho começa a aventura no futebol de onze, representando, sempre o F.C. Pedras Rubras, como Juvenil e Junior, percurso que o levou a representar o clube Maiato ao mais alto nível, pois nas duas últimas épocas foi sénior do Pedras.
Heldinho, é um avançado que joga nas alas, de corpo franzino, que alia a forte velocidade à técnica bastante apurada, jogador inteligente, dinâmico e que se adapta facilmente a qualquer esquema (táctica) de jogo. Heldinho dá tudo pela camisola que enverga, tentando responder todos os dias, nos treinos e nos jogos, a confiança que nele depositam
Heldinho é jogador do plantel da UD Lavrense.
O Helder Seabra, é um jovem em que se pode confiar, amigo do seu amigo e sempre pronto para aprender e partilhar experiências com quem sabe e viveu mais

FUTEBOL DE MATOSINHOS TEM TALENTOS (João Noura)

NOURA DEFESA CENTRAL DE GRANDE ROBUSTEZ FÍSICA

João Paulo Teixeira Lopes Noura,
Posição Defesa Central. Altura 182 cm. Peso 82 kg
Nascido em 1992-10-11 (19 anos), Jogador formado nos escalões de formação de FC INFESTA/LEIXÕES SC, tendo jogado na equipa junior A, na época de 2010/2011, sendo um dos pilares defensivos da equipa leixonense, com brilhantes exibições, que o levou mesmo a representar a equipa sénior leixonense várias vezes, em jogos da Liga do Futuro.
Noura é um predestinado para o lugar que ocupa dentro do campo, é um atleta com boa compleição física, técnica quanto baste, daí gostar de sair a jogar com a bola controlada, muito concentrado na marcação, e com poder de antecipação muito elevado. Presentemente é jogador do plantel sénior do Custóias FC, um jovem a seguir atentamente.

FUTEBOL DE MATOSINHOS TEM TALENTOS (Lúcio Fernandes)

MÉDIO OFENSIVO QUE SABE JOGAR NAS ALAS
TEM COMO REGISTO 26 GOLOS MARCADOS EM ÉPOCA DE CAMPÉAO

Lúcio Fernandes:
Lúcio tem 18 anos e é natural de Vila Verde mas desde cedo que reside em Leça do Balio. A sua carreira foi um pouco atípica pois começou por fazer treinos de captações em clubes de maior nomeada como o FC Porto, Maia ou Leixões, mas foi o Infesta que lhe abriu as portas. Aliado ao facto de residir perto e de o irmão mais velho também lá treinar, começou a treinar no Infesta aos 13 anos mas os dois anos de iniciado e o primeiro de juvenil não foram lá muito famosos pois os treinadores pouco apostavam nele por ser algo franzino, no entanto, aproveitou esses anos para aprender e trabalhar bastante. Mas no seu segundo ano de juvenil, teve pessoas que lhe deram a oportunidade de mostrar as suas credenciais e daí até ao ultimo ano de júnior, nunca mais perdeu o lugar. Na temporada passada, onde se sagrou campeão distrital de juniores, levou consigo o titulo de melhor marcador da equipa com 26 golos. Depois da fantástica época, a chamada à equipa sénior do Infesta acabou por ser natural e tem tido algumas oportunidades de mostrar o seu talento. Jogador com muita técnica, inteligente em campo, tem boa visão de jogo e a sua posição em campo preferida é a de médio-ofensivo mas também actua nas alas esquerda e direita e como avançado. Sabe que é difícil chegar ao futebol profissional mas não é impossível e ao longo destes anos de futebol, aprendeu muita coisa e uma delas foi não desistir.

BEBÉS CRESCEM EM FREAMUNDE


A equipa de Matosinhos desloca-se a Freamunde com apenas um ponto de vantagem, mas com a certeza de que se trata de um reduto onde costuma alcançar bons resultados. Em oito deslocações, o Leixões conquistou quatro vitórias, tendo perdido apenas por duas vezes. Na época passada, a partida terminou empatada a três golos e ficou marcada por confrontos violentos entre as claques das duas equipas, que se cruzaram à saída do estádio.

Hernâni e Pedro Santos continuam a treinar com limitações, mas podem recuperar.

O JOGO

terça-feira, 25 de outubro de 2011

LAVRENSE VENCE EM S. MARTINHO


7ªJornada - no campo do S. Martinho, jogo : ARS. Martinho , U.D. Lavrense

Jogo disputado sob chuva constante, provocando que o estado do terreno (pelado) se fosse degradando à medida que o tempo de jogo avançava, havendo bastas zonas com muita água acumulada, nomeadamente na área onde jogou a nossa equipa na 2ª parte em que a água ocupava toda a pequena área, cobrindo por completo os pés dos jogadores, principalmente do Guarda Redes Miguel.

Muita abnegação e luta dos nossoa rapazes que conduziram a uma vitória justa no final do encontro. Não era muito fácil jogar bem, mas mesmo assim de parte a parte lá surgiram algumas boas jogadas, sendo de realçar as saídas rápidas da nossa equipa para o ataque , tendo numa delas, no início da 2ª parte resultado numa grande penalidade por falta do Guarda Redes adversário sobre Heldinho que, encarregado da sua transformação permitiu a defesa do Guarda Redes.

O Lavrense inaugurou o marcador com um golo de Tiago, a meio da primeira parte tendo S. martinho empatado no final da mesma. A cerca de 10 minutos do fim Wilson selou a vantagem em mais uma jogada de insistência onde o golo esteve eminente várias vezes.

No próximo Domingo (30/10) às 15 horas, no CD Lavra jogo com CD Águias Eiriz em jogo a contar para a 8ªjornada.

Contamos com apoio dos nossos adeptos e associados.

FONTE: União Desportiva Lavrense

EQUIPAS DO PADROENSE EM GRANDE

As equipas de futebol do Padroense têm realizado um início de época fulgurante, com destaque especial para as equipas do futebol jovem, onde, em todos os escalões, o Padroense ocupa os postos cimeiros das classificações dos seus campeonatos.



Este fim de semana foi mais uma vez exemplo disso mesmo, com destaque natural para a vitória da equipa principal do Padroense no difícil Estádio do Gondomar por três bolas a zero, onde Marco, Guarda redes do Padroense, foi o herói, por motivo inesperado, ao marcar o terceiro golo da partida num remate de baliza a baliza, numa altura em que o Padroense se encontrava reduzido a nove elementos.
Porém, as outras equipas do Padroense estão também de parabéns, já que estas restantes seis equipas obtiveram outras tantas vitórias nos jogos disputados.



A titulo de curiosidade refira-se que o score de golos deste fim de semana das sete equipas do Padroense foi de golos Vinte e quatro marcados e de apenas Cinco golos sofridos!
É também importante realçar que este fim de semana, pela primeira vez na sua história, o Padroense teve uma equipa, Escolas A, a disputar um jogo oficial de Futebol de 7, onde levou de vencida o F.C. do Porto por quatro bolas a três.
Os resultados deste fim de semana estão longe de ser um acaso, recorde-se que no fim de semana anterior o Padroense também foi 100% vitorioso nos jogos disputados, com seis vitórias em outras tantas partidas, e à dois fins de semana atrás apenas uma das suas equipas não logrou vencer, tendo empatado a sua partida.
Podemos assim dizer que num Padroense, Sempre em Crescimento, está estabelecido o bom hábito de vencer!

FONTE: PADROENSE FC

GOLO DE MARCO (Padroense) TEM DADO QUE FALAR

Marco, herói da jornada

O guarda-redes Marco, do Padroense, teve uma fim-de-semana memorável. Tudo porque... marcou o terceiro golo da equipa em Gondomar, numa altura em que o Padroense alinhava com apenas nove (!) jogadores. Marco viu Tiago Oliveira adiantado e fez-lhe um chapéu que tem dado muito que falar. Entretanto, a equipa continua no mercado à procura de um defesa-central.

O JOGO

FUTEBOL DE MATOSINHOS TEM TALENTOS (Pedro Magalhães)



UM GUARDA-REDES DE VALOR SEGURO

Pedro:
Pedro Magalhães iniciou a sua carreira como avançado no Aguas Santas, mas cedo se deu conta que o seu lugar era o de guarda-redes onde foi sempre bastante utilizado nos iniciados e no primeiro ano de juvenil. Chegou ao Infesta em 2009 para jogar nos juvenis e manteve o estatuto de titular. Ágil entre os postes e bastante comunicativo, com a saída do técnico Valdemar Silva da equipa júnior do Infesta na temporada passada, conseguiu convencer o novo técnico José Catalão a ser o dono da baliza infestista que conquistou o titulo distrital.
Jogador equilibrado e trabalhador, é bastante interventivo estando sempre a dar indicações aos seus companheiros durante o encontro, aproveitando a sua visão privilegiada que os guarda-redes têm sobre o campo.
Tem como objectivo ser guarda-redes profissional, mas sabe que para chegar a esse ponto, tem de trabalhar bem dia após dia.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC