RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 15 de junho de 2014

CAI O PANO NA ÉPOCA FUTEBOLISTICA EM MATOSINHOS É TEMPO DE BALANÇO!

O Leixões, apesar de prometer tranquilidade…caiu na II Volta ao ponto de só a duas jornadas do fim garantir a permanência na II Liga profissional de futebol…pelo meio três treinadores, Pedro Correia, deu o lugar a Jorge Casquilha e que por sua vez, cedeu o lugar a Manuel Monteiro e, com os presidentes do clube e da SAD demissionários…ao clube do MAR, resta recarregar baterias e partir para uma nova época que se prevê bastante difícil, com novas linhas de orientação, e não cometer erros que se poderão custar muito caros. 

FC Perafita, em ano de estreia nos nacionais (CNS) nova competição dos novos quadros competitivos da Federação Portuguesa de Futebol, não se deu muito bem, sendo último classificado da serie C e consequentemente foi despromovido aos Distritais, tendo pelo meio uma “dança” constante de entradas e saídas do plantel, inclusive mudou de comando técnico, Óscar Nogueira deu o lugar a Manuel Matias, nunca em momento algum conseguiu impor-se nesta prova. Resta ao clube presidido por António Santana, preparar-se para enfrentar novos desafios que se adivinham… 

Leça FC, realizou uma época notável, com poucos recursos, e um plantel muito jovem e inexperiente, com um inicio muito pobre, mudou inclusive de comando técnico por duas vezes, Vítor Leal passou o testemunho ao seu adjunto Paulo Alberto, que o cedeu a Nuno Costa…e em boa hora se diga, juntamente com a passagem de Domingos Barros (jogador capitão de equipa), a director desportivo, o Leça reorganizou-se, reajustou o plantel e conseguiu, aos poucos impor a sua mística o seu futebol, sendo inclusive o Campeão da II Volta do campeonato, com exibições categóricas e consistentes, terminado a prova em quinto lugar a apenas 7 pontos da subida ao CNS. Resta aos leceiros tentar segurar as suas mais valias, que convenhamos, seja extremamente difícil, para encarar a aproxima época de uma forma mais consistente. 

 Padroense FC, teve uma prestação na nova e principal Divisão da AF Porto, a baixo do esperado. Com um plantel no início orientado por José Ferreirinha, plantel esse recheado de bons executantes, como são os casos de Rui Jorge, Paulo Campos, Pedrinho, Ricardo Alves, entre outros…por motivos ainda por esclarecer, aos poucos foi perdendo referencias da equipa que estava construída para atacar a subida ao CNS. Ferreirinha bateu com a porta e deu o lugar a António Remelgado, que nada trouxe de novo à equipa e os maus resultados teimavam em persistir, até que Germano Pinho entrega o comando técnico a José Manuel Teixeira, treinador da formação do clube, que ainda teve tempo para lançar na equipa jovens valores da formação padroensista em que se augura um brilhante futuro, como são os casos de Chico, João Ferreira, Gonçalo Porto e Rosas, entre outros…O facto de maior relevância nesta época que agora terminou foi o conseguir fazer de montra para um jovem jogador de grande classe que firmou contrato por seis anos com o Sporting C P, de seu nome Jorge Santos mais conhecido por Gazela 

FC Infesta, uma época bastante medíocre, ainda conseguiu na parte final dar um ar da sua graça. Com um início muito indefinido, fruto do pouco orçamento disponível para esta época e com captações que vieram revelar-se pouco produtivas, fez com que os comandados por António Formoso, nunca conseguissem abandonar os lugares de despromoção, estava anunciado desde o início, o clube histórico de Matosinhos, com raízes fortes ligadas às competições nacionais, caminhava para a Divisão de Honra. Resta ao FC Infesta preparar-se para um regresso rápido ao convívio dos melhores na AF Porto, e que sabe, seja uma ano de restruturação ao nível financeiro que permita a médio prazo, termos de novo o Infesta nos nacionais, aliás terreno onde esta habituado andar… 

U D Lavrense, clube presidido por Arménio Santos, estreante na Divisão de Honra, teve um comportamento meritório, conseguindo o objectivo proposto a quando do inicio da temporada, terminando num honroso 8º lugar consolidando a permanência nesta competição. As boas exibições produzidas pela equipa orientada por José Pacheco, não passou despercebida aos muito olheiros espalhados pelos campos de futebol, e jogadores como Tiago Carvalho, Bruno Monteiro, Joel, Ricardo, Telmo, Francis, Gonçalo, Couto, entre outros.., vão mudar de emblema fruto da qualidade demonstrada ao longo do campeonato. Facto que leva a direcção Lavrense procurar no mercado substitutos para estes jogadores, para manter a performance desportiva obtida na época finda. 

Custóias FC, presidido por um jovem presidente (Filipe Gomes Pereira), sem grande experiencia, conseguiu com algum factor aleatório subir os custóienses à Divisão de Honra. De facto a equipa comandada por Mário Rui, tinha valor mais que suficiente em termos de composição de Plantel, para não precisar de benefícios de terceiros para conseguir a tão almejada e concretizada subida (Recordo que a equipa do Custóias, beneficiou de cinco pontos que perdera no terreno de jogo, ao contrário de uma outra equipa que foi penalizada em onze pontos na tabela, facto que veio a revelar-se decisivo na contas finais). É dado consumado que os custóienses irão perder alguns jogadores que se revelaram importantes no decurso e o termino da época cessante, saiam uns entram outros, o importante é criar condições para que o Custóias permaneça com regularidade na divisão que agora pertence. 

SC Senhora da Hora, realizou uma época à imagem da anterior, bastante positiva, fruto da persistência do seu presidente Vasco de Carvalho, começou por apostar num jovem técnico Nuno Gonçalves, técnico que outrora vestira a camisola senhorenses como jogador. Com muitas dificuldades na construção do plantel, que no inicio tinha uma cara completamente diferente, Nuno Gonçalves aos poucos foi limando aqui e alí algumas arestas e foi construindo uma equipa à sua imagem, uma equipa aguerrida e muito solidária, dando prioridade ao colectivo deixando para segundo plano os rasgos individuais, facto que se veio a revelar de capital importância a partir do primeiro terço do campeonato, altura em que os senhorenses tornavam-se mais consistente, em termos de resultados exibições, sendo inclusive uma equipa difícil de bater, destacando-se neste particular o jovem guarda-redes Moreira. A aposta em Nuno Gonçalves foi certa e para continuar, é sabido que o TREINADOR DO ANO vai continuar ao leme senhorenses

Os Lusitanos FCSC, teve uma época desgastante em termos psicológicos, fruto de erros administrativos na condução da equipa, pois à 10ª jornada da competição a equipa de Santa Cruz do Bispo (já há alguns anos mergulhada na II Divisão), era vista com seria candidata a disputar os lugares cimeiros, mas a turma de Albino Guerra, foi penalizada com a perda de 10 pontos na secretaria, facto penoso que se evidenciou no andamento desta equipa, muito bem orientada e muito solidária ao longo do campeonato. Mas com tudo os aurinegros nunca perderam o norte e conseguiram com alguma naturalidade fruto da valia dos seus jogadores a permanência nesta divisão. É tempo de cimentar as cores de Santa Cruz do Bispo como valor seguro nas provas da AF Porto, para frente é que é o caminho, e estou convicto de que teremos a breve prazo a equipa que tem como seu principal responsável ao nível do futebol sénior, Hélder Queirós, como um dos clubes mais respeitados e admirados do concelho de Matosinhos. 

Por último resta-me falar sobre o Desportivo Leça do Balio, equipa liderada por um jovem técnico, capaz e com provas dadas ao nível de orientação táctica e metodologia de treino, Mário Heitor, consegui trazer de volta o clube à 1ª divisão distrital (DLB tinha descido na época anterior). De facto Mário Heitor veio a revelar-se uma aposta ganha dos dirigente balienses, o técnico conseguiu com poucos recursos criar uma equipa capaz de responder em campo o que se lhes exigia, com um misto de jovens jogadores com jogadores mais experientes, nunca perderam o rumo a que se tinha proposto no início de época chegaram mesmo a liderar o campeonato, foram a equipa que mais tempo permaneceu em primeiro lugar, nunca baixando do segundo, foram muito consistentes em termos de resultados e exibições e foram coroados por isso mesmo a EQUIPA DO ANO DO FUTEBOL DE MATOSINHOS. Agora é tempo de preparar a próxima época, onde a exigências vão com certeza ser maiores, a que arrepiar caminho, para que se não deixe nada ao acaso, Leça do Balio já pensa na próxima época, conseguindo garantir os serviços do técnico Mário Heitor 

Cai o pano na época futebolistica em Matosinhos, voltamos a ver-nos em 2014/2015, uma época que espero seja de acordo com os objectivos de todos os clubes da minha cidade 
Saudações desportivas 
 Mário Barbosa Mitch 
TAMOS JUNTOS!!!!!

NO LEIXÕES, GONÇALO GRAÇA PODE CHEGAR…MOREIRA PODE PARTIR...


GONÇALO GRAÇA PODE CHEGAR...
Representou o Vitória de Setúbal nas últimas temporadas, uma das quais cedido por empréstimo ao Leixões SC. Segundo avança a edição deste domingo do jornal Record, o jogador formado nas escolas do Varzim pode ser um dos reforços para a época 2014/15. Em final de contrato com os de Setúbal, o Leixões pode estar a pouco tempo de conseguir assinar com o extremo a custo zero. 
MOREIRA PODE PARTIR...
Se Gonçalo Graça pode estar de regresso, de saída pode estar Moreira. Segundo noticia o jornal Record, o avançado de 32 anos é pretendido pelos de Vila da Feira. Recorda-se que Moreira regressou ao Leixões no início da época 2013/14 tendo efetuado 50 jogos oficiais (39 na Liga2 Cabovisão, 7 na Taça da Liga e 4 na Taça de Portugal) e apontado um total de 17 golos (14 na Liga2 Cabovisão e 3 na Taça da Liga). 

Fonte BLOG LEIXÕES

ÚLTIMA JORNADA COM MUITO POR DECIDIR NA DIVISÃO D´ELITE


Hoje cai o pano sobre o campeonato da Divisão Elite Pro Nacional. 

O Campeão já há muito foi encontrado ( CD Sobrado) e por direito vai jogar no CNS na próxima temporada…falta saber quem acompanha o Sobrado na subida ao CNS, candidatos 3, FC Pedras Rubras, Paredes e Oliveira do Douro, curiosamente os quatro primeiros, vão defrontar-se entre si, O Sobrado com tudo resolvido vai receber o Paredes, o FC Pedras Rubras vai jogar tudo em casa de outro candidato, Oliveira do Douro…muitos cenários ainda se podem por. 

No que diz respeito a quem desce, o S. Pedro da Cova, ainda respira…precisa de vencer em casa o Leça FC (Campeão da IIVolta), e esperar que o Varzim B, perca na Maia frente à U Nogueirense FC (já despromovido). Quem já tem o seu destino (Divisão de Honra) traçado para a próxima época são Barrosas e FC Nogueirense e FC Infesta. 

As equipas de Matosinhos fecham o campeonato da seguinte forma, Leça FC, vai visitar o S. Pedro da Cova, que ainda sonha com a permanência. Padroense visita o CD Candal, para cumprir calendário, assim como o Infesta já despromovido recebe o Barrosas que também tem o mesmo destino

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC