RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 22 de dezembro de 2013

LAVRENSE E LUSITANOS COM SINAL MAIS, LEÇA E SENHORA DA HORA COM SINAL MENOS


 LEÇA NÃO ACERTA E PERDE NO SEU REDUTO FRENTE AO LIDER 

 Em Leça da Palmeira a equipa do Sobrado, confirmou a liderança ao bater os leceiros por dois golos sem resposta. Bom pronuncio para a turma de Manuel Pinheiro que termina o ano de 2013 à frente na classificação da Divisão Elite Pró-nacional. Ao contrário, os leceiros, afundam-se na tabela classificativa…terminam o ano posicionados em lugares que em nada se identificam com a história do clube verde e branco. No próximo domingo dia 29, há lugara para a eliminatória da taça Brali, AF Porto, e os leceiros recebem o SC Senhora da Hora, para reeditar um derbi de há a muitos anos atrás. 

 LAVRENSE VENCE EM CASA, NA DESPEDIDA DO TECNICO VISITANTE 

 A UD Lavrense presenteou como prenda de Natal, os seus adeptos, com uma vitoria por dois golos sem resposta, sobre um Gondim que ficou sem treinador, Os golos lavrenses, foram apontados por Diego e Grilo. 

 SENHORA DA HORA PERDE EM CANELAS 

 Um penalti, mal assinalado pelo árbitro da partida derrotou os senhorenses, que até fizeram o golo da igualdade mas prontamente anulado pela equipa de arbitragem. Antes de terminarem o ano de 2013, os senhorenses tem uma visita a Leça da Palmeira, para medir forças com o conjunto local para a Taça Brali, AF Porto 

 OS LUSITANOS VENCEM FORA E RECUPERAM NA TABELA 

 Grande jogo disputa em Pedroso e, com muitos golos, grande espectáculo proporcionado por ambas a equipa, Suíço, avançado aurinegro foi o destaque da partida com três golos apontados, Pipo (Filipe Mesquita), a dar indicações à equipa técnica, que podem contar com ele para a recuperação, 3-4 foi resultado final.

MILTON RIBEIRO SAI DO GONDIM –MAIA


 O técnico, Milton Ribeiro, após o jogo desta tarde, em Lavra, que opôs a sua equipa à equipa Lavrense que terminou com uma vitória caseira por 2-0, um pouco como era espectável, decidiu pedir a sua demissão do comando técnico do clube maiato. 

 Contactado pelo Mitchfooot, o técnico apenas disse que e, passo a citar “ demiti-me porque não posso pactuar com faltas de atitude e de vontade que nos levam a não conseguir vencer” 

 No entretanto, na sua página do facebook, o mister confirma isso mesmo... 
 (Chegou ao fim... Há decisões que, por muito que nos custe, têm de ser tomadas. Agora é tempo de parar, reflectir e analisar... Saio pelo meu próprio pé, de cabeça erguida com a noção que tudo fiz em prol de um clube e de um objectivo... Hoje sou muito mais treinador do que era quando lá entrei, escrevi o meu nome na história daquele clube, sempre me deram todas as condições para trabalhar e pelo respeito que o clube me merece e que acima de tudo pelo respeito que tenho por mim, esta foi a melhor decisão... Estou tranquilo e de bem comigo próprio... Para o Tiago Margarido e o Felicio Madeira Mendes dizer-vos que foi um prazer trabalhar convosco e quem sabe se não será um até já. Deus é fiel e o futuro pertence-Lhe e Ele nunca me deixou ficar mal...)

NA SENDA DAS VITÓRIAS ALAN MARCA EM DIA DE ANIVERSÁRIO

 
 1ª Divisão Serie 1 AF Porto 
Campo de jogos do AD Labruge – Labruge – Vila do Conde 
AD VILA CHÂ 1 CUSTÓIAS 3 
Ao intervalo, 1-2, golos dos custóienses, Hugo (6), Ricardo (24) e Alan (92) 

 CUSTÓIAS: Tiago, Danny (Ferrer 65), Manu, Hugo, Rochinha, Medeiros (Renato 80), Mazola, Ricardo, Alan, Oliveira (Estrela 80) e Santa Cruz. T. Mário Rui 

 A equipa do Custóias, apesar de sofrer o único golo contra da tarde, logo aos 40 segundos, no peladão de Labruge, dominou por completo a primeira metade do jogo, e saiu para o intervalo, muito naturalmente a vencer a equipa da casa emprestada. 

 

No segundo tempo o jogo foi mais equilibrado e golo poderia surgir numa ou outra baliza, o que veio a acontecer e de novo para o Custóias, em cima do minuto 92, pelo aniversariante, Alan, brasileiro que tem qualidade para jogar noutros campeonatos de outra dimensão

DESPERDÍCIO BALIENSE DEU NULO EM CONFRONTO DE CANDIDATOS!

 
2ª DIVISÃO SÉRIE1 A F PORTO JORNADA 12 
Campo de jogos de S. Pedro de Fins, na Maia. 
 Arbitro: Daniel Soares. 
 Mocidade S. Gemil 0 Leça do Balio 0 

LEÇA DO BALIO: Miguel Mota, Seixas, Berto, Pedro Cardigos e Hélder, Miguel Cunha, Quaresma, Edú (Cap.), João Machado, Grade e Shev. Jogaram ainda: Carlos Diogo, Filipe Bento e Serginho. Treinador: Mário Heitor

   

Numa tarde fria, sem grande público presente devido à época natalícia, a formação do Leça Do Balio, defrontou o também candidato à subida Mocidade Sangemil, consentindo um empate, falhando assim a décima vitória consecutiva, perdendo a liderança da segunda divisão da associação de futebol do Porto, série 1, para a formação do Ermesinde 1936. A equipa comandada por Mário Heitor, que montou uma equipa sem uma referência na área, com o ataque entregue à mobilidade e velocidade de Grade e Shev entrou bem na partida, assumindo o controlo das operações, conseguindo circular bem a bola, com um meio campo consistente num misto de juventude e experiência e em processos simples chegava ao ultimo reduto do Mocidade Sangemil. Por várias vezes o golo andou perto mas faltou acertar na finalização e aproveitar o bom jogo aéreo dos homens mais altos devido aos muitos cantos conquistados pela equipa da cidade de Matosinhos. A formação Maiata com bastante qualidade trabalhou muito em busca de um resultado positivo para reduzir a diferença pontual para o até aqui líder do campeonato. Devido à boa prestação dos homens de Leça do Balio, bem posicionados no terreno de jogo, pressionando muito o portador da bola, a formação da Maia tinha grandes dificuldades em construir jogo, chegando só com perigo à baliza de Miguel Mota em lances de bola parada

.  

No segundo período, os donos do terreno tentaram-se aproximar mais do ultimo reduto da equipa Baliense, abrindo assim mais espaço para os rápidos ataques da equipa de Matosinhos, ganhando as linhas de fundo sucessivamente, com os laterais defensivos Hélder e principalmente Seixas, apoiando o ataque, arrancando muitos cruzamentos para a área, mas sempre desperdiçados pelos homens mais adiantados. Perante o caudal ofensivo dos visitantes, o Sangemil só de bola parada incomodava a defensiva visitante. Aos 65 minutos, teve mesmo a melhor oportunidade de todo o jogo através de um livre lateral do lado esquerdo do seu ataque, mas Miguel Mota numa grande defesa evitou o que podia ser um duro golpe para as aspirações balienses no jogo. Perante o nulo insistente no marcador, o Leça do Balio tentou das mais diversas formas chegar ao golo, com Mário Heitor a refrescar a equipa, lançando no jogo Carlos Diogo, Bento e o goleador Serginho, refrescando a equipa. Desta forma o conjunto de amarelo e preto, não tirou o pé do acelerador em busca dos desejados três pontos, criando diversas oportunidades, mas acabando sempre por não ter sucesso na finalização. Um grande remate de Edú ao poste, Serginho isolado não conseguiu bater o guardião visitante, são exemplos das oportunidades flagrantes falhadas pela equipa aurinegra. Chegou o fim do jogo com o desânimo evidente dos jogadores comandados por Mário Heitor que com uma grande atitude e entrega, produziram um bom futebol, criando inúmeras oportunidades de golo, mas ingloriamente não conseguiram levar os três pontos para Matosinhos. Após este confronto, com a décima segunda jornada concluída, o Leça do Balio deixou a liderança, estando agora a um ponto do primeiro classificado Ermesinde 1936. Na próxima jornada o Desportivo Leça do Balio, folga no campeonato, entrando novamente em ação no dia 12 de Janeiro frente ao Clube Desportivo de Portugal.

PERAFITA PERDE NO BESSA COM UM RESULTADO ENGANADOR

 
Campeonato Nacional Seniores 
Estádio do Bessa XI – Porto  
BOAVISTA 4 PERAFITA 1 
Ao intervalo, 3-1, golos Bobo (3, 31, 70) Toninho (22), Li (45) 

BOAVISTA: Tiago Pinto, Pedro Costa, Campinho, Carlos Santos, Afonso, Miguel Cid, Luís Neves (João Beirão), José Manuel, Julian , Bobô (Théo)e Li (Carraça). T. Petit.

PERAFITA: Artur, Pacheco, Fernando (Ricardo C. 46), Tiago Madalena, Diogo; Paulo Benta, Viana, Fonseca (Ruben Pedrosa aos 76m), Toninho, Tó Coentrão e Paulinho (Rui João 70m). T. Oscar Nogueira

   

Resultado enganador! A equipa perafitense, saiu do Bessa XI, vergada ao peso de uma derrota, que em nada traduz o que se passou no relvado. Entrando praticamente a perder, a equipa de Óscar Nogueira, reagiu muito bem ao golo madrugador marcado pelos axadrezados. Aos 22 minutos Toninho repõe a igualdade merecida para o conjunto perafitense. À passagem da meia hora de jogo, o Boavista adiante-se de novo no marcador, após um boa jogada de envolvimento colectivo. Fonseca ainda esteve perto de empatar a partida de novo, mas foi o Boavista que dilatou a vantagem em cima do minuto 45. 3-1 ao intervalo, resultado tranquilizador para os da casa e demasiado penalizador para os perafitenses. 

 

No reinicio, os perafitenses entraram bem no jogo e estiveram muito perto outra vez do golo, por intermédio de Toninho, golo esse que relançaria de novo o jogo, mas quem não marca sofre! E o Boavista chega ao quarto golo, aproveitando um brinde da defensiva azul e branca, atraso de bola ao guarda-redes, que saiu curto e foi interessada pelo avançado axadrezado que atirou com êxito. Vencedor encontrado! Mas os perafitenses tiveram carácter e, ainda criaram duas boas situações para marcar, por Ricardo e Madalena que atirou à trave. 

 ÓSCAR NOGUEIRA técnico do FC Perafita
 “A minha equipa realizou um jogo positivo criando varias oportunidades mas cometeu erros que nos "castigaram" no resultado final, que é bastante exagerado em funçao ao que aconteceu em campo! Espero que estes erros sirvam para sermos mais fortes no futuro e mais pragmáticos na abordagem a certos lances (…)Depois de ver o que fizemos em processo ofensivo com uma equipa deste valor, e corrigindo alguns erros em termos defensivos, só temos de estar otimistas quanto ao futuro! (…)Aproveito para dar os parabensvà grande equipa e estrutura que é o Boavista F.C. pelo apuramento para a fase de subida e também para desejar um bom Natal a todos !”

FOTOS, CORTESIA DO BLOG BOAVISTA ATÉ MORRRER

NUM JOGO PARCO DE EMOÇÕES SÃO MARTINHO LEVA VANTAGEM

 
AF Porto Divisão Elite pró-nacional. 15.ª Jornadado 
 Estádio Padroense FC – Padrão da Légua 
Árbitro – João Rodrigues 
PADROENSE 0 SÃO MARTINHO 1
Ao intervalo, 0-1, marcador Rui Gonçalves (43) 

 PADROENSE: Stephen, Rui Jorge (Daniel 78), Armando, Lobo, Ricardo (Rafa 78), Preto (Joel 68), Pedrinho, Pedro, Tiago, Paulinho e Gazela (Chico 68). T. António Remelgado. 

 SÃO MARTINHO:Mata, Magalhães, Zé Soares, Macieira, Raimundo, Cascavel, Miranda, Rui Gonçalves, André Moreira, Carlitos (Nandinho 75) e Cheta (Rui Lima 83). T. António Gaiteiro. 

 A equipa do Padroense, volta a claudicar em casa, desta feita frente à bem organizada equipa do São Martinho. O momento não é o mais favorável, para hostes padroensistas, a equipa soma a sua terceira derrota consecutiva, duas delas no seu reduto. Depois da mudança de comando técnico, o Padroense apenas venceu por uma vez, em quatro jogos.

   

O jogo desta tarde, ficou muito aquém das expectativas, jogado a ritmo lento, factor que favorecia a equipa de Gaiteiro, que monta as suas equipas de uma forma objectiva e pragmática. Emoção foi coisa que não existiu, as oportunidades não existiram, num jogo sempre disputado a meio campo, valeu o golo de Rui Gonçalves, perto do intervalo para desequilibrar a contenda a favor dos visitantes, golo esse que deixa alguma discussão no ar, pois o árbitro auxiliar, assinala, mal, fora-de-jogo posicional, e mantém a sinalética, fazendo com que os defensores do Padroense desistissem do lance, o árbitro deixa seguir e, Rui Gonçalves não enjeitou a possibilidade abrindo o activo

 

No segundo tempo, quando se esperava, um Padroense, forte e pressionante, não aconteceu…, a equipa entrou de uma forma lenta e sem alma, e só por uma vez, aos 79 minutos, Rafa ameaçou o golo, à baliza de Mata. A equipa de Gaiteiro, controlou de uma forma eficaz a vantagem que trazia do primeiro tempo, e venceu com justiça. 

 FOTOS DOMINGOS LOBO

DE UM FORMA INJUSTA LEIXÕES DEIXA OS TRÊS PONTOS NA VILA DA FEIRA


 22.ª jornada da Liga 2 Cabovisão Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira. 
Árbitro: Jorge Tavares (Aveiro). 
FEIRENSE 2 LEIXÕES 1 
 Ao intervalo: 1-0.Marcadores: 1-0, Porcellis, 23 minutos. 1-1, Zé Pedro, 52. 2-1, Sténio, 74. 

FEIRENSE: Paiva, Ícaro, Sténio, Tiago Jogo (Agostinho Carvalho, 89), Tonel, Diogo Bittencourt, Jorge Gonçalves, Fábio Carvalho (Ricardo Barros, 72), Barge, Ricardo Valente (Xavier, 66) e Porcellis Treinador: Pedro Miguel.

LEIXÕES: Jorge Batista, Zé Pedro (Novais, 88), Huguinho, Hugo Saldanha, Moreira (Anderson Grafite, 81), Cadinha, Anderson, Materazzi, Rui Coentrão (Fábio Valente, 70), Mailo e Oto'o. Treinador: Pedro Correia  

O Feirense venceu esta tarde o Leixões pela margem mínima de 2-1 no Estádio Marcolino de Castro que contou com bastantes adeptos da equipa vinda de Matosinhos. Na Feira, a turma da casa adiantou-se no marcador ainda na primeira parte, aos 23', com Porcellis a ser o seu autor. O Leixões reduz ja na segunda metade por Zé Pedro num lance em que o guardião do Feirense ainda toca na bola. Com o encontro empatado, Sténio voltou a colocar a equipa da casa em vantagem numa jogada em que Jorge Baptista ainda defendeu a primeira bola. A perde Ruben Saldanha dispôs de duas ocasiões: aos 83' e aos 86' a bola acabou por tomar diferentes direcções. Próxima jornada no Mar a 29 de dezembro com recepção ao CD Chaves. 

 BLOG LEIXÕES

LUSITANOS SOLIDÁRIO JÁ ENTREGOU DONATIVOS


Os Lusitanos de Santa Cruz do Bispo, estão de parabéns! 
Realizou-se este sábado a Festa de Natal dos Aurinegros, onde pontificava a excelente iniciativa OS LUSITANOS SOLIDÁRIO
Com realização interna, o evento decorreu no Salão Paroquial da autarquia e, marcaram presença diversas personalidades das mais variadas vertentes e classes. O programa foi bastante preenchido, com diversos artistas, que proporcionaram momentos de grande animação. 
Foram entregues lembranças a todos os atletas de Os Lusitanos FCSC
O momento mais alto da noite, foi a entrega dos donativos, recolhidos ao longo da campanha OS LUSITANOS SOLIDÁRIO, aos mais carenciados. 
Uma iniciativa excelente que serve de exemplo a outro clubes e colectividades 
 FELIZ NATAL A TODA A FAMILIA OS LUSITANOS, VOÇÊS SÃO ENORMES

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC