RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 2 de setembro de 2012

LEIXÕES CEDE PRIMEIROS PONTOS EN CASA (Artur Soares Dias também ajudou)


5ª JORNADA DA SEGUNDA LIGA
Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Artur Soares Dias (Porto)
Leixões - Freamunde, 2-2.
Ao intervalo: 2-1.Marcadores:1-0, Tiago Borges, 01 minuto.1-1, Lio, 32 (grande penalidade).2-1, Pedras, 34.2-2, Lio, 55 (grande penalidade).

Leixões: Rui Sacramento, Steven, Nuno Silva, Zé Pedro, Sequeira, Moedas, Patrão, Luís Silva, Tiago Borges (Tsoumagkas, 62), Gonçalo Graça e Pedras (Mailo, 86).Treinador: Horácio Gonçalves.

Freamunde: Tó Figueira, Babo, Luís Pedro, Pinto, Tico, Brandão, José Alberto, Pedró, Lio (Barbosa, 75), Cristophe (Diogo, 54) e Bock (Joel, 82).Treinador: Nuno Sousa.

O Leixões Sport Club desperdiçou os primeiros pontos em casa na Segunda Liga, ao empatar hoje (2-2) com o Freamunde, num jogo marcado por uma decisão polémica do árbitro em períodos de descontos. Num jogo muito disputado, em que o Freamunde beneficiou de duas grandes penalidades (32 e 55 minutos), convertidas por Lio, para chegar à igualdade.

PEDRAS VOLTA A MARCAR (3 na segunda liga)
E foi o Leixões quem começou melhor. Ainda havia muitos a sentarem-se quando já se gritava golo no Estádio. Tiago Borges, após defesa incompleta do guarda-redes dos visitantes, marcou o primeiro golo do encontro quando estava decorrido apenas 1 minuto de jogo. Aos 31', Nuno Silva comete falta para grande penalidade sobre Bock. Lio na conversão do penalti, apontou o golo do empate. Pedras, aos 34', viria, a colar o Leixões novamente em vantagem, 2-1. Resultado com que se atingiu o intervalo

No segundo tempo o Freamunde entra melhor e aos 55’ consegue nova penalidade, uma falta cometida por Zé Pedro deu o segundo golo de Lio que bisa no encontro. Tudo se complicou para a equipa treinada por Horácio Gonçalves quando, no espaço de quatro minutos, Moedas viu dois cartões amarelos e o vermelho, sendo expulso, deixando assim a sua equipa em inferioridade numérica. O Leixões procurou responder e, em dois remates de longe, de Gonçalo Graça (73) e Zé Pedro, andou também muito perto da vitória, mas a bola, nos dois casos, saiu ligeiramente ao lado da baliza de Tó Figueira, com este já batido. Nos últimos cinco minutos destaque para a estreia oficial de Mailon que substituiu Pedras. Em período de descontos, o Leixões reclamou um penálti por alegada mão de um defesa contrário, numa jogada entre o estreante Mailo e Tico, o defesa do Freamunde deu mão na bola dentro da área o que levou o árbitro assistente João Silva a indicar a infração, mas o juiz principal, Artur Soares Dias (que até estava bem longe do local da jogada), resolveu considerar que havia falta do dianteiro cabo-verdiano do Leixões e não assinalar um castigo máximo.

O campeonato da Segunda Liga 2012/13 regressa apenas a 23 de Setembro pelo que para o próximo sábado (8 de Setembro) está marcado o encontro da 1.ª jornada da 2.ª fase da Taça da Liga e, por isso mesmo, vai receber o primodivisionário Vitória FC (Vit. Setúbal) em jogo a contar para a referida prova.

INFESTA CEDE A 5 MINUTOS DO FIM


O Infesta saiu derrotado do jogo inaugural do campeonato.

FC INFESTA:Isac, Jorginho, Rui Jorge, Correia, Cuca (76' Pedro Pereira), Dany, Bruninho (61' Ely), Pedro Nuno, Maga, Oliveira e Serge (53' Digas).Treinador José Manuel Ribeiro


Na deslocação ao terreno do Limianos, o Infesta perdeu por 2-1. O encontro iniciou algo equilibrado, sem grandes ocasiões de golo para ambas as partes, no entanto, foi a equipa da casa a chegar à vantagem por intermédio de Tanela que aos 8 minutos, aproveitou uma atrapalhação na defesa do Infesta para inaugurar o marcador. Com o golo, o Limianos pegou no jogo, criando alguns lances de perigo, mas aos poucos, o Infesta foi equilibrando a contenda, tendo também disposto de um ou outro lance para chegar ao empate.

Na segunda metade, a equipa da casa voltou a entrar forte mas o Infesta aos poucos foi pegando no jogo, principalmente após as entradas de Digas e Ely. Aos 68 minutos, Maga foi carregado na área e de pronto, foi assinalada grande penalidade a favor do Infesta. Chamado a converter, Pedro Nuno permitiu a defesa de Litos, mas na recarga, Ely fez o empate. O Infesta cresceu com o golo e na jogada seguinte, Pedro Nuno esteve perto de dar a vantagem ao Infesta ao isolar-se, mas na cara com Litos, não conseguiu desfeitear o guardião da casa. Com o passar dos minutos, o Limianos volta ao jogo e também tem oportunidades de poder fazer o golo da vitória, golo esse que surgiu por intermédio de Tanela, que bisou na partida aos 85 minutos, respondendo bem a um cruzamento vindo da esquerda, fixando assim o resultado final.

A derrota acaba por ser injusta, face ao equilíbrio demonstrado durante todo o encontro entre as duas equipas, pelo que se aceitava melhor a divisão de pontos. O árbitro da partida, Rui Fernandes de Viana do Castelo, esteve mal no capitulo disciplinar ao não ter uma dualidade de critérios igual para ambas as equipas, prejudicando largamente o Infesta.

A próxima jornada, em que o Infesta recebe o Ribeirão, está agendada apenas para dia 23 de Setembro, pelo que o Infesta tem já agendado um jogo treino no próximo sábado, no Estádio Moreira Marques às 10h30, frente ao Cinfães.

SITIO OFICIAL DO FC INFESTA

LEÇA DESPERDIÇA OPORTUNIDADE DE PONTUAR.


1ª JORNADA III DIVISÃO SERIE B
Estádio Cidade de Lordelo
Árbitro Cláudio Silva (AF Viana)
ALIADOS LORDELO 2 LEÇA FC 0
Marcadores, Santos (45`) e Diogo Brandão (50`)



AL.LORDELO: Hélder Ribeiro, Roberto, Pepe, Festa e Vitinha (Miguel); Poeira (cap), Hélder Pereira, Diogo Brandão, Santos, Bezu e Pintinho (Chiquinho). Treinador Ricardo Ventura

LEÇA FC: Castro, César, João Miguel, Zé Soares (cap) e Coutinho (Orriça); Domingos (Bruno Freitas), Bruno João e Renato (Hugo Almeida); Pisco, Junior e Cerejo. Treinador Slagalo



Jogo em que a primeira parte decorreu sobe o equilibriu, sendo que a equipada da casa, foi a primeira a criar perigo, ao minuto 5`, João Miguel pontapeia o esférico para frente e encontra Junior que em velocidade ganha a posição ao defensor da casa e à entrada da área e quando se preparava para atirar à baliza, é derrubado por trás, falta prontamente marcada e consequente expulsão de Pepe defensor da casa, do livre nada resultado. Aos 22`m na sequência de um pontapé de canto a equipa da casa quase abre o marcador, mas César em cima da linha de golo evita o mesmo, na resposta Pisco pela direita ganha posição e remata à figura de Hélder Ribeiro. Com as linhas mais recuadas a equipa do Leça aposta nas transições rápidas e ao minuto 30` (sem que antes o Lordelo estivesse a beira de marcar, quando Pintinho aposta na velocidade e passa pelo lento Castro e atira à malha lateral), penalti a favor do Leça sem margem para qualquer duvida, João Miguel, muito bem na partida, faz um lançamento para o lado esquerdo do ataque leceiro, Cerejo entra na área e em velocidade passa pelo defesa que mete a mão bola para cortar o lance, árbitro bem colocado assinala a penalidade que Bruno João desperdiçou. Quanto a nós este lance foi decisivo para o restante tempo de jogo, a jogar em superioridade numérica e desperdiçar uma grande penalidade, estava na hora de equilibrar a contenda e inexplicavelmente o sr. árbitro resolve equilibrar as coisas com a expulsão de Cerejo por duplo amarelo num lance em que haver falta seria do defensor da casa, pois pisou involuntariamente o avançado leceiro. Em cima do minuto 45` a equipa da casa marca e levam vantagem para o intervalo, Santos consegue rodopiar dentro da área, sem que os leceiros afastem a bola e remata seco junto ao relvado com abola a entrar junto poste direito de Castro.



A segunda metade começa praticamente com o segundo golo dos da casa, 50` Cruzamento largo ao segundo poste e Diogo Brandão sem marcação de primeira encosta para o fundo da baliza de Castro que ficou a meio do cruzamento. A equipa da casa, que diga-se pouco tinha feito para conseguir preciosa vantagem, baixa as suas linhas e joga em contra ataque, a equipa leceira que bem tentou chegar ao golo, mas diga-se sem grande discernimento, chama a si o domínio do jogo, mas todas as investidas esbarravam na bem organizada defensiva do Aliados de Lordelo, que perdiam outro jogador por expulsão ao minuto 60`, a ultima meia hora de jogo praticamente não se jogou futebol, com constantes paragens de jogo e muitos mas mesmo muito cartões (13) amarelos mostrados.
Arbitragem, muito fraca, sem personalidade, 3 vermelhos e 13 amarelos mostrados estragaram o espetáculo.

PEDRO PEREIRA AVANÇADO MATOSINHENSE ESTÁ NO GULPILHARES

Avançado de grande velocidade, Pereira, prometeu muito a quando da sua passagem pelo SCS Hora, com 16 anos já representava os senhorense ao nível sénior, pela mão do técnico Manuel Monteiro, tendo também tido a oportunidade de crescer como jogado com o técnico Joca, atual treinador senhorense. Depois de uma subida à divisão de honra e no ano seguinte ter descido de divisão, Pereira rumou ao Custóias FC, então treinado pelo técnico Gaiteiro
Seguiu-se uma passagem pelo Brasil, tendo jogado pelo Sete de Setembro Esporte Clube, e no ano seguinte para os Açores onde representou o Graciosa Futebol Clube e posteriormente o Rabo de Peixe. Regressou ao SCS Hora, para depois seguir para Gaia, desde Janeiro último representado o Gulpilhares

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC