RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 27 de fevereiro de 2011

EXIBICÃO CONSISTENTE, FAZ O PERAFITA SONHAR.


Local: Complexo desportivo de Pedroso (pelado)

Árbitro do encontro: Daniel Santos

PERAFITA A 1 PONTO DO LUGAR DE ACESSO À SUBIDA

A equipa do Perafita, deslocou-se até Pedroso, para aí defrontar o s. Félix da Marinha


O jogo começa em toada morna, e com o avançar do mesmo se tornou muito equilibrado, muito disputado a meio campo, em que as jogadas de perigo junto às duas áreas eram uma raridade, até que num lance de bola parada aos 20 minutos a equipa do Perafita, através de João Peixe, marca, mas o árbitro de pronto anula o lance por suposto fora de jogo do avançado perafitense, o jogo lá se desenrolava a meio campo, revelando-se muito musculado e sem grandes recortes técnicos , até que Fábio, consegue se isolar pela direita, vai até à linha de fundo e cruza ao 2º poste para aí aparecer Tinaia a abrir o activo, iam decorridos 40 minutos. Resultado que se chegaria ao intervalo. 1-0


A segunda parte, começa praticamente com o segundo golo perafitense, livre frontal, que Paulinho, muito bem transforma no 2º golo do Perafita, este atleta é de facto exímio na transformação de livres directos , e sempre que pode não enjeita a possibilidade de converter em golo. A equipa do S. Félix, atordoada com o segundo golo, praticamente desistiu de procurar mudar o rumo aos acontecimentos, até que viu a equipa de Matosinhos ficar reduzida a dez elementos, por expulsão de Serrão por duplo amarelo aos 65 minutos, a ganhar por 2-0, o técnico Paulo Gentil, faz entrar no terreno de jogo, Jorguinho e retira do mesmo Nandinho, passando a jogar em contra-atque, especialidade da equipa matosinhense. Resultado de 0-2 não mais se alterou.
Vitória quanto justa, como importante da equipa de Perafita, que com as derrotas do Serzedo e do Desportivo de Portugal, aproximou-se mais dos lugares de acesso à subida de divisão.


Na próxima jornada a equipa de Matosinhos recebe em sua casa outra equipa de Gaia, o Gulpilhares

PERAFITA: Artur, Nuno Miguel, Tiago, Hélder Maia ( Gandarela ) e Serrão; Carinhas, Tinaia e Paulinho; Peixe ( Lutchindo ), Nandinho ( Jorginho )e Fábio. Treinador: Paulo Gentil.

Ao intervalo 1-0

Golo: Tinaia(40) e Paulinho (50)

INFESTA SOMA E SEGUE, RUMO À III DIVISÃO



Rui Jorge quebrou a barreira do Vilarinho

Já se esperavam dificuldades na deslocação desta tarde do Infesta a Vilarinho mas a equipa acabou por vencer o encontro por 0-1.
Numa primeira parte com o Infesta a jogar contra o vento a equipa do Vilarinho esteve um pouco melhor mas o empate ao intervalo era justo. Na etapa complementar, um Infesta mais agressivo, conseguiu ultrapassar a barreira defensiva do Vilarinho num livre estudado a meio da segunda parte, batido do lado esquerdo do ataque, com a bola a passar por toda a gente na area e onde ao segundo poste, apareceu Rui Jorge que com o pé direito, só teve de encostar. Um golo dedicado à sua filha que irá nascer em Julho. De referir que o Vilarinho teve dois golos bem anulados por fora de jogo e ainda que o capitão do Infesta, Vitinha, foi expulso por acumulação de amarelos, num lance muito mal ajuizado pelo arbitro da partida.
O Infesta com esta vitoria, aumentou ainda mais a distancia pontual, pois a equipa do Grijo, empatou em casa a zero com o S.Pedro da Cova, distando agora doze pontos.

http://fc-infesta.blogspot.com/

EXIBIÇÃO QUANTO - BASTE VALE 3 PONTOS

Local: Estádio do Padroense F.C.- Padrão da Légua-Matosinhos

Árbitro do encontro: Joaquim Gayo

PADROENSE ISOLA-SE NO 2º LUGAR


A equipa Padroense, recebeu este Domingo, a equipa do Cesarense, que ocupa o 15º lugar da classificação.
O jogo começa em toada morna, e com o avançar do mesmo se tornou muito equilibrado, muito disputado a meio campo, em que as jogadas de perigo junto às duas áreas eram uma raridade, os Bravos de Matosinhos, que diga-se não estiveram muito bem nesta partida, estiveram sempre por cima do adversário, apesar do equilibriu ser nota dominante, até que aos 35 minutos, a equipa de Matosinhos, chega à vantagem, com um GOLÃO de Mário costa, que há muito vinha perseguindo este momento, golo que tranquilizou as hostes Padroenses Resultado que se chegaria ao intervalo. 1-0


Na segunda parte, assistiu-se a um controlar do jogo e do adversário por parte dos matosinhenses, que de quando em vez, espreitavam a oportunidade de dar o golpe fatal nas pretensões dos forasteiros, que diga-se foram uma agradável surpresa, pelo seu futebol jogado e nada condizente com o lugar que ocupam na tabela(15º).
Ao Bravos de Matosinhos com o controlo do jogo, tiveram uma excelente oportunidade de acabar com o mesmo aos 75 minutos por Marcão, que remata forte e colocado, mas vê a bola a tirar tinta ao poste da baliza da equipa do Cesarense, à medida que o jogo se ia aproximando do fim, os matosinhenses, baixaram as suas linhas para garantir este precioso resultado.1-0

Destaque nesta partida, para dupla de centrais; Daniel e Vila, que estiveram praticamente intransponíveis


Com esta vitória a equipa de Matosinhos, isola-se no 2º lugar a três pontos do 1º, tirando partido da derrota do Sertanense em casa frente ao líder.
Na próxima jornada a equipa de Matosinhos vai viajar até Espinho para defrontar os Tigres da Costa Verde

PADRENSE: Marco, Paulinho, Daniel, Vila e Miguel; André Simões, Mariano e Sérgio; Marcão Mário Costa, Bruninho: Treinador Augusto Mata
Ao intervalo 1-0
Golo: Mário Costa aos 35 minutos

GOLO IRREGULAR DERROTA LEIXÕES


A Oliveirense venceu este domingo o Leixões por 1-0, com um golo irregular de Ronaldo, aos 47 minutos, na 19.ª jornada da Liga Orangina, e regressou à liderança do campeonato.
No início da segunda parte, Olegário Benquerença não viu Ronaldo marcar com a mão e carregar o guarda-redes contrário e validou a vitória da Oliveirense, que, depois, Bruno Vale segurou, ao deter uma grande penalidade inexistente (mergulho de Oliveira), apontada por Fábio Espinho.
A Oliveirense foi a primeira equipa a criar perigo com um remate, por cima, de Clemente, logo aos cinco minutos, mas, depressa, o Leixões conseguiu equilibrar o jogo, com Fábio Espinho como unidade em destaque.
Apesar da intensidade da partida, a primeira parte serviu sobretudo para ver muitas faltas e o protagonismo de Benquerença, que acabou o jogo com 11 cartões amarelos mostrados e dois vermelhos, por acumulação.
A jogar com menos um desde os 35 minutos, a Oliveirense entrou, ainda assim, a pressionar o Leixões na etapa complementar.
E, logo aos 47 minutos, Yero intercetou um cruzamento da direita na área leixonense e cabeceou para o segundo poste, onde apareceu Ronaldo a desviar para o fundo da baliza. O árbitro da partida validou o golo,apesar de Ronaldo ter desviado a bola com o braço, após carregar Fonseca.
O Leixões tentou reagir e teve uma grande oportunidade para empatar aos 55 minutos. Oliveira deixou-se cair na área, em jogada com Laranjeira, Benquerença marcou penalti e, na conversão, Fábio Espinho, rematou para a defesa de Bruno Vale e, na recarga, Félix atirou para as "nuvens".
A pressão do Leixões tornou-se asfixiante até ao final do encontro. Com o treinador da Oliveirense na bancada, por ter sido expulso ainda primeira parte, a equipa da casa teve em Bruno Vale o grande trunfo para a vitória.
Aos 84 minutos, Fábio Espinho surgiu na cara de Bruno Vale, que, uma vez mais, defendeu, para canto. Já nos descontos a bola entrou mesmo na baliza da Oliveirense, mas o lance foi anulado pelo árbitro da partida por falta clara de Félix sobre Bruno Vale.

Oliveirense - Leixões, 1-0

Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis
Ao intervalo: 0-0.
Marcador: 1-0, Ronaldo, 47 minutos.

Leixões: Fonseca, Jean Sony, Danilo, Nuno Silva (Fangueiro, 59), Areias, Cauê, Oliveira, Ruben (Félix, 46), Fábio Espinho, Rui Pedro (Precheski, 65) e Tiago Cintra. (Suplentes: Paulo Ribeiro, Tales, Paulo Tavares, Precheski, Zarabi, Félix e Fangueiro).

Árbitro: Olegário Benquerença (Leiria).

Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Vítor (35) e Danilo (90+3).

Assistência: Cerca de 1000 espectadores.
fonte: Jornal Record

RESULTADOS DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS

Resultados desportivos das equipas de Matosinhos

OLIVEIRENSE 1 LEIXÕES 0


PADROENSE 1 CESARENSE 0


SOUSENSE 1 LEÇA FC 0


CUSTÓIAS 1 BARROSAS 0

VILARINHO 0 INFESTA 1


BOUGADENSE 1 LAVRENSE 1

LABRUGE 1 LEÇA DO BALIO 0

CANIDELO 1 SENHORA DA HORA 0

S.FÉLIX 0 PERAFITA 2

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC