domingo, 12 de março de 2017

COM ARBITRAGEM POLÉMICA LEIXÕES CEDE EMPATE NO MAR



31.ª jornada da Ledman Ligapro 
Estádio do Mar 
Árbitro Nuno Almeida (AF Algarve) 
Cartão vermelho a Quim por acumulação (81) 
LEIXÕES 1 DESPORTIVO DAS AVES 1 
Ao intervalo, 0-1 Golos Erivaldo (9) Porcellis (83 gp) 

 Leixões: Ricardo Moura, André Teixeira, Silvério, Wellington (Miguel Ângelo, 52), Lucas, Abalo, Bruno Lamas (Leonel Enguene, 74), Bruno China, Fatai (Tino, 52), Fati e Porcelis. Treinador: Daniel Kenedy. 

Desportivo das Aves: Quim, João Amorim, Tiago Valente, Romaric, Nélson Pedroso, Luís Alberto, Tarcísio (Bruno Alves, 80), Erivaldo (Zé Tiago, 60), Pedró, Guedes e Femi (Marco Pinto, 83). Treinador: José Mota. 

 Erivaldo colocou os visitantes a vencer, aos 9 minutos, respondendo Porcelis, na segunda parte, aos 84', de penálti, do qual resultou a expulsão de Quim, que deixou o Aves com dez jogadores em campo. 
 A equipa da Vila das Aves, cedo se colocou a vencer, chegando ao golo na sequência de um pontapé de canto que fez a bola chegar ao segundo poste, de onde Luís Alberto assistiu Erivaldo para o 1-0, lance muito consentido pela defesa leixonense, Welington encostado a Ricrado Moura coloca o avançado avense em posição regular. Assentando o seu jogo ofensivo na velocidade de Femi, a equipa visitante perturbava o Leixões sempre que este tentava a resposta e, também por isso, apenas ao minuto 20 Quim foi incomodado. Na cobrança de um livre direto, Bruno Lamas obrigou o guarda-redes avense a defesa apertada para fora, com Quim a ter de voltar a aplicar-se no minuto seguinte, quando Abalo tentou a sorte de fora da área. 

Há cinco jogos sem vencer, mas, em caso de vitória, com a possibilidade de sair da zona de despromoção, o Leixões surgiu mais ousado na segunda parte mercê da alterações proferias por Daniel Kenedy, que diga-se “ meteu a carne toda no assador. Aos 59 minutos, Porcelis viu o empate ser anulado por alegada mão na bola, após um livre de Bruno Lamas, e a polémica aumentou quando, aos 75 minutos, na pequena área, Quim agarrou uma bola atrasada com o pé por Nélson Pedroso, sem que o árbitro assinalasse algo. Aos 81 minutos, Quim derrubou Tino na área, viu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Na conversão do penálti, Porcelis fez o empate, resultado que mantém o Leixões no 21.º e penúltimo lugar da classificação. 

 Arbitragem foi a pior equipa sobre o relvado do Mar “casos “com prejuízo claro para a turma de Matosinhos, inclusive o tempo dado de descontos (3) foi escasso para o tempo que se perdeu, sobretudo na expulsão do guarda redes avense. No golo anulado a Porcellis por mão na bola (?) o brasileiro no final do jogo incrédulo disse "não estou em fora de jogo" quando o que foi marcado foi mão na bola ( não aconteceu) a ser verdade ficaria aqui um amarelo por mostrar, mas o juiz que acompanhou o ataque leixonense no segundo tempo, só teve a preocupação de anular um golo (limpo) à turma de Matosinhos

GDAN 3 GONDIM MAIA B 1 PERAFITENSES CONTINUAM FOCADOS

GDAN continua na luta.
Jornada nº 21, do campeonato da 2ª divisão serie 1 da AFPorto. Complexo desportivo do GD Aldeia Nova-Perafita
GD Aldeia Nova e Gondim Maia entraram em campo com um inimigo em comum, o VENTO, um de dia sol mas com nortada característica da zona.
O jogo até começou bem para o Gondim-Maia que tinha o jogo equilibrado e que a meio da 1ª parte inaugurou o marcador, contudo passados poucos minutos viu um seu jogador a ser expulso, o que seria o retrocesso de um bom começo. Como seria de esperar o GDAN aproveitando o facto de estar a jogar contra 10 e tirando partido do fator casa começou a empurrar o seu adversário para o seu meio campo e o perigo praticamente só rondava a baliza do Gondim-Maia, que consegui-o resistir até o intervalo na condição de vencedor.
A 2ª parte seria a continuação dos minutos finais da 1ª, GDAN a pressionar e o Gondim-Maia a defender até que surgiu o momento do jogo e a revirar volta do mesmo Ema dispara do meio da rua e faz um golo de magnifico, seria o começo da derrocada defensiva do Gondim, Zé Paulo, artilheiro principal do GADN ao fazer o 2 a 1 retira qualquer esperança ao GM e Quintas mata o jogo e restabelece o resultado final em 3 a 1.
Um jogo em que a vitória do GDAN não deixa quaisquer dúvidas.
Aproveito para desejar rápidas melhoras ao GR do Gondim-Maia, que em choque casual saiu lesionado do recinto de jogo e saúdo o regresso do capitão do GDAN “Braga” após longa paragem por lesão.
Golos do GDAN;  Ema, Zé Paulo e Quintas 
Treinador GDAN: João Rosas
GDAN; Guilherme – Berna – Sérgio - Braga – Xincas – Quintas - Alessandro – P. Rosas – D. Rosas – Ema - Zé Paulo
Supl;  Vítor – Alex – Yan – Simão – Simeão – Joca  - Chico


Manuel Sá 

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC