RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 16 de outubro de 2016

LEIXÕES SEGUE EM FRENTE, FORAM PRECISOS PENALTIS APÓS 120 MINUTOS


RICARDO MOURA HERÓI DA TAÇA

Estádio João Soares Vieira, em Merelim S. Pedro, Braga. 
Árbitro: André Neto (Associação de Futebol de Vila Real). 
MERILINENSE 2 LEIXÕES 2 
 Ao intervalo: 1-2. Golos, Manuel José (26 gp) Tanela, (32 gp ) Gonçalo Gregório, (45) e Canetas, (85) 6-7 No desempate por grande penalidades (André Teixeira marcou o penalti da qualificação) 

Merelinense: Marcos, Miguel Ângelo (Davide, 73), Luiz Alberto, João Faria, Miguel, Beck, Vasco Braga, Crespo, Diogo Torres, Telmo (Bié, 57) e Tanela (Canetas, 78). Treinador: Micael Sequeira. 

Leixões: Ricardo Moura, Jorge Silva, André Teixeira, Wellington, João Lucas, Bruno China, Rui Cardoso, Wei (Lamas, 57), Ludovic (Fatai, 64), Manuel José e Gonçalo Gregório (Bruno Henrique, 80). Treinador: Filipe Coelho. 

O Leixões, da 2.ª Liga, venceu este domingo o Merelinense, do Campeonato de Portugal, por 7-6, no desempate por grandes penalidades, após 2-2 no prolongamento, e qualificou-se para a quarta eliminatória da Taça de Portugal. A fazer um mau campeonato (apenas uma vitória em dez jornadas), o Leixões sentiu muitas dificuldades em Merelim S. Pedro, na periferia de Braga, e só no desempate por grandes penalidades se superiorizou a uma equipa muito aguerrida e que esteve muito perto de vencer a partida. O guarda-redes Ricardo Moura foi o herói da equipa de Matosinhos ao defender duas grandes penalidades, tendo o defesa central André Teixeira marcado a 16.ª e decisiva, mas Canetas, que tinha empatado o jogo aos 85 minutos, desperdiçou uma grande oportunidade para o Merelinense vencer, em cima dos 120 minutos.

DERBI - EMPATE A 2-2 NUM JOGO BASTANTE EMOTIVO

Divisão D´Elite Serie 1 AF Porto 6ª jornada Estádio do Leça FC em Leça da Palmeira 
Árbitro Tiago Loureiro 
LEÇA FC 2 UD LAVRENSE 2 
Ao intervalo 1-1, Golos, Kaká (16), Pedras (31), Álvaro (50) e Zé Campos (65 gp). 

LEÇA: Diogo, Crista (Tiago Borges 73), Noura, Bruno Freitas e Alex (Jota 73) ; Marcos, Paulo Lopes (David 46) e Pedras; Areias (Caldas 78), Álvaro e Joel. Treinador Domingos. 

LAVRENSE: Tiago Oliveira, Amílcar, Pedro Gomes, Ramos e Abílio; Huguinho, Wendel e Zé Campos (TiagoRibeiro 84); Tiago Cavalho, Paulinho (Letra 61) e Kaká (Couto 84). Treinador Leandro Cunha.
 

Grande jogo protagonizado por ambos os conjuntos em contraste com tempo que se fez sentir (cinzento e chuvoso) 
Golos e emoção até ao fim, expectante que prendeu os espectadores no que concerne ao vencedor do encontro. 

Começou melhor os visitantes e Paulinho quase faz golo quando de livre direto atira forte e colocado não passando muito longe do alvo. Golo que surgiu através de um lance rápido concluído por Kaká, que depois de passar por Diogo atirou vitorioso à baliza deserta. Responde o Leça á passagem do minuto 26, por Pedras, lançado de trás por Noura e já em dificuldade remata mas Tiago Oliveira nega o golo a goleador leceiro. Aos 30 minutos, Álvaro aparece com perigo dentro da pequena área, na confusão a bola sobra para Marcos que longe remata para Tiago corresponder com uma defesa vistosa. No lance praticamente a seguir, Pedras empata a partida com a frieza que lhe reconhecida quando na cara do guarda redes, remata rasteiro ao poste mais distante sem hipóteses para Tiago Oliveira. 

   

O Segundo tempo, o Leça aparece com David no Lugar de Paulo Lopes que ficou nas cabines, e à passagem do minuto 50, Álvaro obtém o golo da reviravolta, diga-se com justiça. O Leça empolgado, quase marca de novo pouco tempo depois, mas Tiago Oliveira, quanto a nós o melhor em campo, nega autenticamente o terceiro do Leça ao avançado reforço que veio do Os Lusitanos. À passagem do minuto 65 a equipa Lavrense chega ao empate através de uma grande penalidade, discutida (Bruno Freitas ao fazer o carrinho para cortar, desliza no terreno e toca? a bola com o braço) chamado a conversão, Zé Campos não perdoa. Insiste a turma orientada por Leandro Cunha e Wendel dispara de fora da área e Diogo responde com segurança. O Leça tenta o último forcing e a 4 minutos do fim vê o golo negado pelo poste esquerdo da baliza de Tiago Oliveira, corte defeituoso de Abílio para sua própria baliza. Tenta o Leça mas era dia de São Tiago (Oliveira) que mais uma vez evita o golo quase certo da turma local, em cima do minuto 90, é a vez de Tiago Carvalho atira com perigo à baliza mas Diogo responde com firmeza. 

 Em suma: Resultado justo embora o conjunto da casa estivesse mais perto dos três pontos, mas esbarraram numa tarde muito positiva do jovem guardião que outrora foi leceiro. 

 A destacar a bravura com que os lances forma disputados e a registar o facto do desenrolar da partida ser com bastante fair play entre os intervenientes.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC