RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

SCS HORA NA FINAL DA CUP CIDADE SENHORA DA HORA



A equipa do SC Sª Hora venceu esta noite o FC Foz, por 3-1, jogo referente à CUP Cidade Senhora da Hora, torneio quadrangular de futebol sénior organizado pelo clube senhorense. Com uma exibição muito consistente, onde já se viu lampejos de bom futebol, o SCS Hora, carimba assim o passaporte para a final, que se realiza no próximo Domingo: Os golos senhorenses foram marcados 1-0 por João Vieira Pinto, 2-0 por Cruz Ortega, ao intervalo o resultado era já favorável aos senhorense por duas bolas a uma. Na segunda metade o destaque vai para a estreia absoluta do jovem guarda-redes TIAGO OLVEIRA oriundo do Leça FC, o jogo não terminou sem o SCS Hora voltasse a marcar, 3-1 por Jeremias Bahia.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

AGENDA FUTEBOL DE MATOSINHOS PARA DIA 30 DE AGOSTO



FC PERAFITA vs SC CASTELO DA MAIA
Jogo preparação
Dia 30 de Agosto às 20:30
Estádio do FC Perafita

U D LAVRENSE vs ATAENSE
Jogo de Preparação
Dia 30 de Agosto às 19:45
Comp. Desportivo de Lavra

SCS HORA vs FC FOZ
Cup Cidade Senhora da Hora
Dia 30 de Agosto às 21:00
Estádio do SC Sª da Hora

CUSTÓIAS FC vs U. NOGUEIRENSE FC
Jogo de preparação
Dia 30 de Agosto às 20:30
Estádio do Custóias FC

Acompanha a fase de preparação do teu clube

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

TIAGO OLIVEIRA POR EMPRESTIMO NO SCS HORA.

Tiago Oliveira, guarda-redes dos escalões de formação do Leça FC, vai completar 20 anos no 21 de Dezembro de 2012.
Ainda juvenil já participava nos treinos do plantel sénior, na altura orientado pelo técnico Mesquita, no escalão de junior (2º ano) Tiago Oliveira já pertencia ao plantel sénior leceiro, a sua estreia pela equipa principal do Leça deu-se na época de 2010/2011, frente ao Mondinense com vitória leceira por 2-1, que garantiu a permanência na III Divisão, então comandada pelo técnico Armindo Machado. Na época transata, perdeu o comboio, como se diz na gíria, motivado por uma arreliadora lesão, numa mão, que o levaria a sala de operações, recuperado totalmente, ainda foi a tempo de jogar na equipa leceira, frente ao Mêda.

Na presente temporada, com a contratação de dois guarda-redes experientes, Fred Castro e Vítor Pádua, levaram a que o jovem guarda-redes fosse relegado para 3ª opção.
Comum a tantos outros atletas, Tiago Oliveira quer jogar com mais regularidade, vai daí surgiu a hipótese de jogar no SCS Hora, esta época desportiva, e Tiago Oliveira, não a desperdiçou, pedindo aos responsáveis leceiros que o dispensassem, o que foi prontamente aceite, com uma condição.
O jovem guarda-redes vai ser jogador do SCS Hora, por empréstimo até ao final da época de 2012/2013, cientes das qualidades do jogador, os responsáveis leceiros não abrem mão do atleta a título definitivo.

Joca, técnico senhorense vê assim colmatada a vaga existente no plantel, com este reforço de qualidade para a baliza do SCSª Hora

terça-feira, 28 de agosto de 2012

CUSTÓIAS E A SINA DOS PENALTIS



A sorte não quis nada com a equipa do Custóias FC.
A equipa custóiense classificou-se no último posto, no quadrangular do Desportivo Leça do Balio, curiosamente e a par do vencedor justo (UD Lavrense) não sofreu qualquer derrota, empatando os dois encontros disputados. No primeiro teste, frente à turma Lavrense, os custóiense venciam a sete minutos do fim do jogo, por duas bolas a zero, mas a inexperiência e alguma displicência, deitou tudo a perder, consentindo o empate a duas bolas. No segundo apronto, num jogo bem disputado com a equipa dos Lusitanos de Santa Cruz, os custóiense que até estiveram a perder, conseguiram um empate a uma bola.
A turma do Custóias FC, está a construir um bom e equilibrado plantel, apesar da sua juventude, na nossa opinião, existem algumas lacunas nos aspetos defensivos, que por certo mister Pedro Fonseca, com trabalho vai encontrar solução.
Em suma, foi muito produtiva a participação neste torneio. Fica a consolação de que, e dito por muitos espectadores presentes no Complexo Desportivo de Leça do Balio, de que os custóienses foram a equipa que melhor e mais consistente futebol praticou e que, com alguma pontinha de sorte, poderia muito bem vencer este torneio.

PEDRO FONSECA treinador do Custóias FC
“Terminado o torneio devo salientar que foi bastante positivo. Independentemente da classificação alcançada, não perdemos, conseguimos retirar alguns bons apontamentos sobre o que é pretendido desta equipa para a presente temporada. Existem muitas coisas a melhorar principalmente em situações defensivas. Todos os jogadores tiveram oportunidade de mostrar o seu valor dando-me garantias para a longa época que se avizinha. Mais trabalho é preciso, conto com isso de vossa parte, e todas as decisões tomadas por mim na formação do plantel se manteriam neste momento, não mudando o que quer que fosse. Prova disso foi o que vi de alguns atletas pertencentes as equipas que defrontamos. Temos o melhor plantel...Força malta”

TORNEIO FUTEBOL SÉNIOR DA UD LAVRENSE 2012/2013

REALIZA-SE ESTE FIM-DE-SEMANA O TRADICIONAL TORNEIO DE FUTEBOL SÉNIOR DA UNIÃO DESPORTIVA LAVRENSE

COM A PARTICIPAÇÃO DO CLUBE ANFITRIÃO, E DOS CLUBES CONVIDADOS
FC PERAFITA, GD ALDEIA NOVA E GULPILHARES-GAIA



DIA 1 SETEMBRO SÁBADO
ÀS 15:00 FC PERAFITA vs GULPILHARES
ÀS 17:00 UD LAVRENSE vs G D ALDEIA NOVA

DIA 2 SETEMBRO DOMINGO
ÀS 15:00 JOGO DE ATRIBUIÇÃO DO 3º
ÀS 17:00 FINAL


JOGOS A REALIZAR NO COMPELXO DESPORTIVO DE LAVRA

PADROENSE FC, (FC INFESTA), LEÇA FC E OS LUSITANOS FCSC, COMEÇAM A ÉPOCA OFICIAL A 2 DE SETEMBRO


FUTEBOL DE MATOSINHOS

No próximo dia 2 de Setembro três emblemas de Matosinhos, Padroense FC, Leça FC e surpreendentemente os Lusitanos de Santa Cruz do Bispo iniciam as suas provas oficiais, neste lote incluímos também o FC infesta que apesar de ter já tido participação oficial (Taça de Portugal), em que foi afastado da prova rainha do nosso Portugal, pelo Desportivo de Chaves através da marca de grandes penalidades.

O Padroense FC e FC Infesta, nossos representantes na II Divisão Zona Norte, vão iniciar o campeonato frente ao Varzim SC e Limianos respetivamente, sendo que o Padroense joga como anfitrião, o FC infesta viaja até Ponte de Lima.

Por sua vez o Leça FC, único representante do futebol de Matosinhos na III Divisão Serie B, vai deslocar-se a Lordelo, Paredes para defrontar o clube local (Aliados de Lordelo clube despromovido da II Divisão)

Tão surpreendente como inesperado e em virtude das vicissitudes dos regulamentos associativos (A F Porto), os Lusitanos de Santa Cruz do Bispo, vê-se na necessidade de antecipar a sua época oficial, para participar no Play-off de acesso à 1ª Divisão da AF Porto, o jogo será disputado a uma só mão, no Estádio Rei Ramiro (CD Candal-Gaia) frente ao clube gaiense, Pedroso.

domingo, 26 de agosto de 2012

UD LAVRENSE CONQUISTA TORNEIO DO LEÇA DO BALIO


Final do torneio de futebol Leça do Balio
Árbitro Jorge Costa (AF Porto)
D LEÇA DO BALIO 1 UD LAVRENSE 2

D.LEÇA DO BALIO: Hugo, Marco, Pedro, Stam e Grilo; kaka, Cris, Vitor Barros, Bruno Teixeira, Bessa e Ismael jogaram ainda; Dinis, Ricardo Meireles, Virgilio, Tiago Vasconcelos, Bruno João e Vitor Carneiro. Treinador Paulão, Treinador Adj. Arménio

UD LAVRENSE: Telmo, Wilson, Filipe Sousa, Leandro e Tiago Pinto; Ricardo, André Grilo e Amaral; Leandro Teixeira, Cardos e Jota. Jogaram ainda Miguel, Diego, Ribeiro e Tiago Carvalho. Treinador Paixão

O Lavrense entra forte na partida, com as linhas bastante subidas e a fazer um enorme pressão sobre o homem do Leça do Balio que conduzia a bola. Respondia os homens da casa, com posse e qualidade de passe. O equilibriu foi nota dominante durante os noventa minutos, embora pertencesse aos forasteiros o maior número de oportunidades de golo. Golos; Pelo Desportivo Leça do Balio marcou, Pedro, pela União Desportiva Lavrense marcaram, Cardoso e Stefan. Para sermos justos, fica a nota de que a decisão pelas grandes penalidades seria mais consentânea com o que se passou durante o encontro

No encontro que antecedeu a final (jogo de atribuição de 3º e 4º lugar)
Os Lusitanos de santa Cruz do Bispo, venceram por grandes penalidades a equipa do Custóias FC por 5-4, 1-1 foi o resultado no tempo regulamentar

CLASSIFICAÇÃO FINAL
1º UD LAVRENSE
2º D LEÇA DO BALIO
3º OS LUSITANOS
4º CUSTÓIAS FC

INFESTA VENDEU CARA A ELIMINAÇÃO DA TAÇA

O Parque de Jogos Manuel Ramos, engalanou-se para assistir a um bom espectáculo de futebol. Apesar de ambas as equipas disputarem a 2ª Divisão B, o Chaves vinha rotulado de favorito mas o Infesta fez-lhe a vida negra, não permitindo aos flavienses, sair de São Mamede de Infesta, com o passaporte para a 2ª eliminatória da Taça de Portugal, de mão beijada.

FC INFESTA 2 GD CHAVES 2 (3-5 nos penaltis)
Marcadores, Ricardo Chaves (85`), Vitinha I (90+2 g-p) Digas (100`) e Rainho (112`)
Grandes penalidades, Infesta, Pedro Nuno, Jorginho e Oliveira a marcar, falhando Rui Jorge, enquanto no Chaves Rui Rainho, Mário Mendonça, João Fernandes, Sagna e Kuca marcaram.


FC INFESTA: Isac, Jorginho, Rui Jorge, Correia e Pereira (Digas); Dani, Vitinha I (cap), Oliveira, Gonçalo (Ely), Pedro Nuno e Bruninho (Maga). Treinador José Manuel Ribeiro.


G D CHAVES: Paulo Ribeiro (Nuno Dias), Sagna, Ricardo Chaves, João Fernandes, Kuca, Rainho, Nuninho (Mário), Ramalho, Gustavo, Ricardo Teixeira (Vitor Pereira). Treinador Hélder Fontes



A primeira parte foi muito combativa, com o jogo disputado muito a meio campo, apesar de o Chaves ter tido mais posse de bola, ambas as equipas tiveram oportunidades para marcar. Primeiro foi o Chaves que num livre da direita, batido por Rui Rainho a meia altura, Isac estava atento, defendendo a bola que ainda embateu no poste. O Infesta na jogada seguinte, tem um livre à entrada da área por Vitinha I, que atira à figura de Paulo Ribeiro. Oliveira teve a mais flagrante oportunidade para o Infesta à passagem da meia hora de jogo quando em jogada individual e importunado por Rui Rainho, atirou muito por cima e pouco antes do intervalo, num cruzamento da direita de Sagna, Rui Jorge com um pequeno toque ao primeiro poste, desvia a bola de Ricardo Teixeira, cedendo pontapé de canto ao Desportivo de Chaves.



A segunda parte foi mais pródiga em ocasiões e aos 50 minutos, Rainho cruza e Ricardo Teixeira atira de cabeça ao lado. Pouco depois, Pedro Nuno num lance idêntico, a cruzamento de Bruninho, atira também de cabeça ao lado. O Chaves, atacava mais e Isac ia tendo muito trabalho. Isac que fez três grandes defesas em todo o encontro, dignas de defesas da tarde, tendo a primeira sido aos 68’ a remate de João Fernandes de fora da área. O Chaves por intermédio de Rainho, ia provocando muito perigo e aos 72’, cruza da esquerda e nem Kuca nem Ricardo Teixeira, chegaram à bola. Aos 79’, Maga entra na área, ganha posição mas remata fraco à baliza do Chaves. E aos 85 minutos, chega finalmente o primeiro golo por Ricardo Chaves que num pontapé acrobático dentro da área, faz a bola passar por cima de Isac, sem qualquer hipótese de defesa. O Infesta, em desvantagem, pressionou e no minuto seguinte, Ely com um remate sensacional à entrada da área, quase faz o golo do empate. Aos 87 minutos, o Chaves fica reduzido a 10 unidades por cotovelada de Ricardo Chaves sobre Pedro Nuno o que originou a que o árbitro Daniel Cardoso, admoesta-se o defesa com um cartão vermelho directo. O golo do empate chegou já em período de compensação, de grande penalidade que castigou a mão na bola de João Fernandes após remate de cabeça de Pedro Nuno. O capitão do Infesta, Vitinha I não desperdiçou e empatou o encontro.



O jogo seguia para prolongamento e foi o Infesta que criou o primeiro lance de perigo que até deu em golo. Magalhães cruza da esquerda e Digas, de cabeça, fez o segundo do Infesta. Com o golo, o Chaves voltou a pressionar e mesmo em cima do intervalo do prolongamento, Isac faz mais uma grande defesa a remate de Kuca, já dentro da área. Na segunda metade e com o Infesta também reduzido a 10 elementos por acumulação de amarelos de Vitinha I, o Chaves chega ao empate aos 112’ por Rui Rainho, o melhor jogador em campo, que de livre, atira para a baliza sem hipóteses de defesa para Isac. Isac ainda salvou o Infesta do terceiro aos 119’ quando defende para a barra um remate de Bruno Magalhães.

O Infesta sai da Taça de cabeça erguida e não foi por falta de empenho dos seus atletas, que o resultado final não foi mais feliz.
O árbitro da partida, Sr. Daniel Cardoso de Aveiro, esteve mal, ao acumular erros que prejudicaram ambas as equipas.

LEIXÕES VENCE NA TROFA E SOMA 9 PONTOS NA II LIGA

Segunda Liga - 4.ª Jornada
Estádio do CD Trofense.
Árbitro: Vasco Santos (Porto)
CD TREFENSE 0 LEIXÕES SC 1
Ao intervalo, 0-1, marcador Pedras (13`g-p)

TROFENSE: Marco Gonçalves, Tiago Lopes, Luiz Alberto, Herbert Santos, Matheus (Moreira, 89), Tiago, Josi, Gomis, André Rateira, Semedo (Vitinha, 63), Paulinho.
Treinador Porf. Neca

LEIXÕES: Rui Sacramento, Steven, Nuno Silva, José Pedro, Nuno Sequeira, Hugo Moedas, Patrão, Luís Silva, Tiago Borges (Malafaia, 65), Pedras (Nélson, 87), Gonçalo Graça (Tsoumagkas, 76).
Treinador Horácio Gonçalves

A equipa de Horácio Gonçalves soma e segue nesta Segunda Liga 2012/13.
Um golo solitário de Pedras através de uma grande penalidade aos 13`minutos, selou a vitória na Trofa, na quarta jornada da II Liga, o olhar atento de cerca de 300 leixonenses que se deslocaram ao estádio para acompanhar a equipa. A equipa de Matosinhos em 12 pontos possíveis, já somou 9 pontos.
A vantagem deu grande confiança à equipa liderada por Horácio Gonçalves, que, até ao intervalo, assumiu por completo o domínio do jogo e esteve muito perto de aumentar a vantagem. No segundo tempo, a partida adquiriu maior ritmo de ambos os lados, com o Trofense reagir e a lutar de igual para igual pelos três pontos.

O que eles disseram!
Horácio Gonçalves
"Conseguimos os nossos objetivos. Num jogo com muita luta, os jogadores foram bravos. Com uma massa associativa como esta, que até arrepia, temos de lutar sempre como hoje. Esta vitória é para eles. Foram incansáveis e empurraram estes jovens para esta vitória. É esta união que faz de nós muito fortes. Hoje viemos com dois juniores que tinham jogado ontem e esta situação é uma situação que não pode acontecer. Vamos ver se esta semana ultimamos algumas situações para equilibrar o plantel."

Prof. Neca
"Tivemos oportunidades mais que suficientes para fazer um golo. O Leixões acabou por conseguir um resultado que temos de aceitar mas que não me parece justo. Parabéns ao adversário e aos meus jogadores."

TORNEIO LEÇA DO BALIO (anfitriões estão na final)


Realizou-se hoje a primeira jornada do torneio de futebol do Desportivo Leça do Balio, torneiro que asinala o 48º aniversário do clube baliense.

Jogo das 17:00 – D. Leça do Balio 1 Os Lusitanos FSCS 0

D LEÇA DO BALIO, Dinis , Marco, Virgilio, Stam, Vitor Barros, Cardoso,Tiago, kaka, Cris, Ismael, Vitor carneiro jogaram ainda; Hugo, Bessa, Bruno, Ricardo Meireles, Semião, Ricardo Silva e Pedro, Treinador Paulão

OS LUSITANOS FCSC alinhou com o seguinte onze; Rui Sérgio, Paulo Coelho, Edu, Rui Carneiro e Xuxa; Rui Dias, Ricardo silva e Meneses; Filipe Nuno Esteves e Suisso, jogaram ainda; Carveli, Ricardinho, Paulo, Hugo, Teixeira e Carlos Miguel. Treinador Albino Guerra



Os Balienses levaram a melhor sobre os Lusitanos
Num jogo bem disputado, em que a equipa dos Lusitanos (2ª divisão) em nada ficou a dever ao seu adversário, e era merecedora da decisão de grandes penalidades.
Mas o “velhinho” VITOR CARNEIRO está ainda para as curvas, e desequilibrou a contenda a favor dos da casa, quando aos 70`m executou um excelente lance que culminou num grande golo. A equipa de Santa Cruz do Bispo, que quanto a nós se apresentou melhor neste encontro, ainda tentou chegar à igualdade, mas todas as investidas esbarravam no guardião da turma da casa DINIS, que esteve ao seu melhor nível.
O D Leça do Balio vai defrontar a UD Lavrense na final

TORNEIO LEÇA DO BALIO (UD Lavrense 2 Custóias FC 2 (6-5) nos penaltis)


Realizou-se hoje a primeira jornada do torneio de futebol do Desportivo Leça do Balio, torneiro que asinala o 48º aniversário do clube baliense.

Jogo das 15:00 – UD Lavrense 2 Custóias FC 2 ( 6-5 para os lavrenses em grandes penalidades)

Árbitro, Sr. Jorge Costa (AF Porto)

UD LAVRENSE alinhou com o seguinte onze: Telmo, Dany, Filipe Sousa, Leandro e Tiago Pinto; Ricardo, Gonçalo e Amaral, Stefan, Tiago Carvalho e Cardoso, jogaram ainda; Wilson, Diego, Jota e rui Seabra. Treinador Paixão

CUSTÓIAS FC alinhou: Luís, Pessoa, Flávio, Cláudio e Graça; Ivo, Vasco e Santa Cruz; Filipe, Estrela e João Luís, jogaram ainda; Márcio, Danny, Volodymyr, Medeiros, Bruninho, Caramalho e Pedrinho. Treinador Pedro Fonseca.



Jogo bem disputado, e já com o frenesim dos grandes dérbis disputados entre ambos. Ao intervalo os custóienses já venciam por uma bola a zero, golo marcado por Santa Cruz, que marcou de novo ao serviço dos custóienses, o jovem médio ex FC Pedras Rubras, parece pegar de estaca como se diz na gíria, justificando a aposta do técnico Pedro Fonseca. No segundo tempo, o equilibriu foi nota dominante, mas Medeiros ex Ermesinde aumenta a vantagem para o Custóias FC, quase como sentenciando a partida, QUASE! Não fosse estar em campo um jovem de 36 anos, um autentico líder dentro do campo, Filipe Sousa, que personalizou a vontade lavrense de dar a volta ao rumo dos acontecimentos, claro! Contando com alguma displicência da turma custóiense, Filipe Sousa não se fez rogado e bisou na partida, levando a decisão do encontro para a marca das grandes penalidades.



Em suma um bom jogo, já com um ritmo muito aceitável para esta altura da época.
A UD Lavrense vai disputar a final frente à turma da casa que venceu os Lusitanos por uma bola a zero

sábado, 25 de agosto de 2012

EMPATE NA APRESENTAÇÃO DA EQUIPA SÉNIOR DO SC Sª HORA


Uma bonita festa realizada pelo SCS Hora, em que teve animação musical de "amplifica " e foi abrilhantada pelo cantor do OSIV que interpretou de forma excelente algumas músicas do seu reportório.

SCS HORA 1 FC PERAFITA 1

Jogo de pré temporada, mas digno de um autêntico derbi matosinhense
Apesar de ambas as equipas estarem numa fase de preparação para época que se avizinha, o futebol demonstrado já foi muito bom.
Ambas as equipas apresentaram-se com um futebol vistoso e muito ofensivo procurando sempre o golo, que aconteceu primeiro para os visitantes, na sequência de um pontapé de canto e Álvaro a em cima da linha a confirmar o golo, posição que deixou algumas dúvidas.



O empate surgiu através de uma grande penalidade, assinalada pelo árbitro assistente, que João Vierra Pinto se encarregou de converter. Pelo meio duas bolas aos ferros da baliza perafitense e algumas boas chances desperdiçadas pelos visitantes

Em suma, quem se deslocou ao estádio do SC Senhora da Hora, assistiu a uma bela partida de futebol.

EM LEÇA SUPERIORIDADE DO FAFE FOI EVIDENTE

A equipa do Leça FC, voltou a perder e novamente por 2-0, frente a um adversário da II Divisão.

A D. Fafe, foi um vencedor justo no apronto realizado hoje, no estádio do Leça, de facto a superioridade fafense foi notória em todos os capítulos do jogo, mesmo assim a equipa leceira, deu boa resposta, sustentada numa boa organização defensiva, os leceiros poderiam ter-se adiantado no marcador, quando Hugo Almeida, encosta ao primeiro poste respondendo a um cruzamento da direita protagonizado por Pisco. O Fafe como corolário lógico da sua superioridade chega à vantagem aos 30`m resultado com que se atingiu o intervalo.



Na segunda, mais do mesmo, os fafenses, com uma circulação de bola executada com segurança e rapidez, chegaram ao -02 e sentenciaram o jogo iam decorridos 70`m. Resultado justo da melhor equipa sobre o terreno. O Leça demonstrou saber o que pretende, os confrontos com estes adversários, são de tirar ilações proveitosas, mas foi notório, algum cansaço dos jogadores leceiros, fruto dos trabalhos de preparação.



LEÇA: Castro, César, Serginho, Zé Soares e Coutinho; João Miguel, Domingos e Bruno João, Pisco, Hugo Almeida e Cerejo, jogaram ainda Vítor Pádua, Renato, Junior, Gandarela, Orriça, Bruno Freitas, Ruca e Serqueira. Treinador Srdjan Slagalo

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

PAULO PEREIRA (guarda-redes matosinhense) VAI DEFENDER A BALIZA DO VILA CHÃ

Paulo Pereira Fernandes, natural de Matosinhos (26 anos), guarda-redes ex Inter de Milheirós, é reforço da Associação Desportiva de Vila Chã, clube que na época transata ascendeu à 1ª Divisão da A F Porto.

PAULO PEREIRA, guarda redes que teve passagem pelos escalões de formação do Leça FC, representou entre outros emblemas o Nespereira AF Viseu , ao nível sénior.
Depois de uma época bem sucedida no Inter de Milheirós Maia, o guarda-redes vai continuar a sua carreira no clube de vila do conde.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

LEÇA 0 VARZIM 2 (primeira derrota leceira na pré temporada)


Jogo de preparação termina com a primeira derrota da equipa do Leça, na pré temporada
O Varzim SC (II Divisão) venceu este fim de tarde, o Leça FC, por duas bolas a zero.Com os golos a serem obtidos no inicio da segunda parte.

Jogo realizado no Estádio do Leça, que serviu para o técnico leceiro tirar mais apontamentos, sobre o que pode contar no futuro em relação aos seus comandados.
Num jogo em que os poveiros foram quase sempre dominadores, encontrando pela frente um opositor, que diga-se sempre que podia respondia com perigosos contra-ataques, principalmente na primeira parte. Nota para este encontro: A lesão de Pilé, que saiu agarrado à cocha direita.

É de realçar o trabalho de preparação física do Prof. Miguel Madureira, em praticamente um mês de trabalho muito intenso, com cargas bem administradas (lesão de Pilé aparte), todos os atletas estão em perfeitas condições.

O Leça alinhou: Vitor Pádua, César, Serginho, Zé Soares e Coutinho; João Miguel, Renato e Bruno João, Pisco, Junior e Cerejo. Jogaram ainda; Tiago Oliveira, Domingos, Pilé, Hugo Almeida, Gandarela, Bruno Freitas, Orriça, Serqueira, Diogo Batista (atleta á experiencia).

PEDRAS GARANTE 2ª VITÓRIA LEIXONENSE (Leixões 1 Feirense 0)


3ª. Jª. II LIGA
Leixões - Feirense, 1-0.
Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Marco Ferreira (Madeira).
Ao intervalo: 0-0.
Marcador:1-0, Pedras, 52 minutos

Leixões apresentou-se da seguinte forma:
Rui Sacramento, Steven, Nuno Silva, Zé Pedro, Sequeira, Moedas, Patrão (Tsoumagkas, 75), Luis Silva, Tiago Borges (Malafaia, 67), Gonçalo Graça e Pedras.
Treinador: Horácio Gonçalves



O Leixões venceu esta quarta-feira, em casa, o Feirense por 1-0, em jogo da terceira ronda da 2ª Liga, graças a um golo de cabeça apontado por Pedras já no segundo tempo. A equipa de Matosinhos tem já seis pontos.

Numa primeira parte de muito equilibriu, pertenceu ao Leixões a única ocasião de golo digna desse nome (25), que Gonçalo Graça, a poucos metros e em posição frontal, falhou por muito pouco.
Na segunda parte a equipa leixonense aparece transfigurada para melhor e rapidamente começou a criar problemas à defensiva da Feira. Aos 53`minutos na sequencia de um pontapé de canto, Pedras abre o ativo, de cabeça, aproveitando bem a apatia da defesa forasteira. Sete minutos depois é vez de Jorge Gonçalves (outrora jogador leixonense) a atirar a barra de livre direto. O jogo fica partido, o Feirense aposta tudo em busca do empate, o Leixões responde com perigosos contra-ataques e por duas vezes podia ter dilatado a vantagem, primeiro foi o recém-entrado Tsoumagkas que chegou ligeiramente atrasado a um bom cruzamento de Gonçalo Graça (80). Pouco depois, Pedras desmarcou-se bem, surpreendendo a defesa contrária, e, face á saída desesperada de Marcos, atirou para fora, falhando mais uma grande ocasião de golo (84). Os últimos minutos, de uma forma desesperada, o Feirense apostou tudo no futebol direto e quase que era premiado, mas Rogério falhou o empate, num jogo que terminou com uma expulsão para cada lado.

ENTREVISTA DO TÉCNICO DO FC INFESTA JOSÉ M. RIBEIRO

José Manuel Ribeiro parte para a terceira temporada consecutiva, coadjuvado por Nelson e Duarte.


O treinador da equipa sénior de futebol, José Manuel Ribeiro, vai orientar o Infesta pelo terceiro ano consecutivo. Espera realizar uma temporada tranquila, sem sobressaltos e entre outros assuntos, fez uma analise à pré-temporada e a antevisão ao encontro com o Chaves no domingo para a Taça de Portugal, atirando o favoritismo para o seu adversário.

No passado sábado, terminou a pré-época com mais duas vitórias, fazendo o total de quatro vitórias, dois empates e duas derrotas nos oitos jogos de preparação. Correu tudo dentro das suas previsões?

Completamente. Neste momento estamos bem preparados para começar a jogar. Esta é a minha terceira pré-temporada no Infesta e os resultados nesta fase da época nunca foram uma amostra daquilo que viria a ser o resultado final. Não são estes jogos que definem o que vai acontecer durante os restantes 8/9 meses. A nossa forma de trabalhar esta mais vocacionada para desenvolver um conjunto de princípios e consolidar um modelo de jogo e não tanto para conseguir resultados de pré-temporada. Relativamente aos jogadores, estou muito satisfeito com o trabalho que tem desenvolvido e o esforço dos novos para assimilarem o mais depressa possível as minhas ideias. Tirando o caso de dois jogadores que por razoes físicas ainda não conseguiram dar o seu contributo a equipa, todos os outros têm sido inexcedíveis. Espero que rapidamente recuperem, já que são dois jogadores com muita qualidade e que poderão ao longo da época ter um papel muito importante na equipa. Infelizmente existem sempre estes casos de lesões, principalmente quando os jogadores trabalham no máximo das suas potencialidades. É também uma fase de adaptação do organismo ao esforço depois de estarem praticamente 2 meses sem treinar. Estiveram de férias do futebol pois a maioria dos nossos jogadores trabalha, ao contrário dos jogadores do Chaves que são atletas profissionais e não fazem mais nada a não ser jogar futebol.

Neste momento estão 23 atletas inscritos. O plantel está fechado ou poderá haver mais um ou outro atleta inscrito?

Nós sempre dissemos que queríamos ter mais um guarda-redes, mas infelizmente o nosso presidente tem uma ideia diferente pelo que neste momento, a única possibilidade de enriquecer o nosso plantel será com o Diogo que é um ex-júnior e que tem treinado connosco.

Falando agora um pouco do campeonato, podemos verificar que ficamos inseridos numa série em que 7 das 16 equipas já atuaram na 1ª Divisão. Que expectativas e objetivos é que tem definidos para este campeonato?

Queremos consolidar o clube numa posição em que nos permita na parte final da temporada, não ter sobressaltos no que à descida diz respeito. Chegamos agora de uma divisão inferior e teremos, tal como aconteceu na época passada, um período de adaptação a uma nova realidade. Existem, como referiste muitas equipas com um passado fantástico no nosso futebol. Felizmente para nos que o passado não joga e iremos entrar em todos os jogos com a ilusão que os poderemos ganhar. No entanto, temos plena consciência que iremos defrontar equipas com um poderio superior ao nosso. Nós estamos num lote de 6 equipas que em termos de orçamento, qualidades do plantel e até de estrutura, não são considerados tão fortes. Temos como objetivo ficar entre os 8 primeiros, que seria quanto a mim uma extraordinária classificação. Ficar nos 5 primeiros será uma tarefa complicadíssima mas o lema do nosso clube é de nunca desistir, de trabalhar sempre nos limites e no fim é que se fazem as contas.

Então podemos apontar para o objectivo de pelo menos tentar o 8º lugar?

Pela qualidade dos nossos jogadores e um lugar que à partida poderá ser alcançável e que já era muito bom para o clube. Um 8º lugar, dentro das circunstâncias que o clube atravessa seria excelente. Temos consciência das nossas limitações, em relação a outros clubes, mas, até porque estamos habituados a ganhar, não vamos virar a cara à luta e vamos entrar em todos os jogos para vencer.

Está entusiasmado com o início de época?

Já é a minha terceira época como treinador principal, já tive outras como adjunto e jogador. O entusiamo é o mesmo de sempre, é o mesmo entusiasmo que tinha quando estava na Divisão de Honra ou na 3ª Divisão. Aquilo que me move é vencer e para mim é me indiferente estar na 2ª Divisão ou na Distrital e os jogadores também estão com a mesma ambição. Como te tinha dito há dois anos atrás, eu tinha o objetivo pessoal de ajudar a recolocar o Infesta na 2ª Divisão B, felizmente passados dois anos estamos de volta e queremos fazer uma boa campanha. O Infesta tem um enorme historial na 2ª Divisão B, não se pode dizer que somos uma equipa inexperiente neste campeonato. Do atual plantel, temos muitos jogadores que já jogaram nesta divisão e por isso não será pela falta de experiencia que nos vamos desculpar se algo não correr bem. Temos um plantel equilibrado, com jogadores que me dão garantias e acredito que se não tivermos abaixamentos de forma, castigos ou lesões, poderemos ser uma agradável surpresa.

Com certeza que já tem indicações das outras equipas que estão na nossa divisão, mas para si, quais são aquelas que serão as favoritas?

Claramente o Chaves, para mim é o grande favorito. Se o Chaves não subir será uma grande surpresa. A partir dai, acho que vai ser muito aberto. Não me parece que o Boavista e o Varzim tenham um plantel tão rico como o do Chaves. Penso que de uma forma natural, com o passar dos jogos, o Chaves vai-se destacar e os outros vão lutar pelos postos a seguir. Infelizmente, e em relação ao formato da 2ª Divisão B, sou muito crítico. O 2º lugar deveria dar acesso a uma liguilha, pois se o 1º classificado a meio da temporada se destacar dos restantes, o campeonato perde todo o interesse. Infelizmente os campeonatos da federação são muito pouco valorizados. São nestas divisões mais inferiores que muitos dos nossos craques do futuro agora jogam. Mas eles precisam de uma competição que os obrigue a melhorar constantemente. E isso apenas se consegue com objetivos motivadores. Jogadores sem motivação não trabalham e sem muito trabalho não se conseguem performances brilhantes.

Que diferença está à espera de encontrar do Campeonato Distrital e da 3ª Divisão, para a 2ª Divisão B?

Imensas… A diferença de nível de jogadores e de treinadores é muito grande da 3ª Divisão para a 2ª Divisão B. Esta divisão e uma antecâmara dos campeonatos profissionais. Os jogadores e os treinadores as vezes preferem ganhar menos e estar na 2ª Divisão do que ganhar mais e estar numa divisão mais abaixo. Só para te dar um exemplo a base de recrutamento este ano foi muitas vezes superior a do ano anterior.

Como é que foi o trabalho de construção deste plantel?

Todos os jogadores que fomos buscar ou foram observados pelo nosso departamento de scouting, ou eram jogadores que eu já conhecia ou foram-nos referenciados por pessoas da minha inteira confiança.

Falando agora do próximo encontro oficial, frente ao Chaves para a Taça de Portugal, quer fazer uma antevisão do encontro?

Não vai ser fácil. A equipa tem muitos elementos novos e ainda está num processo de aprendizagem e infelizmente, calhou-nos em sorte provavelmente a equipa mais forte da 2ª Divisão B a nível nacional. Tem um excelente técnico, excelentes jogadores, mas como disse anteriormente estamos preparados para a luta. Nós temos as nossas armas, jogamos em casa, temos bons jogadores e na minha opinião, temos boa equipa, e vamos procurar jogar dentro da nossa filosofia para ganhar como é óbvio. O Chaves vai tentar mandar no jogo, já que a qualidade dos seus jogadores permite-lhes assumir a posse de bola constantemente. Tem jogadores que pelas suas características podem alternar a posse com um jogo mais direto, o que nos ira criar muitas dificuldades. Vamos ter que nos adaptar ao estilo de jogo deles sem nunca esquecermos os nossos princípios e o nosso modelo de jogo. Obviamente que teremos de ter algumas cautelas com o adversário, mas isso temos de ter sempre, mesmo quando jogávamos na Divisão de Honra, ao defrontar o ultimo classificado, são os mesmos de agora, é a preocupação de conhecer o adversário, conhecer os pontos fortes, os pontos fracos, para depois poder-mos delinear uma estratégia para vencer o jogo que é isso que vamos tentar fazer para dar uma alegria grande à nossa massa associativa, ao nosso presidente para depois lá mais para a frente, ver se nos sai em sorte um grande.

O mister é também o coordenador das equipas de juniores, juvenis e iniciados, houve aí algumas modificações nas equipas técnicas, quer comentar estas novas apostas?

Houve um escalão que foi por escolha minha e noutro, nos juvenis que foi uma escolha do treinador que entendeu sair. Nos juniores mantivemos o treinador do ano passado e a diferença é que neste ano, nos iniciados e nos juniores vamos ter equipas “B”. Vamos procurar dar seguimento aquilo que foi feito o ano passado. Melhorar a qualidade dos treinos, melhorar a qualidade dos nossos treinadores, dar condições aqueles atletas de primeiro ano para poderem jogar quer nos iniciados, quer nos juniores, nos juvenis não nos foi possível criar uma equipa “B” pois neste momento o clube não tem condições nem humanas nem físicas para comportar tantas equipas “B”, mas a nossa preocupação era mesmo nos iniciados e nos juniores, todos eles poderem jogar pois tínhamos muitos miúdos de primeiro ano, principalmente nos juniores que tinham subido de divisão e queríamos ficar com eles e nos iniciados, foi um trabalho de scouting que tínhamos feito, pois havia a necessidade de ir buscar atletas fora e engloba-los nos iniciados e como tínhamos muitos, optamos por criar a equipa “B”. Nos juvenis, optamos por não o fazer porque tínhamos menos atletas, se bem que depois com a nova lei, acabamos por ter uma série deles e que infelizmente acabamos por ter de dispensar alguns. Agora é trabalhar bem, trabalhar no duro e melhorar os resultados das nossas equipas.

Nota-se que este ano, houve uma maior preocupação com a formação do futebol do Infesta e em termos organizativos, parece estar até melhor. Podemos pensar que num futuro próximo, o mister ou outro treinador que venha para a equipa sénior, pode apostar mais nos nossos jovens atletas?

O objectivo é que quem estiver, com os condicionalismos que o Infesta vai ter nos próximos anos, se apostem mais nos jovens jogadores. Uma aposta que nos últimos dois anos não se tem feito comigo porque o Infesta realmente não tem tido para aquilo que nós queremos nos seniores, jogadores que nos permitam vencer. Se calhar nos juniores, temos alguns jogadores com qualidade, que poderiam estar nos seniores mas que não iriam jogar e que iria acontecer o que eu fiz nestes dois anos em que eu subi juniores, apostei neles, não jogaram muito mas que no final da época acabaram por sair, porque para um miúdo com 19 anos, jogar dois, três jogos por época, não os satisfaz. No entanto, todos eles são acompanhados e quem sabe, no futuro não possam representar o Infesta novamente.

Em princípio o Infesta terá uma equipa de veteranos a competir nesta temporada. Acha que o facto de ter novamente jogadores como o Formoso, Reis, Moura, entre outros, a envergar a camisola do Infesta, pode trazer novamente mais interesse das gentes de São Mamede ao clube?

Eu acho que foi uma ideia fantástica. O Infesta tem um passado riquíssimo, quer em resultados, quer em qualidade de jogadores que tivemos, muitos deles conseguiram jogar em patamares superiores e o Infesta, mais do que ninguém, faz todo o sentido em ter uma equipa de veteranos. A maioria dos jogadores que passaram por aqui, foram jogadores que aprenderam a gostar do clube, ou seja não foram jogadores que passaram por aqui um ano e foram embora, muitos deles estiveram ca, cinco, seis, sete anos e é com enorme satisfação que vejo este projeto a andar para a frente. Se calhar para alguns mais nostálgicos, vai ser uma forma de rever alguns jogadores que deixaram muitas saudades no clube e que ajudaram a engrandecer este clube e pena é que alguns jogadores como o Tavares, o Sérgio, o Carlitos, o Mário Jorge, Chico Fonseca, etc… não possam vir mas eles também têm as suas vidas.

Para terminar, quer deixar uma palavra aos nossos adeptos?

Os nossos adeptos são bons, mas infelizmente são poucos. Para aquilo que o Infesta fez nos dois últimos anos, o clube merecia uma maior participação de adeptos. Mas eu entendo que as condições que o Infesta oferece aos seus adeptos para assistirem aos jogos, não são de longe nem de perto as ideais. O clube também está situado numa zona muito central do Porto, todos os clubes da região sofrem do mesmo pois os jovens têm muitas alternativas para passar os domingos. Mas o que eu peço é que apareçam mais, que ajudem o Infesta para uma viragem que irá acontecer daqui a um ano com a saída do nosso presidente e que se aproximem mais assistindo aos jogos, que se façam de sócios e que futuramente até possam participar numa nova Direção e que ajudem o clube a crescer.

Filipe Dias
SITIO OFICIAL DO INFESTA

NO LEIXÕES MAILON CRUZ É JÁ A SEGUIR...!

Apesar de ainda não haver comunicação oficial por parte do clube, Mailon Cruz é o mais recente reforço do Leixões para a temporada que já está em curso.

O jogador que pertencia ao CS Mindelense é o mais recente reforço da equipa orientada por Horácio Gonçalves. A notícia foi divulgada pelo próprio na sua página oficial no Facebook. "Assinei o meu primeiro contrato profissional com o Leixões SC. Espero que corra tudo bem de modo a fazer uma boa época ao serviço do meu novo clube. Quero agarrar esta oportunidade com todas as minhas forças", disse o avançado de 23 anos que apontou 8 golos no Regional de São Nicolau de São Vicente.

fonte BLOG LEIXÕES

DIOGO MANSILHA ex SUB-19 FC INFESTA VAI JOGAR NO S.PEDRO DA COVA

Diogo Mansilha, jovem que terminou a sua formação no FC Infesta no final desta temporada, vai jogar no São Pedro da Cova (Gondomar)

O jovem defesa central de elevada estatura (1,88m), é agressivo, tem boa impulsão e bom jogo aéreo. Sai bem a jogar e é detentor de um bom remate.
Mansilha fez praticamente toda a sua formação no Alfenense, saiu no seu primeiro ano de júnior para o Trofense. Fez uma época e meia e ingressou a meio desta temporada no FC Infesta, tendo sido uma das peças preponderantes do xadrez de José Catalão para ter conseguido quase milagrosamente a manutenção na 2ª Divisão Nacional.

O jovem vai dar continuidade à sua carreira no S. Pedro da cova (Divisão de Honra da AF Porto)

LEANDRO TEIXEIRA ex PEDROUÇOS É JOGADOR DA UD LAVRENSE



Leandro José Fernandes Teixeira
Avançado, Nascido 1990-11-23 (21 anos), Natural do Porto
LEANDRO, fez toda a formação no SCS Hora, no clube senhorense jogou ao lado de jogadores bem conhecidos do futebol de Matosinhos, são os casos de Pedro Carvalho, Pimentel, Estrela, Areias (D. Leça do Balio) e Nuno Sequeira, jogador leixonense que esta época esteve emprestado a AD Fafe. Aos 18 anos (1º ano de sénior) tentou a sua sorte no Padroense FC, não ficou por necessitar de mais experiencia, partiu então para Londres (Inglaterra) e representou o Sport London e Benfica, nos distritais ingleses. Regresso a Portugal, desta vez representou o Ramaldense FC, deu nas vistas e o AC Pedrouços contratou-o para a época de 2011/2012.
LEANDRO é um avançado felino e veloz, apesar de o seu pé preferencial ser o direito, joga em qualquer das alas.

LEANDRO esteve muito perto de assinar por um clube que vai competir na II Divisão nacional Zona Centro (SC BUSTELO) depois de um período de testes realizados, conseguiu o aval do técnico, mas na hora de assinar não chegou a acordo com clube de Oliveira de Azemeis.
O jovem e promissor atleta preferiu jogar na UD Lavrense, que apesar de tudo é um clube que lhe trás todas as vantagens para se projetar para clubes de maior dimensão.

Um jovem para seguir com atenção

terça-feira, 21 de agosto de 2012

VITOR GANDARELA (entrevista exclusiva ao MITCHFOOT)


“ UM BOM FILHO A CASA TORNA” LÁ DIZ O DITADO!
GANDARELA ESTÁ DE REGRESSO A CASA

MITCHFOOT – FALA-NOS UM POUCO DO TEU PRECURSO COMO ATLETA

VITOR GANDARELA (VG) – Como todos os miúdos com a minha idade (9 anos), tudo tem uma razão de ser; por influência do meu pai que jogava futebol e era treinador dos mais jovens no clube da minha terra, fui jogar nos infantis do Santa Cruz FC (futsal) 1997 e lá permaneci até 2000, depois e sem o meu pai saber, fui tentar a sorte no Leça FC (juvenis)) encontrei o mister Paulo Gentil e nesse ano subimos logo de divisão, mantive-me no ano seguinte como juvenil e fui treinado pelo Mister Bilu (pessoa que guardo as melhores recordações) e também pelo meu pai. Nos juniores encontrei novamente o mister Paulo Gentil, para no segundo ano de júnior ser treinado outra vez pelo meu pai, nessa época já treinava com os seniores e joguei 2 jogos na equipa principal do Leça FC na 2ª divisão B. No ano (sénior) seguinte fiz toda a pré época com o Leça FC e fui emprestado ao SCS Hora uma semana antes de começar o campeonato, no Senhora da Hora permaneci duas épocas, para em 2006/2007 rumar ao SCV Pinheiro onde estive apenas até Dezembro, pois o Custóias FC convidou-me para a sua equipa, na época seguinte subimos à divisão de honra. Em 2008/2009 o convite para representar o Leça FC, não hesitei e regressei ao clube para o representar na III divisão nacional. Na época de 2009/2010 surgiu a UD Lavrense clube que representei com muito orgulho, onde fizemos um a época fantástica, muito bem orientada por Junas, um treinador que guardo muita amizade. 2010/2011 Continuo na UD Lavrense, mas por não jogar regularmente por opção técnica decidi dar novo rumo à minha carreira, é então que surge a oportunidade de ser treinado novamente por Paulo Gentil e decidi aceitar o seu convite, e representei o FC Perafita. Na época passada representei o Custóias FC, em termos pessoais foi muito bom fiz 32 jogos dos 34 do campeonato, com exibições consistente que despertou de novo o interesse do Leça, e o convite que surgiu em Abril deste ano.

M- DE VOLTA AO LEÇA, É MAIS QUE UMA AMBIÇÃO, PRESUMO QUE ESTÁS MUITO FELIZ?

VG- Como todos sabem o Leça é o clube do meu coração, onde desde muito cedo me habituei a admirar, sou de família leceira com passado neste prestigiante clube. Quem não se lembra do meu avô, adepto confesso do Leça e também jogador (guarda-redes), o meu tio Zeca, que faleceu com 27 anos, o meu tio Paulo avançado que fez furor, o meu tio Jorge, pai do atleta Jorge Silva (migas) mestre de desportos de combate do Leça, em fim uma família leceira. Representar o Leça é mais que uma ambição, é um sonho que quero preservar, ainda sou novo, mas gostava de terminar a minha carreira no Leça, o futuro a Deus pertence.

M – O MOMENTO QUE ATRAVESSAS É BOM, ESTAS CONFIANTE NUMA BOA ÉPOCA?

VG – O momento que atravesso, é de muita esperança numa boa época desportiva, sinto-me motivado para ajudar o clube (LEÇA FC) que acaba de me contratar a conseguir os seus objectivos.

M – PERSPECTIVAS PARA O FUTURO

VG – As minhas perspectivas, são de fazer uma boa época desportiva, sinto-me bastante motivado para ajudar o Leça, a equipa apesar de totalmente nova, tem muita qualidade e é excelentemente orientada e eu quero ser mais para somar.

M – PREFERÊNCIAS CLUBISTICAS, QUAL O CLUBE QUE TE FAZ VIBRAR?

VG- Por influência do meu pai habituei-me a gostar do FC Porto, mas é o Leça aquele que me faz vibrar, e agora junto o útil ao agradável…RISOS!



M – ÍDOLOS E REFERÊNCIAS, TODO O JOGADOR TEM, QUEM TE INSPIRA?

VG – O meu ídolo é o Sérgio Conceição (hoje treinador da Olhanense), mas onde encontro inspiração, é nos meus tios, Zeca e Paulo Gandarela, o primeiro, como toda agente sabe, já falecido, tio que não cheguei a conhecer, mas que tenho as melhores referências com homem e Jogador, o segundo, foi um dos melhores avançados que vi jogar futebol e é nele que muitas das vezes me suporto e procuro conselhos.

M - UMA MENSAGEM AOS ADEPTOS

VG - Aos adeptos do futebol de Matosinhos em geral, que apoiem incondicionalmente as suas equipas. Aos adeptos do Leça, em especial aos Ultras Leça, claque que é composta por muitos dos meus amigos, antigos colegas de escola, que continuem a apoiar e acreditar, com todo o vosso apoio vamos conseguir ser muito felizes no final da época.

ULTIMA HORA! FRED CASTRO VAI DEFENDER A BALIZA LECEIRA


Confirmado pelo próprio ao MTCHFOOT
FRED CASTRO (como gosta de ser tratado) assina compromisso com o Leça FC para a época de 2012/2013.
Guarda-redes de 25 anos ex U Nogueirense FC, que impressiona pelo porte atlético de que é possuidor, 1,90 de altura e 90 kg de peso.
Com esta contratação a equipa do Leça FC, fica com quatro guarda-redes no plantel (TIAGO OLIVEIRA, VÍTOR PÁDUA E DIOGO ex junior).

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

INFESTA GOLEIA NA APRESENTAÇÃO BALIENSE



Desportivo Leça do Balio apresentou-se aos seus associados, no passado sábado, o FC Infesta foi o convidado para abrilhantar a sua apresentação.
Com arbitragem do Sr. Jorge Dias, as equipas alinharam:

LEÇA DO BALIO: Dinis, Carlitos, Virgílio, Pedro e Barros; Káká, Tiago, João Bruno e Teixeira; Ismael e Vítor Carneiro (cap).
Na segunda parte alinharam pelo Leça do Balio: Hugo, Marco Pereira, Virgílio, Stam e Ricardo Silva; Cardoso, Cris e Ricardo Meireles, Bruno, Tiago Vasconcelos e Bessa.

INFESTA: Duarte, Rui Pedro, Rui Jorge, Jonas e Pereira; João Reis, Vitinha I, Diogo, Ely, Digas e Serge.Na segunda parte o Infesta fez alinhar: Isac, Jorginho, Carlos, Correia, Cuca, Dany, Oliveira, Pedro Nuno, Bruninho e Maga

Resultado final 1-4, marcaram para o Infesta, Serge (2) Ely e Maga. O golo do Leça do Balio foi marcado por Iamael.

NOS MINUTOS INICIAS O LEÇA DO BALIO PROMETEU.

Foi notória as diferenças, ao nível físico e qualidade do plantel, o D Leça do Balio, com apenas uma semana de trabalho, foi impotente para segurar os Infestistas, muito adiantados nos trabalhos de preparação, recorde-se que o Infesta, compete ao nível oficial, já no próximo dia 26 de agosto para a Taça de Portugal, em que vai receber o Desportivo chaves no Manuel Ramos (Arroteia).

Nos primeiros 20 minutos de jogo o Leça do Balio apresentou um futebol com princípios de saída em posse de bola e com jogadas bem delineadas ficando um gosto de capacidade de atingir os seus objetivos para o campeonato que se avizinha.

O primeiro golo surgiu logo aos 13 minutos por Maga que ganha um ressalto a um defesa do Leça do Balio e não deu hipóteses de defesa ao guardião da casa. Logo de seguida, o Leça do Balio empatou num golo algo consentido pela defesa infestista. Mas o Infesta mostrou que era a melhor equipa em campo e à passagem da meia hora, fez dois golos em cinco minutos. Primeiro por Serge que em velocidade ganha a um defesa e isolado, faz o golo e pouco depois, Ely, ganha outro ressalto ao defesa esquerdo do Leça do Balio, ficando isolado perante Dinis e faz um remate em jeito de chapéu com a bola a entrar junto ao poste. O quarto e último golo, surgiu na segunda metade por intermédio de Serge que de livre, não deu hipóteses de defesa ao guardião da casa.

FOTO Filipe Dias

GUARDA-REDES CASTRO ex NOGUEIRENSE ESTÁ SEM CLUBE ( e tenta a sua sorte no Leça FC)

Alfredo João Queiroga de Castro, Nascimento em 1986-09-24 (25 anos)
Natural do Porto, Guarda-Redes , Altura 190 cm , Peso 90 kg
Guarda-redes que impressiona pela sua envergadura física, com passagem pela formação do Desportivo de Chaves (sub-19), no seu primeiro ano de sénior foi emprestado ao S Pedro da Cova, voltou aos flaviense na época de 2006/07 para ser novamente emprestado desta vez ao Rebordosa. Fim do contrato com o D. Chaves, Fred Castro rumou à U. Nogueirense FC, onde esteve duas épocas, para depois ingressar no Candal (2010/11) a ultima época, Fred Castro esteve ao serviço do Nogueirense, encontrando-se no momento sem clube.

MANIFESTO AOS SÓCIOS DO LEIXÕES SC

Como tinha prometido, depois da última Assembleia Geral, gostaria de convosco reflectir sobre os factos acontecidos e sobre o que de importante eu entendo se deveria ter feito, que era esclarecer devidamente todos os sócios, pois é fundamental que na nova Assembleia Geral, para o próximo dia 3 de Setembro, todos estejam cientes do que se vai votar.

Não quero contudo deixar de salientar que, apesar de todas as alegações, a Assembleia Geral passada foi absolutamente legal e a maioria dos sócios presentes demonstrou o seu querer, ainda que alguns nas redes sociais queiram fazer passar uma ideia diferente, mas muitos desses que por aí andam a escrever nem sequer lá estiveram, uns porque não são sócios, outros porque há muito não pagam as quotas.

São efetivamente estes que se dizem Leixonenses, mas que não cumprem com as suas mais elementares obrigações, que mais barulho fazem e reclamam, porque só pretendem para si protagonismo ou porque perderam mordomias.

É importante os sócios começarem a distinguir estas pessoas que falam mal de tudo, mas que não são sócios ou não pagam quotas.

Quero também dar uma palavra de apoio ao Movimento União Leixonense, principalmente àqueles que muito trabalharam para apresentar as suas ideias e promover o Leixões; pela primeira vez nos últimos anos um movimento de sócios juntou-se para colaborar e debater ideias; mesmo que, por vezes, as ideias que temos não sejam as que serão seguidas, é importante o debate sério e, por isso, seria importante que o Movimento não deixasse de se encontrar e de apresentar ideias.

Eu entendo que por vezes o resultado do nosso trabalho não resulta como esperamos, mas não devemos desanimar nem deixar o espaço para os que só sabem destruir.

Como resultado desses debates veio a ideia que alguns já há algum tempo querem fazer sentir, de que a redução do número de sócios ocorreu porque as quotas foram aumentadas na Assembleia Geral de Junho de 2008; pessoalmente acredito que a redução que se foi sentindo depois dessa ocasião se ficou a dever mais à descida de divisão do que ao aumento das quotas, mas também não posso deixar de aceitar que isso possa ter ajudado, juntamente com a crise do país que apareceu logo depois.

Creio que quem esteve nessa AG de Junho de 2008 ainda se lembra que o aumento das quotas e a alteração em relação aos reformados não aconteceu por iniciativa da Direção, mas por iniciativa de um grupo de sócios presentes.

E não podemos esquecer que, independentemente das nossas opiniões, são as deliberações da AG que decidem como fazer para o futuro.

Antes de Junho de 2008 a quota normal era de 6,25€, os reformados pagavam 3,00€ e os menores pagavam 1,50€; nessa Assembleia Geral ficou decidido que a quota normal passava para 8,50€, a de reformado para 5,00€ e os menores pagariam 3,00€.

Agora, por iniciativa do Movimento União Leixonense, pretende-se que se alterem as categorias de sócios, que passariam a ter esta designação e a nova quota: HOMEM (6,50€) , MULHER (5,00€), REFORMADO (4,00€), MENOR (2,00€), ESTUDANTE (2,00€) e PRESTÍGIO (10,00€).

Claro que há sócios que, devido às dificuldades que o CLUBE atravessa, são de opinião que as quotas não deveriam baixar, pois já como estão não são suficientes para pagar os encargos do dia a dia do CLUBE.

É isto que interessa conhecer e, por isso, debater para se tomarem as decisões com base em opiniões maduras.

Para que isso aconteça é que se vai convocar uma nova Assembleia Geral, que deverá também aprovar que as votações sejam por voto secreto, para que ninguém se sinta pressionado a votar num ou outro sentido, mas sim de acordo com a sua consciência.

Deve também ser posto à votação se os sócios pretendem alterar as categorias existentes e depois o seu valor.

Algumas mulheres que são sócias colocaram a situação de que não compreendiam por que havia distinção entre Homem/Mulher, mas creio que isso deve ser votado para se seguir a vontade da maioria porque também essa é uma proposta do Movimento União Leixonense.

Depois de uma Assembleia Geral só sobre estes temas, e votada com tranquilidade, poderemos todos juntos trabalhar para engrandecer o CLUBE e deixarmos de lado certas alegações que só nos dividem.

O voto da maioria dos sócios, que estejam em condições de votar, é que deve decidir o futuro e, por ser por maioria, deverá ser acatado por todos.

VIVA O LEIXÕES!

Carlos Oliveira
(Vice-Presidente do Leixões Sport Club e Presidente da Leixões SAD)

fonte LEIXÕESSC.PT

domingo, 19 de agosto de 2012

PEDRAS RUBRAS 0 UD LAVRENSE 2 (Tiago Carvalho mostra serviço)

Começa bem a fase de preparação com vista a próxima época desportiva, a equipa Lavrense.
Comandada por mister Paixão a equipa lavrense venceu um forte opositor, FC Pedras Rubras (III Divisão) em casa deste, que apresentou um misto, de potenciais titulares e outros menos experientes. O lavrenses, apresentaram um futebol vistoso, jogado de pé para pé com uma intensidade apreciável para esta fase da época. Os golos foram marcados por dois reforços, Cardoso e Tiago Carvalho, o ex infestista/custóiense já marca ao serviço da UD lavrense, Tiago Carvalho, um jovem avançado de que precisa que acreditem nas suas potencialidades.

JOGOS REALIZADOS HOJE SÁBADO DIA 18 DE AGOSTO DAS EQUIPAS DE MATOSINHOS




PRÉ ÉPOCA-RESULTADOS

Serzedo 0 FC Infesta 2
Jogo realizado às 10:00 em Serzedo Gaia
D Leça do Balio 1 FC Infesta 4
Jogo realizado às 18:00 em Leça do Balio Matosinhos
------------------------------------------------------------------------
FC Pedras Rubras 0 UD Lavrense 2
Jogo realizado às 10:00 em Pedras Rubras Maia
-------------------------------------------------------------------------
SC Hora 1 SC Ermesinde 2
Jogo realizado às 16:30 em Senhora da Hora Matosinhos
----------------------------------------------------------------------------
FC Perafita 1 Custóias FC 0
Jogo realizado às 17:00 em Perafita Matosinhos

sábado, 18 de agosto de 2012

LEÇA 1 SANJOANENSE 1 (Apresentação do plantel do Leça)


O Leça FC, apresentou este fim de tarde a sua equipa sénior que vai competir no campeonato da III Divisão Serie B.

Com algum público presente na bancada central coberta a assistir, um a um, os jogadores, staff técnico e staff diretivo, foram entrando no bonito e bem tratado relvado leceiro, para receber a saudação dos adeptos do Leça, com destaque para claque ULTRAS LEÇA, que massivamente fez-se representar, nunca parando de incentivar o plantel renovado leceiro.

LEÇA FC 1 AD SAJOANENSE 1

Iam decorridos 18 horas e 15 minutos quando o Sr. árbitro deu início ao jogo que serviu de apresentação da equipa Sénior do Leça FC 2012/2013.


Mister Slagalo apresentou o seguinte Onze:
Vitor Pádua, César, Serginho, Zé soares (cap) e Coutinho; João Miguel, Bruno Soares e Pisco; Hugo Almeida, Pilé e Afonso Junior.
Jogaram ainda: Tiago Oliveira, Diogo, Domingos, Cerejo, João Dias, Gandarela, Orriça, Serqueira, B. Freitas(Busquets), Renato e Ruca

GOLAÇO DE JOÃO DIAS PARA ADEPTO VER

Do jogo propriamente dito, há pouco a referir, um jogo perfeitamente normal nestas situações, em que o ritmo era constantemente quebrado pelas diversas substituições de ambas as equipas, apesar de aqui e ali existirem lampejos de bom futebol.
Primeiro marcou a Sanjoanense iam decorridos 72, minutos de jogo, mas aos 83`minutos o Leça empata a partida com um soberbo golo de João Dias (ex Custóias FC), cruzamento de Bruno João, a defensiva alivia para a entrada da área, e o médio, sem deixar cair remata de pé esquerdo, forte e colocado, não dando hipóteses ao guardião forasteiro.

CINCO JOGOS OFICIAIS DEPOIS O LEIXÕES PERDE

Estádio da Tapadinha, Lisboa
Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto)
ATLÉTICO CP 1 LEIXÕES SC 0
Golo marcado por Hernani aos 62`minuots

Leixões: Rui Sacramento, Nuno Silva, Zé Pedro, Nélson (Gonçalo Graça aos 63’), Luís Silva, Tsoumagkas (Malafaia aos 71’), Sequeira, Pedras, Tiago Borges (Hugo Guedes aos 71’) e Patrão

Cinco jogos oficiais depois a primeira derrota.
No jogo refente à segunda jornada da II Liga, em Lisboa na Tapadinha, frente ao Atlético CP. Numa partida equilibrada, decidida com um golo solitário. A equipa de Matosinhos desperdiçou soberana oportunidade por Sequeira para empatar o encontro.
Com Tiago Borges no lugar do lesionado Álvaro, Horácio Gonçalves apresentou uma equipa bem armada para discutir os três pontos em jogo
No primeiro tempo, foi o Leixões quem mais tentou visar a baliza adversária mas, no segundo tempo o Atlético apanhou-se em vantagem depois de Hernâni ter recargado com êxito uma bola devolvida pela barra de Rui Sacramento, iam decorridos 62`minutos
Horácio Gonçalves mexeu na sua equipa (estreou Gonçalo Graça e depois lançou de uma assentada Moedas e Malafaia) e o Leixões acabou o jogo a pressionar o adversário, com Zé Pedro transformado em ponta-de-lança no apoio a Pedras. Mesmo no final do jogo, Sequeira em boa posição cabeceia por cima, respondendo a cruzamento de Steven, lance que poderia valer um ponto para os Matosinhenses

Próxima jornada, quarta-feira, dia 22, no Estádio do Mar, o Leixões recebe o Feirense, na 3.ª jornada da segunda Liga

foto Diário de Noticias

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

PADROENSE vs TIRSENSE NA FINAL DO TORNEIO "JOÃO PINTO"


TORNEIO FUTEBOL “JOÃO PINTO”.

PADROENSE FC 2 FC PEDRAS RUBRAS 1

FINALISTAS:PADROENSE/TIRSENSE
À MANHA 21:00 ESTÁDIO DA LAVANDEIRA (Oliveira do Douro)-GAIA

A equipa do FC Pedras Rubras foi o primeiro a abrir o marcador e logo no primeiro minuto de jogo por intermédio de Biscoito (já foi jogador do Padroense). Depois Ricardo empatou a partida ao minuto 38`. Em cima do minuto 89`um autogolo desfez a igualdade a favor do Padroense FC. Que vai jogar a final do torneio JOÃO PINTO (ex internacional do FC Porto) frente ao Tirsense.
Nesta partida, o técnico Augusto Mata, fez alinhar todos os atletas que compõem o plante da equipa de Matosinhos

O LEÇA TAMBÉM TEM UM "BUSQUETS" (ex junior bastante promissor)

Bruno Miguel Silva de Freitas, Natural do Porto, (19 anos) 20-07-1993, Altura 1,85 cm Peso 78 kg. É um jogador que pode atuar a defesa central e trinco.
Bruno Freitas (BUSQUETS) como carinhosamente é tratado pelos seus colegas, teve formação de jogador, que passou pelo Leixões SC, desde as escolinhas 2003/2004, aos juvenis 2008/2009, altura em que passou a envergar a camisola do Salgueiros a partir de 2009/2010, onde se manteve na época seguinte, em 2011/2012 jogou nos juniores do Leça FC, hoje faz parte do plantel principal do clube de Leça da Palmeira.
Bruno Freitas apesar da idade, não parece afetado pela sua juventude e tem sido uma agradável surpresa nos trabalhos de preparação da equipa leceira, mister Slagalo acredita nas sua potencialidades e prevê um futuro bastante promissor.
BRUNO FREITAS (BUSQUETS) um jogador para observar com atenção.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC