RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 16 de novembro de 2014

O QUE DE BOM SE FAZ...COM ORIGEM EM MATOSINHOS

Jorge Marinho e António Gaiteiro, tem tido sucesso fora do futebol de Matosinhos JOCA e GAITEIRO, respectivamente treinadores e responsáveis máximos na orientação técnica das equipas Pedrouços AC e AR São Martinho, tem feito um percurso simplesmente notável à frente do comando das suas equipas. Tendo para isso, muito contribuindo os seus adjuntos, Pedro Silva (Pedrouços AC) e Manuel Marques e Manuel Pinhal (AR São Martinho)
   
Mister Joca, é líder ao fim de 9 jornadas na Divisão de Honra, com 19 pontos fruto de 5 vitórias e 4 empates, não conhecendo o sabor da derrota…tem 15 golos marcados e apenas 6 golos sofridos.  
Mister Gaiteiro, na Divisão d´Elite, é terceiro com os mesmos pontos (25) do segundo a apenas um do primeiro. O secore de Gaiterio é bem favorável também pois conseguiu em 11 jornadas disputadas alcançar 8 triunfos, e 1 empate, apenas por duas vezes saiu sem qualquer ponto conquistado tendo obtido 16 golos marcados e 9 sofridos.

 Em suma dois excelentes trabalhos fora de portas, nas principais divisões da AF Porto, elevando bem alto o nome dos agentes desportivos naturais de Matosinhos.

AGRESSÃO A ÁRBITRO FAZ COM QUE JOGO NÃO TERMINE


 AF Porto 1ª Divisão Série 1 2014/15 - Jornada 7 
Avintes 2 Senhora da Hora 1 
 (interrompido aos 67 minutos) 

 Srª da Hora desloca-se ao difícil terreno do Avintes para defrontar a equipa local, com a necessidade de pontuar. Uma equipa que entrou forte e a surpreender o adversário, decorrido 12 minutos de jogo e duas grandes oportunidades perdidas por Freire e Marco. Aos 42 minutos surge o primeiro balde de água fria numa desatenção defensiva o Avintes inaugura o marcador, a segunda parte era aguardada com certa expectativa. 

 A segunda parte praticamente começou com um desentendimento entre o árbitro e o fiscal de linha, cujo seguimento do lance deu origem ao 2º golo sob forte protestos da equipa da Senhora da Hora a reclamar fora de jogo. Aos 55 minutos num penalti sofrido sobre si mesmo Cesário reduz para 2 x 1. Golo que deu alma á equipa do Senhora da Hora que começou a enervar e a jogar mais no meio campo da equipa adversário, mostrando capacidade para alterar o resultado, mas eis que surge o caso do jogo ao minuto 67 numa falta a favor do Senhora da Hora surge um desentendimento entre o árbitro e o jogador "Bacalhau" resultando na expulsão do atleta, e sem que nada o previsse agride o árbitro, tendo o mesmo dado por terminado o jogo nesse instante. 

 É lamentável seja em que circunstancias for este tipo de atitude...

DOIS ANOS DEPOIS, GAITEIRO REGRESSA A PERAFITA PARA LEVAR OS TRÊS PONTOS

AF Porto Divisão de Elite - Pro-nacional 2014/15 Jornada 11 
Estádio do Futebol Clube Perafita 
Árbitro João Martins 
PERAFITA 0 SÃO MARTINHO 2 
Ao intervalo,0-0 marcadores, Ricardinho (67) Cheta (79) 

 

PERAFITA: Artur, João Pedro, Castro, Ricardo, Magalhães; Toninho, Edu Vaz (Ricardinho 68), Sérgio, Lutchindo Tinaia e Paulinho. Treinador Manuel Matias 

 

AR SÃO MARTINHO: Marafona, Rufino, Bruno, Costa, Macieira; Ratinho, Paulo Gomes (Cheta 62), Rui, Ricardinho, Carlitos (Dani 80) e Rui Luís (Cascavel 62). Treinador António Gaiteiro.


Tarde cinzenta, muito frio a prometer chuva, que não aconteceu. As equipas entram no tapete verde para disputar um encontro que por várias razões prometia ser um grande espectáculo, o que não se veio a confirmar.
   
Entra melhor na partida os visitantes que durante 15 minutos conseguiram importunar o ultimo reduto visitado mas sem conseguir os seus intentos, umas vezes por esbarrar na bem organizada defensiva perafitense outras encontrando pela frente o excelente guarda-redes Artur. Aos poucos os perafitenses sacodem a pressão visitante e de uma forma mais consistente ameaçam a baliza forasteira, Sérgio chegou mesmo a introduzir o esférico na baliza de Marafona, mas o lance foi de pronto anulado pela equipa de arbitragem. Cumprido a meia hora de jogo já o equilíbrio se fazia notar sem contudo existirem grandes lances de afiliação de parte a parte, o intervalo chegou com o resultado em branco, fruto da grande apatia existente em ambos os conjuntos. 

Segundo tempo, invertem-se os papeis, o FC Perafita entra melhor e instala-se no meio campo campense. Foi sol de pouca dura, pois iam decorridos 67 minutos, e já depois de mister Gaiteiro fazer alterações no seu onze inicial, dando mais acutilância ofensiva, os forasteiros abriram o marcador, numa transição rápida em que Carlitos pela direita conduz o ataque e assiste Ricardinho que vindo de trás atirou certeiro para fundo da baliza de Artur que nada podia fazer. Não tendo as mesmas armas, mister Manuel Matias ainda tentou responder, lançando Ricardinho no relvado, mas foram os campenses a marcar de novo, por Daniel Cheta à passagem do minuto 78. Carlitos isolado permite grande defesa de Artur, mas bola sobra para o matosinhense que encostou para o segundo golo. Vitória justa dos visitantes com uma arbitragem que em nada influenciou os desfecho final, mas perdoou o cartão vermelho a Cheta por este ter atirado a bola à cara de Ricardo quando já admoestado com o cartão amarelo.

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC