RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

PERAFITA FECHA O ANO COM GOLEADA (Com uma exibição de nota artística elevada)


I DIVISÃO A F PORTO 16ª JORNADA
Estádio F. C. Perafita
Árbitro – Pedro Bessa
PERAFITA 4 LEÕES DE CITANIA 0
Ao intervalo - 2-0 – marcadores. Cheta (24 e 31) Paulinho (59) Tinaia (62)


PERAFITA: Artur, Marco (Moura), Trajano, Hélder Maia e Alex; Marco Moreira, Tinaia (Joel) e Soberano (Carinhas), Cheta, Paulinho e Lutchindo. Treinador António Gaiteiro

LEÕES DE CITANIA: João, Tiago, Pedro (Sérgio), Brito (Jorge), Paulo; Vítor, Soares e Moura; Bruno, Costa e Hugo (Bernardino) Treinador: Germano Pereira.

EXIBIÇÃO COM NOTA ARTÍSTICA ELEVADA


O jogo iniciou-se com uma toada de relativo equilíbrio, os locais a tentarem estudar os visitantes e vice-versa. No entanto, este período não durou mais do que 10 minutos, o FC Perafita assumiu as “despesas” do encontro e partiu para o jogo com um único objectivo, a vitória, conseguiu impor o seu futebol característico, com muita posse de bola, ora com transições rápidas, para a sua linha avançada, ora com trocas sucessivas de bola, tentando, e conseguindo descompensar a equipa forasteira do seu esquema táctico. Os lances de perigo junto da baliza dos Leões de Citânia começaram a intensificar. No entanto o marcador só viria a funcionar à passagem do minuto 24, num lançamento lateral executado com rapidez, a bola é endossada para Paulinho que de primeira cruza com peso conta e medida para a cabeça de Cheta, que desfere o cabeceamento certeiro, estava assim inaugurado o marcador e traduzido em golos o melhor futebol empregue pelo FC Perafita. Ao minuto 26, num lance, também ele precedido de um lançamento lateral, mas desta vez directo para o coração da área, a bola sobra para Paulinho que quando se preparava para dominar o esférico é empurrado pelas costas por um defensor dos visitantes, sem sombra para qualquer duvida, foi assinalado penalti, e na marcação Paulinho, permitiu a defesa do guarda redes dos Leões de Citânia. Quando se pensaria que este lance fosse um tónico para os visitantes e um revés para os locais, tal não aconteceu, foi novamente o FC Perafita a pegar no jogo e com uma insaciável “fome” de golos, continuou na procura do segundo golo, tal viria a acontecer num livre marcado por Tinaia na estrema esquerda, marcado de forma muito tensa e para a zona de ninguém, onde na trajectória surgiu mais uma vez Cheta a desviar milimetricamente a bola para o fundo das redes dos visitantes,


Com o reatar da segunda parte do encontro, esperava-se uma reacção por parte dos visitantes, que não chegou acontecer, fruto da enorme disponibilidade e querer de toda um equipa do FC Perafita, que se encontra motivadíssima, com muita frescura física, pois faz das transições rápidas, uma das suas armas, contrapondo, quando o jogo assim o pede com uma consistente posse de bola. Assim não foi de estranhar que o futebol de qualidade viesse a dar mais frutos, numa jogada toda ela executada pela ala esquerda dos locais, surge um cruzamento para o flanco oposto que apanha Paulinho com algum espaço, o defensor visitante hesitou em entrar à queima deixando espaço, mais do que suficiente para o mesmo Paulinho, levantar a cabeça e cruzar para Cheta, no entanto, no calor da disputa de bola o defensor dos Leões de Citânia, ao tentar cortar o lance incorre em falta, pois coloca o braço à bola, desviando-a assim do seu percurso natural, nova grande penalidade assinalada, novamente os mesmos actores, Paulinho e o guarda redes visitante, desta vez, o avançado levou a melhor e carimbou o golo, que foi o terceiro dos visitados, decorria o minuto 59. Ainda mal restabelecida do terceiro golo a equipa dos Leões de Citânia encontrava-se perante uma nova e prometedora possibilidade de os visitados aumentarem a vantagem já de si dilatada, após um corte sancionado como jogo perigoso activo, dando origem a livre indirecto dentro da área, muito perto do limite desta, um pouco descaído para a esquerda, chamado a converter, Tinaia, desfere um remate muito forte e colocado, não dando qualquer hipótese ao guarda redes dos visitantes.
Estava assim feito o resultado final, com uma goleada e como se costuma dizer com uma bela nota artística, uma exibição de se tirar o chapéu.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC