RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 7 de maio de 2018

RESULTADO SERVIU FORASTEIROS


Estádio do Mar, em Matosinhos.
37.ª e penúltima jornada da 2.ª Liga.
Árbitro: Humberto Teixeira (AF Porto).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Wei (32 e 87), Vá (42), Alemão (46), Mathaus (62), André Ferreira (63), Luís Silva (65) e Ricardo Barros (82).
Cartão vermelho por acumulação para Wei (87).
Leixões - Oliveirense, 0-1.
Ao intervalo: 0-0.Marcadores: António Oliveira, 64 minutos (penálti)

Leixões: André Ferreira, Rodi, Wei, Matheus (Haman, 70), João Lucas, Amine, Luís Silva, Bruno Lamas, Sancidino (Kukula, 80), Vá (Evandro Brandão, 69) e Ricardo Barros. Treinador: Francisco Chaló.

Oliveirense: Júlio Coelho, Alemão, Mathaus, Sérgio Silva, Diogo Sousa, Filipe Gonçalves, António Oliveira, João Mendes (Sérgio Ribeiro, 75), Serginho (Fati, 46), Diogo Valente (Boukassi, 87) e Brayan Riascos. Treinador: Carlos Condeço.

O Leixões despediu-se esta época do Mar com uma derrota, frente a um adversário que tinha necessidade de levar os três pontos para casa e assim aconteceu!
Com apenas três dos habituais titulares Amine, Luís Silva e Ricardo Barros a jogar de início, nem por isso o Leixões deixou de assumir o jogo frente a um adversário a precisar de pontos para evitar a despromoção.
Numa primeira parte quase de sentido único Bruno Lamas (6') abriu as hostilidades, obrigando Júlio Coelho a defesa apertada, para dois minutos volvidos, Vá encheu o pé à entrada da área e fez a bola passar sobre a trave da baliza da formação de Oliveira de Azeméis.
O estreante Rodi mostrou também serviço aos 11 minutos, quando, da direita, assistiu Ricardo Barros para um desvio sobre a barra, surgindo novamente a finalizar três minutos depois, desta feita para uma defesa 'felina' de Júlio Coelho junto ao poste direito.
A segunda parte trouxe uma Oliveirense mais atrevida, a sair com maior acutilância para o contra-ataque e, depois de lançar 'avisos', através de Brayan Riascos (51' e 58') e Diogo Valente (53'), chegou ao golo, numa grande penalidade a castigar derrube de André Ferreira a Diogo Valente (62').
Na conversão, António Oliveira fez o golo que deu a vitória dedicada depois ao treinador Pedro Miguel, ausente do banco devido ao falecimento no sábado do seu irmão, enquanto o Leixões terminou reduzido a dez homens por expulsão de Wei, por acumulação de cartões (87').

Mitchfoot/Lusa

Sem comentários:

Enviar um comentário

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC