RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 22 de abril de 2018

LEIXÕES FOI IMPEDIDO DE CONTINUAR A SONHAR

Estádio do Mar, em Matosinhos. 
35 ª Jornada da II Liga 
Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto). 
LEIXÕES 2 AROUCA 2 Ao intervalo: 1-2. Bukia, 08 minutos. Breitner, 32. Roberto, 34.Evandro Brandão, 71. 

LEIXÕES : Tony, Jorge Silva, Bruno China, Ricardo Alves, Derick, Amine (Chico Banza, 83), Luís Silva, Breitner (Bruno Lamas, 67), Kukula (Haman, 46), Evandro Brandão e Ricardo Barros. Treinador: Francisco Chaló. 

AROUCA: Rafael Bracalli, João Amorim, Deyvison, Nuno Coelho, Vítor Costa, Ericson, Bruno Alves, Palocevic (Nuno Valente, 68), Jefre Vargas, Bukia (Adilio, 60) e Roberto (Areias, 90). Treinador: Miguel Leal. 

Bukia abriu o marcador nos instantes iniciais, surgindo o empate depois da meia hora por Breitner, após o que Roberto voltou a desequilibrar para o Arouca. Na segunda parte Evandro Brandão empatou e fixou o resultado final. 

No 1º tempo ainda se jogou futebol com o Leixões mais dominante e o Arouca a jogar em transições, fruto das quais abriu o marcador na primeira vez que desceu com perigo à baliza leixonense o Arouca aproveitou um erro de Tony para chegar à vantagem. O guarda-redes deixou escapar a bola num cruzamento de Palocevic, e Roberto recolheu, fazendo a assistência para o tento de Bukia, aos 08 minutos. Com muita vontade demonstrada dentro do campo a equipa do Leixões arregaçou mangas e foi em busca da igualdade, que surgiu aos 33 minutos, Luís Silva galgou metros pelo corredor esquerdo, cruza para a área e Ricardo Barros amorteceu para Breitner disparar com êxito . Praticamente no lance a seguir o Arouca recoloca-se na condição de vencedor fruto de uma desatenção defensiva da turma do MAR, Roberto livre de marcação dentro da área mais não fez de que confirmar a assistência pela direta de Jefre Vargas.

No 2º tempo é que foram elas, a equipa do Leixões entrou a todo o gás e só foi parada por um antijogo irritante da turma de Aveiro e com benevolência de Jorge Sousa que tudo permitiu aos jogadores forasteiros. Ao minuto 49 lance claríssimo para grande penalidade falta de Vítor Costa sobre o lateral direito Jorge Silva (escandalosa) que só Jorge Sousa não viu. A segunda parte pertenceu ao Leixões por inteiro , que, após ameaças Bruno China (46), Ricardo Barros (53 e 66), Breitner (58) chegou à igualdade por Evandro Brandão, aos 71 minutos. 

 O final do jogo ficou marcado pela forte contestação nas bancadas, registando-se incidentes entre elementos da direção do Leixões e do Arouca. mas EM ABONO DA VERDADE é bom que se diga que quem provocou tudo isto (para além da arbitragem péssima de Jorge sousa com prejuízo claro do Leixões) foi o presidente do Arouca e seus seguranças, que partiram para os insultos insurjindo-se contra a Direção do Leixões chegando à agressão...e no estádio do Mar quem manda são os leixonenses...e levaram bem que contar, e se não fosse a rápida intervenção policial que resolveu a questão, seria bastante mais grave... Carlos Pinho é herdeiro e vezeiro em arranjar confusão...aconteceu em Alvalade aconteceu em Braga...hoje aconteceu em Matosinhos... 

 Mário Mitch 
 Fotos de Anabela Delgado

Sem comentários:

Enviar um comentário

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC