RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

LEIXÕES REGRESSA AOS PONTOS NO FONTELO

 
13.ª jornada da Segunda Liga 
Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu. 
Árbitro: Hélder Lamas (Braga). Ação disciplinar: Cartão amarelo para Forbes (22), Gonçalo Graça (23), Alex Porto (37), Caio (40) e Yuanyi Li (85). 
Académico de Viseu - Leixões, 1-1 
Ao intervalo: 1-1 Marcadores: 0-1, Yuanyi Li 19’; 1-1, Tiago Borges, 38 

 AC. VISEU: Janota, Tomé, Mathaus, Bura, Kiko, João Ricardo, Alex Porto (Gradíssimo, 61), Clayton (Carlos Eduardo, 66), Bruno Carvalho, Tiago Borges (Fábio Martins, 78) e Forbes. Treinador: Ricardo Chéu. 

 LEIXÕES: Ricardo Moura, João Pedro, Diogo Nunes, Pedro Pinto, Gonçalo Graça, Caio (Miguel Ângelo, 90+3), Max (Rateira, 79), Bruno Lamas (Rui Cardoso, 67), Ricardo Barros, Yuanyi Li e Tandjigora. Treinador: Manuel Monteiro. 

No Estádio Municipal do Fontelo, em Viseu, Yuanyi Li (18 minutos) adiantou o Leixões, com Tiago Borges (38), a empatar para o Académico de Viseu, num jogo que ficou marcado por um lance, aos 85 minutos, quando o árbitro Hélder Lamas assinalou uma grande penalidade favorável aos viseenses, mas depois voltou atrás na decisão e decidiu-se por um livre direto fora da área
 Os comandados de Ricardo Chéu entraram melhor na partida e criaram alguns lances de perigo junto à baliza do Leixões, mas, na primeira vez que chegou com perigo à área do Académico, Yuanyi Li fez o golo para a equipa de Manuel Monteiro. 
 O Leixões à procura de pontos, para escapar aos lugares do fundo, em vantagem, recuou linhas e criou muitas dificuldades ao setor avançado do Académico. 
Com os viseenses à procura de uma vitória que mantivesse a equipa na luta pelos primeiros lugares, o golo do empate chegaria numa das melhores jogadas do encontro, com Tomé a cruzar para a emenda vitoriosa de Tiago Borges. 

 Na segunda parte, o encontro foi repartido, mas o Académico, por Tiago Borges, aos 50 minutos, esteve perto do golo, mas o avançado açoriano não conseguiu a emenda junto à baliza de Ricardo Moura. 
 O Leixões, por Tandjigora, aos 60 minutos, poderia também ter marcado, mas demorou muito tempo a rematar, quando tinha apenas Janota pela frente, e permitiu o corte de Mathaus. 
 Aos 85 minutos, o caso do jogo, por decisões muito mal ajuizadas. Uma falta sobre Kiko, do lado esquerdo do ataque do Académico de Viseu, e o árbitro Hélder Lamas, muito próximo do lance, apontou para a marca de grande penalidade (mal porque a falta não existiu, simulação do avançado visiense, depois a ser falta essa seria fora da área) perante os protestos dos homens de Matosinhos. Já com a bola na marca de penalidade, o árbitro voltaria atrás na decisão e marcou falta, mas fora da área.

Sem comentários:

Publicar um comentário

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC