RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 31 de março de 2013

INFESTA NÃO APROVEITOU SUPERIORIDADE NUMERICA


Com a derrota em Famalicão, o Infesta regressou ao último lugar do campeonato.
O Infesta não soube aproveitar o facto de ter jogado toda a segunda parte com mais um jogador. A derrota da equipa de José Manuel Ribeiro, em Famalicão por 2-1, atira-a para o último lugar da tabela classificativa a quatro pontos da zona de manutenção pois nesta jornada, o Padroense venceu e o Joane, empatou.
 
INFESTA: Isac, Carlos Pinto, Rui Jorge, Tiago Jonas, Pedro Pereira (Bruno Pereira, 75'), Dany (Bruninho, 51'), Vitinha I, João Reis, Vitinha II, Ricardinho (Digas, 64') e Pedro Nuno.
 
O Infesta entrou em campo, a saber que precisava de ganhar, pois os seus mais directos adversários na luta pela manutenção, obtiveram resultados que colocavam o Infesta com a lanterna vermelha. A turma de José Manuel Ribeiro, entrou muito apática, não criou grandes lances de perigo, ao invés, o Famalicão a jogar sem pressão, logo aos 6 minutos criou o primeiro lance de perigo. Pipo isolou Bertinho que frente a frente com Isac, o guarda-redes do Infesta levou a melhor ao defender bem para canto. Pouco depois, foi a vez de Chico ficar isolado perante Isac, mas o avançado da equipa da casa atirou cruzado, ao lado da baliza. Só dava Famalicão e aos 16 minutos, numa jogada de insistência de Rui Borges, este cruza da esquerda ao primeiro poste onde aparece Chico que atira de cabeça à barra da baliza. O Infesta responde ao lance na jogada seguinte, por Ricardinho que recebe a bola de um seu companheiro mas atira muito por cima, perdendo-se uma boa oportunidade. Aos 26 minutos, Pipo cruza da direita e Rui Borges, sem oposição, atira por cima. O Famalicão viria a inaugurar o marcador, dois minutos depois. Falha de comunicação entre Tiago Jonas e Isac, a bola sobrou para Chico que cruzou para a pequena área, Carlos Pinto corta o lance mas escorrega e Pipo, oportunista e com um toque subtil, faz o primeiro golo do encontro. Com o golo, o Infesta desperta e chega ao empate cinco minutos depois. Vitinha II pela esquerda, cruza rasteiro para a área onde aparece Pedro Nuno que com um pequeno toque de pé direito, empata a partida. Quase em cima do intervalo, Vitinha I isola Ricardinho, este em direcção da baliza, sofre uma falta fora da área do guardião da casa que acaba por ser expulso com um vermelho directo. Do livre, Diego, que entrou para a baliza a substituir Marquinhos, faz uma excelente intervenção a remate de Vitinha I.
 
Ao intervalo, registava-se um empate a uma bola.
O inicio da segunda parte, foi fatal para o Infesta. Logo na primeira jogada de ataque do Famalicão aos 47 minutos, Pipo, o melhor jogador em campo, cruza para a área onde aparece o ponta-de-lança Chico que de cabeça faz o 2-1. A jogar com dez elementos, o Famalicão conseguia chegar à vantagem e passou a defender o resultado pois o seu treinador, tirou o avançado Chico, colocando no seu lugar o médio André Carvalho. O Infesta passou a ter mais posse de bola e criou algumas oportunidades de chegar ao empate. A primeira aos 56 minutos por intermédio de Vitinha I que num remate frontal em que a bola sofre um desvio de um defensor para canto. Aos 67 minutos, o Famalicão apanha o Infesta em contrapé e numa jogada conduzida por Ricardo Martins, este deixa na direita em Pipo que rematou em jeito de chapéu, mas a bola embateu na barra da baliza de Isac. Minutos depois, Vitinha I num livre frontal, atira com força para a baliza, Diego defende para a frente e quando Rui Jorge se preparava para recarregar, surge um corte de um defesa famalicense para canto. Aos 72 minutos, Bruninho remata com perigo, Pedro Nuno ainda dá um desvio na bola mas o guardião Diego estava atento. Bruninho que tem nova oportunidade aos 83 minutos, num livre frontal, mas atira ao lado da baliza de Diego. Até ao final, o Famalicão soube defender bem as investidas do Infesta, segurando bem a vantagem.
  O Infesta com esta derrota, desce ao 16º e último lugar da tabela classificativa, por troca com o Padroense que recebeu e goleou o Limianos por 4-0. O Joane, empatou em casa com o Tirsense a uma bola e aumentou a distância para o Infesta para quatro pontos. O árbitro da partida, Sr.Leonardo Marques da A.F.Aveiro, exagerou um pouco na admoestação dos amarelos a ambas as equipas. Na próxima jornada, o Infesta recebe o Vilaverdense, onde só a vitoria interessa, num jogo em que vai ter inicio às 16h00.
 
IN FC INFESTA

Sem comentários:

Enviar um comentário

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC