RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

LEIXÕES A MEIO GÁS DESPACHA PRAIENSE

3ª Eliminatória da Taça de Portugal 
Estádio do Mar, em Matosinhos.
Árbitro: Miguel Nogueira (AF Lisboa).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Peixoto (20). Cartão vermelho direto para Itto Cruz (37).
Leixões - Praiense, 4-2.
Ao intervalo: 1-1. Marcadores: Filipe Andrade, (7)  Júnior Sena, (20 gp) Pedro Pinto, (53). André Claro, (63). Braga, (81) Matheus Souza, (90+3) 

Leixões: Ivo, Rui Silva, Pedro Pinto, Bura (Pedro Monteiro, 79), Vítor Bruno, Amine, Luís Silva, Derick, Júnior Sena (Braga, 74), Harramiz (João Rodrigues, 85) e André Claro. Treinador: Carlos Pinto.

 Praiense: Tiago Maia, Bruno Sousa, Weliton Matos, Diogo Careca, Itto Cruz, João Peixoto (Marcos Silva, 79), Vitinha (Márcio Augusto, 15), Diogo Moniz, Ragner Paula, Sérgio Teles (Matheus Sousa, 64) e Filipe Andrade. Treinador: Francisco Agatão.

O Leixões, da 2.ª Liga, apurou-se este domingo para a quarta eliminatória de Taça de Portugal, após vencer o Praiense, do Campeonato de Portugal e que jogou reduzido a 10 desde os 37 minutos, por 4-2.
A equipa açoriana aproveitou o deslumbramento inicial dos locais para se colocar a vencer ao minuto sete, quando Filipe Andrade, na área, terminou com um remate cruzado um cruzamento da esquerda de Ragner Paula. Aos 20 minutos Vitor Bruno sofre falta de João Peixoto dentro da área de rigor e penalti para o Leixões que Júnior Sena converteu igualando o marcador. 
 Minuto 37 decisão polémica do árbitro quando expulsou Itto Cruz por entender que Júnior Sena ficaria isolado quando se deu o choque com o defesa açoriano.
Sem baixar o ritmo, o Praiense viu-se, contudo, mais pressionado até ao intervalo por Leixões, período em que Tiago Maia pôde mostrar serviço entre e fora dos postes.

A entrada forte do Leixões na segunda parte produziu frutos aos 53 minutos, com Pedro Pinto, na área, a corresponder de cabeça ao pontapé de canto marcado por Júnior Sena e consumar a reviravolta no marcador.
Dez minutos volvidos, Harramiz ganhou na raça dentro da área servindo depois André Claro para uma conclusão fácil, tratando cedo de se colocar a salvo de uma reação final de um Praiense que começava a dar sinais de cansaço.
O minuto 81 fez regressar a polémica, com Marcos Silva a ver o 3-2 anulado por alegado fora de jogo e, na resposta, num lance também duvidoso, Braga ampliou para 4-1, ficando a impressão de André Claro ter recebido a bola em posição irregular.
Já em período de descontos (90+3) Matheus Sousa marca o segundo dos insulares.  

Fotos de Duarte Rodrigues 





Sem comentários:

Publicar um comentário

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC