RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

domingo, 18 de fevereiro de 2018

DOIS GOLOS EM 2 MINUTOS DÃO 2ª VITÓRIA FORA DA TURMA DO MAR


25.ª jornada da 2.ª Liga
Estádio Santos Pinto.
Árbitro: Hélder Malheiro (AF Lisboa)
SP COVILHÃ 0 LEIXÕES SC 2
Ao intervalo: 0-0. Zarabi,( 64 PB) Luís Silva,( 66)

COVILHÃ: Igor Rodrigues, João Dias, Zarabi, Joel, Paulo Henrique, Makouta (Abalo Sunday, 58), Gilberto, Reinildo, Diarra (Renato Reis, 46), Vitó (Amadú Turé, 67) e Adul Seidi. Treinador: José Augusto.

LEIXÕES: André, Jorge, Costa (Huang Wei, 90), Ricardo Alves, João Lucas, Semedo, Breitner (Amine 84), Luís Silva, Derick, Bruno Lamas e Evandro Brandão (Kukula, 75). Treinador: Francisco Chaló.

O Leixões, com dois golos em dois minutos, na sequência de lances de bola parada, venceu este domingo na visita ao Sp. Covilhã, por 2-0.
Dois golos em 2 minutos permitiram à equipa de Matosinhos vencer pela primeira vez sob o  de  Francisco Chaló na turma leixonense.
O Sporting da Covilhã, como tem sido seu timbre, apostou na consistência defensiva, sem conseguir criar grandes problemas no ataque, enquanto o Leixões, mais subido no terreno, foi a formação que mais vezes tomou a iniciativa e que mais vezes rondou com perigo a baliza adversária.
O emblema orientado por Francisco Chaló, que já treinou os serranos, apresentou-se mais rematador e tentou tentar partido do vento e das muitas bolas paradas, mas faltou acerto na finalização.
Bruno Lamas, do Leixões, foi o primeiro a assustar. Na resposta, Seidi, na frente de André, acabou por não aproveitar e depois foi Reinildo a obrigar o guardião leixonense a defender com os punhos.  Aos 16 minutos um erro de Igor Rodrigues colocou Bruno Lamas em posição privilegiada para inaugurar o marcador, só que o remate saiu torto. Na outra área Reinildo rematou, cruzado, ao lado, mas Bruno Lamas voltou a estar perto do golo por duas vezes, aos 24 e aos 41 minutos.  A primeira num canto direto que obrigou o guarda-redes serrano a desviar rente à barra e depois numa boa iniciativa individual. Antes do descanso o Leixões, por intermédio de Costa, deu novamente trabalho a Igor Rodrigues.

No segundo tempo as equipas mantiveram a mesma postura e o Leixões acabou por marcar dois golos em dois minutos, ambos em lances de bola parada. Breitner, que já tinha ameaçado ao minuto 52, esteve no desenho dos dois golos. Aos 64 minutos o venezuelano bateu o livre, Zarabi foi infeliz no corte e desviou a bola para a própria baliza. Dois minutos depois Breitner cobrou o canto e Luís Silva, que surgiu ao segundo poste, aumentou a contagem.  José Augusto mexeu na equipa, sem conseguir produzir resultados e soma o terceiro jogo sem ganhar.

Agencia Lusa 


Sem comentários:

Enviar um comentário

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC