RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

terça-feira, 24 de março de 2015

NUNO GONÇALVES QUEBRA O SILÊNCIO DEPOIS DA SUA SAÍDA DO SCS HORA

 
MITCHFOOT: 
 18 meses de emblema senhorense ao peito, por certo, deixou muitas coisas para contar, as boas e as menos boas recordações. Nuno o que te apetece dizer, depois da tua saída, volvidos 18 meses no SCS Hora? 

NUNO GONÇALVES: 
 “Antes de mais deixa-me te dizer que para mim foi um orgulho enorme ter servido o Senhora da Hora (…) De facto foram 18 meses vividos com grande paixão e com muita intensidade (…) todos os dias me apresentava motivado para orientar os meus meninos (…) para além dos seniores também integrei o quadro de treinadores da formação. Foram momentos indiscritíveis que recordo com muita saudade ainda “ 

“ Nos seniores, no primeiro ano, apesar de um arranque muito difícil (já tinha tido um passagem pelo clube em quanto jogador), não conhecia bem a realidade do clube, e de facto deparei-me com dificuldades de que não estava à espera (…) mas com a ajuda do Presidente Vasco e de algumas pessoas anonimas que sempre me motivaram e me fizeram acreditar que era possível… realizamos uma época que a meu ver, foi fantástica (…) dentro de um corridinho de entrada e saída de jogadores, lá conseguimos acertar e preparar um onze que domingo a domingo lutava para vencer deixando a pele em campo como se costuma dizer…” 

“ A época foi bastante gratificante e particularmente muito especial para mim (risos)…consegui ver o meu trabalho ao serviço do clube e a dedicação aos meus meninos, recompensado no final da mesma com a entrega do galardão de treinador do ano do futebol de Matosinhos.”

 “Na segunda época, as coisas já não correram como espectava (…) aproveito para te dizer que tinha como meu braço direito um homem de H grande, mister Flávio Silva, que sempre esteve do meu lado acompanhando-me nos bons e maus momentos (…) Mas as coisas não corriam bem…lesões de jogadores importantes (Gandarela, que falta me fez…este sim estava comigo até à morte, Gui, Moreira) abandono por motivos profissionais (Virgílio, Isaías), condicionaram bastante o inicio dos trabalhos e a preparação da época…não quero com isto desculpar o que menos bem fizemos, mas que condicionaram bastante isso sim (…) maus resultados e instabilidade vivida no seio do clube, tudo isto somado ditaram o meu afastamento…não podia fazer outra coisa do que colocar o lugar à disposição (…) até porque os candidatos à minha sucessão, apareciam de todos os lados (Senhora da Hora é um clube bastante apetecível), alguns até se faziam de meus amigos, dando-me palmadinhas nas costas dizendo-me que estavam alí para me dar força e que estavam solidários comigo…”

 “ A verdade é que não tinha condições para continuar (…) inclusive até me responsabilizavam, por a bola bater na trave, por um penalti falhado (…) apelidavam-me de desordeiro etc..etc… eu até era responsável por haver Greve Geral no país (risos). Em fim…não tinha condições para continuar…”

MITCHFOOT: O porque de só agora, vires a publico, te pronunciares sobre a tua saída? 

NUNO GONÇALVES: “Bem é assim…só vim agora a terreiro, primeiro porque me convidas-te e segundo por achar a altura certa para de uma forma livre e sem prejudicar o SC Senhora da Hora me pronunciar sobre o meu afastamento total do clube. Longe de mim e ao contrário de alguns prejudicar o andamento da época, tentando minar o trabalho desenvolvido (…) 
Decidi afastar-me por completo, embora com grande sacrifício, do Senhora da Hora, para que não quisessem fazer de mim um sombra negra e prejudicial aquém no momento dirige a equipa (…) embora essa não fosse a minha vontade de coração, pois senti-me atraiçoado e estou bastante revoltado (…) 
Para não prejudicar o clube e também para não ser factor de destabilização dentro do seio da equipa decidi afastamento por completo.” 

MITCHFOOT: Para quando o teu regresso ao banco, tens algum clube pronto para reactivares a tua carreira desportiva? 

NUNO GONÇALVES: “ Estou parado por opção, já tive convites para regressar, tenho inclusive um projecto de formação para abraçar em qualquer momento, assim eu o entenda (…) tive já também um convite para treinar na divisão do Senhora da Hora, entendi não aceitar porque não me estava a ver, pelo menos esta época defrontar o SCS Hora (…) pretendo ficar no meu canto, observando futebol e jogadores, para que no futuro não cometa os mesmos erros do passado (…) aproveito esta paragem para de corpo e alma, acompanhar o meu filho que joga na formação do Boavista FC.”

1 comentário:

  1. Para falar agora ... mais valia ficares calado... falou falou falou e nao disse nada de importante.

    Enfim

    ResponderEliminar

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC